All posts by Welen Alves

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano.

Criatividade: seu valor no mercado de trabalho e como desenvolvê-la

Já parou para pensar que, à medida que vamos crescendo, praticamos menos a nossa criatividade? Na pré-escola, somos incentivados a desenhar, pintar e fazer trabalhos manuais. Quando avançamos em nosso currículo escolar, os únicos momentos criativos acontecem somente na disciplina de Artes. E no resto do tempo?

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano. Quando entramos no mercado do trabalho, sentimos a pressão para adaptar os recursos da empresa para resultados melhores e solucionar problemas que surgem de repente.

Muitos profissionais sentem um bloqueio na hora de pensar diferente, acreditando que criatividade é somente para desenvolver trabalhos artísticos. Na verdade, trata-se de ter soluções criativas e saber improvisar para lidar com situações desafiadoras. É aí que percebemos o quanto precisamos desse mecanismo, mas não sabemos como conseguir.

Como, então, exercitar a criatividade? Temos algumas dicas para você. Confira!

Estimule a sua mente

Para começar, leia. Não somente os livros ou revistas que você seja acostumado, mas experimente leituras desafiantes, com pontos de vista e histórias novas para a sua realidade. Podem ser livros relacionados à sua profissão, mas também obras que sejam de outra área de conhecimento.

A música também é uma grande aliada para desenvolver a criatividade. Reúna as canções que mais gosta e descubra novos ritmos. Você pode até montar uma playlist na hora de explorar novas ideias. Realize, também, trabalhos manuais como artesanato, pintura ou bordado. A sua mente fica mais relaxada e propensa a fazer conexões atrás de novas ideias.

Assistir filmes e séries não pode ficar de fora. Há quem pense que tirar um momento para assistir um episódio de seriado é perda de tempo. Não seja assim. Depois de um dia de muito trabalho, o cérebro precisa descansar. É justamente nessa hora de relaxamento que ele vai conhecer novas referências. Procure, também, variar os gêneros do que você assiste.

Expresse os seus sentimentos

Nunca pensou que essa poderia ser uma maneira de exercitar a criatividade? Vamos explicar. Para expressar o que sente, é preciso entrar em contato com as suas emoções e entender o que se passa dentro de si. Para isso, as aulas de teatro são imprescindíveis.

Ao expor o que sente, por meio de gestos, expressões e linguagens, você vai começar a criar. Além disso, o teatro também trabalha a improvisação, que é uma ferramenta maravilhosa para encontrar soluções em situações inesperadas. Um cliente tem uma reclamação e ninguém sabe como resolver? Você estará mais apto para pensar em algo depressa.

Essa experiência também trabalha a desinibição. Aprender a se soltar vai deixar você mais relaxado em momentos decisivos, o que pode facilitar a sua capacidade de apresentar ideias inovadoras.

Saia da sua zona de conforto

A essa altura, já deve ter percebido que as atividades mencionadas acima sempre pedem situações novas, não é? Isso porque é fundamental sair da sua zona de conforto para ter novas ideias. Normalmente, a criatividade não é uma inspiração que cai dos céus sem o menor esforço.

É preciso que a sua mente trabalhe, adquira novas referências e pense de uma forma diferente. Se você precisa encontrar uma maneira nova de resolver um problema, é preciso começar a ver as coisas por um novo ângulo. Para isso, saia da rotina! Escolha algo diferente para almoçar, faça um passeio em um lugar que nunca tenha ido ou procure uma combinação diferente de roupas.

E você pode ir mais além. Se puder, viaje! Faça roteiros inesperados, teste novos idiomas e descubra novas culturas. Será enriquecedor e proporcionará ideias mais originais. Claro que não é preciso vivenciar novas experiências a todo momento, caso contrário, o seu cérebro poderá ficar sobrecarregado com tantos estímulos.

Conheça novas pessoas

Vamos continuar a expandir nossos horizontes? Que tal conhecer novas pessoas? Pode soar estranho a princípio, mas uma conversa pode gerar reflexões que nunca pensamos antes. Fazer amizades com pessoas diferentes, mas com muito conteúdo, vai fazer você pensar além do óbvio.

Afinal, é ótimo ter amigos que concordem com nossos pontos de vista, mas imagine como será construtivo conhecer novas visões de mundo! Claro que não é preciso forçar amizade com gente que brigaria com você, mas abrir a mente para ouvir a história de outro ser humano pode fazer maravilhas para a criatividade.

Além de praticar a empatia, você passa a enxergar o mundo sob outros olhares, o que pode ser essencial para desenvolver ideias para novos produtos ou propor serviços inovadores para clientes.

Cuide mais do seu corpo

Não esperava por essa? Não é só a mente que precisa de exercício. O corpo necessita desempenhar atividades físicas para liberar endorfina, o hormônio que propicia a sensação de felicidade. Assim, você fica mais relaxado para pensar em novos desafios. Comece uma academia ou faça caminhadas ao ar livre.

Para que o seu organismo entre em equilíbrio, também vai precisar de uma nutrição adequada. Não adianta fazer exercícios e se entupir de alimentos prejudiciais que deixam a sua digestão lenta e o corpo mais preguiçoso. Siga um cardápio que atenda às suas necessidades nutricionais, além de comer alimentos com vitamina C e antioxidantes, para o melhor funcionamento dos neurônios.

Quando começar a ter ideias mais originais, anote tudo e faça mapas mentais para organizar os pensamentos. Pensar de uma nova maneira é uma ferramenta extremamente útil no ambiente de trabalho. Na hora de resolver problemas, não apenas o conhecimento acumulado será necessário, mas também a capacidade de encontrar soluções de forma inovadora.

