Tag Archives: autoconfiança

Como podemos apoiar os filhos que desejam seguir carreira na área das artes cênicas? Você descobrirá algumas dicas para ajudar o seu filho nessa empreitada.

Meu filho quer ser ator, como ajudá-lo e quais as possibilidades profissionais?

Quando pequeno, o que você sonhava em ser quando crescer? Independentemente disso ter ou não se tornado realidade, uma coisa é certa: cada criança tem um desejo completamente único. E se você está lendo este artigo agora, provavelmente o sonho de seu filho é ser ator quando atingir a idade adulta, certo?

Pode parecer um pouco estranho, e é comum que você esteja até um tanto quanto preocupado. No entanto, a carreira de ator é extremamente abrangente, e apoiar o sonho de seu filho trará imensos benefícios para a formação dele, ainda que no futuro ele mude de ideia e deseje seguir outros rumos.

A razão para isso é bem simples: as aulas de teatro auxiliam no desenvolvimento de uma série de habilidades fundamentais para qualquer tipo de profissão e também para a formação da personalidade das crianças, que se tornam mais extrovertidas, criativas, empáticas e observadoras.

Mas afinal, como podemos apoiar as crianças que desejam seguir carreira na área das artes cênicas? A seguir, você descobrirá algumas dicas simples para ajudar o seu filho nessa empreitada. Vamos lá? Boa leitura!

Leve a criança para eventos e peças teatrais

O primeiro passo para demonstrar todo o seu apoio aos sonhos de seu filho é levá-lo, sempre que possível, às atrações da área. Assistir às peças teatrais infantis, com certeza, será um grande passeio em família e deixará a criança ainda mais animada pelo que está por vir!

Inscreva o seu filho em aulas de teatro

O segundo passo é, sem dúvidas, inscrever a criança em aulas de teatro. Nesse momento, ele aprenderá os principais conceitos da arte e fará uma série de dinâmicas com o objetivo de trazer mais desenvoltura e aprimorar o talento que ele possui.

Ajude o pequeno a desenvolver a autoconfiança

A autoconfiança é uma das principais características de um bom ator. Essa habilidade é constantemente trabalhada nas aulas, mas também é papel dos pais e responsáveis desenvolvê-la, seja por meio de elogios, do incentivo à autonomia ou do reconhecimento dos pontos fortes da criançada.

Incentive o estudo de aulas de canto

Por fim, é muito importante que os pais estimulem também o desenvolvimento de outras habilidades que podem ser úteis para a futura carreira de seus filhos. As aulas de canto, por exemplo, são uma boa alternativa para trazer mais conhecimento para a criançada e ajudá-la a desenvolver diferenciais para o ramo das artes cênicas.

Já deu para perceber que possível ajudar seu filho a ser ator, certo? Ainda que ele mude de ideia no futuro, tenha em mente que esse auxílio não será em vão, já que o teatro é uma arte muito vantajosa para as mais diversas áreas da vida de uma pessoa.

O mais importante é sempre procurar uma escola que seja referência em ensino e que possa realmente auxiliar o seu filho a se tornar não só um ator melhor, mas um ser humano muito mais completo e inserido na sociedade!

Ficou com alguma dúvida sobre o curso de teatro ou sobre a carreira em geral? Não se preocupe! Entre em contato! Acesse aqui e tire todas as suas dúvidas. Aguardamos a sua mensagem!

Quer conhecer alguns dos benefícios de despertar a criatividade infantil e como o teatro pode contribuir com esse processo?

Entenda como o teatro ajuda a despertar a criatividade infantil

A fantasia, a imaginação e a curiosidade são características naturais das crianças. Para elas, o mundo é um lugar de descobertas diárias, experiências incríveis e aprendizados constantes. Por isso, despertar a criatividade infantil é fundamental para que os pequenos se tornem adultos bem resolvidos e produtivos.

