All posts by Carmen B.

A comunicação oral é a pedra angular do desenvolvimento da civilização humana. Para entender melhor os benefícios que o teatro pode trazer para você!

Comunicação oral: entenda a importância e saiba como desenvolvê-la com o teatro

A comunicação oral é a pedra angular do desenvolvimento da civilização humana. Ainda que a linguagem não verbal tenha sido um ponto de guinada extremamente importante no desenvolvimento, foi a partir da língua falada e da expressão que se começou a construir as relações e o aprendizado.

Por isso, saber se expressar oralmente é muito importante para qualquer pessoa. E a capacidade de se comunicar não tem correlação direta com ser introspectivo ou extrovertido, mas sim com a habilidade de transmitir a informação da melhor maneira possível, entre aquilo que se pensa e sente.

Afinal, há pessoas que falam muito, mas se comunicam mal. E há aqueles que falam pouco, mas são excelentes comunicadores. O importante é que a mensagem saia do emissor para o receptor com o mínimo de ruído possível em estado fluido. Em outras palavras, seja o mais compreensível e interessante possível.

A timidez e a dificuldade em expressar pensamentos, sentimentos e conhecimento podem atrapalhar muito de quem precisa falar em público. Mas existem diversas formas de lidar com esse problema, sendo uma das mais completas a atividade teatral.

Para entender melhor a importância de se comunicar bem e os benefícios que o teatro pode trazer para você, continue acompanhando nosso artigo!

Por que se comunicar bem?

Muitas pessoas acreditam que comunicar-se bem é um talento natural que abre muitas oportunidades na vida pessoal e profissional. Embora a segunda parte seja verdadeira, a comunicação é, como toda habilidade, possível de ser aprendida e aprimorada. São diversos os motivos para investir no desenvolvimento dessa habilidade. Veja!

Melhoria das relações interpessoais

Faz parte da sabedoria popular, além de ser conselho de todo e qualquer especialista em terapia e psicologia, que a base de qualquer relacionamento interpessoal bem-sucedido é a comunicação. Logo, aprender a expressar-se devidamente garante uma melhor chance de relacionar-se com sucesso, quer seja no campo afetivo, que seja no campo profissional.

A falta de comunicação, ou comunicação deficiente, é a maior causa de problemas nas relações interpessoais. Desenvolver essa habilidade para saber, inclusive, o momento de ouvir, a hora de falar e como se expressar pode ser o grande diferencial que fará os relacionamentos progredirem.

Progressão na carreira

Existe uma diferenciação importante entre os caçadores de talentos e os gestores de recursos humanos entre as hard-skills e as soft-skills. As hard-skills são o núcleo duro das habilidades requeridas para uma determinada vaga, como ter conhecimento em direito, saber fazer análise estatística etc. Já as soft-skills são habilidades comuns, valorizadas em qualquer vaga, como organização e comunicação.

Portanto, independentemente da carreira escolhida, a comunicação é um valor agregado que interessa a qualquer empresa ou instituição, quer seja em relação aos empregados que estão no mesmo nível hierárquico quer seja em relação aos superiores ou subordinados.

Aumento da autoestima

A boa comunicação oral ajuda a elevar a autoestima. Isso porque a pessoa aprende a lidar melhor com o outro e consigo mesma, ao saber transparecer suas emoções. Como a comunicação é uma via de mão dupla, fica mais fácil compreender a outra pessoa, colocar a vida em perspectiva e ser mais empático.

Facilidade em conquistar objetivos

Quem sabe o que quer e dizer isso de forma clara tem um caminho mais fácil na conquista de seus objetivos profissionais e pessoais. Fica mais fácil explicar o que se deseja e formular esse anseio, o que dá uma visão mais completa e prática. Além disso, a boa comunicação é a chave para uma melhor convivência em todos os aspectos da vida — o que também ajuda no crescimento pessoal e profissional.

Como o teatro pode ajudar?

Dentre as atividades possíveis para melhorar a comunicação, o teatro é a que trabalha mais áreas de maneira profunda e duradoura. Isso porque, nele, a comunicação se dá em todos os âmbitos possíveis: verbal, não verbal e corporal. Ao ensaiar e encenar uma personagem, o ator ou atriz adquire um profundo desenvolvimento pessoal que vão ajudá-los a melhorar a comunicação oral.

Melhora a dicção

Dentro da parte de oratória, o teatro ajuda a melhorar a dicção com exercícios e acompanhamento de atores profissionais nos cursos ministrados. Afinal, a dicção na atividade teatral é extremamente importante e deve ser precisa. Dizer as palavras com clareza é uma importante parte da comunicação oral.

Ensina a projeção da voz

Quando em uma peça, a pessoa que encena precisa ser ouvida em todo o auditório, sem, no entanto, gritar. Isso se chama projeção de voz e exige treino e conhecimento. A projeção de voz tem aplicabilidades diversas, em palestras, carreiras jurídicas, reuniões, atendimento e outras várias profissões.

Desenvolve a capacidade argumentativa

O teatro desenvolve a concentração, a imaginação e o improviso. Afinal, ler, entender, decorar e lidar com um roteiro em cena exige todas essas habilidades. Essas são as mesmas habilidades exigidas quando se fala em capacidade argumentativa. Assim sendo, a atividade teatral ajuda na argumentação, que, por sua vez, é uma das aplicações diretas da boa comunicação oral.

Amplia o vocabulário

Ao ter contato com os mais diversos temas, por meio dos roteiros e das peças, desenvolve-se igualmente o vocabulário. Interpretar profissões diferentes, pessoas de outros países, outras idades e épocas acaba trazendo para o ator esse conhecimento agregado.

O domínio da língua dá maior segurança na hora da comunicação, o que aumenta essa habilidade. Também desenvolve áreas importantes da mente e o pensamento rápido. Ou seja, o aumento do vocabulário auxilia, inclusive, na própria argumentação.

Controla a timidez

Outra vantagem do teatro é que ele lida diretamente com o público. Assim, é possível romper a barreira da timidez, da vergonha e conseguir se colocar diante de uma plateia para representar um papel. Isso pode ser aplicado nos círculos sociais, no trabalho, em conferências e toda sorte de situações em que se tenha que lidar com audiência.

Em suma, para pessoas cuja comunicação oral está atrapalhando o desenvolvimento pleno de suas vidas, seja nas relações pessoais seja no emprego, procurar por um curso de teatro pode ser exatamente o que está faltando.

Não perca mais tempo. Descubra essas e outras possibilidades que a atividade teatral tem para você. Bem vindo a bordo! Fale conosco agora mesmo!

Uma ótima opção para quem busca desenvolver a oratória é investir em aulas de teatro. Além de melhorar sua expressão, tera novos amigos!

Entenda como o teatro pode ajudar a ter uma oratória melhor e quais os benefícios

A boa oratória é a ferramenta ideal para quem busca desenvolver diversas habilidades, tanto no âmbito pessoal quanto profissional. Em poucas palavras, podemos definir oratória como a arte de falar em público de forma clara, simples, estruturada e objetiva. Ou seja, ter uma oratória eficiente não significa, apenas, “falar bem”. Também é preciso ter uma postura adequada e saber utilizar a linguagem de acordo com a necessidades do ouvinte.

Uma ótima opção para quem busca desenvolver a habilidade é investir em aulas de teatro. Assim, além de melhorar a capacidade de expressão, você terá oportunidade de fazer novos amigos, conhecer diferentes pessoas e desfrutar de um universo culturalmente enriquecedor.

Acompanhe o post a seguir e saiba mais sobre os benefícios em desenvolver uma boa oratória!

