Compromisso marcado todas às últimas sextas-feiras de cada mês, o Café Teatral é um espaço alegre e festivo, mas também de intercâmbio de experiências teatrais. Os encontros extracurriculares promovidos pelo Macu e organizados pela professora Márcia Azevedo trazem sempre um convidado especial para partilhar seus conhecimentos e incentivar o debate entre alunos, professores e interessados em geral.

No último dia 26 de maio, foi a vez de Eduardo de Paula, ex-professor do Macu e hoje docente do Curso de Teatro da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Ele falou sobre seu livro, O Ator no Olho do Furacão – Metáforas Norteadoras Para o Trabalho Criativo do Ator, mais recente lançamento da Coleção Macunaíma do Palco, que leva o selo da Editora Perspectiva.

Por meio de metáforas relacionadas às manifestações do ar, o livro trata de alguns princípios essenciais para o trabalho do ator, como: presença cênica, equilíbrio, equivalência, treinamento e pré-expressividade. Sobre os estímulos que o levaram a essa pesquisa, Edu comenta: “O campo de estudos relacionava o teatro formal e o improvisacional, visando investigar, à luz da ‘antropologia teatral’, procedimentos do teatro oriental e ocidental – codificado e improvisacional. O interesse por esses dois modelos deu-se pelo reconhecimento da importância que ambos têm para o trabalho compositivo do ator.”

Além da descrição de exercícios para a preparação e criação do ator, Edu também conta sobre o processo de criação da peça Outra Sina de Existir, inspirada no conto “A Terceira Margem do Rio”, de João Guimarães Rosa. Ao entender o ator como sujeito da ação criadora, Edu contribui para as pesquisas que procuram avançar os conhecimentos sobre as práticas artísticas e nos brinda com a riqueza de seus ensinamentos.

Teatro Escola Macunaíma

Para adquirir o seu exemplar, visite uma das principais livrarias ou solicite o livro em uma das secretarias do Teatro Escola Macunaíma, onde você encontrará descontos especiais para alunos.

0 Comentários

Cancel