Atividades como desenhar, pintar, montar e escrever são de extrema importância ao estimular a inventividade e ajudar as crianças a desenvolverem capacidades analíticas e de resolução de problemas. Com o apoio de pais e professores, até os mais tímidos podem adquirir autonomia para explorar suas ideias e melhorar sua autoestima.

Quer conhecer alguns dos benefícios de despertar a criatividade infantil e como o teatro pode contribuir com esse processo? Então, continue a leitura e confira!

Facilita o processo criativo

Por meio das diversas atividades e brincadeiras — em grupo ou individuais —, o teatro é uma prática ideal para auxiliar a criança a desenvolver suas expressividades verbais, corporais e, ainda, exercitar a sua agilidade mental e capacidade de memória.

Diferente de muitas das tarefas que compõem a rotina dos pequenos, as aulas de teatro favorecem a concentração e despertam a sua atenção. Além disso, devido à sua contribuição para o processo criativo, a atividade é uma importante aliada para inspirar novas ideias e soluções.

Dessa forma, sempre que a criança se deparar com algum obstáculo ou dificuldade, ela saberá contorná-los com facilidade, sem deixar que as complicações afetem seu desempenho ou aprendizado.

Promove a autoconfiança

Além de incentivar o convívio social e o trabalho em grupo, o teatro combate a timidez e permite que os pequenos desenvolvam a autoconfiança, a empatia e a própria independência.

Esse tipo de atividade desperta, também, a consciência corporal, coordenação motora e facilita o crescimento pessoal e cultural, já que aproxima as crianças de conteúdos artísticos, como poesia, literatura, música, e reforça o interesse pela leitura.

Assim, com segurança e determinação, elas perderão o medo de falar em público e se sentirão mais confortáveis para lidar com as mais variadas situações, facilitando seus relacionamentos, seu próprio desempenho e, claro, sua comunicação e expressividade.

Estimula a criança a pensar por si mesma

Durante o processo de aprendizado, as crianças devem ser incentivadas a pensar por si mesmas. Nessa fase, a curiosidade e a imaginação são algumas de suas principais características, portanto, elas precisam conviver em ambientes que proporcionem a busca pela própria independência.

Pais e professores devem ajudar e orientar os pequenos, mas nunca obrigá-los a seguir normas de como as cores devem ser utilizadas, por exemplo. Afinal, o processo criativo deve ser permitido e estimulado desde os primeiros anos de vida.

Encoraja os pequenos a enfrentar desafios

Pessoas criativas costumam dispor de mais coragem para enfrentar as dificuldades e desafios diários, pois conseguem ter boas ideias com muito mais facilidade e rapidez, seja no âmbito pessoal ou profissional.

Por isso, despertar a criatividade infantil desde cedo é importante para que os pequenos se tornem adultos determinados e perseverantes.

Promove a solução de problemas

Estimular a imaginação das crianças também é essencial para que elas se sintam mais confiantes e confortáveis para buscar soluções para os problemas do dia a dia.

Esse encorajamento constante possibilita que os pequenos se habituem a enfrentar as adversidades com praticidade e inovação, sem deixar que os contratempos interfiram em suas vidas.

Cada criança tem a sua própria fonte de inspiração, porém, apresentar novas possibilidades para que elas possam desenvolver ideias originais é fundamental. E uma das maneiras mais eficientes de despertar a criatividade infantil é por meio do teatro.

Essa atividade permite que os pequenos se apresentem de forma livre, espontânea e dinâmica, revelando a sua imaginação e favorecendo o desenvolvimento de suas expressões corporais, emocionais e verbais.

Além disso, o teatro é uma excelente solução para encorajar as crianças a saírem do senso comum e pensarem de maneira inovadora, pois a arte auxilia o crescimento cultural e pessoal do indivíduo como um todo.

E aí, quer saber como despertar a criatividade infantil de uma forma diferenciada, divertida e contagiante? Então, descubra mais num curso de teatro infantil.

Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas?

Como o teatro ajuda a melhorar a autoestima?