Superação de medos

Pessoas que trabalham a oratória tem autoestima mais elevada, tornam-se mais sociáveis e superam seus medos com maior facilidade. Afinal, segundo pesquisa elaborada pelo jornal britânico Sunday Times, o medo de falar em público é maior do que o medo da morte e o medo de falir.

Características de liderança

Todo líder deve ter uma fala clara e objetiva. Gestores e cargos de confiança demandam habilidade com obrigação de desenvolver habilidades de oratória. Afinal, não é possível comandar outras pessoas sem expressão e domínio da linguagem adequadas ao ambiente corporativo.

Expressão de ideias

Quem tem uma boa oratória também consegue expressar melhor as ideias. Muitas vezes, passamos por situações onde gostaríamos de expor nossa opinião mas, por falta de domínio oral, não conseguimos passar a mensagem como desejamos.

Essa é uma situação muito comum, tanto no ambiente corporativo quanto na vida pessoal que pode ser facilmente resolvida com um trabalho de desenvolvimento da oratória.

Poder de persuasão

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a persuasão não é um dom inato. Assim como a oratória, ela é algo que pode ser desenvolvido com prática diária e muito treino.

De uma forma geral, a maioria dos profissionais necessita desenvolver a fala no ambiente de trabalho, como professores, profissionais de vendas, gestores, oradores, representantes e palestrantes.

Ao desenvolver a oratória, consequentemente, você terá maiores condições de utilizar o poder de persuasão e convencer outras pessoas.

Transmissão de credibilidade

Ao ter mais domínio da fala, você conseguirá transmitir conhecimentos com muito mais facilidade e, consequentemente, passará mais credibilidade para o interlocutor.

Por isso, um curso de teatro é perfeito para você que deseja aprimorar o poder de comunicação. A aula para iniciantes, por exemplo, é formada por um grupo de alunos que nunca tiveram experiência no palco.

O objetivo da aula é ajudar os alunos a descobrir seus potenciais, extravasar a criatividade, exercer seu poder de comunicação e receber a formação da arte essencial para todos que desejam usar esses conhecimentos para impulsionar e agregar mais valor às suas vidas.

E, você? Gostou do nosso conteúdo sobre a importância de desenvolver a oratória?

Neste artigo, reunimos informações que abordam quais atividades podem ser adotadas e como um curso de teatro influencia de forma positiva para a leitura.

Veja como o teatro ajuda a despertar o interesse pela leitura nas crianças

A leitura é parte importante da formação infantil e uma importante ferramenta para o desenvolvimento de cidadãos mais conscientes e críticos. Contribui, ainda, para o estímulo da criatividade, favorece a aprendizagem, amplia o vocabulário ajuda no desenvolvimento da imaginação, sentimentos e emoções. Dessa forma, é de fundamental importância despertar o interesse pela leitura.

O estímulo deve ser realizado de maneira natural e específica em cada fase do desenvolvimento da criança. Para tanto, é imprescindível desenvolver diferentes atividades e proporcionar ambientes que favoreçam o hábito.

Neste artigo, reunimos informações que abordam quais atividades podem ser adotadas e como um curso de teatro influencia de forma positiva para a leitura. Continue lendo e saiba mais!

O que pode ser feito para despertar o interesse pela leitura?

O estímulo para o hábito de leitura deve ser feito de maneira agradável e divertida desde os primeiros meses de vida da criança. Para tanto, os livros devem acompanhar adequadamente cada fase do desenvolvimento, respeitando as habilidades físicas e mentais.

Além desses primeiros estímulos, é importante promover o interesse pela leitura por meio de várias ações até a adolescência. Veja a seguir algumas das principais atividades que podem auxiliar nesse sentido.

Ler para a criança

Ler histórias estimula a imaginação e encanta a criança. Essa atividade promove uma sensação de compartilhamento e interesse mútuo pelo livro, além de proporcionar um estreitamento e importante no vínculo afetivo entre pais e filhos.

É interessante também estimular uma conversa sobre a história contada, perguntando sobre o que ela entendeu ou se escreveria um final diferente, ou ainda, com qual dos personagens ela mais se identificou.

Dar exemplos

As crianças se espelham nos adultos — ver as mães e os pais lendo cria gatilhos mentais para o interesse pela leitura. A convivência com livros, dicionários e revistas gradualmente se incorpora na personalidade da criança, transformando-a em leitor assíduo.

Criar espaços de leitura em casa

Facilitar o acesso aos livros também é importante para estimular o interesse. Manter uma pequena estante com prateleira baixa no quarto da criança permite que ela os pegue de forma espontânea e quando sentir vontade.

Frequentar bibliotecas infantis

Há várias bibliotecas de bairros que além disponibilizarem livros infantis para todas as faixas etárias também oferecem a “Hora do Conto”.

Essa é uma atividade estimulante, conduzida por uma Bibliotecária ou um Bibliotecário — profissional capacitado em nível superior, que conta uma história e interpreta os personagens. Normalmente as crianças ficam encantadas e interagem em todo o processo.

Algumas bibliotecas infantojuvenis proporcionam, ainda, atividades diversas, como a brinquedoteca e jogos de computador, com o objetivo de aproximar as crianças do mundo da leitura.

Visitar livrarias

As grandes livrarias oferecem espaços com decorações que seduzem as crianças. São ambientes convidativos à leitura, que permitem o contato com diferentes livros.

Como o teatro ajuda a estimular a leitura?

De acordo com pesquisa apresentada no II Congresso Nacional de Educação, as aulas de teatro são uma forma eficaz para o desenvolvimento da criatividade, do autoconhecimento e diversas habilidades físicas e mentais. Um dos principais benefícios apontados no estudo é o estímulo do interesse pela leitura.

Tal estímulo ocorre quando os alunos são levados a ler textos para o estudo dos personagens que representarão. Assim, a palavra escrita deixa de ser abstrata para se tornar concreta e ativa por meio da representação e compartilhamento do que foi lido.

Ao contrário do ensino tradicional, que obriga os alunos a lerem determinados livros de forma estática, a dinâmica teatral estimula a leitura de maneira lúdica e interessante, aguçando a curiosidade e firmando o hábito.

Conforme pudemos verificar, a leitura tem importância fundamental na formação de cidadãos mais preparados para enfrentar a fase adulta, favorecendo a aprendizagem e a criatividade. Para despertar o interesse pela leitura nos seus filhos é imprescindível oferecer ambientes estimulantes e atividades dinâmicas, como um curso de teatro, por exemplo.

Gostou deste artigo? Saiba mais sobre um curso de teatro para crianças.

A timidez em adultos é um problema que afeta a vida de muitos brasileiros. Suor nas mãos, queimação no rosto e frio na barriga são apenas alguns dos sinais.

Timidez em adultos: descubra como o teatro vai resolver essa questão

A timidez em adultos é um problema que afeta a vida de muitos brasileiros. Suor nas mãos, queimação no rosto e frio na barriga são apenas alguns dos sinais que acompanham as pessoas que sofrem com ela.

Alguns casos são tão complicados que a pessoa chega a perder a fala em situações diversas, como quando precisa falar em público. Ou ainda, tem seus relacionamentos sociais e familiares prejudicados.

Passar por situações assim não é nada legal. Se isso está acontecendo com você em maior ou menor grau, continue a leitura e veja como o teatro pode ajudar a lidar com esta situação.

