Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas?

Como o teatro ajuda a melhorar a autoestima?

Problemas com a autoestima e a falta de confiança não são nada incomuns e podem ser considerados algumas das emoções mais corriqueiras na personalidade humana. Afinal de contas, quem não se sente um pouco inseguro de vez em quando? Exercitar essa questão, no entanto, é extremamente importante para o nosso desenvolvimento e o teatro é um importante aliado nessa busca.

Nos tempos atuais, com a constante interferência da mídia em nossas vidas, encontrar um equilíbrio e ter um relacionamento saudável com nós mesmos tem se tornado ainda mais complicado. Estamos constantemente cercados de cobranças e pressões, muitas vezes alimentadas por expectativas inatingíveis, que podem trazer diversos problemas para a nossa saúde.

Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas? Descubra a resposta para todas essas perguntas e saiba como o teatro pode ajudar. Boa leitura!

Quais são os benefícios gerais das aulas de teatro?

O teatro é uma arte milenar que lida diretamente com as emoções humanas e todas as suas nuances. Por isso, ele é responsável pelo desenvolvimento de diversas habilidades, sejam elas na expressividade, sejam elas emocionais. Na realidade, o desenvolvimento emocional é uma das principais características das artes cênicas.

Algumas das capacidades desenvolvidas em aula são:

  • criatividade;
  • redução da timidez;
  • oratória;
  • desenvoltura;
  • liderança;
  • trabalho em equipe;
  • memorização;
  • concentração.

Todas essas habilidades, quando somadas, trazem inúmeros benefícios para as nossas relações pessoais e profissionais e para o modo como nos vemos. As aulas são responsáveis por estimular a reflexão e aumentar nossa empatia, criando uma maior conexão entre nós e o mundo. Afinal, para estarmos realmente conectados com o todo, precisamos conhecer bem a nós mesmos.

Por conta disso, o teatro é uma excelente ferramenta para auxiliar na melhora da autoestima e da autoconfiança, pontos essenciais para que obtenhamos sucesso em áreas variadas de nossa vida.

O que é autoestima?

É um termo bastante utilizado nos campos da psicologia e de outros estudos da mente dos seres humanos e significa, em poucas palavras, o modo como avaliamos e percebemos a nós mesmos. É, em síntese, a opinião que um indivíduo tem sobre si.

Estimar a si mesmo nem sempre é fácil. Além disso, reconhecer nossa relevância para o mundo e perceber o nosso valor individual é um trabalho progressivo e contínuo.

Qual é a sua importância?

Pare o que estiver fazendo e reflita sobre uma questão: você já deixou de fazer algo por se sentir um pouco inseguro sobre aquela atitude? Já perdeu uma grande oportunidade de emprego por se sentir incapaz ou não convidou um interesse romântico para sair por medo da rejeição? Saiba que tudo isso está ligado à nossa autoestima.

Já deu para notar que ela afeta todos os tipos de relações em diferentes áreas de nossa vida, não é mesmo? Quando baixa, ela pode afetar o modo como nos relacionamos, tornando-nos extremamente fechados ou suscetíveis a entrar em relacionamentos abusivos, ou nos fazer perder boas oportunidades em nossas carreiras e estudos por medo de falhar.

Em outras palavras, essa característica nos impede de atingir todo o nosso potencial e torna a conquista de nossos objetivos muito mais complicada. No entanto, uma autoestima extremamente elevada também pode ser prejudicial, afastando as pessoas e tornando-nos inflexíveis e incapazes de aprender com nossos próprios erros, impossibilitando a evolução pessoal.

Por isso, é preciso encontrar um equilíbrio positivo, que pode ser medido por alguns pontos, como:

  • confiança;
  • segurança nas opiniões;
  • consciência de limitações e pontos fortes;
  • otimismo;
  • habilidade de aprender com os erros e não se deixar abater;
  • capacidade de aceitar os erros alheios;
  • baixa sensação de culpa;
  • capacidade de dizer não;
  • rápida resolução de problemas;
  • manutenção da independência e, ao mesmo tempo, habilidade em trabalhar em equipe;
  • sensação de conforto com emoções variadas, incluindo as negativas.