Essa habilidade é muito valorizada nos profissionais atualmente e pode ser a saída para se manter bem em tempos de crise. Mas se uma ideia não deu certo, nada de desanimar! É preciso praticar a criatividade, tentar várias vezes, misturar imaginação com realismo, até funcionar. Várias grandes ideias precisaram de muitos rascunhos até decolarem de vez.

Desenvolver a criatividade também será essencial para trabalhar a própria mente. O seu cotidiano poderá ficar muito mais interessante! Quer ver mais conteúdos como esse em suas redes sociais? Curta a nossa página no Facebook!

Como equilibrar seu corpo e alma.

Corpo e alma: como conectá-los para alcançar o equilíbrio?

Com a correria do dia a dia, parece cada vez mais difícil conseguir manter um equilíbrio entre corpo e alma, não é mesmo? No entanto, manter nossos aspectos físico e mental conectados é a chave para levar uma vida mais leve e saudável.

Sabemos que essa não é uma tarefa fácil e, por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar você a deixar corpo e alma em harmonia. Para descobri-las, basta continuar a leitura deste artigo!

Entenda a importância da conexão entre corpo e alma

Durante muitos anos, a ciência acreditava que a mente e o corpo funcionavam de maneiras separadas. Porém, com os avanços na medicina, percebeu-se a influência que sensações, pensamentos e atitudes exercem sobre a forma como nosso organismo opera.

Quando você exercita apenas sua cabeça e esquece do resto, por exemplo, sabemos que, com o tempo, você passará a sentir dores físicas pela falta de movimento. E o mesmo vale para seu corpo: de nada adianta viver malhando se você continua estressado e irritado no dia a dia.

Encontrar um equilíbrio é importante para que tudo corra bem, seja na vida pessoal, seja no campo profissional. Para tanto, é preciso haver uma mudança de hábitos e combater comportamentos que sejam nocivos à sua saúde.

Pratique atividades físicas

Essa é a recomendação básica para uma vida mais saudável e sempre vem de todos os lados. Isso porque, enquanto você movimenta seu corpo, seu cérebro também é estimulado — consequentemente você tem mais energia e foco para enfrentar os desafios da sua rotina.

Uma caminhada de 30 minutos, de três a quatro vezes por semana, já faz bastante diferença e é ótima para limpar um pouco a mente de suas atribulações. Outra atividade bastante completa é a prática teatral, pois você trabalha mente e corpo sempre respeitando seus limites. O ideal é buscar por algo que atenda às suas necessidades e seja adequado ao seu ritmo.

Tenha uma alimentação saudável

Acredite, comer bem é algo bastante mais simples do que se pensa — e não precisa ser caro. O ato de cozinhar e comer algo feito em casa tem um impacto positivo considerável na sua alimentação, principalmente porque é mais fácil evitar produtos industrializados e que fazem muito mal.

Tudo o que você come influencia diretamente o funcionamento do seu organismo, portanto, inclua bastante frutas e vegetais em seu cardápio e dê preferência a pratos nutritivos e coloridos.

Aprenda a meditar

A prática milenar da meditação não é específica de uma religião e envolve execuções relativamente simples de respiração, conhecidas como pranayamas. Tudo se baseia em técnicas que visam conhecer a maneira como você respira e, nesse processo, aprender a observar seus pensamentos sem julgá-los.

O conceito de esvaziar a mente não significa pensar em nada — até porque isso é praticamente impossível. É apenas estar atento ao seu corpo e aos sinais que ele dá, sem ficar remoendo sentimentos.

Além disso, a meditação também o ajuda a ficar mais ligado às suas emoções e a ter mais consciência delas, o que é uma parte muito importante do autoconhecimento e da maturidade emocional. Isso lhe dá mais controle sobre suas ações, tornando suas relações mais ricas e satisfatórias.

Como se pode perceber, a conexão entre corpo e alma, embora exija um certo comprometimento e uma parcela de coragem da sua parte, pode acontecer por meio de gestos simples. Lembre-se de sempre ser paciente consigo, pois cada pessoa tem um ritmo de desenvolvimento: basta trabalhar para alcançar seus objetivos e viver todo seu potencial.

Então, curtiu este artigo? Aproveite que está por aqui, assine a nossa newsletter e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

Se você está em dúvida se vale a pena investir no aprimoramento do seu trabalho em equipe, confira os diversos benefícios que a prática proporciona. Vamos conhecer alguns?

Entenda como o trabalho em equipe é desenvolvido no teatro

Desde muito cedo, percebemos que o trabalho em equipe sempre esteve presente em nossa vida. Nos primeiros anos da escola, por exemplo, os professores propõem tarefas ao lado dos colegas de classe e, mais adiante, trabalhos de pesquisa em grupo. A prática se torna mais frequente na medida em que vamos crescendo, principalmente quando entramos na faculdade e no mercado de trabalho.

Para muita gente, porém, ouvir que é preciso realizar alguma atividade em grupo já desencadeia o pânico. Mas não é preciso encarar esse momento com preocupação. Já que trabalhar em equipe é uma situação bastante comum em nossa vida, seria melhor estar preparado para ela, não acha?

A melhor solução é frequentar aulas de teatro, por exemplo. Nunca parou para pensar nisso? As práticas teatrais desenvolvem o poder da comunicação e tornam a convivência com a equipe muito mais fácil.

Se você está em dúvida se vale a pena investir no aprimoramento do seu trabalho em equipe, confira os diversos benefícios que a prática proporciona. Vamos conhecer alguns?