Problemas com a autoestima e a falta de confiança não são nada incomuns e podem ser considerados algumas das emoções mais corriqueiras na personalidade humana. Afinal de contas, quem não se sente um pouco inseguro de vez em quando? Exercitar essa questão, no entanto, é extremamente importante para o nosso desenvolvimento e o teatro é um importante aliado nessa busca.

Nos tempos atuais, com a constante interferência da mídia em nossas vidas, encontrar um equilíbrio e ter um relacionamento saudável com nós mesmos tem se tornado ainda mais complicado. Estamos constantemente cercados de cobranças e pressões, muitas vezes alimentadas por expectativas inatingíveis, que podem trazer diversos problemas para a nossa saúde.

Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas? Descubra a resposta para todas essas perguntas e saiba como o teatro pode ajudar. Boa leitura!

Quais são os benefícios gerais das aulas de teatro?

O teatro é uma arte milenar que lida diretamente com as emoções humanas e todas as suas nuances. Por isso, ele é responsável pelo desenvolvimento de diversas habilidades, sejam elas na expressividade, sejam elas emocionais. Na realidade, o desenvolvimento emocional é uma das principais características das artes cênicas.

Algumas das capacidades desenvolvidas em aula são:

  • criatividade;
  • redução da timidez;
  • oratória;
  • desenvoltura;
  • liderança;
  • trabalho em equipe;
  • memorização;
  • concentração.

Todas essas habilidades, quando somadas, trazem inúmeros benefícios para as nossas relações pessoais e profissionais e para o modo como nos vemos. As aulas são responsáveis por estimular a reflexão e aumentar nossa empatia, criando uma maior conexão entre nós e o mundo. Afinal, para estarmos realmente conectados com o todo, precisamos conhecer bem a nós mesmos.

Por conta disso, o teatro é uma excelente ferramenta para auxiliar na melhora da autoestima e da autoconfiança, pontos essenciais para que obtenhamos sucesso em áreas variadas de nossa vida.

O que é autoestima?

É um termo bastante utilizado nos campos da psicologia e de outros estudos da mente dos seres humanos e significa, em poucas palavras, o modo como avaliamos e percebemos a nós mesmos. É, em síntese, a opinião que um indivíduo tem sobre si.

Estimar a si mesmo nem sempre é fácil. Além disso, reconhecer nossa relevância para o mundo e perceber o nosso valor individual é um trabalho progressivo e contínuo.

Qual é a sua importância?

Pare o que estiver fazendo e reflita sobre uma questão: você já deixou de fazer algo por se sentir um pouco inseguro sobre aquela atitude? Já perdeu uma grande oportunidade de emprego por se sentir incapaz ou não convidou um interesse romântico para sair por medo da rejeição? Saiba que tudo isso está ligado à nossa autoestima.

Já deu para notar que ela afeta todos os tipos de relações em diferentes áreas de nossa vida, não é mesmo? Quando baixa, ela pode afetar o modo como nos relacionamos, tornando-nos extremamente fechados ou suscetíveis a entrar em relacionamentos abusivos, ou nos fazer perder boas oportunidades em nossas carreiras e estudos por medo de falhar.

Em outras palavras, essa característica nos impede de atingir todo o nosso potencial e torna a conquista de nossos objetivos muito mais complicada. No entanto, uma autoestima extremamente elevada também pode ser prejudicial, afastando as pessoas e tornando-nos inflexíveis e incapazes de aprender com nossos próprios erros, impossibilitando a evolução pessoal.

Por isso, é preciso encontrar um equilíbrio positivo, que pode ser medido por alguns pontos, como:

  • confiança;
  • segurança nas opiniões;
  • consciência de limitações e pontos fortes;
  • otimismo;
  • habilidade de aprender com os erros e não se deixar abater;
  • capacidade de aceitar os erros alheios;
  • baixa sensação de culpa;
  • capacidade de dizer não;
  • rápida resolução de problemas;
  • manutenção da independência e, ao mesmo tempo, habilidade em trabalhar em equipe;
  • sensação de conforto com emoções variadas, incluindo as negativas.

Como o teatro pode nos ajudar a desenvolver a autoestima?

