Neste artigo, você vai aprender 5 dicas práticas que ajudarão você a ser uma pessoa mais proativa e dinâmica.

Como ser mais criativo? Aprenda com 5 dicas práticas!

Todos os dias nos deparamos com desafios, tanto em nossa vida pessoal quanto na profissional, sempre procurando apresentar os melhores resultados e soluções. Saber como ser mais criativo pode facilitar, e muito, nossa rotina.

A criatividade é uma característica comum a todos nós e que nos move para um lugar melhor, mas nem sempre é fácil reconhecê-la ou colocá-la em prática.

Neste artigo, você vai aprender 5 dicas práticas que ajudarão você a ser uma pessoa mais proativa e dinâmica. Continue a leitura e saiba mais!

1. Permita-se errar

Para ter novas ideias é preciso se dar o direito ao erro. Quem é criativo precisa assumir mais riscos para ousar, testar e inventar — porém, o preço é errar bem mais. No entanto, você terá mais opções de caminhos a serem seguidos, que lhe levarão a terrenos muito mais férteis.

Além disso, ao conhecer os caminhos já trilhados é possível passar menos tempo tentando achar soluções onde elas não estão. Dessa maneira, seu tempo será otimizado e seus resultados terão maior potencial.

2. Seja curioso

Ser curioso pelas pessoas é um passo importante para a criatividade — já que é conversando com elas, fazendo perguntas sobre seus anseios e problemas que conseguirá saber o que criar para ajudá-las.

Além disso, fazendo perguntas você busca o conhecimento, o que facilita o surgimento de novas ideias. Consequentemente, sua bagagem criativa será maior.

3. Pratique atividades que estimulem o cérebro

Aqui vale investir na leitura de diversos tipos de livros, fazer palavras-cruzadas, aprender um novo idioma ou a tocar um instrumento. A prática de exercícios físicos — e a manutenção de hábitos saudáveis —  é uma excelente maneira de aumentar a capacidade de concentração e melhorar a memória.

Além disso, procure trazer mais cor para tarefas rotineiras. Você pode, por exemplo, usar canetas marca texto de cores diferentes para marcar os pontos que lhe parecerem mais relevantes.

4. Utilize a técnica de brainstorming

Essa prática consiste, basicamente, em anotar suas ideias — sejam elas sobre problemas em casa ou como melhorar sua produtividade no trabalho. O importante aqui não é a perfeição, e sim registrar o que você acabou de pensar e achou que fosse relevante.

Acredite, confiar apenas em sua memória não é o melhor caminho. Já ouviu aquela frase: “a mente mente”? Pois, então, use seu celular ou tenha um caderno para fazer esse tipo de anotação, já que ela pode lhe salvar em várias situações.

5. Siga seus instintos

A intuição não é algo que conseguimos explicar, mas sabemos que está lá. É importante não colocar qualquer valor místico nos seus instintos, pois eles vêm de memórias que estão impressas lá no fundo de seu cérebro e fazem parte de quem você é.

Utilizando o bom senso é possível dar vazão a sensações que não parecem ter muita lógica ou razão. Respeite seu tempo e siga aquele caminho que lhe parece ser o mais certo.

Também é importante não desistir no primeiro “não” que você ouvir, pois isso não significa, necessariamente, que sua ideia seja ruim. Grandes empresas, como a Apple e a Microsoft, começaram com pequenos passos — sem muita gente para dar apoio aos seus fundadores.

Lembre-se de sempre estar aberto a novas ideias e situações, pois a flexibilidade é uma parte muito importante desse processo de estímulo à criatividade.

E então, curtiu nossas dicas? Compartilhe este texto nas redes sociais para que seus amigos também saibam como ser mais criativo é uma tarefa simples!

    Quer aprender a se comunicar melhor? Receba nossas dicas:

    Sem comentários

    Cancelar