Facilidade para resolver problemas

Com o trabalho em equipe, a questão a ser resolvida certamente terá várias soluções. Mesmo que nem todas sejam viáveis, a exposição das ideias trará mais luz para resolver o assunto. Afinal, a probabilidade de aparecer uma solução em que você nunca pensou é muito maior em grupo do que sozinho.

No caso de uma tarefa mais complexa, as ideias podem ajudar a solucionar etapas diferentes, construindo uma saída em grupo. Uma pessoa pode complementar a solução de outra e assim por diante, até a equipe encontrar a resposta para o que está procurando.

Se você não consegue expor a sua opinião como os outros, as aulas de teatro são perfeitas para a desinibição. Ao praticar a sua expressividade, colaborar com as ideias não será tão difícil e você perceberá que é, na verdade, uma experiência muito rica.

Com a contribuição de todos, fica mais fácil pensar nas soluções de novos problemas e abrir espaço para que a reunião de equipe deixe de ser algo maçante e se torne um encontro verdadeiramente útil. Isso será importante para o seu crescimento profissional!

Desenvolvimento de novas habilidades

Muitas vezes, um projeto precisa da ajuda de colaboradores de áreas diferentes, o que pode gerar até desconfiança dos demais. Mas, uma das vantagens mais empolgantes do trabalho em equipe é justamente poder aprender mais com a diversidade dos integrantes do grupo.

Ao entender mais sobre como funciona a rotina do outro colaborador, você já pode unir esse conhecimento com o que você já tem para apresentar uma solução mais viável. Com a participação de outras visões sobre o mesmo assunto, é possível enxergar o problema de uma maneira que você nunca percebeu antes.

Para que isso aconteça, é preciso estar aberto para ouvir a outra pessoa, por mais diferente que ela seja de você. Essa atitude pode ser, inclusive, amplamente trabalhada com o teatro, em que você aprende a lidar com as diferenças.

Absorvendo o que as outras pessoas têm a dizer, você também aprenderá a encontrar soluções com os métodos que elas utilizam. Essas novas habilidades vão poder ser úteis em novas situações que surgirem e tornarão você mais receptivo.

Convivência com pontos de vista diferentes

Conviver com pessoas diferentes torna possível entender novas habilidades e diferentes visões na hora de solucionar um problema.

Mas os pontos de vista não serão importantes somente para ganhar conhecimento sobre aquela nova área, mas para compreender como funciona um outro setor e como as pessoas de lá realmente pensam. Serve também para entender os próprios indivíduos em si.

Às vezes, não conhecemos o outro lado de uma questão e, por isso, podemos até sentir antipatia pelas pessoas que o defendem. Mas, ouvindo o ponto de vista delas ao trabalhar na mesma equipe, é mais fácil compreendermos o que pensam, facilitando até mesmo a nossa comunicação com elas.

Como já falamos, as práticas teatrais são ótimas para lidar com as diferenças, já que a turma é bem diversa. Os jogos e exercícios das aulas vão começar a eliminar as barreiras de medo, preconceito e desconfiança entre os alunos para que eles possam encarar uns aos outros como os seres humanos que são. O resultado é a melhor convivência com as pessoas, em geral.

Construção da empatia com a equipe

Com esse maior entendimento do ponto de vista dos outros integrantes, você começa a desenvolver a sua empatia. Com o passar do tempo, a convivência com vários trabalhos em equipe vai abrir seus horizontes. Logo, compreender as pessoas passará a se tornar algo cada vez mais fácil.

Ter empatia é se colocar no lugar do outro, dentro do seu contexto, tentando pensar como ele pensa. Com essa ideia, é possível terminar uma briga antes mesmo de iniciá-la, por exemplo. Por isso, os desentendimentos do grupo poderão se tornar menos frequentes e as ideias vão poder fluir com mais naturalidade.

O conhecimento da realidade e das dificuldades de cada um vai tornar a comunicação mais cordial. A empatia não é somente útil para a vida em sociedade, mas, também, para a sua construção e empenho em se tornar um ser humano melhor.

Acha difícil desenvolver essa atitude convivendo com pessoas complicadas em uma equipe? Isso não se consegue da noite para o dia, porém, é uma consequência da proposta de ouvir mais e compreender a diversidade das pessoas. Se você já realizou essa prática em aulas de teatro, vai observar que criar empatia é só o próximo passo.

Melhora do ambiente de trabalho

Com o desenvolvimento da empatia, da compreensão sobre novos pontos de vista e do aprendizado que várias habilidades combinadas podem trazer, o ambiente profissional (ou qualquer lugar em que esteja sendo realizado o trabalho em equipe) pode se tornar muito mais harmonioso e produtivo.

A afinação de colaboradores de setores diferentes é essencial para manter o trabalho mais fluído. Sem mencionar que isso traz benefícios até para a saúde mental, já que o nível de estresse pode diminuir.

Mas tudo isso não adianta nada se não existir comprometimento para o trabalho em grupo. É preciso que haja vontade de estabelecer a comunicação e a interação com o restante da equipe para que os benefícios possam ser colhidos.

Às vezes, mesmo com vontade, existe dificuldade para lidar com essas situações — e é por isso que as aulas de teatro são de grande valia! Essa arte derruba barreiras entre as pessoas há séculos, e não é à toa que as produções teatrais conseguem nos envolver nas narrativas dos palcos.

Além disso, com o autoconhecimento adquirido por meio das aulas, você ganhará mais confiança e a sua autoestima será renovada. Assim, interagir com as pessoas não se torna mais tão difícil! Com essa segurança, fica mais fácil conversar com quem é diferente de você, o que deixa a outra pessoa mais confortável para expressar o que realmente sente.