Na superação da timidez

Antes de entendermos como o teatro pode ajudar, precisamos esclarecer alguns pontos. Primeiramente, o teatro não se resume a estar diante de uma plateia desconhecida, encenando algo como ator. Para uma pessoa tímida isso, a princípio, seria algo quase impraticável. A princípio porque muitos atores são ou eram tímidos e superam esta dificuldade.

Além disso, precisamos lembrar que algumas pessoas têm gosto pelo teatro, mas não querem ser profissionais. Ou seja, nesse caso é o processo que importa. As aulas de teatro, além de ter um caráter que amplia uma novas possibilidades profissionais, também irá ajudá-lo a se expressar melhor, a se conhecer e a se relacionar com seus semelhantes de forma mais sólida e consistente.

Temos que lembrar também que cada pessoa tímida tem suas características próprias, mas geralmente existe a dificuldade de expressar ideias e  sentimentos de maneira ágil e para pessoas que acabaram de conhecer é a mais evidente delas. A timidez em si tem suas raízes como um traço da personalidade normal a várias pessoas.

Os motivos que levam as pessoas a terem um excessivo medo de falar em público e, consequentemente, a terem níveis de timidez elevados são os mais diversos possíveis. Entre eles estão a insegurança, a hipersensibilidade, ausência de habilidades sociais e até a busca pelo perfeccionismo.

É exatamente aqui que o teatro surge como um importante fator de superação da timidez. A pessoa tímida sempre será tímida, mas o teatro a ajudará a encontrar formas de lidar com a questão. Além disso, a própria pessoa entenderá, por meio do teatro, que sua timidez não é ruim e que se for bem trabalhada se tornará uma qualidade.

É por meio da superação da timidez e das técnicas teatrais que o adulto aprenderá a se posicionar em público, a ser extrovertido quando a situação exigir e a usar essas características especiais em benefício próprio – ser atencioso aos detalhes, ouvir com atenção e até ter enorme charme individual.

No desenvolvimento de habilidades

Um curso de teatro ajuda a pessoa a trabalhar o desenvolvimento de suas capacidades e habilidades pessoais de maneira que ela consiga expressar melhor suas ideias e sentimentos por meio de palavras e do próprio corpo.

No caso de um profissional tímido, o teatro poderá ajudá-lo a ser uma pessoa mais assertiva nas sua comunicação, a expressar seus pensamentos de modo muito mais interessante para aqueles que o ouvem. O que consequentemente torna a pessoa mais confiante, proativa e feliz consigo mesma. Ao mesmo tempo, o ajudará a compreender as diversas formas de expressão do outro, inclusive as não verbais.

Além disso, precisamos considerar que quanto mais a pessoa se expressa com convicção, mais ela será bem-vista na vida social. E isso sem falar que essas características são fundamentais para a criação de uma imagem profissional que passe a ideia de competência, confiança e solidez.

Quem se expressa bem consegue ter maior versatilidade para lidar com situações inesperadas e sabe trabalhar melhor as famosas “saias justas” para passar por tais situações sem constrangimentos. Por exemplo, como encarar uma pergunta super constrangedora ou uma apresentação de um projeto na reunião do escritório solicitada em cima da hora?

No conhecimento do próprio corpo

Como volta e meia ouvimos ou lemos, a linguagem não é restrita apenas à comunicação verbal. A comunicação corporal também tem papel fundamental nas nossas relações. Aliás, uma tem de estar de acordo com a outra. Dessa forma, teremos um processo de comunicação coerente e completo.

O nosso corpo fala! Muitas vezes sabemos que a pessoa não acredita no que está dizendo ou que está escondendo algo devido aos seus gestos, às expressões e às posturas que apresenta.

O nosso querido Silvio Santos é um especialista em comunicação não verbal. Já percebeu que, às vezes, quando está falando algo ele estende os braços como se quisesse receber um abraço de alguém? Pois bem, esse gesto passa ao telespectador a ideia de sinceridade, segurança e credibilidade.

Talvez esse seja um dos maiores benefícios do teatro: fazer transformações nas pessoas para que os seus corpos sejam capazes de expressar muito mais do que se imagina e como usar isso ao seu favor.

Não existe uma receita pronta para lidar com situações inesperadas, mas o teatro pode ajudar a pessoa a se sair melhor nelas. É bem provável que você já viu casos de pessoas que ficaram constrangidas, ‘sem jeito’ ou até mesmo sem resposta diante de um acontecimento que não esperavam.

Como o teatro trabalha todos os processos de comunicação, o que inclui ótimos exercícios de reflexão, ele possibilita um nível mais elevado em termos de capacidade de análise, o que resulta na construção de enorme potencial de segurança para lidar com o inesperado. Por exemplo, já viu aqueles atores ou apresentadores que mesmo sendo rechaçados não se abalam e continuam a apresentação? E na maioria das vezes conseguem mudar a situação por completo. É disso que estamos falando: do poder de estar presente e se manter firme.

Dessa forma, podemos sintetizar os benefícios práticos para os tímidos em três frentes:

  1. desenvolvimento e aprimoramento da capacidade de explanar ideias de forma clara, objetiva e confiante ou, ainda, saber o que fazer para improvisar quando necessário;
  2. trabalhar os pontos que impedem a pessoa de se relacionar, expressar e se comunicar melhor, como as ansiedades e dúvidas;
  3. diminuir os obstáculos que dificultam a relação e a comunicação eficiente da pessoa em seu cotidiano.

O que você precisa ter em mente é que o teatro não faz com que timidez simplesmente desapareça. Na realidade, ele te ensinará a criar e aplicar estratégias, conscientemente e inconscientemente, que permitirão que você conviva com ela sem que seja afetado negativamente de alguma forma. Especialmente nos dias atuais, o teatro se torna uma ferramenta fundamental, já que nossos objetivos pessoais e profissionais dependem em grande parte de como nos apresentamos para o mundo.

No trabalho com todas as áreas

Como vimos, há uma série de vantagens práticas quando relacionamos o teatro à nossa vida cotidiana. Imagine algo que pode te ajudar a se destacar no mercado profissional, a socializar mais, melhorar como pessoa, aprimorar seus relacionamentos e ainda te apresentar a um mundo de cultura e aprendizado. O teatro é tudo isso e muito mais!

O teatro não é apenas uma forma de comunicação artística. Ele vai além e proporciona à pessoa que o pratica o desenvolvimento social. Não há regras de início, meio ou fim. É um estado de constante mutação no qual a pessoa trabalha exatamente a área que mais precisa.

Com certeza, o teatro traz à tona o melhor do indivíduo e antes que ele perceba estará completamente transformado. Dar o primeiro passo para conhecer esse processo de mudança de vida é algo extraordinário. Vale a pena!

Então, conseguiu compreender bem como a timidez em adultos pode deixar de ser um problema com a ajuda do teatro? Que tal conferir como é uma primeira aula de um curso teatral? Dá uma olhada nesse artigo especial sobre o tema!

Listaremos 6 filmes sobre teatro que você não pode deixar de ver.

6 filmes sobre teatro que todo estudante da arte deve assistir

Além de serem excelentes formas de entretenimento, as obras cinematográficas podem trazer diversos dilemas e situações importantes para o desenvolvimento humano e profissional de quem os assiste. Os filmes sobre teatro são, então, um prato cheio de ensinamentos para os estudantes dessa arte.

Os sacrifícios feitos em prol do trabalho, as relações construídas fora do palco, o temido bloqueio criativo e a luta pela superação e pelo reconhecimento da arte são algumas das questões que já foram abordadas nas telas do cinema.

Foi pensando nisso que preparamos este artigo. A seguir, listaremos 6 filmes sobre teatro que você não pode deixar de ver. Quer conhecer lições sobre a vida no universo da dramaturgia encontradas em grandes clássicos das telonas? Então, continue a leitura!