O teatro é um dos meios mais eficientes para o desenvolvimento do autoconhecimento, da aceitação de sí próprio, que está intimamente relacionado com todas as questões da autoestima. Ao lidar tão profundamente com as emoções humanas, essa arte possibilita a reflexão e o aprendizado. Confira, a seguir, algumas maneiras como as artes cênicas podem nos ajudar a gostar mais de nós mesmos.

Coloca-nos frente a frente com situações inusitadas

Muitas vezes, a falta de autoestima faz com que tenhamos um medo irracional de fracassar quando nos vemos diante de situações novas e inesperadas. Com as aulas de teatro, isso se tornará coisa do passado.

Durante os encontros, os alunos são constantemente expostos a situações completamente diferentes de tudo que já viveram antes. Isso possibilita a exploração das sensações de medo e insegurança em um ambiente completamente acolhedor e seguro, aumentando a confiança e preparando-os para enfrentar as adversidades do mundo real.

Possibilita a criação de laços afetivos

Os laços afetivos são grandes responsáveis pelo desenvolvimento da autoestima, pois trazem sentimentos acolhedores e fazem com que nos sintamos mais queridos e inclusos no mundo.

As artes cênicas são, provavelmente, um dos tipos de arte mais inclusivos de todos. Qualquer pessoa pode fazer teatro e beneficiar-se imensamente com suas aulas. Por isso, uma variedade muito grande de pessoas é atraída para esse meio, o que faz desse um ambiente bastante diversificado. Assim, fica muito mais fácil fazer novos amigos!

Auxilia na identificação de pontos fortes

O desenvolvimento das habilidades mencionadas no início de nossa conversa contribuem bastante para o autoconhecimento — crucial para que possamos desenvolver melhor nossas habilidades e potenciais.

Com isso, tornamo-nos mais seguros naqueles momentos sobre os quais sabemos ter domínio e podemos trabalhar ainda mais para melhorar os pontos mais fracos. Além disso, aprendemos a conviver melhor com as fraquezas e compreender que a perfeição é algo inatingível.

Ensina novas habilidades

Vários exercícios feitos em aula servem como ferramentas para estimular o desenvolvimento da autoestima. Jogos lúdicos, a aventura presente nas aulas e a descontração dirigida exigem, gradualmente, cada vez mais rapidez de pensamento e adaptação às mais diversas situações, ensinando-nos a lidar com problemas com muito mais agilidade.

Além disso, a criatividade é imensamente trabalhada no teatro, um lugar em que não há limites para a imaginação. Assim, passamos a nos conhecer muito melhor e a nos sentirmos cada vez mais seguros e confortáveis em nossa própria pele.

Reduz a timidez e a ansiedade social

Você já se sentiu desconfortável em seu próprio corpo e extremamente consciente de si mesmo? Essa sensação é parte do dia a dia de pessoas tímidas e inseguras, que acreditam que todos estão olhando para elas durante o tempo todo.

O teatro é capaz de reduzir a timidez, trabalhando diversos pontos do emocional dos alunos. Com um pouco de prática, todos estarão, de fato, olhando para você e o melhor: isso não fará a mínima diferença. A autoconfiança e a autoestima andam, sem dúvidas, de mãos dadas.

Como podemos ver, ter uma boa autoestima é essencial para evoluirmos cada dia mais e conquistarmos todos os nossos objetivos. Felizmente, o teatro é um modo prazeroso e divertido de trabalhar essa questão. O que você está esperando para subir ao palco?

Quer receber todos os nossos conteúdos em primeira mão e sem nenhum esforço? Assine a nossa newsletter! Dessa forma, todas as novidades serão enviadas diretamente para o seu e-mail.

Quer saber como desenvolver a segurança própria? É só continuar a leitura deste artigo e descobrir nossas dicas! Vamos lá?

Como ter autoconfiança? Aprenda a trabalhar a própria

Confiar em si é algo essencial para todas as áreas de nossa vida — seja ela no âmbito pessoal ou no profissional. Porém, nem sempre é fácil saber como ter autoconfiança, já que é uma característica que requer uma boa autoestima e que você acredite no próprio potencial.