Entendeu por que as aulas de teatro são tão importantes para o desenvolvimento do trabalho em equipe? Como a chave de tudo é a comunicação, as práticas teatrais vão aprimorar os mecanismos que você precisa para se sentir confortável consigo mesmo e com os outros.

Se você gostou do texto e quer ficar de olho em outras dicas sobre autoconhecimento, qualidade de vida e bem-estar atrelado à arte, assine nossa newsletter!

Saber se comunicar através da linguagem corporal é importante para qualquer área profissional e situações do cotidiano, o nosso corpo fala.

Por que a linguagem corporal é tão importante no teatro?

Entenda porque esta forma de comunicação se faz essencial no teatro e na vida.

A linguagem corporal nada mais é do que uma forma de comunicação não verbal, anterior ao próprio nascimento da palavra. Entre o ser vivo, determinadas atitudes e expressões representam claramente o seu sentimento (como o ânimo ou desânimo, por exemplo), bem como a expressividade do olhar.

 Ao longo da vida, nós aprendemos a identificar e interpretar cada uma destas expressões. Mas, além dos gestos e representações dos sentimentos, a linguagem corporal também está ligada ao nosso modo de caminhar, de se sentar e em nosso modo de gesticular. E onde o teatro entra nessa história e por que a expressão corporal se faz tão importante nesta forma de arte?

A resposta é tão simples quanto você imagina. Saber se expressar por meio da linguagem corporal no teatro se faz importante para que o ator em cena não aparente ser um robô. Mas isso não é válido apenas para aqueles que sonham em seguir a carreira cênica.

Saber se comunicar através da linguagem corporal é importante para qualquer área profissional e situações do cotidiano, afinal, o nosso corpo fala muito mais do que nossas próprias palavras.

É altamente comum pessoas que têm dificuldade para se expressar com o corpo, principalmente jovens e adolescentes. Esta dificuldade, por sua vez, pode acabar comprometendo a sua vida, especialmente em seu ambiente de trabalho. E é aqui que o teatro entra uma solução para este problema.

Trabalhando a linguagem corporal com o teatro

Nas aulas de teatro os alunos aprendem que por meio das aulas de linguagem corporal, é possível dizer tudo somente com os movimentos do corpo.

No que diz respeito à linguagem corporal no teatro, a sua finalidade é fundamental e enriquecedora. E mesmo precedendo à própria palavra, a expressão do corpo sempre se fez presente na atuação dos atores.

O principal benefício em dominar a linguagem corporal está na coerência com a comunicação verbal, alinhando aquilo que é dito com a sua postura.

As aulas teatrais sobre linguagem corporal trazem diversos ensinamentos que serão levados para toda vida.

E, uma forma de tornar o aprendizado mais simples, é adotando algumas pequenas medidas, que irão aprimorar as suas habilidades de comunicação-verbal, como por exemplo, a flexibilidade, coordenação e resistência; aperfeiçoando a propriocepção, de modo que o indivíduo passe a ter a consciência permanente de seus gestos e ações.

No entanto, a prática destes exercícios não deve ser vista como uma simples tarefa, e sim como um desafio estimulante.

Dialogando com o próprio corpo através da linguagem corporal

Se descuidar da linguagem corporal é um erro que compromete não só as suas relações interpessoais como também pode vir a arruinar de forma significa o seu sucesso em situações voltadas à vida profissional, uma vez que embora não percebamos, nós transmitimos muito mais aquilo que sentimos através da nossa linguagem corporal.

Investir em aulas de teatro para aprimorar esta forma de comunicação proporcionará significativas mudanças positivas em sua vida.  

 

Neste artigo, separamos 6 costumes que fazem toda a diferença e tornarão a jornada para alcançar seu sucesso!

Veja 6 hábitos de sucesso que podemos aprender com os artistas

Artistas bem-sucedidos parecem carregar certa aura de mistério e passam a impressão de que nunca cometem erros, sempre fazendo as melhores escolhas. Porém, sabemos que isso não é verdade, pois deslizes e decisões ruins fazem parte da vida de qualquer um. O que existem são hábitos de sucesso que os mantêm motivados a seguir em frente.

Neste artigo, separamos 6 costumes que fazem toda a diferença e tornarão a jornada para alcançar seus sonhos mais gratificante. Vamos lá?

1. Ver o mundo de formas diferentes

No teatro, por exemplo, é necessário que o ator saiba se colocar no lugar do outro e entender como é viver uma realidade diferente para desenvolver bem sua personagem. Essa prática faz com que você se torne uma pessoa mais empática e saiba se deslocar muito bem em diversos ambientes.

2. Usar a criatividade em todas as tarefas

Um artista aproveita todo o potencial de sua criatividade para conseguir se expressar bem e criar, seja uma personagem, um livro ou um roteiro. Com o passar do tempo, ser criativo se torna um hábito — e você pode utilizar essas características em todos os aspectos de sua vida.

Dessa maneira, será possível encontrar soluções mais efetivas para seus problemas e se tornar, inclusive, um profissional melhor.

3. Repetir e aperfeiçoar

Para aprender ou desenvolver uma habilidade artística, é necessário ter muita paciência e dedicação. Um músico não se torna reconhecido por sua aptidão da noite para o dia: com certeza, ele passou horas e horas treinando e aperfeiçoando sua técnica.

Tendemos a olhar para casos de sucesso sem pensar muito na jornada que levou aquelas pessoas até ali e, na maioria das vezes, esquecemos que elas também falharam. É por meio do erro que percebemos o que precisa ser melhorado e quais caminhos seguir ou evitar.