1. Crisântemos Tardios (1939)

Dirigido por Kenji Mizoguchi, Crisântemos Tardios conta a história do jovem Kikunosuke Onoe. A trama se passa no Japão do século XIX e mostra a reviravolta que ocorre na vida de Kikunosuke quando ele descobre que seu trabalho nos palcos só é elogiado porque é filho de um renomado ator.

Quem faz a triste revelação ao rapaz é Otaku, uma empregada da família pela qual o personagem acaba se apaixonando. No entanto, a família do jovem é contra o relacionamento e o casal acaba sendo expulso do local onde vive.

A partir desse momento, Otaku decide devotar sua vida à luta de Kikunosuke pelo reconhecimento da sua arte. Com um final dramático, o enredo traz uma série de reflexões sobre os sacrifícios feitos pelos protagonistas em prol de um sonho — algo que todo estudante da arte, sem dúvida, deve fazer.

2. Paris nos Pertence (1961)

Retratado na década de 50, Paris nos Pertence é um filme de Jacques Rivette que acompanha a trajetória da parisiense Anne Goupil, uma jovem estudante de literatura. A narrativa gira em torno do envolvimento de Anne com um grupo de atores que ensaia uma peça de Shakespeare mesmo não tendo orçamento algum.

A jovem aceita o desafio de atuar na peça e, ao mesmo tempo, se vê envolvida em um mundo de conspirações políticas e suicídios. O enredo aborda também uma questão muito interessante para qualquer artista: o embate entre a arte independente com aspirações revolucionárias e o mercado capitalista que só visa ao lucro.

3. 8 ¹/² (1963)

Que atire a primeira pedra o artista que nunca sofreu um bloqueio criativo. Esse momento de total ausência de ideias ou inspiração é capaz de deixar qualquer um prostrado, mas foi o pano de fundo ideal para a criação de 8 ¹/².

A obra do italiano Federico Fellini é autobiográfica e mostra situações vividas pelo diretor durante sua maior crise de criatividade. Na tela, acompanhamos Guido Anselmi, um famoso diretor que está prestes a iniciar sua próxima produção, mas não consegue engatar o roteiro.

Guido se vê em uma situação complicada: os produtores cobram por resultados, os atores questionam seus papéis e a imprensa o inunda com perguntas. Para lidar com a crise, o diretor se interna em um spa e a narrativa segue um fluxo de fantasias e lembranças do personagem, que passa a misturar passado e presente, ficção e realidade.

4. O Fiel Camareiro (1983)

Adaptado da peça de teatro The Dresser, do britânico Ronald Harwood, O Fiel Camareiro se passa na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial. O filme, dirigido por Peter Yates, narra a história de um famoso ator shakespeariano que, já com idade avançada, se encontra frustrado e senil.

Conhecido pelos seus colegas de trabalho como Sir, o ator está obcecado por manter a companhia de pé e exerce uma liderança um tanto tirânica sobre o grupo. Em meio a essa crise, Sir ainda conta com Norman, seu devotado camareiro, que se submete às exigências mais absurdas de seu patrão.

Assim, a trama aborda dois pontos de extrema importância na vida do artista: o fim de carreira causado pela idade avançada e as relações construídas nos bastidores do palco.

5. Birdman (2014)

Vencedor do Oscar de melhor filme de 2015, Birdman, de Alejandro González Iñárritu, conta a história de um astro do cinema que tenta reaver sua antiga fama e seu reconhecimento como ator. Em seu passado, o protagonista Riggan Thomson interpretou o super-herói Birdman em uma trilogia.

O personagem tornou-se um grande ícone cultural e levou a carreira do profissional às alturas, mas Riggan encontra a decadência após se recusar a estrelar o quarto filme da série. Alguns anos depois, o ator, que precisa se reinventar e buscar um novo rumo para sua carreira, decide roteirizar, dirigir e atuar em uma adaptação de uma consagrada peça da Broadway.

Obviamente, nem tudo acontece como o esperado e Birdman acaba nos entregando um relato comovente de um homem que coloca toda a sua energia em seu trabalho e na busca pela superação do passado.

6. Imprevistos de Uma Noite em Paris (2016)

Evidenciando uma série de dilemas profissionais, financeiros e pessoais de um grupo de teatro, Imprevistos de Uma Noite em Paris revela-se uma trama que brinca com a comédia e a melancolia. O enredo nos apresenta Luigi, um diretor que precisa pagar os salários atrasados de seus atores, encontrar um macaco para sua peça e convencer um diretor japonês de que tem tudo sob controle.

Dirigido e protagonizado por Édouard Baer, o filme nos mostra um personagem um tanto egocêntrico, que posterga seus problemas enquanto curte a vida com o dinheiro destinado à produção. Assim, somos levados a refletir sobre como os integrantes da equipe depositam sua confiança em um diretor que claramente não é capacitado para a função e, por consequência, têm suas vidas profissionais e pessoas prejudicadas.

Essa foi a nossa lista de filmes sobre teatro. Esperamos que cada um deles possa acrescentar aprendizados valiosos em sua vida como estudante dessa arte magnífica! Agora, basta preparar a pipoca, escolher o cantinho mais confortável do sofá e se deliciar com essas histórias e curiosidades sobre o mundo do teatro.

E aí, gostou do conteúdo? Então, assine nossa newsletter e receba outros materiais como este diretamente no seu e-mail!

Tem vontade de conhecer novas pessoas e ter mais habilidades sociais?

Como fazer novos amigos? Entenda como o teatro pode ajudar!

O teatro é uma fonte inesgotável de aprendizado. Com a prática da atuação, é possível nos redescobrirmos e mudar a forma como enxergamos o mundo. Um ganho evidente desse potencial se dá no meio social: o teatro é uma experiência artística que traz uma condição natural sobre “fazer novos amigos”.

Já é sabido que aqueles que têm um contato com a arte, mais especificamente o teatro, conseguem lidar melhor com os relacionamentos humanos e com a alteridade.

Tem vontade de conhecer novas pessoas e ter mais habilidades sociais? Através do teatro, é possível evoluir sua desenvoltura e, com isso, conquistar relações sólidas com novas pessoas super interessantes! Leia este texto e descubra novas possibilidades na sua vida! Vamos lá?

Perca a inibição com essa prática

Muitas pessoas sentem-se inibidas em interagir socialmente. Isso é bastante comum, mas é possível melhorar por meio do teatro. Isso porque a atuação coloca você em diferentes situações e traz perspectivas diversas sobre o mundo e as pessoas. Essa característica única do teatro é uma ótima forma de trabalhar a inibição.

Nas aulas, você aprenderá que acabamos por nos limitar com a rotina e as imposições sociais, e somos muito mais mutáveis do que imaginamos.

O teatro o fará entrar em contato com novos aspectos de si mesmo. Assim, você poderá aperfeiçoar-se em pontos importantes de sua personalidade — principalmente no que diz respeito a comunicação e o contato com o outro.

É comum que pessoas muito inibidas tenham também certo receio ou vergonha de frequentar aulas de teatro. Isso é normal e pode ser contornado facilmente. Uma dica é a de buscar lugares que oferecem curso para Iniciantes. Com um momento assim, você terá uma aproximação segura de uma aula de teatro e, assim, poderá perceber como ela é útil para o crescimento e desenvolvimento pessoal.

