A primeira peça, os ensinamentos dos mestres e os principais teatros brasileiros as apenas segredos dessa arte

O teatro é uma forma de expressão artística envolta em segredos e mistérios. Algumas curiosidades sobre teatro podem despertar reações tão surpreendentes como se você estivesse na plateia de uma grande peça.

Confira!

Não se sabe ao certo qual foi a primeira peça teatral

Nenhuma teoria sobre a origem do teatro pode ser comprovada, pois existem poucas evidências. Especulações afirmam que o primeiro evento similar ao teatro data de 2.500 AC no Egito Antigo e se trata de um diálogo sobre o mito de Osíris e Ísis.

“Merda” é o equivalente a “boa sorte”

Antes de entrar em cena, é comum que os profissionais desejem e agradeçam “merda” uns aos outros. Essa tradição está relacionada ao período Elisabetano (1558-1625) em que as pessoas iam de carruagem assistir às peças, portanto, quanto mais cavalos (e, consequentemente, suas necessidades fisiológicas), melhor.

O teatro é reflexão

O teatro é uma das mais reflexivas expressões artísticas existentes, justamente porque os atores precisam estar de corpo presente e em dialética com o público para despertar as distintas reações humanas, muitas vezes subversivas, perturbadoras e infames.

No Brasil, o teatro já foi censurado

A partir da década de 60, o país viveu um ápice criativo no fazer teatral, e justamente foi isso foi censurado no período da Ditadura Militar. Na época, relatos de peças invadidas pela polícia, agressões e sequestros de atores eram comuns.

Apesar de perseguido, o teatro teve o papel fundamental na resistência cultural, tornando-se cada vez mais compromissado com assuntos sociais e políticos. Os grupos Teatro de Arena, Teatro Oficina e Opinião foram os que mais lutaram contra a repressão.

O teatro já foi adaptado para o rádio

Em 1922 foi ao ar a primeira dramatização radiofônica. Ela foi transmitida pela rádio WGY, de Nova York, e a peça era “O lobo”, de Eugen Walter. No Brasil, essa arte só estreou em 1937, na Rádio Nacional o Teatro em Casa, antes mesmo das famosas radionovelas.

Não é preciso querer ser ator profissional para fazer teatro

Em sua essência, o teatro é a arte de representar o espírito humano no palco, catalisando o aprimoramento pessoal, a fuga dos medos e o exercício da empatia, práticas essenciais para a vida. Qualquer pessoa pode praticar as artes cênicas, e quanto mais cedo é o início, melhor para a aquisição dos conhecimentos.

O teatro pode ajudar a sua carreira

Profissionais de qualquer área que estão estagnados ou em dúvida sobre as suas competências podem recorrer ao teatro para adquirir habilidades de valor no universo corporativo, como a comunicação eficaz, a postura corporal pró ativa e a libertação da criatividade.

Nelson Rodrigues é o percussor do teatro moderno brasileiro

Foi com a estreia de “Vestido de Noiva”, que conta a história de uma jovem atropelada que relembra os conflitos com a irmã, peça teatral de Nelson Rodrigues, que a crítica considerou o início do teatro moderno no Brasil, em 1943.

A grande novidade proposta pelo autor foi a montagem, que misturava os tempos presente, passado e futuro. Além disso, o diretor polonês Ziembinski trouxe de fora elementos novos, como a iluminação, o cenário e a interpretação expressionista-naturalista.

“Romeu e Julieta” é a peça de teatro mais famosa do mundo

O clássico de William Shakespeare é o mais lembrado quando se fala em teatro em todo o mundo. Uma curiosidade sobre teatro: a peça não é apenas sobre uma história de amor impossível entre dois jovens, mas também sobre a razão filosófica e os prazeres mundanos. Já a peça mais montada é o clássico Hamlet, também de Shakespeare.

A respiração é muito importante para o ator

A respiração materializa e requalifica o sentido da palavra proferida pelo ator, pois os seres humanos possuem padrões respiratórios que variam conforme seu estado. A respiração, portanto, abre possibilidades expressivas para o ator, e é por isso que é tão estudada nas artes cênicas.

São Paulo tem, em média, cem espetáculos em cartaz por vez

A cidade de São Paulo é um verdadeiro polo cultural, inclusive para a dramaturgia nacional e internacional. A cidade concentra uma vasta diferença de olhares para o teatro que dá à programação uma força mobilizadora impressionante.

O tempo entre escrever e encenar uma produção teatral pode ser breve – ou não

Na busca pelos caminhos de encenação, há diretores que constroem longo processos de pesquisa para texto, elenco e produção que podem levar meses ou anos para chegar aos palcos. Em outras linhas de trabalho mais diretas, é possível fazer tudo isso, mantendo a primazia que o teatro pede, em poucas semanas.

Stanislavski deixou como legado o mais importante sistema ensinar para as artes cênicas

O diretor pedagogo russo Konstantin Stanislavski sistematizou, no século XX, um método que permite aos atores acessar a sua segunda natureza, transformando-se organicamente no personagem interpretado. Atores como Jack Nicholson e Johnny Depp usaram o método para encarar grandes personagens de suas carreiras.

O teatro tem um dia só para ele

Em 27 de março é celebrado o Dia Mundial do Teatro. Essa efeméride foi criada em 1961 pelo Instituto Internacional de Teatro da Unesco e todo ano a data é celebrada junto com uma mensagem que reflete sobre essa forma de expressão artística.

O objetivo desse dia é incentivar governos, entidades e pessoas comuns a celebrar, seja por meio uma ida ao teatro, da recepção para os atores ou descobrindo curiosidades sobre teatro.  

Existem mais de 1.200 teatros no Brasil

De acordo com o relatório Cultura em Números, do Ministério da Cultura, em 2010 a maior parte dos teatros se concentrava na região Sudeste, no eixo Rio-São Paulo. No entanto, todo o país conta com locais que são referência para essa arte, como o Theatro Municipal de São Paulo, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Teatro Amazonas e o Teatro Ópera de Arame em Curitiba.

Conhece outras curiosidades? Deixe aqui nos comentários. Queremos saber!

0 Comentários

Cancel