4. Ter uma melhor postura para lidar com as adversidades

Ao aprender a ver o mundo por diversas perspectivas e ter contato com todo tipo de situação, é possível saber como lidar melhor com os percalços. Você se tornará uma pessoa mais flexível e tolerante, sabendo ouvir o que o outro tem a dizer com mais paciência — será mais maduro e não terá uma atitude defensiva que não permite um bom diálogo.

5. Respeitar todas as formas de expressão

Aceitar as diferenças significa respeitar formas de expressão e arte que não lhe são familiares. Em vez de temer o novo, se sentirá instigado e buscará aprender mais sobre esses métodos.

Assim, você conhecerá diversos processos de criação e poderá utilizar todo esse conhecimento a seu favor. Por fim, será mais fácil definir seu próprio estilo e encontrar o melhor caminho para a inspiração.

6. Entender a importância de manter uma rotina

O sucesso só chega por meio de muito esforço. E, para tanto, é essencial ter uma rotina bem definida e objetivos bastante claros. Você precisa saber onde quer chegar para conseguir traçar um bom plano de ação e a melhor maneira de colocá-lo em prática.

Ao ter uma rotina estipulada, é possível transformar pequenas atitudes em hábitos — e isso é essencial para atingir resultados efetivos e ter sucesso pessoal e profissional.

Percebeu como os hábitos de sucesso de grandes artistas podem ajudar a realizar seus sonhos? Não existe uma receita única para todos, pois tudo dependerá da força de vontade de cada um.

Você tem alguma sugestão de hábitos que tenham dado certo? Conte para a gente nos comentários!

Continue a leitura e saiba mais sobre como funciona a memória e qual a sua importância. E mais: descubra como o teatro pode ajudá-lo com isso!

O teatro é capaz de ajudar a desenvolver a memória?

Você consegue se lembrar exatamente qual foi a sua última refeição? Se a resposta for negativa, não entre em desespero: problemas com a memória são relativamente comuns na população e, felizmente, é possível resolvê-los com a ajuda do teatro.

Vários fatores podem comprometer a capacidade de memorização. Isso tem se tornado ainda mais comum nos dias atuais, em que estamos constantemente conectados e nos tornamos um tanto preguiçosos graças à facilidade de conseguir informações com poucos cliques.

No entanto, atuar nessas dificuldades é fundamental para fins sociais, profissionais e acadêmicos. Uma boa memória é capaz de melhorar o desempenho em todas as áreas da vida, além de ser imprescindível para a realização de diversas tarefas cotidianas.

Continue a leitura e saiba mais sobre como funciona a memorização e qual a sua importância. E mais: descubra como o teatro pode ajudá-lo com isso! Boa leitura!

Afinal, o que é a memória?

Chamamos de memória a capacidade de armazenar e relembrar experiências e sensações que já vivemos, além de outras informações previamente vistas, ouvidas ou lidas por nós em algum momento de nossas vidas.

Ela está, de certo modo, ligada ao aprendizado e a outras capacidades cognitivas — o grupo de habilidades que engloba capacidades como o raciocínio, a concentração e o foco.

Como ela funciona?

Antes de mais nada, para entender como ocorre o processo de memorização é necessário saber quais são as suas divisões. As principais categorias da memória são:

  • memória sensorial (visão, audição, tato, olfato e paladar);
  • memória de curto prazo;
  • memória de longo prazo.

O processo de memorização se inicia na memória sensorial. Lá, um estímulo é recebido por meio de um (ou mais) dos sentidos e processado pelo cérebro. Em seguida, a informação é retida na forma de memória de curto prazo.

Esse tipo de memorização (que ficou bastante famoso graças à personagem Dory, de “Procurando Nemo”) não dura muito, como o próprio nome diz. Estima-se que cada pessoa consiga reter pelo menos sete informações em um período de trinta segundos e que elas são, em seguida, esquecidas ou catalogadas em alguma das várias ‘’pastas” da memória de longo prazo.

Essa é dividida em vários subtipos, como a semântica, a processual ou a episódica. Cada uma delas faz parte de uma categorização diferente. A processual, por exemplo, diz respeito à habilidade de lembrar do modo certo de fazer atividades corriqueiras, como andar de bicicleta ou jogar videogame.

Outro atributo interessante é que muitas lembranças são acessadas graças a outros estímulos. Quem nunca se lembrou de um episódio da infância após sentir um cheiro bastante característico daquela época ou se lembrou de alguém especial ao ouvir uma música há tempos esquecida?

Tudo isso é possível graças à ação dos neurônios, as células nervosas que habitam o cérebro humano. A cada estímulo recebido, elas são ativadas e se comunicam por meio de conexões específicas (as sinapses) e neurotransmissores, substâncias químicas que auxiliam as reações físicas.

Qual é a importância do desenvolvimento da memória?

O que seria de nós sem a capacidade de armazenar e reviver nossas lembranças? É a partir disso que moldamos nossa personalidade, evoluímos e aprendemos um pouco mais todos os dias. Todo o conteúdo de nossa memória é nada mais do que a história de nossas vidas.

A capacidade de aprender novas coisas e mantê-las guardadas no cérebro é o que constrói todos os nossos relacionamentos e nos empurra sempre para a frente, possibilitando novas oportunidades e experiências.

Atualmente, vivemos na era da informação e temos dados atuais e antigos sempre à mão, o que faz que a memória seja pouco exercitada. Por isso, ter uma boa capacidade de memorização é um grande diferencial nos ambientes acadêmico e profissional: um ótimo meio de obter bons resultados e melhorar o desempenho.