De uma forma ou de outra, um curso Iniciante de teatro é um espaço que serve também para isso: perder a inibição e ser mais desenvolto nas interações com o outro. Mas saiba que nada disso será feito de maneira forçada ou inconveniente. Muitos indivíduos buscam nessa arte uma forma de lidar melhor com suas questões, portanto os professores estarão atentos às necessidades e os limites de cada um.

O que prometemos aqui não é uma cura milagrosa da noite para o dia. Com o teatro, você se transformará em você mesmo, num novo patamar, num processo contínuo e sólido. Abra seu coração para o novo, é possível movimentar-se e dar novos sentidos à sua identidade. E tenha certeza que todo este movimento acontece de forma segura e orgânica.

Trabalhe o controle de sua timidez

Atuar é expandir suas capacidades sociais. Consequentemente, através dessa prática você acaba perdendo sua timidez. Afinal, no teatro, trabalhamos na relação com outro, mas de uma maneira lúdica e acessível.

Tímidos são aqueles conhecidos por terem dificuldades de se expressar — algo que será praticado o tempo inteiro em sua vivência no teatro de uma maneira divertida e super interessante! Saber se comunicar, mais do que um dom, é algo que deve ser praticado o tempo inteiro para nos desenvolvermos nesse sentido. O primeiro passo é entender que a timidez não é algo fixo em você, mas que pode ser modificado a partir de novas vivências.

Atuar é se arriscar, de maneira segura, com o outro e se fortalecer com esses atos. Pergunte para qualquer pessoa que faz ou já fez teatro. Ela provavelmente dirá como cresceu a partir dessa experiência.

Aprenda com a interação social constante

Trabalhar com teatro é interagir. Nas aulas, você será colocado diante de jogos lúdicos, numa magia que só o teatro tem. É a sua chance de expressar-se de de maneira livre e dar asas a emoções que nem sabia que possuía.

O teatro é um lugar de experimentação. Ali você poderá recriar a si mesmo a partir do contato e do conflito com outras subjetividades. Nem sempre é fácil conversar e se relacionar com o outro, mas aqueles que se lançam nesse caminho de experimentação conseguem ser muito mais desenvoltos e maduros nas relações.

Mais do que atuar em si, os cursos costumam oferecer todo tipo de exercício de expressão individual e coletiva. Você será convocado a dar voz a aspectos próprios que nunca vivenciaria se não fosse por esse viés artístico.

Quando convivemos apenas com as pessoas que conhecemos e temos familiaridade, fica mais difícil se abrir para o novo e conhecer novas pessoas. Por isso, a proposta do teatro pode ser realmente útil para você que quer fazer novos amigos.

Encontre um novo ciclo de pessoas

Além de tudo isso, na própria experiência de uma classe de teatro você conhecerá pessoas novas, dispostas a interagir e provavelmente com os mesmos interesses que você! Ou seja, só de frequentar essas aulas você estará em um espaço propício para fazer novas amizades. E costumeiramente, laços de amizades são feitos para vida toda!

Mesmo que não pretenda seguir o teatro como profissão, isso não impede de aproveitar dessa experiência e expandir seu círculo social e cultural. Em uma aula, você encontrará todo tipo de indivíduo, que vai estar com a mesma intenção de descobrimento que você.

Muitas vezes, nos mantemos restringidos aos mesmos locais de convivência e interação, e ainda reclamamos de não conhecer pessoas novas! Sair um pouco da rotina e frequentar qualquer tipo de formação em conjunto é bastante prazeroso. No caso do teatro, isso se torna ainda mais atrativo, justamente por ser um espaço propício para a formação de vínculos e troca de vivências.

Para além da prática da atuação em si, existe toda uma teoria que envolve esse campo. O teatro é uma arte milenar, que acompanha o ser humano e se mantém presente em nossa sociedade, desde que o mundo é mundo. De certa forma, é possível dizer que seu surgimento coincide com o nascimento de nossa civilização, na medida em que formas de expressão artísticas como essa sempre estiveram acompanhando as mais diversas sociedades.

Agora você compreende que fazer novos amigos com no teatro é um fato! Em apenas um semestre, num bom curso de teatro, pessoas ao seu redor já irão sentir uma enorme diferença!

A vida cotidiana, do trabalho e da rotina trazem consigo uma repetição exaustiva dos mesmos atos. Matricular-se em um curso de teatro é escapar desse ciclo vicioso e abrir portas para outras experiências.

O que achou dessas dicas? Legal né! 😉

Se você é um profissional dedicado mas ainda não descobriu como impulsionar sua carreira, saiba que nós temos uma solução!

Entenda Como o Teatro Vai Impulsionar Sua Carreira

Se você é um profissional dedicado e tem uma preocupação constante sobre como se destacar no trabalho, mas ainda não descobriu como impulsionar sua carreira, saiba que nós temos uma solução! As técnicas de teatro possuem uma série de métodos e modelos que servem como ferramentas para transformar e impulsionar vários setores da vida.

Essa busca tem um sentido lógico. Afinal, ter somente uma formação técnica e o domínio de habilidades específicas já não são as únicas prioridades no mercado de trabalho atual. Outras características têm sido cobradas dos profissionais e, para desenvolvê-las, é que eles buscam as aulas de teatro.

Nos próximos parágrafos, apresentaremos alguns potentes aspectos que ilustram como o teatro poderá ajudar no seu desenvolvimento profissional. Acompanhe e boa leitura!

O Teatro ajuda a aceitar mudanças

Uma das grandes contribuições do teatro é ensinar que as mudanças são um fato, e quase sempre, necessárias. Três aspectos se destacam nesse sentido: analisar a situação como um todo, dar chance ao novo e descobrir aquilo que podemos ou não utilizar e o que devemos descartar.

Para ser um bom ator é necessária uma compreensão abrangente (análise das circunstâncias), a vontade de lidar com coisas novas (obstáculos e desafios) e saber quais são seus próprios desejos (objetivos). Esses aspectos podem ser transportados do teatro para a vida profissional. Precisamos aprender a aceitar as mudanças se quisermos crescer.

Se o profissional desenvolver essa consciência, ele se tornará cada vez mais preparado mentalmente para lidar com aquilo que pode ou não controlar.

Considere que na vida profissional, assim como no teatro, a transformação só vem quando há rompimentos. E da mesma forma que um ator aceita seus limites e vence seus desafios transformando-se a cada peça, você também pode!

Definição de objetivos

Toda apresentação teatral tem como base um enredo dramatúrgico de conflitos e ações na busca incessante por um objetivo. Dessa forma é que se constrói uma peça bem estruturada.

No teatro, o ator precisa desenvolver um estado psicofísico na preparação do papel de acordo com seus objetivos em cena. Todas as noites sua apresentação deve ser viva – como se fosse pela primeira vez. É por isso que ouvimos coisas tal como “aquele ator teve uma apresentação magnífico neste papel”.

Na realidade, o que tivemos foi um alinhamento pessoal (ator) com o papel em cena tendo foco num objetivo, assim temos uma apresentação maravilhosa. A definição de objetivo no trabalho nos ajuda a entender melhor quais são nossas prioridades, com base do que desejamos, e coloca o corpo e a mente num estado de prontidão e ação rumo ao traçado. A definição de um objetivo torna nossas ações mais poderosas.

Favorece o compartilhamento de informações

No teatro, você aprenderá que tudo está interligado e o desempenho de todos depende do desempenho individual, por isso a importância do compartilhamento de informações. Para desenvolver um papel o ator precisa adquirir, renovar e distribuir conhecimentos (informações) com seus parceiros de cena.