Como o teatro pode nos ajudar a desenvolver a autoestima?

O teatro é um dos meios mais eficientes para o desenvolvimento do autoconhecimento, da aceitação de sí próprio, que está intimamente relacionado com todas as questões da autoestima. Ao lidar tão profundamente com as emoções humanas, essa arte possibilita a reflexão e o aprendizado. Confira, a seguir, algumas maneiras como as artes cênicas podem nos ajudar a gostar mais de nós mesmos.

Coloca-nos frente a frente com situações inusitadas

Muitas vezes, a falta de autoestima faz com que tenhamos um medo irracional de fracassar quando nos vemos diante de situações novas e inesperadas. Com as aulas de teatro, isso se tornará coisa do passado.

Durante os encontros, os alunos são constantemente expostos a situações completamente diferentes de tudo que já viveram antes. Isso possibilita a exploração das sensações de medo e insegurança em um ambiente completamente acolhedor e seguro, aumentando a confiança e preparando-os para enfrentar as adversidades do mundo real.

Possibilita a criação de laços afetivos

Os laços afetivos são grandes responsáveis pelo desenvolvimento da autoestima, pois trazem sentimentos acolhedores e fazem com que nos sintamos mais queridos e inclusos no mundo.

As artes cênicas são, provavelmente, um dos tipos de arte mais inclusivos de todos. Qualquer pessoa pode fazer teatro e beneficiar-se imensamente com suas aulas. Por isso, uma variedade muito grande de pessoas é atraída para esse meio, o que faz desse um ambiente bastante diversificado. Assim, fica muito mais fácil fazer novos amigos!

Auxilia na identificação de pontos fortes

O desenvolvimento das habilidades mencionadas no início de nossa conversa contribuem bastante para o autoconhecimento — crucial para que possamos desenvolver melhor nossas habilidades e potenciais.

Com isso, tornamo-nos mais seguros naqueles momentos sobre os quais sabemos ter domínio e podemos trabalhar ainda mais para melhorar os pontos mais fracos. Além disso, aprendemos a conviver melhor com as fraquezas e compreender que a perfeição é algo inatingível.

Ensina novas habilidades

Vários exercícios feitos em aula servem como ferramentas para estimular o desenvolvimento da autoestima. Jogos lúdicos, a aventura presente nas aulas e a descontração dirigida exigem, gradualmente, cada vez mais rapidez de pensamento e adaptação às mais diversas situações, ensinando-nos a lidar com problemas com muito mais agilidade.

Além disso, a criatividade é imensamente trabalhada no teatro, um lugar em que não há limites para a imaginação. Assim, passamos a nos conhecer muito melhor e a nos sentirmos cada vez mais seguros e confortáveis em nossa própria pele.

Reduz a timidez e a ansiedade social

Você já se sentiu desconfortável em seu próprio corpo e extremamente consciente de si mesmo? Essa sensação é parte do dia a dia de pessoas tímidas e inseguras, que acreditam que todos estão olhando para elas durante o tempo todo.

O teatro é capaz de reduzir a timidez, trabalhando diversos pontos do emocional dos alunos. Com um pouco de prática, todos estarão, de fato, olhando para você e o melhor: isso não fará a mínima diferença. A autoconfiança e a autoestima andam, sem dúvidas, de mãos dadas.

Como podemos ver, ter uma boa autoestima é essencial para evoluirmos cada dia mais e conquistarmos todos os nossos objetivos. Felizmente, o teatro é um modo prazeroso e divertido de trabalhar essa questão. O que você está esperando para subir ao palco?

Quer receber todos os nossos conteúdos em primeira mão e sem nenhum esforço? Assine a nossa newsletter! Dessa forma, todas as novidades serão enviadas diretamente para o seu e-mail.

    Quer aprender a se comunicar melhor? Receba nossas dicas:

    Sem comentários

    Cancelar