Tag Archives: Arte

Como são as aulas de teatro?

Como são as aulas de teatro?

Fantástico para a transformação pessoal, o teatro é um processo que envolve o aluno em todos os sentidos. Trabalha todos os importantes fundamentos da expressão e da comunicação, traz  à tona o aspecto humano do indivíduo, já que o processo de estudo possibilita uma melhor percepção do mundo em que vivemos.

De forma que estudar teatro é extremamente interessante e divertido não somente para os profissionais que querem seguir a vida atuando, como também para as pessoas que desejam, de alguma forma se beneficiar com esses processos.

Quer entender mais sobre as aulas de teatro? Então vem saber o que esperar de um curso de teatro! Confira a seguir!

Como são as aulas de teatro?

Quem nunca passou por um curso de teatro tem muito essa curiosidade.

O teatro é a mais eclética das artes e também a que mais tem poder acolhedor. Seja você uma pessoa expansiva ou tímida, tem lugar para todo mundo.

E o primeiro contato com o teatro vai ser uma experiência diferente de tudo que você já viveu.

Nas aulas, uns colaboram uns com os outros para construir algo comum a todos. Por isso, o teatro não trabalha com a noção de julgamento, já que cada um sempre tem algo a contribuir. Assim, o teatro é libertador, um lugar onde você pode ser quem você é em perfeita harmonia com todos.

Por meio das atividades de improvisação, prática da escuta ativa e trabalho corporal em grupo, os alunos começam a entender que são eles mesmos que criam as próprias barreiras e as próprias vergonhas.

À medida em que você vai se sentindo confortável naquele ambiente, cada aula é prazerosa e divertida, na qual você tem a oportunidade de se soltar e, ao mesmo tempo, aprender.  

Quais as atividades desenvolvidas?

As aulas de teatro não são para ensinar encenação ou passagens de texto.

O curso envolve aulas de voz, por exemplo, importantes para auxiliar na articulação e projeção da voz. Aulas de preparação corporal, para incentivar a percepção do próprio corpo e sua expressão, como a relação com o espaço e o tempo-ritmo.

Existem também exercícios feitos para tirar o aluno da sua zona de conforto, que desafiam a criatividade e improvisação, fazendo você pensar de formas completamente diferentes e desenvolver habilidades importantes para a vida profissional e pessoal.

Mas não pense que você vai encontrar exatamente o que espera ou o que vê nas novelas. O curso é muito mais focado em dinâmicas e exercícios interativos, que são o primeiro passo para formação do ator. Aos poucos, os elementos teatrais vão sendo introduzidos na rotina das aulas, à medida que a turma vai amadurecendo e os alunos vão se auto conhecendo e conhecendo uns aos outros.

Normalmente os cursos de teatro preparam o aluno para fazer ao menos uma apresentação no decorrer da formação.

Essa é a grande recompensa de todo o aprendizado e dedicação nas aulas. O sorriso sincero de quem adquiriu seus conhecimentos se divertindo e brincando, sendo você mesmo.

Então, um curso de teatro prepara para a vida!

Todos os exercícios e atividades são desenvolvidas para preparar o aluno em todos os sentidos, não somente para uma peça específica.

Por isso,os ganhos e benefícios são muitos e os mais diferentes possíveis.

O que as aulas de teatro vão mudar em você?

O envolvimento com a arte e a cultura coloca as pessoas em situações completamente inusitadas e diferentes. E nas aulas de teatro não seria diferente. Os jogos, as cenas, as atividades e os processos de aprendizagem dão ao aluno a oportunidade de experimentar e desenvolver capacidades diversas.

Veja o que as aulas de teatro são capazes de desenvolver:

  • Processos mentais, como concentração e imaginação;
  • Habilidades sociais, como empatia e trabalho em equipe;
  • Criatividade, improvisação e espontaneidade;
  • Potencial humano e artístico;
  • Autoestima;
  • Expressividade corporal e vocal;
  • Compreensão e sabedoria para lidar com conflitos em diversas situações, inclusive em relacionamentos interpessoais;
  • Respiração, flexibilidade, resistência física, coordenação e mobilidade corporal.

Uma atividade completa, as aulas de teatro instigam, fazem os alunos felizes, além de ser extremamente viciantes!

Muito interessante, não é mesmo? Aqui nós falamos um pouco sobre como o teatro traz grandes benefícios, agora entenda um pouco mais sobre os benefícios da arte que podem mudar a sua maneira de ver o mundo.

O ingresso no curso iniciante de teatro vai colaborar com a expressão da sua identidade. Ter essa liberdade para ser você mesmo é essencial.

Como funciona o curso iniciante de teatro? Descubra!

Concentração, imaginação, atenção, comunicação e olhar sobre o ser humano: tudo isso é exercitado quando o assunto é arte. No caso do teatro, essa máxima se valida ainda mais nas interações durante os momentos de aprendizado. Pensando em promover essa experiência para si mesmas, muitas pessoas buscam por um curso iniciante de teatro.

Mesmo havendo curiosidade e vontade de ingressar no universo artístico, expandindo a visão de mundo, é muito comum que dúvidas sobre o andamento do processo atrapalhem o pontapé inicial.

Pensando nisso, hoje falaremos sobre este assunto, esclarecendo tudo o que você precisa saber. Vamos lá? Continue a leitura!

Por que é importante ingressar em um teatro escola para começar a atuar?

O teatro é uma arte coletiva. Sendo assim, o trabalho coletivo direcionado é a chave para a construção de valor individual para o processo. Independentemente do motivo pelo qual você deseja atuar, o contato com um teatro escola é fundamental para orientar o desenvolvimento de suas habilidades, estimulando o seu crescimento pessoal.

Qual é o papel do ensino teórico no teatro?