Nas empresas, o nosso crescimento depende da nossa disposição em contribuir para o crescimento do outro. Perceba que não estamos falando apenas de repassar e dividir informações, mas sim, abrir um canal para a troca de visões, ideias e conhecimentos.

Estimula o trabalho em equipe

As empresas valorizam e sempre buscam para o seu quadro de profissionais aqueles que têm uma excelente capacidade de trabalhar em equipe. O teatro também pode ajudar nisso, até porque esse é um dos pilares fundamentais para que uma peça, por exemplo, possa ser executada impecavelmente.

Além disso, aprender a conviver com diferenças e com a mente livre de pensamentos preconcebidos e discriminações, com certeza, transformará a forma como o profissional vê o mundo e como o mundo passará a percebê-lo.

Favorece o desenvolvimento pessoal

No teatro, a realização pessoal está no progresso, no desenvolvimento pessoal para alcançar a necessária habilidade para encenar uma personagem. Não é possível ser um bom ator estando contente com uma versão paralisada e mediana de si mesmo.

Talvez, essa seja uma das maiores contribuições do teatro para quem quer se destacar no mercado onde atua. Ou seja, quando nos dedicamos para o autodesenvolvimento, podemos encontrar e extrair mais do nosso potencial máximo que nos impulsionará a grandes realizações.

Estimula a criatividade

Muitas pessoas possuem bloqueios que impedem o desenvolvimento da criatividade por inúmeros fatores: traumas antigos, timidez, dificuldades em concentração, entre outros. Porém, com atividades lúdicas que auxiliam no desenvolvimento mental, o teatro é uma ótima ferramenta para libertar as amarras da imaginação e estimular a criatividade.

Durante as aulas você tem a oportunidade de estar em contato com diferentes visões de mundo e situações que propiciam o afloramento de novas ideias.

Melhora o relacionamento interpessoal

O teatro é uma ótima pedida para que busca aprimorar a socialização. Afinal, durante os encontros é possível conhecer novas pessoas, trocar experiências e conhecer mais sobre o universo do outro.

Vale dizer que essa também é uma ótima alternativa para quebrar preconceitos e desenvolver uma visão mais humana e acolhedora. Afinal, o teatro abriga toda a diversidade e particularidades de cada aluno ou aluna que frequenta o local.

Trabalha a expressividade corporal e vocal

O corpo e a voz são os principais instrumentos utilizados durante a prática teatral. Portanto, o aprimoramento das expressões é algo visível e necessário para que se aventura no universo lúdico.

Ao investir neste tipo de prática, você terá maior facilidade em falar em público, realizar palestras ou apresentações no trabalho, a persuasão será aprimorada, além de melhorar a dicção e a postura.

Desenvolve a concentração

O teatro exige disciplina e dedicação para entendimento do texto, prestar atenção nos acontecimentos, na postura e nas ações dos companheiros no palco. Sendo assim, é uma excelente opção para quem busca desenvolver a concentração no ambiente corporativo ou acadêmico. Afinal, uma peça pode durar horas, e o ator precisa estar focado e atento durante todo o espetáculo.

Você sentirá diferença já nas primeiras semanas, pois o rendimento no trabalho e nos estudos será muito maior após iniciar a atividade lúdica.

Melhora a resistência física

Para que a performance no palco seja feita da melhor forma possível, o ator ou atriz precisa desenvolver as habilidades corporais no seu nível máximo. É necessário que o papel seja interpretado de acordo com as características de cada personagem e, com isso, o corpo vai ganhando cada vez mais resistência física.

A melhora do condicionamento, por sua vez, tem impacto direto nas atividades laborais, como a melhora da postura, fortalecimento muscular e flexibilidade motora. Dessa maneira, o cansaço do dia a dia será amenizado naturalmente.

Auxilia na resolução de conflitos

O teatro possibilita a convivência com diversas pessoas e diferentes realidades. E, ao abrir o campo de visão, você terá mais condições de resolver os problemas cotidianos, sejam eles no trabalho, em casa, na família ou em relacionamentos amorosos.

Dessa maneira, o senso crítico e a capacidade de análise diante de situações conflituosas são desenvolvidas e aprimoradas ao longo das aulas. Você se tornará uma pessoa mais sensata em suas decisões e julgamentos, impactando positivamente todos os ambientes e relações que está envolvido.

Tenha em mente que todas as pessoas de sucesso (no teatro e na vida), em algum momento, decidiram buscar o próprio desenvolvimento para impulsionar sua carreira. Saiba que para alcançar o topo da escada do sucesso você precisa, apenas, dar o primeiro passo. Aplique essa visão ao seu mundo e veja as mudanças positivas ocorrerem!

E você? Quer impulsionar sua carreira de uma vez por todas? Então, conheça  uma escola de teatro e descubra todo potencial que o teatro pode trazer para a sua vida. Com certeza, boas mudanças estão por vir.

 

Afinal, como se destacar, alavancar a sua carreira e impressionar aqueles que são os responsáveis pelos testes de ator? Continue a leitura.

Descubra como ser um ator que se destaca da concorrência

Você sabe os segredos de como ser um ator de destaque em sua área de atuação? Sabemos que, ao contrário das crenças populares, o dia a dia de um artista não é nada fácil. Além de lidar com as atribuições específicas do ofício e precisar de constante atualização e estudo, os atores precisam conviver com a pressão e a concorrência.

Assim como acontece em todas as profissões, os atores lidam diariamente com a concorrência por melhores papéis e vagas, e precisam se reinventar completamente a cada audição para cair nas graças dos avaliadores e diretores dos trabalhos em questão.

Afinal, como se destacar, alavancar a sua carreira e impressionar aqueles que são os responsáveis pelo esperado “sim” ou pelo temido “não” após os testes de ator? Continue a leitura e confira algumas dicas imperdíveis para evitar deslizes e garantir o seu lugar ao sol!

Tenha uma boa postura profissional

A profissão de ator pode até ter suas particularidades e ser bastante inusitada, afinal de contas, nem todas as pessoas trabalham com roupas tão incríveis, não é mesmo? Contudo, ela é bastante semelhante a qualquer outra carreira quando falamos sobre a postura profissional.

A postura diz respeito ao modo como nos portamos no ambiente de trabalho ou nas tão conhecidas “entrevistas” dos atores, as audições. Assim como acontece em qualquer emprego, é fundamental respeitar o ambiente e todas as pessoas que dele fazem parte.

Por isso, nada de comportamentos extravagantes, arrogância ou descaso com seus colegas e seus superiores. Seja responsável, esteja sempre presente no horário marcado e seja cortês com todos os outros funcionários. Demonstre seriedade e respeito e, assim, você receberá o mesmo em retorno.

Seja fiel a você mesmo

As artes cênicas envolvem entrar em personagens completamente diferentes e vivenciar as situações a partir de suas experiências e perspectivas. Por isso, é comum que estejamos acostumados a representar papéis que divergem muito de nossa personalidade.

Isso, no entanto, não deve se estender ao modo como você se porta no ambiente de trabalho ou como comanda a sua própria carreira. Esteja sempre em controle de suas atitudes e consiga as oportunidades com base em seus ideais e naquilo que você acredita.

Trabalhar o autoconhecimento e a inteligência emocional são pontos cruciais para ter uma carreira promissora e não cair em emboscadas ao longo do caminho, que podem culminar na perda de boas oportunidades ou até mesmo gerar estresse, ansiedade e problemas na autoestima.

Viva intensamente a sua personagem

Nos palcos, no entanto, a recomendação é completamente diferente e viver a personagem com intensidade e paixão é fundamental. Lembre-se de que essa é a hora de mostrar o seu talento a todos que estão presentes!

