'O corpo fala', saiba mais sobre linguagem corporal.

O corpo fala: saiba mais sobre a linguagem corporal

A comunicação é a base de qualquer relacionamento entre os seres humanos, sendo a expressão corporal a forma mais antiga dela — e também a mais importante. O corpo fala e, muitas vezes, tendemos a ignorar a impressão que passamos para os outros.

Já percebeu como uma pessoa pode lhe deixar desconfortável apenas com um olhar? Pois então, a linguagem corporal é cheia de detalhes e deixa pistas importantes sobre o comportamento humano. Portanto, se usada de maneira correta, é uma excelente ferramenta para mudar sua vida e o mundo a seu redor.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para você entender o que seu corpo diz, como desenvolver sua linguagem corporal e aprimorar suas habilidades sociais. É só continuar a leitura deste artigo!

O que é a linguagem corporal?

Esse tipo de linguagem data de milhões de anos — Charles Darwin foi responsável por seus primeiros estudos científicos. Darwin nos mostrou que emoções são universais, pois podemos reconhecer uma expressão triste em uma pessoa em qualquer lugar do mundo.

A cientista social Amy Cuddy, em uma palestra no TED, demonstra que pesquisadores descobriram que a linguagem corporal vai além da representação daquilo que queremos dizer.

Quando reagimos psicologicamente a uma situação, nosso corpo produz reações que culminam em gestos, muitas vezes, involuntários. Saber como usar seus gestos e expressões faciais para se comunicar é tão importante quanto dominar a linguagem verbal.

Isso significa que uma simples mudança em sua postura, por exemplo, pode fazer com que você se sinta mais confiante e seguro de suas ações. Consequentemente, as pessoas passarão a enxergar de outra maneira.

Como interpretar o que o corpo fala?

Uma parte importante de qualquer desenvolvimento pessoal é o autoconhecimento. Entender suas emoções e saber administrá-las ajuda, e muito, a melhorar o funcionamento de seu organismo como um todo e a encontrar um equilíbrio.

Com isso em mente, veja, a seguir, o significado de algumas expressões não verbais para que você possa entendê-las melhor — tanto em si quanto em seu interlocutor.

Postura

Esse é um dos pontos principais da comunicação corporal, uma vez que é possível passar uma imagem tanto de segurança e receptividade como de falta de interesse e até agressividade. Acompanhe a interpretação de alguns gestos:

  • braços ou pernas cruzadas: indica desconforto e fechamento à interação e influência sociais;
  • ombros contraídos: insegurança e tensão, além de ser bastante perceptível pelos outros;
  • mãos nos quadris: cansaço ou impaciência;
  • mãos fechadas ou cerradas: irritação e nervosismo;
  • repousar os braços atrás do pescoço ou na cabeça: descontração e interesse, quando se está aberto ao que o outro diz;
  • sentar-se de qualquer jeito: falta de respeito à autoridade;
  • passar a mão no cabelo repetidamente: carência ou vaidade;
  • espelhar os gestos do outro: fluidez na conversa e concordância com o que está sendo dito.

Posição da cabeça

  • inclinada: afinidade. Se for acompanhada de um sorriso, pode até ser um sinal de flerte;
  • baixa: vontade de esconder algo e dificuldade em aceitar elogios ou críticas. Também pode ser timidez;
  • empinada: confusão ou desafio, a não ser que o gesto seja acompanhado de um sorriso.

Olhar

A maneira com que olhamos para outra pessoa também é um ponto chave da linguagem corporal. Listamos as principais características que podem ser observadas:

  • contato visual constante: confiança, segurança e total interesse pelo assunto;
  • evitar o contato visual: dissimulação, falta de interesse ou insegurança. A pessoa também pode estar escondendo uma emoção;
  • olhar distante: a pessoa está refletindo sobre outro assunto e não está lhe ouvindo;
  • esfregar os olhos: cansaço, tédio e/ou dúvida;
  • olhar muito ao redor: ansiedade, distração, desinteresse, desconforto e até submissão.

Mas afinal, como melhorar a linguagem corporal?

Como se pode perceber, a comunicação não verbal está nos mínimos detalhes, daí a importância de se conhecer bem e estar atento às impressões que você deixa nas pessoas. O lado bom é que estamos em constante evolução e nossas habilidades podem sempre ser melhoradas.

Agora que você já sabe como identificar os sinais que o corpo dá em uma interação, acompanhe nossas dicas básicas para aprimorar sua linguagem corporal, bem como as suas habilidades sociais.

Preste 100% de atenção no outro

Ao conhecer uma pessoa nova, dê total atenção a ela — isso passa uma sensação de segurança, fazendo com que se sinta especial e mais à vontade em sua presença. Quando for se apresentar, vire seu corpo e fique frente a frente com ela. Você pode estender sua mão ou abraçá-la dependendo da abertura que tiver.

Espere um pouco para sorrir

Primeiramente, olhe para o outro nos olhos e, poucos segundos depois, sorria. Um sorriso imediato pode parecer forçado e passar uma impressão de antipatia, enquanto sorrir logo após o contato visual é mais sincero e personalizado.

Mantenha o contato visual

Ainda que a pessoa não esteja falando, olhar para ela ocasionalmente demonstra interesse: seja ele profissional, pessoal ou romântico. Essa é uma excelente maneira de mostrar que ela lhe chamou a atenção.

Porém, tenha cuidado para não encarar demais e gerar mal estar. Quando estiver em grupo, procure observar as reações da pessoa em relação a um comentário que foi feito, por exemplo.

Evite se mexer muito

Quando você balança os pés ou mexe muito os braços pode passar a impressão de ansiedade, podendo causar desconforto naqueles que o cercam. Caso se sinta muito agitado, procure respirar fundo e relaxar.

Imagine que todos são seus amigos

Essa é uma excelente estratégia, principalmente se for mais tímido. É comum se sentir desconfortável ao conhecer novas pessoas, afinal, você está se aventurando por um território desconhecido. Ao se imaginar no meio de amigos, é mais fácil se soltar e se movimentar pelo grupo com mais naturalidade: lembre-se de que forçar simpatia nunca dá certo.

Faça teatro

A prática teatral trabalha não somente com suas habilidades sociais (principalmente pelo trabalho desenvolvido em grupo), mas também com sua expressão corporal. Por meio dos exercícios praticados nas aulas, você aprenderá a utilizar todo o potencial de seu corpo para se comunicar de maneira mais clara e sem exageros.

Vale ressaltar que ter uma boa expressão e desenvoltura oral é essencial para seu processo de comunicação. Afinal, não adianta saber como se comportar em uma reunião e ter uma boa postura se não souber qual é o tom de voz mais adequado para a ocasião. Falar alto demais causa tanto estranhamento quanto falar muito baixo — é necessário encontrar um equilíbrio.

Nossa vida é uma relação constante de interdependência: assim como as pessoas precisam de nossa ajuda, nós também precisamos delas para nos apoiar e nos desenvolvermos tanto pessoal quanto profissionalmente. Ao entender o que o corpo fala, sua expressão oral se desenvolve de maneira mais fluida e você se torna uma pessoa mais desenvolta e cativante.

E então, conhece mais alguma forma de linguagem corporal? Tem uma sugestão ou dúvida? Conte para a gente nos comentários!

    Quer aprender a se comunicar melhor? Receba nossas dicas:

    Sem comentários

    Cancelar