Além disso, ela é essencial para o fortalecimento de nossas relações pessoais. Afinal de contas, muitas das situações e problemas cotidianos são resolvidas com maior facilidade quando temos melhor memória sobre os fatos, isto nos remete a uma maior clareza e entendimento, não é mesmo?

Como o teatro pode ajudar a exercitar a memória?

Se você costuma acompanhar nossos conteúdos, já sabe o quão incrível é o exercício teatral. Ela ajuda a desenvolver diversas habilidades e contribui para o amadurecimento emocional dos alunos, já que é uma fonte interminável de conhecimentos e experiências únicas. Algumas das capacidades desenvolvidas nessa atividade são:

Felizmente, as aulas também auxiliam no fortalecimento da ativação da memória. Durante o curso, são abordados diversos exercícios com foco no desenvolvimento do cérebro. Apesar de existirem muitas técnicas de memorização de textos, o conteúdo das aulas vai muito além disso. Até porque a memorização de um texto numa aula de teatro acontece de maneira natural sem a necessidade da famosa “decoreba de texto”.

A conexão entre os sentidos — e todas as sensações experimentadas durante a prática do teatro — e os neurônios ajuda a, pouco a pouco, fortalecer os fatores da ativação da memória. Além disso, estudos demonstram uma ligação entre a movimentação corporal e a memorização.

Outro lado positivo das aulas é que elas são inclusivas e reúnem vários tipos de pessoas. Existem diferentes formas de aprendizado, como a linguística, a espacial, a corporal e a musical. Isso quer dizer que pessoas diferentes absorvem o aprendizado de maneiras bem diversas, e que o que é eficaz para um pode não funcionar para os outros.

Por isso, o teatro é capaz de estimular pessoas com cérebros e personalidades diferentes a aprenderem de acordo com a sua individualidade. Dessa forma, é possível que todos exercitem a memória da forma que funcionar melhor para cada um.

Por fim, estimular o potencial criativo é um dos melhores meios de exercitar a capacidade de armazenar informações e fazer bom uso dela. Abrir a mente para as possibilidades da imaginação auxilia na associação de dados e traz benefícios para o cérebro.

E aí, está pronto para melhorar sua memória com a ajuda do teatro? Expanda seus horizontes e aprimore seu desempenho em várias áreas de sua vida contando com o auxílio da arte!

Fique por dentro de todas as nossas novidades! Curta nossa página no Facebook e receba os conteúdos em seu feed com apenas um clique. Até a próxima!

Descubra vários benefícios trazidos pela prática das aulas de teatro e conheça os motivos para começá-las o quanto antes! 

Fazer teatro: 7 motivos para começar as aulas o quanto antes

Muitos de nós, quando pequenos, sonhamos em nos tornar grandes atores ou atrizes na vida adulta. Afinal, a profissão é comumente associada a um certo glamour que costuma nos encantar.

Felizmente, as aulas podem ser frequentadas por qualquer pessoa, independentemente de sua área de atuação ou de suas expectativas. Isso porque a atividade é comprovadamente eficaz para o desenvolvimento de diversas áreas de nossas vidas e melhora os desempenhos profissional e social dos indivíduos.

As aulas de teatro são, além de muito divertidas e dinâmicas, repletas de outras vantagens para aqueles que as praticam. Além disso, não são, exclusivas para quem busca uma carreira no ramo. Então, chega de perder tempo!

Continue a leitura e descubra vários benefícios trazidos pela prática das aulas de teatro e conheça os motivos para começá-las o quanto antes! Venha com a gente!

1. Vencer a timidez

Embora muitas pessoas tratem a timidez como um problema a ser resolvido, essa característica não passa de um traço de personalidade. Tais traços fazem parte de quem somos e nos tornam seres únicos. E é essencial que essa individualidade seja sempre respeitada.

Por outro lado, a timidez excessiva pode, sim, ser um problema para as relações sociais, além de causar danos nos âmbitos acadêmico e profissional. Saber dosar essa peculiaridade é o melhor caminho para encontrar um equilíbrio entre personalidade e melhores oportunidades dentro da sociedade.

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que, na verdade, muitos atores são extremamente tímidos e introspectivos. Isso não os impede, no entanto, de brilhar nos palcos várias vezes por semana. As aulas de teatro são capazes de melhorar a desenvoltura, equilibrar a timidez e ainda assim ensinar o aluno a respeitar sua própria individualidade, melhorando a confiança e a autoestima.

2. Favorece a concentração e a memória

As capacidades cognitivas, que englobam fatores como foco, atenção, concentração, memorização, dicção e percepção, são algumas das áreas mais beneficiadas pela prática de aulas de teatro e outras artes, como a dança e a música.

As aulas de teatro envolvem muito mais do que simplesmente atuar. Elas são um constante exercício de leitura, compreensão de textos e intensa atividade intelectual. Isso desenvolve diretamente diversas áreas do cérebro que podem melhorar — e muito! — o desempenho acadêmico e profissional dos alunos.

3. Desenvolve a capacidade de comunicação

Falar em público pode ser assustador para muitas pessoas. Na realidade, esse medo tem até um nome: é conhecido como glossofobia, que tem origem no grego e significa medo da língua, em tradução livre.

O teatro é famoso por desenvolver a capacidade de oratória, além de melhorar outros aspectos como a linguagem corporal, a dicção e a entonação vocal. Progressos na fala em público podem fazer toda a diferença em sua profissão ou vida acadêmica, já que melhoram a capacidade de apresentar projetos e, com o tempo, permitem até que mais clientes sejam conquistados.