Entrar no personagem não é, no entanto, sinônimo de exageros. Isso pode criar uma atuação extremamente caricata, o que não é nada agradável para os espectadores e pode, inclusive, fazer com que você perca pontos importantes com o diretor de sua peça.

Por isso, busque o equilíbrio e estude seu papel com muito cuidado. Tente se colocar no lugar do personagem e utilize a metodologia de sua preferência para embarcar na história e dar tudo de si em cada apresentação ou cena gravada.

Nunca pare de estudar

Um dos maiores erros cometidos pelos leigos é acreditar que ser ator é um trabalho fácil e que não requer estudos. Quem trabalha na área está cansado de saber que esse é um ramo bastante dinâmico e que a atualização é fundamental para estar sempre por dentro das novidades e não ficar para trás.

Além disso, o estudo teatral é a base para trabalhar com a atuação em qualquer segmento, seja nos palcos, na televisão ou no cinema. Para dominar a arte da interpretação, é fundamental conhecer o alicerce e nunca parar de estudar.

Portanto, não pense que estar formado e com seu registro de atores em mãos é uma desculpa para largar os estudos. Continue se profissionalizando e adquirindo novos conhecimentos, experiências e técnicas, que farão toda a diferença em seu currículo no futuro.

Não menospreze o networking

Um velho ditado já dizia que “nenhum homem é uma ilha”. A grosso modo, essa frase quer dizer que não podemos chegar aonde queremos sem o auxílio de outras pessoas. De fato, a integração de pessoas em um mesmo ambiente mostra que tal tarefa é impossível e que dependemos uns dos outros para avançar em nossos objetivos.

O networking, que nada mais é do que uma rede de contatos em determinada área, também é fundamental no ambiente teatral. Conhecer as pessoas certas e manter uma boa relação com todas elas trará muitas oportunidades únicas para a sua carreira.

Por isso, não menospreze a importância de colegas e contatos que podem fazer boas indicações de vagas ou até mesmo auxiliá-lo falando bem de você para algum diretor importante. Seja sempre solícito para ajudar seus companheiros e preste favores quando for possível — lembre-se de que todos estamos juntos nessa!

Busque inspirações qualificadas

Buscar inspirações faz parte da natureza do ser humano. Desde que nascemos nos inspiramos em outras pessoas — nossos primeiros ídolos são, na maior parte das vezes, os nossos pais. Por isso, nos baseamos em suas atitudes para, então, trilhar o próprio caminho.

Quando falamos sobre a vida profissional, isso não é diferente. Definimos ídolos desde cedo, que ditam como será o nosso comportamento e definem quais serão as expectativas que temos acerca de nossas carreiras.

Por conta disso, é importante ponderar quais são as motivações que nos levam a idealizar certas pessoas e buscar inspirações qualificadas e referências em suas áreas, em vez de optar por fatores como a fama ou a beleza. Nossos ídolos devem ser pessoas centradas e que obtiveram o reconhecimento por meio de talento e mérito.

Viu só como ser um ator respeitado e obter destaque em seu ramo não é assim tão complicado? Com algumas mudanças de postura e hábitos, é possível conquistar uma boa reputação em sua área e mostrar que você é um profissional qualificado e comprometido. Aos poucos, melhores oportunidades surgirão!

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão para fazer? Não deixe de entrar em contato com a nossa equipe! Estamos sempre à disposição para bater um papo e responder a todas as suas perguntas.

Continue a leitura e confira como lidar com a timidez excessiva no meio profissional. Continue a leitura deste artigo aqui.

8 problemas que uma pessoa tem por demonstrar timidez no trabalho

Ser diferente é necessário. Afinal de contas, a sociedade não teria chegado onde estamos hoje se fôssemos todos iguais. No entanto, algumas características podem trazer mais dificuldades, como é o caso da timidez no trabalho.

Na verdade, a timidez, por si só, não deve ser vista como um problema. Ela é uma parte da personalidade de indivíduos que têm características especiais e muitas vantagens. As pessoas tímidas costumam ser, por exemplo, muito mais observadoras e detalhistas.

No ambiente profissional, no entanto, ser tímido pode gerar alguns obstáculos de comunicação com a chefia e outros colegas de profissão. Por isso, é essencial que ela seja trabalhada para que não gere prejuízos. Mas, então, como isso pode ser feito?

É justamente disso que trataremos neste post! Continue a leitura e confira como lidar com a timidez excessiva no meio profissional:

Quais problemas os tímidos enfrentam no ambiente profissional?

Nossa sociedade está, de certa forma, condicionada a amar os personagens extrovertidos. Por isso é que ser tímido é tido como uma desvantagem em um ambiente tão dominado por pessoas com características contrárias.

Vejamos, a seguir, alguns dos problemas enfrentados por esses indivíduos.

1. Dificuldade para ser proativo

No ambiente profissional, ser proativo é ainda mais difícil para os tímidos. Essa é uma das habilidades mais desejadas por empregadores e recrutadores — mas, infelizmente, fica a desejar no caso de muitos tímidos, que se retraem e deixam passar oportunidades por conta de sua vergonha.

Isso não quer dizer, de modo algum, que esses indivíduos sejam menos capazes ou qualificados. Na prática, quer dizer que o medo diante de situações sociais pode deixá-los menos propensos a agir e se destacar em um ambiente repleto de pessoas competitivas e ambiciosas.

2. Problemas para desenvolver relacionamentos

A timidez também pode não ser tão favorável para o desenvolvimento de relações entre os colegas de trabalho, essenciais em qualquer profissão. Isso dificulta até o networking — nome dado às redes de contatos criadas entre profissionais de uma mesma área.

Outro ponto importante é o prejuízo para os relacionamentos com os próprios chefes e superiores, prejudicando a comunicação entre essas partes. Por isso, muitas vezes, pedir um favor ou informar algum problema pode ser bem difícil para pessoas tímidas.

3. Dificuldade de conseguir novas oportunidades

Por fim, podemos citar como um problema os obstáculos colocados para a conquista de novas oportunidades, sejam novos empregos ou a promoção, por exemplo. Isso afeta diretamente a possibilidade de crescimento dentro do ramo de atuação.

Enfrentar entrevistas de emprego ou demonstrar as características necessárias para uma promoção e cair nas graças dos chefes é muito mais complicado para pessoas introspectivas e retraídas, o que pode prejudicar o avanço na carreira escolhida.

4. Dificuldade em expressar opiniões e ideias

A expressão de opiniões e ideias não só é uma capacidade muito valorizada nos dias atuais (especialmente em empresas que têm a cultura do feedback como um de seus valores), como também pode auxiliar qualquer colaborador a melhorar muito as suas habilidades e capacitação.

A comunicação é um ponto crucial para qualquer trabalho e, por isso, deve ser parte do dia a dia dos funcionários. Expressar as suas visões pode fazer com que não só você seja favorecido, mas toda a empresa. Além disso, esse tipo de prática também auxilia na criação de laços e otimiza o networking.

5. Redução da produtividade e bloqueio do potencial

Não conseguir se comunicar adequadamente é prejudicial também para a exploração de todo o potencial das pessoas tímidas. Por serem mais retraídas, elas tendem a se isolar e não experimentam novas situações, além de terem um receio maior de se arriscar por medo de represálias.

Outra consequência direta da timidez excessiva é a redução da produtividade. Por terem medo de serem repreendidos ou de levar broncas, especialmente em frente aos outros colegas, muitos tímidos acabam não se expondo o bastante e não tomando a frente em situações que podem gerar momentos muito produtivos.