É na ação que se constrói o saber físico. Quem busca um curso iniciante de teatro, não necessariamente quer viver da representação, mas sim usar a prática como um meio de trabalhar alguma questão pessoal, melhorando sua comunicação, desempenho profissional e até mesmo a relação com as pessoas próximas.

Dessa forma, o foco não é abordagem histórica, por exemplo. É mais importante estar em contato com a essência do teatro, buscando por um ambiente saudável de incentivo ao desenvolvimento.

Ao buscar por uma instituição qualificada, além do bom posicionamento do mercado, trate de garantir que o curso atenda às suas expectativas nesse sentido.

Como funciona o curso para iniciante do Teatro Escola Macunaíma?

Baseado em jogos teatrais e cooperativos, o curso para Iniciante do teatro escola Macunaíma é uma referência quando o assunto é arte teatral. O foco está no universo lúdico. Inicialmente, é importante valorizar a experiência e vivência de cada aluno para além das teorias, a fim de que se desenvolvam de maneira única e autônoma.

As aulas acontecem 1 vez por semana, em diversos horários: durante a semana, só aos sábados ou somente aos domingos.

A duração é de um semestre com muita diversão 4 meses, mas quem tem o dia a dia menos corrido pode cursar um intensivo de 2 meses com a mesma grade de atividades do curso mais extenso: interação com o espaço e com o outro, além de improvisos e construção de cenas que se relacionam.

Como são as aulas?

Quem procura um ambiente alegre e divertido para incentivar o aprendizado pode considerar o curso como uma atividade em potencial para adentrar o mundo do teatro. O espaço traz um encontro que mescla diferentes histórias e olhares, uma vez que os jogos lúdicos despertam sentidos e percepções de quem participa. Você descobre no seu corpo o que é teatro. Além do mais a aventura é companheira de todas as aulas.

Nas aulas são trabalhados com vários temas específicos que se interconectam. A imaginação é fortalecida em um encontro, a concentração é abordada no outro momento. A criatividade, a alegria, e assim, mais tarde, a improvisação vem à tona, cada coisa em seu tempo.

Várias temáticas são exploradas em aula e, quando os professores percebem que os alunos estão mais confiantes e preparados, desafios entram em cena, literalmente.

Qualquer pessoa pode fazer?

O teatro é uma arte coletiva, nenhum conteúdo é maçante. A essência, desde os primórdios da atividade, é sobre respeitar o outro, praticar a escuta, estar realmente presente e ser participativo. As aulas começam com todos Iniciantes, isto é alunos que nunca pisaram no palco antes.

Despertar tanto os sentidos quanto o corpo não depende, necessariamente, da intenção de se tornar uma atriz ou ator profissional. Basta estimular com as técnicas certas. Na fase iniciante, há uma aula por semana, com duração de 3h30.

Valorizando a diversidade, o curso abrange pessoas de 14 a 60 anos, com pessoas com diferentes histórias de vida, num grupo que se forma com extrema diversão e aventura constante. As diferenças fazem parte do processo de aprendizado, harmonizando a atmosfera da aula no jogo teatral. Imagine um local onde você não vai sentir vontade de olhar seu celular durante quase 4h.

Quais são as vantagens de fazê-lo?

As pessoas buscam o curso Iniciante de teatro por muitos motivos. Enquanto alguns querem, de fato, buscar a atuação como uma opção de vida, alias o Macunaíma faz parte da história da formação de grandes nomes do teatro brasileiro, outros desejam investir no desenvolvimento pessoal que transcende os palcos. Além disso, há quem deseja realizar um sonho pessoal ou a busca por um espaço que faça se sentir livre.

O teatro empodera, dando forças para ser quem você é, mas também encoraja para transformar e viver o que cada um quer ser. Entre os benefícios de frequentar um teatro escola, podemos citar:

  • descoberta de uma nova visão sobre a própria vida;
  • exercício de autoconhecimento e autoaceitação;
  • sentir o acolhimento e pertencimento em relação ao grupo;
  • ter um tempo para sair da rotina, relaxar e se divertir;
  • contato com diversidade de experiências;
  • oportunidade de conhecer pessoas e fazer novas amizades para vida toda;
  • agregar conhecimentos sobre arte, se tornando alguém mais interessante;
  • potencialização da capacidade de trabalhar em equipe;
  • melhoria na autoconfiança e autoimagem;
  • aprendizado de técnicas de comunicação e expressão.

Uma escola de teatro é recomendada para quem quer realizar o sonho de subir aos palcos ou atuar de maneira profissional em outros meios de comunicação. E até mesmo para quem busca o desenvolvimento de habilidades pessoais, tais como: enfrentar problemas com a timidez e melhorar as relações com as pessoas ao redor, bem como extravasar as tensões e se comunicar melhor, inclusive aprimorando a fala em público.

Como saber se é a hora certa de ingressar nessa arte?

Você sente necessidade de se encontrar? Vê a arte como uma maneira de se aproximar de si mesmo e exercer um olhar diferenciado para as pessoas à sua volta? Essa vontade de interagir com a sua própria vida de um jeito singular é a motivação que você precisa.

O teatro é útil para desenvolver diversos aspectos intrínsecos ao ser humano, como vimos ao longo deste artigo. Além de trazer melhorias para a sua vida no sentido prático, a realização pessoal também é contemplada.

O ingresso no curso Iniciante de teatro vai colaborar com a expressão da sua identidade. Ter essa liberdade para ser você mesmo é essencial. Comece a assumir as suas escolhas a partir de agora, escolhendo integrar um ambiente que só vai agregar valor à sua jornada de vida.

Você não está sozinho nesse caminho. Conte com a experiência de quem é referencia no assunto deste 1974 para tomar a melhor decisão: entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar!

O improviso é uma habilidade das mais importantes nas relações sociais e no mercado de trabalho.