Outro benefício desse aprendizado é a melhoria no âmbito pessoal. Afinal, relacionamentos são alimentados pelo diálogo e pela comunicação, certo? Por isso, saber falar e se expressar de forma correta pode fazer maravilhas nesse sentido.

4. Possibilita o surgimento de novas amizades super interessantes

Embora pareça ser simples para algumas pessoas, nem sempre é fácil fazer novos amigos. Conhecer gente nova e, mais importante, desenvolver uma conexão com tais indivíduos, pode ser um desafio para a maioria dos mortais. Nas aulas de teatro, novas amizades são estimuladas e mais facilmente criadas. Laços se formam com mais fluidez, graças aos interesses em comum que são partilhados pelos alunos.

Além disso, as artes cênicas são inclusivas, democráticas e incentivam o respeito às diferenças. Com isso, você poderá conhecer pessoas de diversas raças, gêneros e esferas sociais, trocar informações e aprender muitos conceitos de empatia.

5. Desenvolve o trabalho em equipe

Saber trabalhar em equipe e lidar com pessoas de personalidades completamente diferentes é um diferencial imenso, que faz toda a diferença em ambientes de trabalho ou de estudo. Afinal de contas, quem nunca se estressou um pouco demais durante um trabalho em grupo?

O teatro incentiva dinâmicas e atividades em grupo em todas as suas aulas. Com isso, ensina os estudantes a ouvirem o que os outros têm a dizer, bem como a expor suas opiniões de forma que elas possam ser ouvidas também. Assim, todos aprendem a lidar com as diferenças com maturidade e resolver todos os problemas com eficiência.

6. Fortalece a confiança

Se a insegurança é um problema presente em seu dia a dia, fazer teatro pode ser uma boa opção para combater essa dificuldade. Nas aulas, os alunos são incentivados todos os dias a desenvolverem a autoconfiança para que se tornem cada vez mais seguros de si. Isso é um grande benefício para a autoestima.

O desenvolvimento da autoconfiança ocorre gradualmente, por meio da exposição a situações um tanto inusitadas no palco. Você ficará surpreso com o quão mais fácil será lidar com pessoas e trabalhar criativamente no cotidiano após as vivências teatrais.

7. Leva a uma nova profissão

Por mais que você já esteja encaminhado em alguma área, fazer teatro pode, sem dúvida, desenvolver em você uma grande paixão pelas artes cênicas e levá-lo a uma nova profissão. Aprender um novo ofício é sempre enriquecedor, além de manter vivo o sonho de muitas pessoas à se tornar realidade.

Fazer teatro é uma atividade que engrandece por inteiro. Além de poder se tornar uma profissão, essa linda arte é capaz de desenvolver inúmeras habilidades extremamente enriquecedoras para quem à pratica. Esses ensinamentos podem ser levados para a vida toda com enormes benefícios e quando colocados em prática traz novos horizontes e possibilidades em inúmeras áreas.

Fique por dentro das nossas novidades e volte aqui no Blog para conferir as novidades!

Saiba a importancia do contato pessoal, desplugue-se!

Desplugue-se: saiba a importância do contato pessoal para sua vida

A internet trouxe muitos benefícios e facilitou muitos aspectos em nossa vida, mas, ao mesmo tempo, muitas pessoas demonstram dificuldade em se desconectar. Dessa maneira, acabam esquecendo da importância do contato pessoal.

Sabemos como o uso excessivo da tecnologia pode afetar o convívio social de uma pessoa, não é mesmo? Além disso, pode trazer riscos também para sua saúde mental.

Por esse motivo, neste artigo mostraremos a importância de manter bons relacionamentos e daremos dicas para que você consiga se desligar um pouco. Vamos lá?

Mantenha o contato pessoal

A construção de laços sociais começa desde o nascimento — com o primeiro contato com a mãe — e vai evoluindo ao longo da vida.

Por meio do ambiente escolar, dos grupos da adolescência, dos colegas de faculdade, das relações amorosas e até mesmo com a terceira idade, construímos diferentes tipos de conexões.

O isolamento nunca é uma boa resposta, pois necessitamos do convívio com outras pessoas tanto para nosso bem-estar físico quanto para o psíquico. É convivendo com familiares e amigos que encontramos oportunidades de crescimento, aprendizado e conforto nos momentos difíceis.

Contudo, se relacionar com o outro sempre apresenta desafios e, muitas vezes, gera conflitos — mas é exatamente assim que evoluímos e aprendemos a ser mais compreensivos.

As relações interpessoais são um aprendizado diário, pois compartilhamos visões de mundo divergentes, desenvolvemos o respeito e o apreço pelas diferenças — o que faz com que  nos tornemos pessoas mais tolerantes e, por que não dizer, criativas.

“Desligue” sua mente

Esse é um dos maiores desafios que enfrentamos nesse mundo hiperconectado: conseguir um tempo para ficarmos desconectados. Vale ressaltar que não é uma questão de só deixar os smartphones e notebooks de lado, mas também de esquecer um pouco do trabalho.

Não é incomum encontrarmos pessoas obcecadas com suas profissões e que acabam sabotando suas relações pessoais. Por isso, é necessário achar um equilíbrio entre sua vida pessoal e profissional e ter horários definidos para cumprir suas tarefas relacionadas ao trabalho.

Ter um tempo livre é essencial para sua saúde e produtividade no trabalho, já que o resultado óbvio de não parar para relaxar é a exaustão.

Daí a importância de adicionar diversão ao nosso cotidiano e deixar de lado a necessidade de estar acessível o tempo todo. Aprender a delegar responsabilidades também é uma grande ajuda para diminuir o peso das obrigações.

