Fique por dentro do macunaíma

Iniciante

Os primeiros passos rumo a realização dos seus sonhos

Profissionalizante

Para você que procura Teatro de Verdade

Infantil

Estímulo seguro para seu filho crescer fazendo arte

Cursos | Pós Graduação Lato Sensu

Práticas
Artístico-Pedagógicas
Inovadoras

Exclusivo apoio para bolsa de 50%
Enviar currículo para ma@macunaima.com.br

Atendimento
(11) 3217 3400

Apresentação

Práticas Artístico Pedagógicas Inovadoras

O objetivo do curso é lançar um olhar positivo para a renovação e o rejuvenescimento da pedagogia e contra qualquer estagnação. Esse programa visa assuntos bem conhecidos a partir de um novo ponto de vista. Responde perguntas fundamentais sobre a profissão do ator, diretor pedagogo e do professor. Leva a direções desconhecidas na pedagogia teatral abrindo um território verdadeiramente novo formando perspectivas para novas pesquisas no futuro. Esta pós graduação é uma resposta a uma necessidade reconhecida, em todas as áreas do teatro profissional na América Latina, de um curso de pós-graduação que foque o aprendizado metodológico e pedagógico de professores e diretores de teatro que lecionam em academias e universidades e/ou dirigem peças profissionais.

Que tipos de competências e conhecimento os novos educadores/diretores adquirem com esta pós graduação?

Os alunos/-professores/diretores entrarão em um novo modelo de educação e treinamento. Os alunos desse curso não vão perpetuar escolas e modelos existentes mas criarão novos. Os alunos experimentarão a chamada “Educação Esférica”, uma abordagem global que leva em conta as novas descobertas e perspectivas em ciências naturais, filosofia, e todas as artes. A abordagem “Treinamento como Método” inclui a filosofia dos artistas e professores da eterna aquisição de conhecimento, e provê uma ferramenta de treinamento multi intercultural.

Que contexto cultural será o fundamento para o ensino?

O teatro não é mais restrito por fronteiras de línguas e culturas nacionais. Temos que desenvolver o ator como um sistema aberto – habilmente preparado com novos métodos de ensino – para aceitar o teatro de todas as culturas do mundo. O objetivo é o altamente educado “ator multi-facetado”, com flexibilidade de corpo, mente e inteligência emocional.

Por que é necessária uma educação específica para professores de atuação e direção?

Se queremos ampliar a visão/melhorar o teatro que temos, temos que mudar a escola. Querem-se mudar a escola,mas para isso temos que mudar o Professor/Diretor. Os professores de hoje têm que ensinar o teatro de amanhã. Mas como é esse teatro? Não podemos ensinar o que não sabemos. Portanto temos que treinar nossos alunos como pesquisadores, criadores e inovadores.

Este programa foi criado pelo Diretor durante uma aplicação prática com sua equipe de professores.

.

Ele guia os trabalhos do centro de pesquisa para o ensino de teatro desde 1995. A acumulação de conhecimento, independente de estilos e formas pessoais e o desenvolvimento constante de novas unidades de treinamento e de exercícios o fazem único no mundo todo. Ele foi o precursor e o líder do projeto de pesquisa de longa duração do IIT “Biblioteca Mundial do Treinamento Teatral”. O diretor desenvolveu um método especial, que é baseado em um novo e complexo entendimento do treinamento como uma base para a educação, como ferramenta para a criação e a produção de espetáculos, e como um instrumento único para a comunicação intercultural em um processo artístico multilíngue. Com o passar dos anos seu “Ensino em Grupo” foi desenvolvido como um modelo único. O desenvolvimento constante do Treinamento de Professores permite o Diretor e sua equipe de professores desenvolver e conduzir esse programa específico com o objetivo geral de facilitar o diálogo entre culturas teatrais do mundo, e a meta de enriquecer todos eles e desenvolver completamente novas formas de treinamento e de expressão artística. O Diretor é um dos mais conhecidos e populares professores de teatro que já educou milhares de alunos, trabalhando ao redor do mundo. Ele é amplamente conhecido como um pesquisador de teatro, autor de muitos livros em pedagogia do teatro. Ele recebeu seu primeiro treinamento como diretor em Moscou do Prof. J. Malkovsky, um dos últimos alunos vivos de K. Stanislavsky. Ele recebeu seu segundo treinamento na GITIS – A Academia Russa das Artes do Teatro, com o Prof. M. Budkevich e o Prof. A. Vasiliev, onde em seguida ele atuou como professor. Após várias criações nas principais cidades da União Soviética, em 1987, o Diretor participou da fundação da mundialmente famosa “Escola de Artes Dramáticas – Anatoly Vasiliev”, onde ele continuou a desenvolver seus próprios métodos de ensaio e treinamento. Desde 1992 o Diretor tem liderado projetos e ensinado em universidades e escolas de teatro na Europa, Asia, Américas do Norte e do Sul. Em 1994 ele criou com seus alunos de mestrado a rede de educação de teatro e trabalho de laboratório – Associação Europeia pela Cultura do Teatro - EATC. Ele é o diretor artístico. Desde 1999 é o fundador e o diretor artístico do festival internacional do treinamento em atuação – METHODIKA (1999, 2001, 2003, 2007, 2009, 2012, 2014). Seus trabalhos modernos concentram-se na pesquisa teórica e nos métodos práticos de treinamento para teatro. Em 2011 o projeto do Diretor Laboratório e Biblioteca de treinamento mundial de teatro” (WTTL) reconheceu a IIT como uma das explorações em teatro mais importantes da nossa época. 2011 – 2013 ele fez um tour das culturas de pesquisa teatral no mundo.

Este programa será lançado para estabelecer treinamento vocacional para pedagogos teatrais, já que tais cursos são raros no Brasil e na América Latina. Lembrando a tradição da Antiguidade, quando o professor era uma das pessoas mais respeitadas, a ideia é reavaliar a profissão do pedagogo teatral, que esta representando as raízes da arte e a vanguarda de pensamentos e métodos. Além disso, o programa leva em conta a importância do desenvolvimento contínuo do Programa de pós-graduação para professores de teatro (PPTT), que vai elevar a qualidade profissional de futuros professores para atuar /dirigir, além de desenvolver novos métodos de ensino. Esse curso de pós-graduação visa refletir as tradições da Europa Oriental e da Europa Ocidental junto com o objetivo especial da cultura teatral brasileira e latino-americana de fazer do trabalho pedagógico parte integrante do processo artístico e, finalmente, criar um entendimento das novas possibilidades do teatro.

Matriz Curricular

TREINAMENTO I - 24 DIAS (JANEIRO 2016)

• Filosofia relacionada ao teatro
• Jogos
• Energia e Teatro
• A arte da composição
• A Arte do Improviso
• Monólogo e Diálogo.
• O ritual e o teatro.
• Resumos regulares
• Lições individuais

TREINAMENTO II - 24 DIAS (JULHO 2016)

• Arte ou Treinamento
• Plano de Ensino
• A lição como teatro e o professor como um ator.
• O ensemble e a individualidade
• O ensemble dos professores
• Autopreparação do ator
• Temas alternativos de ensino
• Tese

LABORATÓRIO I

• Textos de literatura
• Um método de análise
• O segundo método
• Do exercício para a cena
• Realização prática do monólogo
• "O monólogo do professor"
• "A arte de falar ... silêncio"
• Especializações

LABORATÓRIO II

• Seminários
• Como criar um ensemble de alunos
• Aberturas pedagógicas
• O monólogo do professor
• Correção da tese
• Colóquios
• Aula aberta

Treinamento I

CONTEÚDO: Os principais assuntos da arte da atuação que serão cobertos neste programa serão:
1. A educação como um jogo: Princípios de “jogo”. A diferença entre teatro “psicológico” e os “jogos”.
2. A energia do processo pedagógico. Energia e Teatro: O que significa energia e porque precisamos dela? Quais são as fontes de energia para atores, diretores e professores? Como encontrar e ter energia? Como mantê-la e como utilizá-la? Como recriar energia? Leis da conservação de energia no teatro e leis da transformação de um tipo de energia em outro. A energia do processo pedagógico? A energia do professor e estudante como dois elementos de uma bateria infinita.
3. Composição e conexões. A arte da luz e sombra no processo de educação: a compreensão deste parâmetro leva à um tipo diferente de atuação. Aprendizado de diferentes tipos de composição e as possibilidades de conexões das partes da composição. Composição de uma lição de treinamento, a composição de todo o processo de educação. A energia da composição.
4. A liberdade na arte do Improviso – a expressão cênica: Precisamos diferenciar entre três tipos de improviso: Improviso como educação; Como uma forma de ensaio (direção) e como uma forma de atuação. Todas as três formas precisam de leis e conhecimento muito acentuados sobre sua condução. É a “ Arte nos grilhões da liberdade”, como a chamamos.
5. Perspectiva – A arte do diálogo no trabalho do ator: Como criar e liderar um pensamento complicado? Como trabalhar com perspectiva? . Como compeender o “conflito” como uma das principais fontes de energia? Como encontrar e criar conflito e como conduzi-lo? Diferentes formas de conflitos; Diferentes tipos de monólogos e diálogos no teatro mundial de Platão a Beckett.
6. Ritualidades – O ensino como um ritual: O ritual em diferentes culturas do teatro. O ritual e o jogo. Ritual no palco do teatro moderno. Diferentes formas de ritual no processo da educação.

Treinamento II

CONTEÚDO:
1. Intersecções nas experiências do saber - arte ou treinamento. Os alunos aprenderão o significado do treinamento diário - a sintonia da especificidade da arte do ator - ou treinamento de laboratório - abertura de práticas técnicas desconhecidas e pesquisa de novas abordagens tecnológicas – ou treinamento temático - abertura de temas concretos e disciplinas para o ator - ou treinamento de estrutura - aprender a trabalhar com determinada cena, pesquisa na cena, etc.
2. Estudos sobre a didática do professor - plano de ensino. Como fazer um plano de aula previamente. Quais são os princípios? Como criar a linha para um assunto, como conduzir este assunto? Isto requer compreensão clara de cada diferente disciplina que o professor ensinará no futuro. Como criar e planejar toda uma programação anual para uma classe? Como criar um plano de estudos?
3. Fundamentos do papel do professor - A lição como teatro e o professor como um ator. Principais questões de como realizar o processo de ensino como ato de arte teatral? O professor deve estar na sala de aula como ator – líder. Ele deve preparar-se como um ator se prepara antes de entrar no palco. A "máscara" e o "personagem" de professor. Adereços, cenografia e equipamentos técnicos do professor. Como trabalhar e se comunicar com as disciplinas de apoio do teatro? Como usá-las no processo de ensino: Música e Movimento/ Dança, Máscara, Figurino, design de cena, som e introdução ao design de iluminação.
4. O ensemble e a individualidade na relação professor - aluno. O que significa ensemble? O que significa individualidade? ( a guerra e a paz) Qual a relação do professor com o ensemble do aluno.? Principais lados positivos e negativos do ensemble. Doença do ensemble e a individualidade.
5. O ensemble dos professores. Lição de equipe de professores. será aberta uma nova forma de equipe de professores. Como organizar a lição convidando diferentes colegas.? Outra questão é - como os próprios alunos podem preparar suas lições sem professor.
6. Autopreparação do ator – o corpo como instrumento reflexivo: Esse tema abrirá uma questão importante – Como o ator/ aluno deve trabalhar sozinho sem apoio de outra pessoa? Como criar-se a si mesmo: Aspectos sociais, psicológicos e artísticos do trabalho independente do ator fora do teatro.
Conclusões: Resumos regulares de vários assuntos serão dados como conclusões das fases de trabalho. Estes testes provisórios tomarão diferentes formas como treinamentos liderados pelos estudantes, conversas curtas sobre o tema específico, etc.
Os alunos desenvolverão sua tese, trabalho de consultoria com o Mestre e professores.
Especialização individual: Importante! Durante o primeiro semestre, cada estudante descobrirá sua “especialização”, a qual ele/ela investigará durante o período de pesquisa prática e individual entre o 1º e o 2º semestre. A partir do 1º semestre, cada estudante focará seu interesse determinado assunto, que será apresentado no exame teórico e prático ao final da educação – primavera de 2016. Lições individuais.

Laboratório I

Neste laboratório Nº 1, os alunos trabalharão com:
1. Textos de literatura: primeiro - com prosa e poesia, e posteriormente avançando para o texto dramático. Os alunos aprenderão diferentes métodos de como analisar um texto dramático sozinhos e como fazer a análise com alunos.
2. Um método de análise – "mesa - palco - mesa" ou "método de análise de atuação", de Maria Knebel.
3. O segundo método. Aqui eles serão familiarizados com os 45 axiomas da análise de direção pedagógica.
4. Do exercício para a cena: Um dos principais temas teóricos e práticos será - a transformação de texto e cenas em exercícios de ensino e o oposto - de exercício para a cena
5. Monólogo: Realização prática do monólogo -composição baseado no método "A Vertical do Papel" em um palco.
Introdução a "O monólogo do professor"
6. Um tema importante será "A arte de falar e manter o silêncio".
Os alunos desenvolverão suas habilidades de ensino em suas especializações e farão a primeira apresentação para os colegas e para os professores.

Laboratório II

1ª semana – verificação final. Na primeira semana os alunos aprenderão a preparar e realizar seminários de audição; Como selecionar alunos para a escola de teatro? Qual o significado das provas e do diploma finais na escola? (20 horas)
Isto conduz ao importante tema - "Como criar um ensemble de alunos". O treinamento diário e exercícios, improvisação e estudos levarão ao entendimento prático das regras de "Ensemble sem quadro".
A conclusão. Durante todo o laboratório as principais aberturas pedagógicas serão rastreadas até suas raízes, estas sendo Stanislavsky, Michael Chekhov, Maria Knebel, Grotowski etc., até os dias de hoje. No final, os vários temas abertos passo a passo criarão uma imagem completa do conhecimento na profissão, rastreável às suas raízes e compreensível e aplicável dentro de um novo e complexo sistema pedagógico entrelaçado proposto pelo Diretor.
No palco – o trabalho prático de apresentação final: "O monólogo do professor"

Concepção do Programa e Metodologia de Ensino
Se você entender um “método pedagógico” como alguma coisa acabada, que é fixo e repetido no mesmo formato, que está pronto, talvez muito bonito, você terá de admitir no final, que está morto. Esses tipos de métodos mortos existem em grande número. Até agora, muitas pessoas usam métodos mortos, que já é hora de uma forte mudança na pedagogia teatral. Se entendermos o método de criação de uma instrução para atores e diretores como um processo de vida, ele deve estar em constante mudança, movimentação e desenvolvimento – não só em uma, mas em direções diferentes.
Os movimentos devem ter sua própria direção, seu próprio tempo e seu próprio espaço. Esse tipo de pedagogia se constrói no cenário da educação tradicional das escolas. Essa pedagogia não tem ponto final, a categoria de um final não existe. Essa pedagogia é sem fim, infinita.
1.1 Metodologia
O método pedagógico proposto pelo Diretor cria tudo junto simultaneamente, não conhece ordem cronológica. Não se move de um início para o próximo capítulo, acabe com isso, comece o próximo, etc. Em vez disso, todas as partes funcionam juntas, como um romance. Como sistema, é uma vida polifônica. Tudo o que está vivo cresce dessa forma – junto. O ser humano cresce dessa forma – como os gregos o chamam – Cosmos.
1.2 Sistema de avaliação e controle de frequência
2ª semana - Provas. Uma semana de provas finais: As provas incluirão uma semana de recapitulação coletiva intensiva, trabalho individual com os professores e, finalmente, a apresentação pública e defesa de tese combinada com uma aula aberta. Consultas finais com Mestre e professores e correção da tese escrita.
- Prova teórica: perguntas sobre todos os temas sob a forma de colóquios, que serão abertos ao público profissional. A tese escrita deverá existir como conceito.
- Os trabalhos teóricos poderão ser publicados-
Prova prática: aula aberta de treinamento individual de cada professor relacionado às respectivas teses.