6. Dificuldades para desenvolver novas habilidades

O medo mencionado no tópico anterior traz outra séria consequência para os tímidos: a dificuldade do aprendizado de novas habilidades, algumas delas cruciais para o aprimoramento e capacitação dentro da carreira.

Isso ocorre justamente pelo medo excessivo em arriscar e não obter êxito. Em alguns casos, os tímidos têm até mesmo receio de irem bem e serem elogiados em público, atraindo toda a atenção para si. Com isso, se isolam em suas funções, fazendo apenas o básico, sem ousar.

7. Diminuição da autoestima

Embora os tímidos sejam extremamente capazes e a timidez traga muitas vantagens (como a maior capacidade de observação e uma grande empatia), o excesso dessa característica pode ser prejudicial para a autoestima, fazendo com que o indivíduo não confie em seu potencial e se compare frequentemente com as outras pessoas, vendo a si mesmo como inferior.

Os problemas de autoestima podem ser prejudiciais, especialmente a longo prazo. Tudo isso faz com que a timidez excessiva se torne uma reação em cadeia, que afeta os mais variados âmbitos da vida de uma pessoa.

8. Desenvolvimento de problemas emocionais

Por fim, uma das consequências mais graves da timidez no trabalho é o possível desenvolvimento de problemas emocionais, acarretados por um conjunto de fatores que vão desde a queda no desempenho no emprego ou a falta de interação social com os colegas da empresa.

Doenças como a depressão, a ansiedade ou a fobia social são comumente associadas às pessoas tímidas, mesmo que não exclusivas desse grupo. Por isso, trabalhar a timidez para que ela se mantenha em um nível saudável é fundamental não só para a carreira, mas para a saúde mental dessas pessoas.

Como o teatro pode ajudar a vencer a timidez excessiva no trabalho?

Quando falamos sobre atividades capazes de trabalhar o emocional e melhorar o autoconhecimento, o teatro é uma das melhores alternativas. Por conta disso, estas aulas são altamente recomendadas para pessoas tímidas ou com dificuldades de encarar situações sociais.

A questão é: por que isso acontece? O que podemos dizer é que as aulas teatrais trabalham diversas habilidades essenciais para os relacionamentos humanos, como a empatia, a comunicação e a oratória.

Além de auxiliar as pessoas a se portarem diante de outras — tanto no palco quanto em situações do dia a dia —, o teatro trabalha o indivíduo de dentro para fora. Por isso, características como o autoconhecimento, a autoconfiança e a autoestima são exploradas todos os dias.

O aluno passa a se conhecer melhor e, ao mesmo tempo, pratica elementos fundamentais para o relacionamento com os outros. Dessa forma, a longo prazo, a atividade favorece imensamente o currículo e traz mais desenvoltura no ambiente profissional.

E aí, pronto para vencer a timidez no trabalho? Depois dessas dicas, considere as aulas de teatro como uma alternativa para lidar com essa situação! Com certeza, você achará um equilíbrio entre a sua personalidade e a vida profissional, de modo que uma não prejudique a outra.

Agora, se gostou deste post, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Assim outras pessoas ficarão sabendo como o teatro pode ajudar na vida profissional!

Com tanto tempo de história, é natural que algumas produções de teatro se destaquem. Quer conhecer algumas delas? Continue a leitura!

5 produções de teatro conhecidas que todo ator precisa conhecer também

O teatro é uma das artes mais dinâmicas que existem. Ao longo da história da dramaturgia, ele passou por diversas alterações estruturais e culturais, sempre expressando o contexto histórico do momento em que as peças eram produzidas.

Por conta disso, as produções de teatro conhecidas por todos nós podem ser vistas como uma ferramenta de expressão política, cultural e pessoal, capaz de nos fazer refletir, pensar e até mesmo mudar o nosso modo de nos portar diante do mundo. Além disso, agem como um espelho da sociedade e dos costumes de um povo.

Com tanto tempo de história, é natural que algumas produções se destaquem nesses quesitos e sejam muito relevantes para os atores, estudantes de teatro ou amantes da arte teatral. Quer conhecer algumas delas? Continue a leitura!

1. Hamlet, William Shakespeare

Se William Shakespeare é o dramaturgo mais famoso de todos os tempos, Hamlet é provavelmente uma de suas obras mais conhecidas, com adaptações e releituras feitas para óperas e até para o teatro musical. Sua presença é, portanto, essencial em qualquer lista de peças teatrais indispensáveis para atores.

Sua história gira em torno do príncipe da Dinamarca e em sua luta para descobrir quem é o assassino de seu pai. Durante a busca, diversos temas são abordados e pouco a pouco sua sanidade começa a ser questionada. É uma peça com ótimas construções de personagem e assuntos para reflexão, como a morte e o sentido da vida.

2. Fences, August Wilson

Outra peça repleta de personagens e temas profundos é Fences, do dramaturgo August Wilson. Sua primeira apresentação ocorreu em 1983 e recentemente foi feita uma adaptação cinematográfica, premiada com diversas estatuetas no Oscar. Uma de suas principais características é o poder de suas personagens e a presença de monólogos impactantes.

Com uma produção bastante simples e intimista, a peça conta a história de Troy Maxson, uma ex-estrela do beisebol norte-americano. Com seus dias de glória terminados, ele trabalha como lixeiro e precisa aprender a conciliar o passado com o presente. O texto lida com temas importantes sobre a família, os ressentimentos e a capacidade de seguir em frente.

3. Esperando Godot, Samuel Beckett

Samuel Beckett é um dos mais importantes dramaturgos da Irlanda, nação conhecida por produzir literatura de altíssima qualidade em diversas áreas. Por isso, Esperando Godot é uma das obras de maior relevância do teatro mundial.

A trama, considerada uma das principais do gênero teatro do absurdo, narra a história de dois personagens, Vladimir e Estragon. No decorrer na peça, os homens discutem temas filosóficos sobre a morte e a vida em um cenário pós Segunda Guerra Mundial.

4. Édipo Rei, Sófocles

É impossível falar sobre o gênero da tragédia e não mencionar Édipo Rei, a obra-prima do dramaturgo grego Sófocles. Recheada de temas filosóficos e reviravoltas, essa é uma das peças de teatro mais famosas e conhecê-la é indispensável para alunos e profissionais da área.

A história gira em torno de Édipo, filho do rei de Tebas, que foi entregue para a morte ao nascer por conta de uma profecia ouvida por seus pais. O texto lida com assuntos como o destino e a morte, fazendo-nos refletir sobre a seriedade de nossas ações e o impacto que elas têm em nossas vidas.

5. Álbum de Família, Nelson Rodrigues

Por muitos anos, os artistas brasileiros lidaram com a censura de suas produções. Dentre todos eles, podemos destacar Nelson Rodrigues, cujas obras foram constantemente barradas por muitos anos no país.

Um de seus textos mais polêmicos é, sem sombra de dúvidas, Álbum de Família (escrito em 1945 e liberado para encenação 20 anos depois). A trama tem uma grande variedade de personagens com personalidades distintas e aborda temas como o incesto, a pedofilia e as mais variadas relações familiares.

Como podemos ver, as peças de teatro conhecidas ao redor do mundo refletem as características e o contexto histórico da sociedade no momento em que foram escritas. Por isso, se tornam verdadeiros documentos culturais atemporais, que ultrapassam as barreiras do tempo e mexem com as emoções de pessoas de qualquer época!

Já assistiu alguma dessas peças de teatro conhecidas? Ficou com vontade de conferir as produções? Conte para a gente nos comentários!