Pratique atividades que estimulem o convívio social

Uma ótima saída para aliviar o estresse é ter um hobby, pois isso desencadeia uma sensação de prazer e ajuda a se desligar — dessa maneira, fica mais fácil deixar os deveres de lado.

A leitura é uma maneira saudável de se desligar do mundo, mas atividades que envolvam exercícios físicos podem trazer resultados ainda melhores. Uma delas é a dança, que envolve o contato direto com outras pessoas e desenvolve sua coordenação motora.

Outra prática que funciona como uma excelente válvula de escape é o teatro. Você pode se caracterizar e ver como seria viver na pele de outra pessoa, além de dramatizar situações que podem auxiliar a resolver problemas na “vida real” — inclusive, a melhorar suas relações interpessoais, tornando-se uma pessoa muito mais interessante.

Além disso, é uma atividade que respeita seus limites e trabalha as habilidades que já possui para, então, desenvolver aquelas necessárias para sua evolução.

Então, agora que você já sabe a importância do contato pessoal para sua vida, aproveite para compartilhar este artigo nas redes sociais com seus amigos!

Conheça hábitos saudáveis de vida que vão além da alimentação

Conheça hábitos saudáveis de vida que vão além da alimentação

Quando falamos sobre hábitos sadios, é comum que o nosso primeiro pensamento varie entre os cuidados com a alimentação e a prática regular de exercícios físicos. No entanto, outros hábitos saudáveis de vida podem ser decisivos para a manutenção geral da saúde.

No geral, o conceito vai muito além de um bom estado físico. O velho ditado já diz: ‘’mente sã, corpo são’’. A importância do bem-estar psicológico é fundamental para que todo o organismo funcione em perfeita harmonia e que estejamos sempre cheios de energia, obtendo ótimos resultados em nossas atividades cotidianas.

Quer conhecer alguns hábitos saudáveis que são capazes de mudar vidas e descobrir como a positividade e o desenvolvimento pessoal podem lhe ajudar a conseguir sucesso? Continue a leitura!

Como cuidar da mente pode ajudar na saúde do corpo?

Você é o tipo de pessoa que vê o copo meio vazio ou meio cheio? A resposta dada a esta pergunta pode dizer muito sobre como alguém vê o mundo e quais são as perspectivas utilizadas ao enfrentar os problemas da vida.

De certa forma, pode-se dizer que o estresse é um dos males mais prejudiciais à saúde das pessoas. Este inimigo invisível costuma passar batido pela maioria das pessoas, mas pode causar muitos estragos. Por isso, uma resposta e visão otimista sobre as situações que a vida nos trás, pode combatê-lo e fazer com que tomemos atitudes que refletirão em um corpo mais saudável.

Alguns dos benefícios trazidos pelo gerenciamento do estresse e pela visão otimista:

  • mais qualidade de vida;
  • maior expectativa de vida;
  • diminuição dos riscos de depressão, ansiedade e outros distúrbios psicológicos;
  • melhoras na imunidade;
  • redução dos níveis de colesterol;
  • menos problemas metabólicos;
  • redução do risco de obesidade;
  • mais saúde do sistema cardiovascular.

Quais hábitos saudáveis de vida podem ajudar a ser mais saudável?

Muitas vezes, pode ser complicado olhar as coisas pelo lado positivo. No entanto, saber lidar com o estresse é um dos principais modos de preveni-lo, e alguns hábitos podem nos ajudar nessa batalha.

Procure atividades enriquecedoras

Na correria do dia a dia, é comum nos esquecermos da importância de tirar um tempo para a diversão. Pode parecer perda de tempo, mas distrações frequentes são imprescindíveis para que os trabalhos sejam bem-feitos.

Então, que tal encontrar um hobby que não seja só divertido, mas também enriquecedor? Atividades como o teatro, por exemplo, são uma ótima maneira de aprender novas habilidades, exercitar a inteligência emocional e se divertir ao mesmo tempo.

Cuide do lazer

Ainda falando sobre o tempo para distração, matar o tempo fazendo atividades consideradas ‘’supérfluas’’ também é importante. Estafar o cérebro com responsabilidades não é uma boa ideia e pode causar uma queda nos rendimentos escolares e profissionais.

Tire um cochilo, brinque com os animais de estimação ou, simplesmente, não faça nada. É preciso relaxar um pouco! Não se culpe tanto por perder algumas horas nas redes sociais ou assistindo o futebol e a novela: você merece.

Organize seu tempo

A maioria de nós tem a tendência de não encontrar um equilíbrio entre o prazer e a responsabilidade, priorizando um ou outro e pecando pelo excesso. É aí que entra a procrastinação, um dos principais motivos para o surgimento do estresse.

Para fugir dessa armadilha e também evitar o cansaço devido ao trabalho excessivo, é preciso organizar o tempo de forma eficiente. Estabeleça uma rotina com horários e tente encaixar todas as suas atividades. Uma dica é usar e abusar da tecnologia para ajudá-lo nessa tarefa!

Cultive relacionamentos pessoais

Nenhum homem é uma ilha e, por isso, devemos reservar um tempo para a manutenção de nossos relacionamentos pessoais. Passar um tempo com aqueles que amamos para conversar, desabafar e rir são ótimas maneiras de desestressar.

Por isso, quando estabelecer suas metas e horários, não deixe de encaixar os familiares e amigos mais queridos em sua tabela!

Agora que você conhece bons hábitos saudáveis de vida, coloque-os em prática para manter a sua saúde em dia! Os benefícios disso serão vistos a longo prazo e refletirão em muito sucesso nos âmbitos profissionais e pessoais.

Você tem algum hábito infalível para manter o estresse bem longe? Conte para a gente nos comentários!