Como o teatro ajuda na improvisação das situações no dia a dia

Além de pontos como a desenvoltura e a comunicação, o teatro é um grande aliado no desenvolvimento da improvisação. Aqueles que se exercitam nessa área têm maior facilidade em lidar com situações inusitadas, com o inesperado, e assim, criar soluções mais interessantes e criativas para elas!

Mais do que a atuação em si, o alcance dessa forma de arte é muito mais amplo, e tem o poder de afetar nossas experiências diretamente fora dos palcos.

O improviso é uma habilidade das mais importantes nas relações sociais e no mercado de trabalho. Tudo que é feito sem prévios combinados e sem preparação requer o bom uso dessa aptidão. E quantas coisas acontecem no nosso dia a dia que são inesperadas, não é mesmo? Descreveremos neste post de que maneiras o teatro pode ajudá-lo nas situações do cotidiano! Vamos lá?

Adapte-se ao novo e inesperado

Viver é lidar com mudanças continuamente. Apesar dos nossos desejos de estabilidade, isso não é o que ocorre na maior parte do tempo. As pessoas mudam, novas relações são feitas e desfeitas e a sociedade em si está sempre se reorganizando também.

Sendo assim, podemos perceber que aqueles que conseguem se adaptar melhor têm uma vivência muito mais prazerosa e descomplicada. Somos muito mais mutáveis do que imaginamos, e o teatro está aí para nos ensinar e ajudar com isso.

Aqueles que se agarram às suas supostas características da personalidade, o que é perfeitamente normal e corriqueiro no ser humano, têm muito mais problemas em lidar com o novo. Essa rigidez tende a criar situações com mais atrito diante do inesperado e do diferente.

É uma dificuldade pela qual muitos de nós passamos, mas o aprendizado do trabalho do ator, além de ser divertido, ajudará diretamente a lidar com tais questões e desconstruí-las. A novidade costuma ser ameaçadora e angustiante, especialmente em nós mesmos. O teatro nos ensina que é possível se reinventar, assumir outras formas e evoluir dentro dessa multiplicidade.

Tenha maior prontidão nas respostas

Ao enfrentarmos novas situações, mesmo que fictícias, descobrimos mais sobre o outro e sobre nós mesmos. Somos testados em experiências inéditas constantemente no teatro, o que melhora bastante nossa capacidade de resposta.

Além disso, o exercício teatral é como uma partitura de ações: é necessário que haja uma interação e um “jogo” bem estabelecido entre os atores para que a peça aconteça. Essa prática torna uma pessoa muito mais responsiva, que sabe enxergar muito melhor o seu entorno e a reagir com prontidão quando necessário.

Estimule a originalidade

A originalidade é um fator desenvolvido naturalmente com a experiência da atuação. As aulas nos fazem reinventar constantemente aquilo que temos como confortável e conhecido.

Vivemos em uma sociedade massificada; portanto, quem tem originalidade é muito valorizado pelo mercado de trabalho e pela sociedade. Aqueles que se recusam a aceitar a diferença e propagam sempre os mesmos modelos de vida como legítimos terão cada vez mais dificuldades. Entrar em contato com o teatro é romper com tais paradigmas e buscar conforto no novo e disruptivo.

Saiba que é possível aprender com o teatro a usar a originalidade a seu favor, seja no cotidiano de uma empresa, ou mesmo para lidar com os conflitos interpessoais em busca de saídas que verdadeiramente favoreçam você.

Lide melhor com situações de crise

Associamos crises a um momento de despreparo e falta de estabilidade. Como apontamos, o teatro nos demonstra a transitividade das coisas. A partir desse conhecimento, é possível dar respostas mais eficientes e adequadas para os problemas.

Uma escola de atuação estimula a criatividade para construir saídas inteligentes e te tornar apto a enfrentar as adversidades da vida.

Agora ficou mais evidente como o teatro ajuda na improvisação, certo?! Vivenciar essa arte são formas saudáveis de se desenvolver enquanto indivíduo e obter ganhos em diversas áreas de sua vida.

Viu como aprender a improvisar pode te fazer crescer? Siga-nos nas redes sociais e aprenda ainda mais sobre o assunto! Estamos no Facebook

Neste artigo, vamos contar alguns ganhos que podem ser obtidos por meio das aulas de atuação, para que você entenda os benefícios do teatro.

Conheça 3 dos principais benefícios do teatro para sua vida

O teatro é um lugar de aprendizado constante e experimentação, trazendo retornos positivos de diversas ordens. Quem já teve essa experiência sabe que os benefícios são inúmeros. Trata-se de um investimento pessoal que fará você desenvolver em muito suas habilidades sociais.

Neste artigo, vamos contar alguns ganhos que podem ser obtidos por meio das aulas de atuação. Abordaremos cada deles em detalhes para que você entenda os benefícios do teatro. Continue a leitura!

1. Redescubra quem você é

O teatro é algo que está intimamente ligado à construção da identidade e da personalidade. De certa forma, podemos ver nossa identidade por meio dele. Mais do que isso, podemos ver também que somos aquilo que não pensávamos para ir além, e assim, descobrir novos potenciais até então desconhecidos.

Nesse caso, não se trata de descobrir uma verdade fundamental ou essência do indivíduo. A grande sacada dessa experiência pode ser, justamente, o contrário disso. Compreender que não precisamos ser pessoas completas e perfeitas, mas que de uma forma prazerosa, podemos construir saídas positivas em cima dessas percepções.

O jogo teatral também aponta, ao longo do processo, para máscaras que usamos socialmente e pode levar a entender que, por trás de todas elas, talvez não exista um identidade fixa. O nosso ego é algo mais difuso do que imaginamos, é mais uma ficção de uma coerência do que uma identidade fixa e sólida.

O tempo inteiro estamos nos reinventando e tendo de se adaptar às mudanças ao redor, muitas vezes inconsciente e nem mesmo percebemos isto. O que pode ser difícil para muitos, pode ser mais fácil  quando temos um terreno de experimentação para isso.

2. Conheça uma forma de arte milenar e atual

A história da humanidade acompanha a história do teatro. Mesmo em sociedades distintas, sem contato entre si, é possível encontrar a encenação, que em muitos lugares se confundia com a própria religiosidade do grupo.

Essa tradição que atravessa os séculos é uma forma importante de entender a nós mesmos e a sociedade em que vivemos. Consumir e produzir teatro constrói outras perspectivas, necessárias sobre a realidade. É um exercício que traz a reflexão, a crítica, a desconstrução e também o divertimento, é claro.

Muitas das histórias que conhecemos e amamos da cultura popular têm origem no teatro, ou mesmo são uma releitura de peças célebres. Por que não entrar em contato com as fontes originais dessas histórias?

Além disso, é possível também conhecer muitos clássicos importantes da literatura e dramaturgia, e outros tantos textos modernos que contribuem para o desenvolvimento da nossa cultura. Alias são estes textos clássicos os grandes reveladores da identidade humana.

3. Desenvolva habilidades de comunicação

Um campo fértil para ser desenvolvido com o teatro é o da comunicação interpessoal. Além das peças em si, você também terá a chance de fazer nas aulas ótimos exercícios que envolvem a forma como nos expressamos e comportamos nas relações. No sentido mais amplo, você aprenderá técnicas sobre movimento, vocalização, expressão corporal etc.

Um motivo recorrente para os alunos buscarem essa formação é o trabalho com a timidez. E realmente funciona. Converse com algum amigo que tenha feito aula de teatro.

No teatro a prática é constante e necessária para o contínuo desenvolvimento. O estudante de teatro, assim como o profissional, está em constante aprimoramento pessoal.

Como você pôde ver, os benefícios do teatro são verdadeiramente impactantes na trajetória de uma pessoa. É uma vivência transformadora, que tem o potencial de te fazer crescer intelectualmente e emocionalmente.

Aposto que agora você vê o teatro com outros olhos, não é mesmo? Se você se interessou pelo assunto, veja também essa outra discussão sobre a  importância da criatividade no mercado de trabalho!

Acompanhe neste post dicas imbatíveis para você dar conta ao mesmo tempo do emprego, estudos e das competências a serem aprendidas com as artes. Confira!

Como conciliar arte e trabalho?

Na vida, se a gente não encontra algo que nos dê prazer e desenvolva nossas habilidades, é possível que esta não pareça fazer sentido. Há pessoas que se aproximam do mundo das artes, especialmente o teatro, como forma de fazer a vida valer a pena. No entanto, é comum que a pessoa já tenha outros afazeres, como obrigações profissionais e acadêmicas.

Nesse caso, é possível conciliar estudos, arte e trabalho? É claro que sim! Basta saber como organizar a rotina para poder ajustar os horários para dar conta de tudo. Escolher uma escola de artes que seja flexível também ajuda bastante nesse processo.

Quer saber mais? Acompanhe este post e conheça dicas imbatíveis para você dar conta ao mesmo tempo do emprego, estudos e das competências a serem aprendidas com as artes. Confira!

Crie um cronograma semanal para dividir o tempo

Todo mundo já sabe que um dia tem 24 horas e uma semana sete dias. Apesar disso, poucas pessoas conseguem aproveitar todo esse tempo de maneira produtiva. Infelizmente, não podemos esticar o tempo, mas podemos fazer chegar perto disso. Como? Elaborando um cronograma semanal.

Esse tipo de estratégia permite separar cada compromisso da semana por tempo de realização. Para criar o seu planejamento, você deve listar todas atividades para esse período. Isso inclui a jornada de trabalho e estudo, o tempo que você precisa para se dedicar a sua arte e até mesmo aquelas idas ao supermercado — ou seja, tudo que você pretende fazer durante a semana.

Depois de reunir essas informações, você pode criar uma planilha. Nela, você deve distribuir suas atividades em dias e horários (lembrando que é interessante reservar pelo menos duas horas diárias para os estudos). Considere também o tempo de deslocamento entre casa e trabalho: isso faz toda a diferença no cálculo das horas disponíveis.

Lembre-se de incluir, nesta planilha e na sua vida, o tempo de descanso. Os fins de semana (ou pelo menos um dos dias dele) devem ser usados para relaxar. Se a arte que você se dedica for muito relaxante, aproveite o fim de semana para se dedicar ainda mais. Com esse cronograma feito, você terá mais chances de acertar na conciliação entre arte e trabalho.

Comprometa-se com o trabalho e estudo

Chegar em casa com trabalho acumulado não é uma coisa boa — e deixar para estudar no trabalho também não é seguro, pois aquele tempo que você separou no cronograma para se dedicar aos estudos ou trabalho vai ser comprometido. No fim das contas, você vai ficar atrapalhado e compensar seu tempo nas horas que você gostaria de dedicar à arte.

Para evitar isso, comprometa-se com o trabalho e estudos. Evite distrações durante os estudos para dar conta do conteúdo. Também mantenha o foco no trabalho e procure formas de ser mais produtivo. Por exemplo, tente delegar tarefas a seus colegas, trabalhe mais em grupo e tenha uma agenda organizada. Assim, você não deixa que suas atividades se acumulem ao longo da semana

Aproveite seu tempo ao máximo

Por acaso você usa transporte público? Tem ao menos quinze minutos livres dentro do seu horário de almoço? Já imaginou aproveitar esse tempo para realizar algumas atividades? Acredite: mesmo com apenas alguns minutos diários você consegue otimizar a sua dedicação ao seu trabalho, estudo ou à sua arte.

Nesses pequenos intervalos, aproveite para fazer uma leitura obrigatória do curso ou responder àquele e-mail do trabalho. Se quiser deixar esses intervalos prazerosos, aproveite para ler um texto ou assistir àquele vídeo que fala sobre teatro. Juntando minuto por minuto, você consegue reunir uma boa bagagem de conteúdo ao fim do mês.

Use a tecnologia a seu favor

Para organizar a rotina de trabalho e estudos não basta ter dedicação e boa vontade: hoje em dia, é preciso recorrer à tecnologia. Há uma série de aplicativos exclusivamente voltados para otimizar os estudos e o trabalho. Eles geralmente são gratuitos e podem ser baixados no seu celular.

É o caso do MyStudyLife. Esse aplicativo ajuda a fazer o planejamento de seus estudos. Com ele você pode cadastrar trabalhos, provas e compromissos, tudo organizado no dia e horário que você achar melhor. Ele também salva todas as informações na nuvem, não consumindo a memória do seu dispositivo e fazendo com que você consiga acessá-las de qualquer lugar. Baixe esse e outros aplicativos e se beneficie dessas tecnologias!

Conte com a colaboração da família e amigos

Mesmo com toda tecnologia disponível e um excelente cronograma semanal, pode ficar difícil conciliar trabalho e estudos se você não tiver uma ajudinha da família e amigos. Esses podem ser essenciais para manter você no foco e também oferecer apoio emocional.

Converse com seus familiares e amigos que você possui uma rotina tripla: quer se dedicar ao trabalho, estudos e também ao teatro. Peça para eles ajudarem você no cumprimento de algumas demandas vindas tanto do trabalho ou dos estudos quanto na vida em geral. Por exemplo, solicite a ajuda de um amigo para arrumar o seu quarto ou para consertar aquele computador que você precisa tanto.

Também conte com a ajuda deles para se sentir motivado. Compartilhe suas preocupações com eles e não se esqueça de desabafar quando as coisas apertarem. Assim, você se sente mais acolhido e terá mais energia para tocar a rotina.

Ainda convide-os para assistir peças de teatro e até mesmo acompanhar você no teste de elenco. Isso te auxiliará a ter mais otimismo e receber um feedback sobre a arte na qual você se dedica.

Procure escolas de arte com horários adaptáveis

Talvez fique difícil de mudar os horários do seu emprego e das suas aulas na faculdade. Então, a saída para poder conciliar estudos, arte e trabalho é recorrer a escolas de arte com horários adaptáveis. Existem, por exemplo, escolas de teatro que oferecem cursos nos três turnos, o que pode contemplar as suas necessidades.

Além disso, nessas mesmas escolas os encontros são uma vez por semana e têm duração de poucos meses. Assim, você consegue dar conta de outras obrigações, frequentar e se formar no curso de arte que agrada a você.

Essas foram algumas dicas para harmonizar a relação entre estudos, arte e trabalho. É importante destacar que a arte não serve apenas para nos dar uma sensação de relaxamento, mas também para nos possibilitar adquirir experiências diversas. Com o teatro, por exemplo, é possível melhorar a capacidade de expressão e criatividade, reduzindo a dificuldade de argumentar e se comunicar.

Por falar em teatro, já pensou em conhecer uma escola de teatro que oferece cursos para diversos níveis? Entre em contato com a gente e se surpreenda-se!

Antes de tudo, é importante entender que essa expressão é fundamental em uma sociedade democrática e justa. Leia mais no artigo.

A voz da arte: qual a importância da liberdade de expressão?

Prevista na Constituição Brasileira e na Declaração Universal dos Direitos Humanos, a liberdade de expressão é uma das condições mínimas para uma sociedade civilizada. Mas, afinal, o que está por trás dessas três palavrinhas tão comentadas ultimamente? Quando você pensa em liberdade de expressão, o que lhe vem à cabeça?

Antes de tudo, é importante entender que essa expressão é fundamental em uma sociedade democrática e justa. Além disso, a liberdade de expressão também é necessária para o pleno desenvolvimento artístico e cultural de um país. Arte e cultura, como você sabe, são os pilares de qualquer sociedade. Quer entender melhor o assunto? Então, leia com atenção!

A importância da liberdade de expressão

Em primeiro lugar, trata-se de um direito humano. Todos têm a prerrogativa de externar suas ideias, debater sobre temas públicos e questionar as autoridades, com respeito e mediante argumentos, de forma clara e sem anonimato. Caso contrário, teríamos uma sociedade muda, indiferente às mudanças com o avanço dos tempos e incapaz de expressar seus desejos e necessidades, tanto para as autoridades quanto para o mundo.

É um direito que vem sendo muito debatido no país recentemente. Após a pressão e as contestações de grupos que protestaram contra exposições artísticas em diferentes cidades brasileiras, uma pergunta emergiu: afinal, até que ponto vai a liberdade de expressão?

A verdade é que não há resposta pronta para esse tipo de questionamento. A liberdade de expressão abrange, inclusive, o direito de questionar juridicamente alguma mensagem que possa ser considerada ofensiva.

O que é importante esclarecer é que, pela Lei, não há previsão de censura oficial no país e todos são livres para se manifestar da forma que bem entenderem. É fundamental sair do senso comum e começar a agir com senso crítico, buscando um olhar mais complexo das coisas ao nosso redor.

No entanto, é preciso ter consciência dos seus atos. Temos visto recentemente muitos casos de fake news (as chamadas notícias falsas) sendo divulgadas.

Esse ato não se enquadra na liberdade de expressão e o autor pode ser punido. Se manisfestar de forma anônima, nesses e em outros casos, é vedado pela Constituição Brasileira — e compartilhar notícias falsas contribui para tal disseminação.

Liberdade, expressão e a democracia

Por estes e outros motivos apresentados até aqui, a liberdade de expressão anda, lado a lado, com a democracia. Sem a participação plena de todos os setores da sociedade, não pode existir um regime democrático. E a participação de todos pressupõe que o direito à expressão e à manifestação seja igualitário, não é mesmo?

A discussão pública, livre de censura e na qual todos possam externar aquilo que desejam para a comunidade, é a única forma de se chegar ao consenso, de tomar decisões e de iniciar mudanças que são necessárias para a sociedade. Pois, se nem todos são capazes de se expressar, como conhecer seus anseios e vontades para o futuro?

Outro ponto a ser considerado no debate sobre a liberdade de expressão é o acesso livre e pleno à informação. Esta é uma questão muito importante, principalmente na era da internet. Importante ressaltar, contudo, que a Constituição veda o anonimato. Ou seja, é preciso ter responsabilidade ao disseminar informações e opiniões, para não incorrer em erros ou injustiças.

Um cidadão só pode tomar consciência e se expressar em sua sociedade, se ele tem a capacidade de compreender o que se passa ao seu redor. Portanto, é preciso entender como funcionam as estruturas de poder de onde vive. E não só isso. Você também precisa ter acesso ao conhecimento e à cultura, para que consiga formar opinião, e por consequência, debatê-la livremente.

A expressão precisa ser livre em casa, no trabalho, na escola, nas ruas. Uma sociedade reprimida é uma sociedade atrasada, incapaz de arbitrar sobre os próprios rumos e de compreender o que a cerca.

Importantíssima também é a liberdade de expressão na arte. Como expressão máxima de uma cultura e de uma época histórica, as produções de cinema, teatro, música, literatura, fotografia, artes plásticas, entre os outros tantos tipos de arte, reproduzem o modo de vida de um povo. São um legado para o futuro além de, é claro, serem fontes de entretenimento.

A liberdade de expressão na arte

Toda obra artística reflete a visão de mundo do seu criador. Por isso, a arte serve como uma espécie de testemunho de seu tempo, na medida em que demonstra um ponto de vista da sociedade.

O impacto, sua longevidade e referência na história que uma obra de arte terá, depende desses fatores. Um exemplo é o quadro Guernica, do pintor espanhol Pablo Picasso. Com imagens fortes, ele retratou cenas de violência em referência à Guerra Civil Espanhola.

Até hoje, é um dos símbolos desse período histórico, fundamental para contar tal capítulo da história da Espanha, além de uma obra considerada genial, pois expressa uma verdade e um posicionamento próprios do autor. Nada disso teria acontecido se Pablo Picasso não gozasse de plena liberdade para criar sua arte.

Portanto, a liberdade de expressão é um dos fundamentos da arte de qualidade, aquela que é duradoura, que mexe com a vida das pessoas, que reflete a sociedade e que faz alguma diferença.

Uma obra de arte não precisa ser politizada, abertamente discursiva ou denunciando algum problema social para ser eterna e memorável. Basta que dê vazão à liberdade de expressão de seu autor, para registrar o seu momento histórico e conquistar as pessoas por meio da empatia.

Mas é inegável que a arte e a política andam juntas, e que a primeira é um caminho para o melhor entendimento da segunda. Todos os grandes acontecimentos políticos, tanto do passado quanto do presente, foram discutidos e refletidos em criações espalhadas pelo Brasil.

E nesse sentido, se envolver em algum tipo de criação artística escoa aos anseios políticos e inquietações sobre a sociedade. Para aqueles que querem exercer seu direito à liberdade de expressão, procurar uma arte para exercitar sua expressão é fundamental.

O teatro é uma das opções. Por meio da encenação de peças, o artista consegue dar vida aos personagens e situações, dessa forma provocar questionamentos. Trata-se de uma arte muito revolucionária e importante em muitos momentos decisivos da história do país.

Se você procura exercer sua liberdade de expressão de forma plena por meio da arte, e com isso contribuir para uma sociedade mais rica e diversa, busque a forma de arte que tiver mais a ver com você.

O Teatro Macunaíma, por exemplo, oferece opções de cursos de teatro, com muita qualidade e uma grande experiência em ensinar essa arte tão nobre! É uma boa ideia, não acha?

É importante pensar em formas de extravasar a pressão acumulada, já que o estresse pode afetar a saúde. Veja dicas de como aliviar o estresse!

Procurando como aliviar o estresse? Veja 6 dicas de atividades

Vivemos em um mundo extremamente acelerado e conectado. O fluxo intenso de informações, eventos, notícias e opiniões sobrecarrega a mente humana, exigindo cumprimento de prazos, opiniões sobre fatos e atualização sobre tudo o que está acontecendo. No fim do dia, só resta saber como aliviar o estresse, que é resultado direto de tanta pressão.

É importante pensar em formas de extravasar a pressão acumulada, já que o estresse pode afetar a saúde. Os problemas podem ser físicos, como hipertensão ou úlcera, e até mentais, como o desencadeamento de crises de ansiedade.

Por isso, é bom encontrar um hobby que ajude a aliviar o estresse. Confira seis sugestões!

1. Pratique uma dança

Dançar é ótimo para relaxar e se descontrair. Além de ajudar a tirar a tensão de um dia complicado, essa atividade fortalece os músculos e o preparo físico. Além de ser uma maneira para aliviar o estresse, você enriquece a sua bagagem cultural ao aprender ritmos de vários estilos e culturas.

2. Faça aulas de teatro

Fazer um curso de teatro é perfeito não só para as pessoas extrovertidas, mas para ajudar as tímidas a desenvolverem mecanismos para externar suas emoções, o que também ajuda a descarregar as frustrações. Com as atividades lúdicas em grupo, o teatro ajuda a fazer novos amigos e ainda a finalizar um dia cansado com um sorriso no rosto.

3. Seja voluntário

Muita gente quer saber como aliviar o estresse com um hobby que dê motivação. No trabalho voluntário em uma Organização Não Governamental (ONG), além de se esquecer dos próprios problemas em prol da empatia em relação às outras pessoas, você tem a satisfação de proporcionar alegria para elas e poder fazer a diferença para quem precisa.

4. Desenvolva trabalhos artísticos

A arte é terapêutica e libertadora, o que a torna uma ótima opção de hobby para relaxar. Não precisa ter grande conhecimento técnico para fazer disso uma ferramenta de como aliviar o estresse. Você pode pintar telas pela sensação renovadora das pinceladas ou fazer alguns trabalhos artesanais para desocupar a mente.

5. Aprenda a jardinagem

Uma das formas mais aconselhadas para combater sintomas da ansiedade, a jardinagem é um hobby que, além de tirar o peso do estresse, contribui para uma vida mais saudável. Ter contato com a natureza, acompanhar o crescimento das plantas e flores e até plantar os próprios temperos são atividades que melhoram o humor. Não tem quintal? Dá para fazer uma pequena horta vertical na sua varanda também!

6. Aventure-se na cozinha

Como aliviar o estresse e ainda se divertir com amigos? Prepare um prato especial para eles! Mas, se você gosta de testar novas receitas por si próprio, pode achar esse caminho muito divertido também. Misturar condimentos, criar sabores e inovar nos pratos ajuda a tirar as preocupações da cabeça, além de ser uma atividade deliciosa.

O mundo atual pode estar repleto de situações estressantes, mas a boa notícia é que ele também possui várias formas de relaxar. Existem hobbies dos mais variados tipos e gostos. Escolha uma atividade prazerosa, aproveite o momento e mantenha o seu bem-estar em dia.

Se você não tem ideia de como aliviar o estresse ou ainda não descobriu qual hobby mais combina com você, leia nosso outro post e saiba como encontrar o seu!

O que é uma oficina de teatro?

O que é uma oficina de teatro?

Vivenda teve interesse em atuar em teatros? Quando os atores sobem ao palco, você sente aquele arrepio é uma vontade de estar ali também? Talvez você devesse conhecer melhor as especializações em atuação. Há quem diga que não é bom em teatro. Isso pode ser uma mera falta de treino e de adequação à área. O fato é: você não saberá se é bom até tentar. E se você gosta tanto de teatro assim, deve dar uma chance a essa atividade. Quem sabe, você descobre um talento.

Hoje, vamos te contar um pouco mais sobre as oficinas de teatro. Assim, você fica por dentro de todo o contexto das artes cênicas e pode até se engajar em um projeto.

O que é uma oficina de teatro?

Primeiramente, precisamos entender um pouco mais sobre o conceito. Uma oficina de teatro é diferente de um curso, pois ela dura menos tempo. Normalmente, você tem uma oficina quando o evento dura de 1 a 3 dias.

A função da oficina é implementar mais conhecimentos e apresentar uma variedade de vivências ligadas ao mundo do teatro que o participante ainda não conhece. Há, por exemplo, a presença de exercícios de reconhecimento corporal. Afinal, o corpo é muito importante na prática do teatro.

Podemos definir a oficina de teatro como uma introdução. Normalmente, temos a presença de uma pessoa especializada na área, que vai acompanhar o restante do grupo. Esse grupo é de iniciantes, que querem entender um pouco mais sobre o universo das artes cênicas.

Se você está entre esses iniciantes, ou mesmo se você já teve alguma experiência com o teatro mas quer conhecer melhor, é bem vindo na prática. Basta achar a oficina mais próxima de você e aproveitar tudo que esse interessante evento tem a oferecer.

Como a oficina pode te ajudar?

Como já mencionamos, é por meio de uma oficina que você pode ser introduzido melhor ao mundo do teatro. Você não saberá se realmente se interessa pela atividade se não tiver a oportunidade de um conhecimento rápido. E é essa a ideia de uma oficina de teatro.

Você ainda pode melhorar a sua expressão corporal. Esse é um dos elementos mais tratados em teatro. Como você se apresenta, como você reage e como você se porta em diferentes situações. Todas essas coisas podem ser entendidas de uma maneira mais aprofundada.

Há, ainda, aprendizados relacionados a experiências com os demais. É interessante destacar que você sempre pode aperfeiçoar e sua relação com a sociedade e com as pessoas próximas no geral. Basta entender um pouco mais sobre técnicas e estratégias corporais.

Por fim, você saberá como um ator incorpora o papel. Essa não é uma tarefa fácil, pois você precisa sentir na pele os sentimentos do personagem. Expressar sentimentos é um dos fatores mais difíceis de controlar, e você pode se introduzir nessa arte por meio da oficina.

E aí, já está convencido de que a oficina de teatro pode ser um bom investimento para você? Deixe o seu comentário abaixo!

Já ouviu falar do quociente emocional? É um fator determinante para o nosso sucesso profissional e a harmonia das nossas relações: a inteligência emocional.

Veja como a arte atua na inteligência emocional

Quando se trata de falar quem é inteligente, muita gente logo se lembra da sigla “Q.I”, o quociente de inteligência. Mas você já ouviu falar do “Q.E”, o quociente emocional? É um fator que pode ser determinante para o nosso sucesso profissional e a harmonia das nossas relações interpessoais: a inteligência emocional.

De acordo com o psicólogo e criador do conceito, Daniel Goleman, isso tem a ver com a capacidade de conhecer as próprias emoções e saber geri-las apropriadamente. Além disso, ter inteligência emocional diz respeito a saber se automotivar e ter empatia ao reconhecer as emoções dos outros.

A importância de se trabalhar as emoções

Desenvolver essa habilidade nem sempre foi uma preocupação do mercado de trabalho. Porém, essa percepção mudou. Administrar as próprias emoções é tão importante para conseguir bons resultados em uma empresa quanto ter conhecimento do assunto.

Além disso, ter empatia e saber avaliar as emoções das outras pessoas é fundamental para colocar qualquer projeto em prática. Isso vale tanto no emprego quanto nas relações amorosas, familiares ou com amigos.