Pessoas autoconfiantes inspiram segurança e conseguem enfrentar os obstáculos do dia a dia com mais tranquilidade. Elas também sabem seus limites e os respeitam, sempre sabendo a hora de dizer não.

Quer saber como desenvolver a segurança própria? É só continuar a leitura deste artigo e descobrir nossas dicas! Vamos lá?

Saia da sua zona de conforto

Sabemos que a chave para qualquer mudança está fora de sua zona de conforto, mas costuma ser bem difícil sair dela. No entanto, é assim que você vai descobrir como ter autoconfiança, pois aumentará sua experiência de vida por meio do contato com pessoas e pontos de vista diversos.

Por isso, não tenha medo de arriscar e tentar coisas diferentes e que nunca tenha feito antes — como um esporte que sempre lhe pareceu interessante, mas que nunca teve a coragem de começar.

Seja organizado

Essa dica vale para qualquer tipo de situação e é essencial para sua evolução. Quando você tem uma rotina desorganizada, acaba minando sua energia com a quantidade de tarefas pendentes e prazos se aproximando. Isso só gera muito estresse e sua confiança e autoestima ficam bastante abaladas.

Procure fazer uma planilha — ou até manter uma agenda simples, se preferir — com todos os seus horários, compromissos e afazeres importantes anotados. Dessa maneira, fica mais fácil saber o que precisa ser priorizado e sua rotina passará a ser bem mais fluida.

Mantenha o aprendizado

Com a evolução da tecnologia, ficou ainda mais fácil manter um aprendizado constante, pois há uma imensidão de cursos disponíveis (muitas vezes gratuitos) online. Você pode aproveitar para se aprofundar em sua área ou até se aventurar por novos caminhos.

Uma pessoa que sempre busca adquirir mais conhecimento se sentirá mais segura para realizar suas tarefas, já que aprenderá diversas maneiras de resolver um problema e entenderá melhor o ambiente em que está inserida.

Ajude os outros

Sabemos que ajudar a quem precisa traz uma sensação de bem-estar e satisfação, não é mesmo? Você pode procurar por instituições de caridade e participar de ONGs que fazem resgates de animais, por exemplo. Vale amparar amigos e familiares que também estejam precisando de algo.

É importante que esse processo de auxílio seja feito sem esperar nada em troca, pois é assim que realmente se sentirá recompensado. Não adianta apenas fazer algo forçado, que seja para satisfazer o ego.

Além disso, ao oferecer apoio — seja ele de que tipo for —, é possível descobrir todo o seu potencial e trabalhar mais sua empatia. E, quem sabe, encontrar até algum talento que parecia estar se escondendo de você.

Tenha uma vida social mais ativa

Sim, o descanso é essencial para ter uma vida mais saudável e conseguir cumprir suas tarefas sem se estressar, mas o contato pessoal é muito importante para o desenvolvimento de sua confiança. O ponto aqui é se divertir com seus amigos e pessoas que lhe fazem bem.

Quando interage com os outros, você coloca seus sentimentos em prática, o que é essencial para sua saúde mental — e também física, já que isso ajuda a relaxar. Por isso, aceite aquele convite para um happy hour, visite as pessoas e faça mais reuniões em casa.

E então, curtiu nossas dicas? Tem mais alguma sugestão ou dúvida de como ter autoconfiança? Conte para a gente nos comentários!

Maneiras de melhorar sua autoestima e ser mais feliz

Conheça maneiras de melhorar a autoestima e ser mais feliz

Ser feliz e ter qualidade de vida é uma condição primordial para a nossa existência. Um dos fatores mais importantes para conquistarmos estes estados de plenitude é cultivar a nossa autoestima. Mas você saber o que este termo significa?