O incentivo da arte no desenvolvimento da habilidade

Uma das melhores formas de estimular a inteligência emocional é a arte. Normalmente, é uma disciplina tida como pouco importante no currículo escolar. Quando a criança se torna adulta, ela, muitas vezes, acaba não vendo importância na arte e se distancia ainda mais dela.

Mas é justamente isso que nos ajuda a expressar a nossa própria individualidade. Por meio de produções artísticas, como o teatro, a pintura, a escultura, o desenho, as instalações e diversos outros, o lado emotivo é despertado.

O ato de criar é intimamente ligado a quem realmente somos, aos nossos sentimentos. Esse despertar vai buscar as emoções que estão mais guardadas na mente e trazê-las ao mundo físico para que você finalmente tenha contato com elas.

A criatividade como articuladora de emoções

Para que a arte possa trabalhar a inteligência emocional, é preciso que exista um caminho para que o sentimento vá para a superfície, já que, muitas vezes, ele é inconsciente.

Nem sempre compreendemos o que sentimos e, em consequência, não entendemos o que afeta as nossas ações. O fluxo criativo é a forma de pescar as emoções e desenvolvê-las em produções artísticas.

É por isso que o trabalho artístico é uma verdadeira jornada de autoconhecimento! Ao descobrir nossos próprios sentimentos, podemos administrá-los melhor e aprimorar as nossas habilidades sociais. Para isso, é claro, é preciso praticar sempre a criatividade.

Entrar em contato com as próprias emoções pode ser um desafio para a maioria, mas encare como uma forma maravilhosa de se conhecer. Diversas atividades artísticas podem transformar essa tarefa em algo prazeroso e profundamente renovador.

A arte ajuda a trabalhar os próprios sentimentos e também a nos tornar mais sensíveis às emoções dos outros, o que contribui para a nossa empatia. Ao desenvolver produções artísticas, o nosso olhar fica mais apurado para o que está ao nosso redor, para o significado de outras manifestações.

Além de ser algo extremamente necessário no mundo atual, desenvolver a inteligência emocional é um processo que vai transformar a sua vida pessoal, profissional, além de influenciar o círculo em torno de você.

A arte ajuda você a desenvolver a sua inteligência emocional? Deixe um comentário!

Quer saber como desenvolver a concentração, entender como as artes podem lhe ajudar a ser uma pessoa mais focada e qual é o papel do teatro nesse processo?

Saiba como melhorar a concentração por meio da arte

Ter foco para realizar seus objetivos nem sempre é fácil, ainda mais com todas as distrações oferecidas pela tecnologia. No entanto, saber como melhorar a concentração não é tão difícil. O estudo e a prática da arte são uma excelente combinação para desenvolver as habilidades de memória e ter mais foco no dia a dia.

Quer saber como desenvolver a concentração, entender como as artes podem lhe ajudar a ser uma pessoa mais focada e qual é o papel do teatro nesse processo? Então é só continuar a leitura deste post!

Como melhorar a concentração?

Concentrar-se nada mais é do que direcionar sua atenção para um único ponto. Ter a capacidade de se concentrar em uma atividade de cada vez, sem se distrair com outras coisas é essencial para a produtividade e para os relacionamentos interpessoais.

É bastante desagradável conversar com alguém que não presta atenção no que a gente diz, não é mesmo? Fique atento aos seguintes pontos para aprimorar seu foco:

  • tenha disciplina e adote hábitos como a meditação diária;
  • faça uma coisa de cada vez e só comece outra tarefa depois de terminar a anterior;
  • preste atenção aos detalhes, inclusive a seus movimentos — enquanto escova os dentes ou penteia o cabelo, por exemplo;
  • pratique atividades que estimulem a memória, como o teatro.

Qual é a relação da arte com esse processo?

Segundo o psicólogo americano Howard Gardner, criador da Teoria das Inteligências Múltiplas, exitem oito tipos diferentes de inteligência: linguística, lógico-matemática, naturalista, intrapessoal, interpessoal, espacial, musical, e corporal e sinestésica.

A expressão artística se apresenta como uma ferramenta importante no desenvolvimento da memória e da concentração exatamente por nos fazer lidar com várias competências ao mesmo tempo. Ao fazer um desenho, por exemplo, exercitam-se as capacidades visual e motora, bem como a criatividade.

Além disso, para fazer qualquer trabalho artístico, é necessário ter disciplina para estudar o que será desenvolvido — seja a própria história da arte, como desenvolver uma personagem no teatro, seja uma pesquisa para montar uma escultura.

Para que seus resultados sejam satisfatórios, é necessário aprender a se concentrar, seja qual for a atividade a ser realizada. Imagine só tentar pintar um quadro sem prestar atenção às pinceladas: é provável que obtenha uma figura disforme ou que sequer consiga desenvolvê-la.

Como o teatro pode ajudar você a ter mais foco?

Os jogos, as dinâmicas e as brincadeiras do curso de teatro são voltados para a integração, a prontidão, o improviso e a desinibição do aluno. As aulas envolvem, ainda, exercícios de concentração e memorização, já que é preciso lidar com textos e necessário decorar falas para viver personagens no palco.

Além disso, é uma arte coletiva e que envolve o trabalho em equipe. Os alunos criam cenários e histórias com seus colegas por meio de atividades lúdicas — que envolvem aventura e diversão. É por isso que o aprendizado e as grandes diferenças de comportamento acontecem sem que se dê conta do processo.

Vale ressaltar que o teatro é uma arte que fortalece o inconsciente de maneira muito natural, trazendo mudanças realmente efetivas, pois nada é forçado. Todas as habilidades e fraquezas do aluno são analisadas e aperfeiçoadas para saber como melhorar a concentração e o desempenho como um todo.

Após a leitura deste post, fica fácil perceber como a arte é uma excelente ferramenta para que um indivíduo se torne mais focado e consiga alcançar seus objetivos. Então, aproveite para curtir nossa página no Facebook e continue seu aprendizado com nosso conteúdo por lá também!