Autoestima é a capacidade de se perceber, de olhar para si e identificar as suas qualidades, o seu valor, os seus atributos morais e éticos. Assim, é possível desenvolver um sentimento de amor próprio e fazer de tudo para manter esse estado de espírito, pois ele traz um bem-estar psíquico que reflete em todos os aspectos da vida da pessoa.

Porém, algumas pessoas têm certa dificuldade em ter autoestima por diversos motivos que, muitas vezes, fogem de seu controle. Entre esses motivos podemos citar a culpa, a rejeição, a carência, o sentimento de inferioridade, a frustração, a timidez, a insegurança, os traumas de infância, entre outros sentimentos.

Se você quer saber como melhorar a autoestima, acompanhe as nossas dicas e comece a praticar a partir de agora. Vamos lá?

Desenvolva a autoconfiança

Ter confiança em si é uma atitude que deve fazer parte da rotina de quem precisa melhorar a autoestima. Partindo do pressuposto de que somos todos falhos pelo fato de sermos humanos, estamos juntos no mesmo barco aprendendo como nos tornar pessoas melhores.

Com base nesse preceito, você pode, em tudo que faz, sempre, investir com o seu melhor. Com caráter, ética e disciplina é possível ter estrutura emocional para seguir adiante em qualquer tarefa. Portanto, confiar em si mesmo é uma pratica á ser exercitada para que os seus efeitos estejam cada vez mais perto do ideal.

Cuide de si e de suas emoções

Curar as feridas que ficam insistindo em dar sinal de vida é primordial para reforçar a confiança e o amor em nós mesmos. Seja o que for que tenha acontecido, saiba que você fez o melhor que podia ser feito na época. Olhe para a situação, respire, por pior que seja, sempre temos a oportunidade de aprender com cada situação da vida. Quais são os aprendizados que a vida me trouxe? O que eu preciso me transformar? Procure cultivar os estímulos que potencializam a sua transformação, ao invés de culpabilizar os outros. Isto irá ajudar a fortalecer seu estado emocional.

Fazer terapia, conversar com um amigo querido, escolher com cuidado os alimentos, passar mais tempo com os familiares, ler um bom livro, ir ao cinema, praticar atividades físicas — de preferência ao ar livre — são formas de cuidar da sua saúde física e emocional para ficar bem consigo e ter estrutura para lidar com sentimentos ruins.

Tenha metas a serem cumpridas

Exercite escrever em um papel metas claras de curto, médio e longo prazo. Em uma pesquisa da Universidade de Harvard que durou 10 anos, verificou-se que apenas 3% das pessoas escrevem metas claras em um papel. E depois destes 10 anos, este grupo de 3%, tinha realizado 10 vezes mais do que os outros 97%. Portanto, é um hábito importante e  acessível a todos. Escreva e deixe em um local visível para você. Isto potencializa sua execução. Quando cumprir cada etapa, comemore! Isto é muito importante para fortalecer a autoestima!  E já passe para o próximo passo para continuar no foco.

Cada etapa conquistada tem sabor de vitória, e quanto mais visualizamos nosso avanço, mais autoconfiantes e disciplinados ficamos, e, consequentemente, mais elevamos a autoestima.

Invista no autoconhecimento

De nada adianta ter metas, cuidar de si e ser autoconfiante sem antes ter autoconhecimento. E não é tarefa fácil olhar para si, justamente pelo motivo de estarmos sempre acostumados a olhar para o outro.

Se concentrar em descobrir os seus gostos e anseios, os aspectos mais íntimos de sua personalidade, o modo de ser, agir e pensar, é um exercício que deve ser feito diariamente.

Encontrar atividades que desenvolvam o autoconhecimento também é um aspecto importante. Aulas de teatro, por exemplo, são uma boa opção, pois quem faz teatro aumenta a sua percepção de mundo, além de conquistar amigos com o mesmo interesse.

O divertimento e o lúdico trabalhado no teatro causa uma sensação de bem-estar, principalmente por promover o sentimento da auto aceitação. Dessa forma, que tal entrar para um curso de teatro?

Agora que você ampliou os seus saberes de como melhorar a autoestima, compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais!