Tag Archives: autoestima

Descubra exatamente como as aulas de teatro infantil podem fazer com que seu filho seja uma pessoa muito mais preparada para encarar o mundo que o espera!

Devo colocar meu filho no teatro infantil? Descubra aqui!

Por muito tempo, as aulas de artes cênicas foram vistas como uma ferramenta voltada exclusivamente para a formação de atores, atrizes ou outros profissionais da área teatral. No entanto, nos últimos anos o teatro infantil foi ganhando força e essa arte passou a ser vista como uma ótima atividade para o desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Além da ação profissionalizante, as aulas de teatro aplicadas na infância e adolescência são uma excelente maneira de incentivar o desenvolvimento de diversas habilidades fundamentais para a vida dos indivíduos. Por meio delas, o aluno passa a se conectar melhor com o mundo e até mesmo ter mais sucesso profissional no futuro.

Não está convencido? Continue a leitura e descubra exatamente como as aulas de teatro podem fazer com que seu filho seja uma pessoa bem-sucedida e muito mais preparada para encarar o mundo que o espera!

Como funciona o teatro infantil?

As aulas de teatro infantil fazem parte do que é conhecido como educação lúdica. Esse tipo de ensino é focado no aprendizado e conta com o auxílio de diferentes estímulos, como as artes cênicas, a música e o desenho. Assim, a criança consegue desenvolver diversas características e habilidades de modo diversificado e divertido.

Esse tipo de educação vem ganhando muito espaço ultimamente e tem se mostrado bastante eficaz. De fato, as habilidades desenvolvidas nas aulas de teatro são procuradas por diversos empregadores e fazem a diferença no dia a dia de quem as aprende, especialmente durante a infância.

As aulas seguem mais ou menos o mesmo ritmo do teatro para adultos, respeitando, obviamente, as limitações e particularidades dos alunos. Os temas tratados são condizentes com a faixa etária, assim como as atividades propostas.

Quais as principais vantagens das aulas de teatro infantil?

Agora que você já conhece um pouco sobre o funcionamento das aulas de teatro infantil, que tal saber quais são as principais vantagens trazidas por essa arte para o desenvolvimento dos pequenos?

Favorece a interação entre os alunos

Ainda que os laços de amizade criados na primeira infância não sejam, na maioria das vezes, para sempre, a interação entre os alunos é essencial. Durante a adolescência, então, essas relações se tornam ainda mais relevantes para a formação psicológica e para o desenvolvimento da autoestima dos estudantes.

No teatro, aprende-se diariamente a lidar cada vez melhor com todos os aspectos dos relacionamentos humanos, seja por meio do estudo de textos que nos conectam com as emoções, pelo desenvolvimento da empatia ou simplesmente por conta do incentivo da criação de amizades entre os participantes.

Trabalha e exercita a comunicação

Ainda falando sobre o papel do teatro no desenvolvimento da comunicação, é importante mencionar quais são exatamente os aspectos trabalhados durante as aulas. Um dos principais é a expressão corporal, que é largamente estimulada e tem grande importância no modo como nos comunicamos.

Além disso, podemos citar a redução da timidez excessiva, o aprendizado da arte da oratória (a capacidade de falar bem em público), a melhora da dicção e da colocação vocal e, até mesmo, a facilidade em lidar com as palavras. Essas características são fundamentais para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis e para o futuro profissional.

Estimula o amadurecimento emocional

O autoconhecimento é peça-chave para garantir o amadurecimento pessoal e o fortalecimento da inteligência emocional. Todas essas características estão interligadas e garantem muito mais estabilidade e segurança nas ações de quem as dominam.

No teatro, o aluno passa a conhecer a si mesmo por meio da leitura de textos e do desenvolvimento da empatia, além dos exercícios propostos durante as aulas e dos debates levantados. Assim, fica muito mais fácil conhecer seus pontos fortes e fracos e saber como enfrentar as mais diversas situações, sem jamais perder o jogo de cintura.

Aumenta a autoestima de crianças e adolescentes

Também conhecida como amor próprio, a autoestima é uma característica muito importante, especialmente nos dias de hoje. Com a supervalorização dos padrões de beleza impostos pela sociedade e a constante pressão, é muito comum observarmos crianças e adolescentes desconfortáveis e extremamente inseguros.

No dia a dia do teatro, os alunos aprendem a se respeitar e a valorizar seus pontos positivos. Ao gostarem de si mesmos, passam a ser mais seguros e menos tímidos, conquistando melhores oportunidades e explorando todo o potencial que possuem.

Melhora o desempenho acadêmico

Já deu para notar que todos esses pontos acabam sendo muito positivos para o desempenho na escola, não é mesmo? O desenvolvimento da responsabilidade, da autoestima, do autoconhecimento e da comunicação é crucial para que as crianças se deem bem no âmbito acadêmico e, futuramente, arrasem em suas profissões.

Além disso, o teatro trabalha as habilidades cognitivas, como memorização, concentração e coordenação motora. A criatividade e a imaginação também são largamente exploradas nas aulas e favorecem a rotina escolar das crianças.

Ensina um ofício desde cedo

Por fim, podemos citar o benefício de aprender um ofício antes do tempo considerado regular. Muitos atores, tanto nacionais quanto internacionais, iniciaram a carreira nos palcos ainda crianças e desenvolveram, desde então, um verdadeiro amor pelas artes cênicas.

Mesmo que esse não seja o principal objetivo, é possível que seu filho pegue gosto pela arte teatral e resolva seguir carreira nesse ramo. De qualquer modo, é interessante ter uma profissionalização para eventuais necessidades, ainda mais uma que desenvolve tantas características e abre tantas portas como o teatro.

Gostou de conhecer as principais habilidades desenvolvidas com as aulas de teatro infantil e os seus benefícios? Como vimos, essa prática é excelente até mesmo para as crianças e jovens que não querem seguir uma carreira na área.

Tenha em mente que o desenvolvimento emocional, psicológico e cognitivo é extremamente valorizado e prepara o aluno para a vida!

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto? Nossa equipe está sempre à disposição para bater um papo com você e nosso principal objetivo é responder todos os seus questionamentos. Entre em contato com a gente e vamos conversar!

Neste post, vamos mostrar como algumas técnicas teatrais podem auxiliar você nessa jornada de melhorar a autoestima. Veja mais aqui.

Afinal, como o teatro ajuda a aumentar a autoestima?

Problemas com insegurança fazem parte da vida de muitas pessoas — e é até normal nos sentirmos dessa maneira em certas situações. No entanto, é preciso ficar atento para não deixar esse sentimento dominar você e, assim, procurar saber como aumentar a autoestima para desenvolver tanto suas relações pessoais quanto as profissionais.

Além disso, a autoconfiança é um fator importante no aprimoramento de sua inteligência emocional, o que afeta todas as áreas de sua vida. Porém, todo processo de crescimento demanda esforço, dedicação e, principalmente, paciência com suas limitações.

Neste post, vamos mostrar como algumas técnicas teatrais podem auxiliar você nessa jornada de crescimento como ser humano. Continue a leitura para conhecê-las!

Desenvolvimento das emoções

A maturidade emocional é um aspecto essencial de seu processo de desenvolvimento e, ao contrário do que se diz por aí, expressar seus sentimentos não é um sinal de fraqueza. Na verdade, extravasar raiva ou frustração ajuda a aliviar a pressão e o estresse, o que melhora sua qualidade de vida.

Dessa maneira, exercícios que são praticados durante as aulas de teatro podem ajudar você a conhecer melhor suas emoções e a canalizá-las para resultados melhores, como ter mais confiança, naturalidade e tranquilidade em suas ações.

Melhora na capacidade de análise e expressão

A expressão corporal é um dos pontos mais trabalhados nas artes cênicas, pois é necessário saber como se posicionar no palco e estar atento a seus gestos durante uma encenação, além de utilizar o tom de voz mais apropriado. Ademais, seu corpo fala e reflete seus sentimentos, daí a importância de conhecê-los e controlá-los.

Com o passar do tempo, você se torna uma pessoa mais centrada e com uma consciência corporal mais desenvolvida, sendo capaz de analisar situações com mais precisão e tomar decisões mais acertadas.

Reconhecimento de seus pontos fracos e fortes

É comum que cada pessoa demonstre maior habilidade em certas áreas, mas isso não significa que ela não possa aprender novas técnicas ou até desenvolver pontos que sejam mais problemáticos.

Aliás, trabalhar com seus pontos fracos — em vez de simplesmente ignorá-los — é crucial para seu crescimento pessoal e profissional. As aulas de teatro vão lhe mostrar que a imperfeição faz parte da vida, e que você precisa aprender a conviver com elas e utilizá-las a seu favor.

Aumento do jogo de cintura

Para viver uma personagem no palco de maneira completa, algumas técnicas das artes cênicas envolvem o confronto com diversos tipos de situações, muitas delas inusitadas. Consequentemente, sentimentos como medo e ansiedade diante do novo serão trabalhados em um ambiente acolhedor, o que aumentará sua autoconfiança.

Além disso, você aprenderá a ser mais flexível, conseguirá ser mais criativo na solução de problemas e estará mais preparado para enfrentar os obstáculos que aparecerem em seu dia a dia. Vale destacar ainda que tudo isso terá um impacto muito positivo em suas relações interpessoais, pois você conhecerá pessoas de todos os tipos e, assim, vai expandir seu círculo social.

Como se pode perceber, confiar em si e em suas próprias ações é algo essencial, mas é preciso lembrar que a jornada do autoconhecimento não é fácil. Sendo assim, é preciso ser gentil consigo e com sua própria evolução, lembrando-se de que não está sozinho nesse processo — seus professores e colegas de teatro serão grandes aliados.

Agora que você já sabe como aumentar a autoestima, aproveite para curtir nossa página no Facebook e acompanhar todos os nossos conteúdos!

Você já conhece o valor da autoimagem? Sabe como ela pode mudar a forma com que os papeis se adequam a você? Nós vamos te contar mais!

O valor da autoimagem

Para uma pessoa, independente de sua profissão, ter uma boa autoimagem é importante para que ela seja capaz de se dedicar por inteiro ao trabalho e, principalmente, ter boas relações, tanto em sua vida profissional quanto pessoal.

A autoimagem, ou seja, a visão que temos de nós mesmos, muda conforme as experiências que vivemos ao longo da vida. Se, desde crianças, somos condicionados a acreditar sermos inferiores e menos capazes, nossa autoimagem será bastante depreciada.

Agora, se a crença for de que somos muito melhores do que realmente imaginamos, o contrário acontece e nossa autoimagem será muito positiva.

Mas, o que muitos de nós desconhece é que possível mudar essa autoimagem, principalmente quando ela é tão negativa que prejudica a existência de bons relacionamentos. Você sabe como conseguir isso? E, principalmente, conhece o valor da autoimagem? Não? Esse texto é para você. Aqui traremos esses e outros conceitos importantes sobre nossa própria imagem.

Valor da autoimagem

A autoimagem é o motor tanto do sucesso quanto do fracasso de alguém. Acreditar ser superior ou não ser capaz de desempenhar uma determinada tarefa pode determinar a estagnação, e para um ator, por exemplo, isso é a morte profissional.

O ator precisa deixar um pouco de lado sua autoimagem, incorporando em si a imagem a autoimagem feita por personagem a quem está emprestando seu corpo para, assim, entregar a interpretação perfeita.

Mas, quando existe um problema com a autoimagem, as dificuldades de interpretação surgem, e isso pode barrar um bom trabalho.

Por isso, é importante colocar em prática alguns pequenos hábitos que podem ajudá-lo a desconstruir uma autoimagem negativa e evoluir, tanto como ser humano mas, principalmente, como profissional.

Como fortalecer a autoimagem

Mantenha pensamentos positivos

Embora pareça um dito popular, o pensamento positivo realmente tem poder. Ele nos motiva a perseguir objetivos que acreditávamos serem impossíveis, assim como nos impele na resolução de problemas ou até mesmo na superação de limites.

Erre sem medo

Para o ator, sobretudo aquele que está começando, errar é um fantasma assustador. Entrar em um palco sem saber exatamente o que fazer ou como cativar o público, ou até mesmo errar uma fala é impensável.

Mas, e se te dissermos que errar não apenas é humano como deve ser permitido? Parece inacreditável? Pois não deveria. Para aumentar e reconhecer o valor de sua autoimagem, os erros devem fazer parte de sua vida.

Aceite que erre, e se perdoa sempre que isso acontecer. Mas busque corrigi-los. Aceitar não significa que você não fará nada para corrigir, e sim que eles não serão um fator de paralisia.

Esteja sempre motivado e pronto a superar seus limites

A autoimagem que fazemos de nós mesmos, para ser saudável, jamais pode ser a de que somos vítimas de uma situação. Se deseja fortalecê-la, é fundamental que você, sim, reconheça as dificuldades por que passa, mas também tente superá-las.

Aqui, é importante adotar atitudes simples, como sempre adotar uma postura positiva e se relacionar com pessoas positivas, cuja vida tenha algo a acrescentar às suas experiências cotidianas.

Como desenvolver a autoestima

Saiba como desenvolver a autoestima em um contexto em que não há igualdade

Apesar de todos os avanços nas questões feministas, o mundo ainda está longe de oferecer igualdade para as mulheres. Nesse contexto, é ainda mais difícil confiar em si mesma — o que é essencial tanto para seu bem-estar físico quanto para a sua saúde mental.

Por isso, neste artigo vamos explorar um pouco mais a desigualdade de gêneros e seus impactos na sua vida, além de darmos dicas para que você trabalhe a sua autoestima. Interessada? Continue a leitura e saiba como se sobressair em meio às adversidades!

O que são os estereótipos de gênero?

Resumidamente, trata-se do conjunto de ideias que criamos em torno de um indivíduo quando o diferenciamos entre os gêneros masculino e feminino.

O grande problema, aqui, está na padronização de comportamentos e na falta de questionamento desses modelos. Afinal, nesses casos não há respeito pelas especificidades da personalidade de cada pessoa.

É como, por exemplo, quando se espera que as mulheres sejam submissas e se interessem apenas por atividades relacionadas a cuidar da casa e da família, transformando tudo em um único padrão aceitável.

Quais são seus impactos na vida das mulheres?

A imposição desses padrões acontece desde a infância, e acaba culminando em uma educação muito limitadora.

Um exemplo pode ser visto em uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Munique, na Alemanha, as boas notas e avaliações das estudantes envolvidas no estudo não foram suficientes para considerá-las como talentosas. Seu sucesso foi ligado ao esforço e à disciplina em vez da inteligência, o que não aconteceu com estudantes homens.

Além da carreira, a desigualdade de gêneros também tem impacto direto na vida social das mulheres.

As que trabalham fora encontram muita dificuldade em conseguir conciliar todas as responsabilidades e seus relacionamentos. Isso acaba gerando muito estresse e frustração — além, é claro, de conflitos de todos os lados.

Como trabalhar a autoestima quando não há igualdade?

Ainda que o contexto seja de desigualdade e que a autoestima seja algo construído desde a infância, há alguns passos que você pode seguir para superar os obstáculos e se tornar uma mulher mais segura de si. Vejamos, a seguir, quais são eles:

Não se compare com os outros

Um dos maiores problemas do estereótipo de gênero é a comparação, principalmente porque a sociedade exige padrões de beleza e comportamentos praticamente inatingíveis.

Portanto, celebre suas conquistas, respeite o seu tempo e use o sucesso alheio apenas como motivação para atingir os seus objetivos, não para diminuí-los.

Não tenha medo de se expor ao novo

Aventurar-se por caminhos desconhecidos é uma excelente maneira de aprender mais sobre si. Você pode aprender uma nova língua ou praticar um esporte radical, e descobrir habilidades que nem sabia que tinha.

Fazer teatro, por exemplo, é um grande passo para se desenvolver pessoalmente. Afinal, as aulas trabalham com a timidez, a expressão corporal e vocal e as suas emoções — tudo de maneira muito natural, e sempre respeitando seus limites.

Envolva-se com grupos de apoio à igualdade de gêneros

Normalmente, esse tipo de grupo promove discussões e busca por soluções em conjunto para uma sociedade mais justa. Por isso, esse passo é ótimo para abrir os seus horizontes e conhecer pessoas que passam pelas mesmas dificuldades que você.

Enfim, sabemos que qualquer mudança sempre exige muito de nós, portanto, lembre-se de ser gentil consigo e ter bastante paciência: você não está sozinha nessa! O caminho para a igualdade é mesmo longo e tortuoso, mas pode ser vencido com mais facilidade se você estiver mais centrada e confiante em suas escolhas.

E agora, se gostou deste post, aproveite para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro de mais conteúdos para continuar seu crescimento tanto pessoal quanto profissional!

Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas?

Como o teatro ajuda a melhorar a autoestima?

Problemas com a autoestima e a falta de confiança não são nada incomuns e podem ser considerados algumas das emoções mais corriqueiras na personalidade humana. Afinal de contas, quem não se sente um pouco inseguro de vez em quando? Exercitar essa questão, no entanto, é extremamente importante para o nosso desenvolvimento e o teatro é um importante aliado nessa busca.

Nos tempos atuais, com a constante interferência da mídia em nossas vidas, encontrar um equilíbrio e ter um relacionamento saudável com nós mesmos tem se tornado ainda mais complicado. Estamos constantemente cercados de cobranças e pressões, muitas vezes alimentadas por expectativas inatingíveis, que podem trazer diversos problemas para a nossa saúde.

Mas o que é, afinal, a autoestima? De onde ela vem, qual a sua importância e como a ausência dela pode impactar negativamente nossas vidas? Descubra a resposta para todas essas perguntas e saiba como o teatro pode ajudar. Boa leitura!

Quais são os benefícios gerais das aulas de teatro?

O teatro é uma arte milenar que lida diretamente com as emoções humanas e todas as suas nuances. Por isso, ele é responsável pelo desenvolvimento de diversas habilidades, sejam elas na expressividade, sejam elas emocionais. Na realidade, o desenvolvimento emocional é uma das principais características das artes cênicas.

Algumas das capacidades desenvolvidas em aula são:

  • criatividade;
  • redução da timidez;
  • oratória;
  • desenvoltura;
  • liderança;
  • trabalho em equipe;
  • memorização;
  • concentração.

Todas essas habilidades, quando somadas, trazem inúmeros benefícios para as nossas relações pessoais e profissionais e para o modo como nos vemos. As aulas são responsáveis por estimular a reflexão e aumentar nossa empatia, criando uma maior conexão entre nós e o mundo. Afinal, para estarmos realmente conectados com o todo, precisamos conhecer bem a nós mesmos.

Por conta disso, o teatro é uma excelente ferramenta para auxiliar na melhora da autoestima e da autoconfiança, pontos essenciais para que obtenhamos sucesso em áreas variadas de nossa vida.

O que é autoestima?

É um termo bastante utilizado nos campos da psicologia e de outros estudos da mente dos seres humanos e significa, em poucas palavras, o modo como avaliamos e percebemos a nós mesmos. É, em síntese, a opinião que um indivíduo tem sobre si.

Estimar a si mesmo nem sempre é fácil. Além disso, reconhecer nossa relevância para o mundo e perceber o nosso valor individual é um trabalho progressivo e contínuo.

Qual é a sua importância?

Pare o que estiver fazendo e reflita sobre uma questão: você já deixou de fazer algo por se sentir um pouco inseguro sobre aquela atitude? Já perdeu uma grande oportunidade de emprego por se sentir incapaz ou não convidou um interesse romântico para sair por medo da rejeição? Saiba que tudo isso está ligado à nossa autoestima.

Já deu para notar que ela afeta todos os tipos de relações em diferentes áreas de nossa vida, não é mesmo? Quando baixa, ela pode afetar o modo como nos relacionamos, tornando-nos extremamente fechados ou suscetíveis a entrar em relacionamentos abusivos, ou nos fazer perder boas oportunidades em nossas carreiras e estudos por medo de falhar.

Em outras palavras, essa característica nos impede de atingir todo o nosso potencial e torna a conquista de nossos objetivos muito mais complicada. No entanto, uma autoestima extremamente elevada também pode ser prejudicial, afastando as pessoas e tornando-nos inflexíveis e incapazes de aprender com nossos próprios erros, impossibilitando a evolução pessoal.

Por isso, é preciso encontrar um equilíbrio positivo, que pode ser medido por alguns pontos, como:

  • confiança;
  • segurança nas opiniões;
  • consciência de limitações e pontos fortes;
  • otimismo;
  • habilidade de aprender com os erros e não se deixar abater;
  • capacidade de aceitar os erros alheios;
  • baixa sensação de culpa;
  • capacidade de dizer não;
  • rápida resolução de problemas;
  • manutenção da independência e, ao mesmo tempo, habilidade em trabalhar em equipe;
  • sensação de conforto com emoções variadas, incluindo as negativas.

Como o teatro pode nos ajudar a desenvolver a autoestima?

O teatro é um dos meios mais eficientes para o desenvolvimento do autoconhecimento, da aceitação de sí próprio, que está intimamente relacionado com todas as questões da autoestima. Ao lidar tão profundamente com as emoções humanas, essa arte possibilita a reflexão e o aprendizado. Confira, a seguir, algumas maneiras como as artes cênicas podem nos ajudar a gostar mais de nós mesmos.

Coloca-nos frente a frente com situações inusitadas

Muitas vezes, a falta de autoestima faz com que tenhamos um medo irracional de fracassar quando nos vemos diante de situações novas e inesperadas. Com as aulas de teatro, isso se tornará coisa do passado.

Durante os encontros, os alunos são constantemente expostos a situações completamente diferentes de tudo que já viveram antes. Isso possibilita a exploração das sensações de medo e insegurança em um ambiente completamente acolhedor e seguro, aumentando a confiança e preparando-os para enfrentar as adversidades do mundo real.

Possibilita a criação de laços afetivos

Os laços afetivos são grandes responsáveis pelo desenvolvimento da autoestima, pois trazem sentimentos acolhedores e fazem com que nos sintamos mais queridos e inclusos no mundo.

As artes cênicas são, provavelmente, um dos tipos de arte mais inclusivos de todos. Qualquer pessoa pode fazer teatro e beneficiar-se imensamente com suas aulas. Por isso, uma variedade muito grande de pessoas é atraída para esse meio, o que faz desse um ambiente bastante diversificado. Assim, fica muito mais fácil fazer novos amigos!

Auxilia na identificação de pontos fortes

O desenvolvimento das habilidades mencionadas no início de nossa conversa contribuem bastante para o autoconhecimento — crucial para que possamos desenvolver melhor nossas habilidades e potenciais.

Com isso, tornamo-nos mais seguros naqueles momentos sobre os quais sabemos ter domínio e podemos trabalhar ainda mais para melhorar os pontos mais fracos. Além disso, aprendemos a conviver melhor com as fraquezas e compreender que a perfeição é algo inatingível.

Ensina novas habilidades

Vários exercícios feitos em aula servem como ferramentas para estimular o desenvolvimento da autoestima. Jogos lúdicos, a aventura presente nas aulas e a descontração dirigida exigem, gradualmente, cada vez mais rapidez de pensamento e adaptação às mais diversas situações, ensinando-nos a lidar com problemas com muito mais agilidade.

Além disso, a criatividade é imensamente trabalhada no teatro, um lugar em que não há limites para a imaginação. Assim, passamos a nos conhecer muito melhor e a nos sentirmos cada vez mais seguros e confortáveis em nossa própria pele.

Reduz a timidez e a ansiedade social

Você já se sentiu desconfortável em seu próprio corpo e extremamente consciente de si mesmo? Essa sensação é parte do dia a dia de pessoas tímidas e inseguras, que acreditam que todos estão olhando para elas durante o tempo todo.

O teatro é capaz de reduzir a timidez, trabalhando diversos pontos do emocional dos alunos. Com um pouco de prática, todos estarão, de fato, olhando para você e o melhor: isso não fará a mínima diferença. A autoconfiança e a autoestima andam, sem dúvidas, de mãos dadas.

Como podemos ver, ter uma boa autoestima é essencial para evoluirmos cada dia mais e conquistarmos todos os nossos objetivos. Felizmente, o teatro é um modo prazeroso e divertido de trabalhar essa questão. O que você está esperando para subir ao palco?

Quer receber todos os nossos conteúdos em primeira mão e sem nenhum esforço? Assine a nossa newsletter! Dessa forma, todas as novidades serão enviadas diretamente para o seu e-mail.

Como fazer teatro pode modificar aspectos da minha vida pessoal?

Saiba como fazer teatro pode ajudar em sua vida pessoal

Imagine um lugar onde você pode ser o que quiser. Se jogar, se libertar das amarras psíquicas e sociais, fazer amigos e, ainda, estimular o corpo e a mente de forma integral. E mais! Imagine que esse lugar será responsável por momentos de bem-estar, além de lhe proporcionar um maior conhecimento de si mesmo. Se você pensou em aulas de teatro, acertou! Já parou para pensar em como estudar teatro pode mudar a sua vida?

O teatro é uma das manifestações artísticas mais poderosas, principalmente por ser uma das mais completas. Em uma encenação é possível sentir e observar toda uma composição artística criada pela trilha sonora, pelas as artes plásticas do figurino, a composição cênica, a encenação , a dramaturgia — por meio das falas dos atores —, a expressão psicofísica da interpretação e, também, a ordem lógica para montar todo um encadeamento que tenha sentido.

O teatro ao encontro com a Teoria das Múltiplas Inteligências, desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, que diz que nosso cérebro possui diferentes áreas desenvolvidas, não só as inteligências cognitivas, como a matemática, mas, também, as atividades lúdicas e artísticas. Por isso, a arte cênica é tão importante para o desenvolvimento humano.

Você deve estar se perguntando: como fazer teatro pode modificar aspectos da minha vida pessoal? Continue a leitura do artigo e descubra todos os benefícios que o teatro pode fazer por você!

Promoção do autoconhecimento

Quem faz teatro desenvolve muito o autoconhecimento, isto é, sabe mais sobre si mesmo e, por isso, se torna uma pessoa mais confiante. Como o instrumento de trabalho no palco de um ator é o seu próprio corpo e, em cena, ele não pode contar com mais ninguém mais, aprender a ter segurança e administrar suas emoções é fundamental.

Quanto mais o ator se trabalha, mais consegue interpretar nas circunstâncias exigidas pela personagem e assim, transmitir verdade por meio de sua atuação. Quanto mais a plateia fica envolvida com o seu trabalho, mais o artista se sente gratificado por ter trabalhado o desenvolvimento das ações físicas que compões sua personagem.

Aumento de autoestima

A descoberta de novas competências, principalmente por meio de uma arte tão completa, faz com que o aluno de teatro adquira certas habilidades que não possuía, ou aprimore algumas habilidades que não dominava.

Isso faz com que o aluno olhe para si mesmo, tome consciência de seu potencial e passe a gostar do que vê. A pessoa que estuda teatro desenvolve sua autoestima e percebe que tem capacidade para ir além. Consequentemente, sua autoconfiança se sobressai e adquire-se um maior poder de decisão e uma postura mais positiva diante de situações da vida diária.

Melhora da timidez

É difícil imaginar, mas a maioria dos estudantes de teatro alega que são tímidos, e por esse motivo, procuram um curso de artes cênicas. Se esse é o seu caso, não deixe a timidez te afastar do palco.

Quando as pessoas tímidas decidem encarar o desafio de se unir a um grupo de teatro, elas costumam se sair muito melhor do que os ditos extrovertidos. Introvertidos são inteligentes, buscam sempre se melhorar e acabam encontrando no teatro a forma ideal de expressão pessoal.

Criação de consciência corporal

O ator é o seu próprio instrumento de trabalho, logo precisa cuidar e desenvolver suas movimentações da melhor forma possível. Todo o trabalho de interpretação realizado durante a peça promove em um aluno de teatro a consciência corporal como ele nunca experimentou antes.

É possível notar a melhora da dicção e de movimentos corporais que ficam mais expansivos e naturais com o passar do tempo. O estudante de artes cênicas rompe suas limitações  e recebe grande ajuda no aperfeiçoamento da sua consciência motora.

Fortalecimento de relações sociais

Por mais que o ator tenha a si mesmo como instrumento de trabalho e, por esse motivo, seu desenvolvimento pessoal é potencializado, é preciso lembrar que ele não está sozinho no palco. Fazer teatro é trabalhar em equipe. Mesmo estando em um monólogo, um ator nunca está só. Por isso, aprender a interagir socialmente de forma efetiva trará benefícios tanto pessoais quanto profissionais.

Há equipes que trabalham em conjunto por um longo período de tempo, formadas por atores, diretor, cenógrafo, figurinista, assistentes de palco, entre outros profissionais. Portanto, a atividade teatral proporciona a interação social de forma natural. Há comunicação e convivência com pessoas de diferentes personalidades e visão de mundo, que viveram outras experiências e que, juntas, contribuem para o desenvolvimento pessoal de cada um.

Acionamento de foco e memória

Manter o foco e a concentração são habilidades pouco desenvolvidas e muito requeridas hoje. Nesse sentido, o teatro pode ajudar e muito. O ato de trabalhar com textos longos para que na encenação tudo saia correto faz com que a memória seja ativada e o foco seja requerido, principalmente no momento da cena.

Além disso, o teatro é uma atividade coletiva, em que um depende do outro para que tudo transcorra em perfeição. Esse senso de responsabilidade ajuda o aluno a manter a sua atenção totalmente centrada na encenação até que ela termine.

Por mais que foco, concentração e memória sejam acionados durante a atividade teatral, vale lembrar que treinar essas habilidades será extremamente benéfico para o aluno no futuro, em quaisquer outras tarefas que ele venha a desenvolver.

Ativação da criatividade

Para se tornar mais criativo, nada melhor do que sair da rotina e poder ser, mesmo que por algumas horas, pessoas diferentes: seja um rei, um mágico, um mendigo, uma cortesã, uma costureira, uma freira ou um soldado. Uma das grandes magias do teatro é proporcionar que o aluno adquira conhecimento e diversos pontos de vista por meio da variedade de personagens que ele pode interpretar.

Dessa forma, o estudante pode passar por várias experiências e formas de vida distintas e acaba melhorando o seu próprio repertório, tornando-se uma pessoa mais flexível, interessante, inteligente e autoconfiante.

Percebeu como fazer teatro pode transformar pessoas, trazendo benefícios que ajudam na sua vida pessoal em diversos aspectos? Não poderia ser diferente, pois estamos falando de uma arte milenar que ajudou na disseminação e construção da narrativa como a conhecemos hoje.

Se você quiser conhecer mais benefícios do teatro e ter acesso a outros conteúdos como este, assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Como o teatro pode ajudar no processo de autoconhecimento.

Os benefícios do teatro e como ele ajuda no autoconhecimento

Nós já conversamos algumas vezes sobre os inúmeros benefícios do teatro, não é mesmo? As habilidades que são trabalhadas nas aulas são diversas e agregam conhecimentos que podem ser utilizados em diversas áreas de nossa vida, fora e dentro dos palcos.

No entanto, pouco se fala sobre o autoconhecimento, ponto imprescindível para que possamos evoluir como seres humanos e crescer cada vez mais, além de melhorar consideravelmente os nossos relacionamentos e nossos desempenhos acadêmicos e profissionais.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e descubra exatamente quais são os conceitos do autoconhecimento e como o teatro pode nos ajudar nessa questão.

O que é o autoconhecimento?

É um termo autoexplicativo, muitíssimo utilizado no ramo da psicologia, e que significa exatamente o que seu nome indica: é o ato de conhecermos a nós mesmos. Parece confuso? Felizmente, seus conceitos são, na realidade, muito simples.

Sua ilustração mais popular é a utilização da “Alegoria da Caverna”, uma passagem poderosa presente em “A República”, obra aclamadíssima do filósofo grego Platão. Aqui, eles nos apresenta a um grupo de prisioneiros que vivem, desde o momento em que nasceram, acorrentados no interior de uma caverna.

A única companheira desses homens é uma fogueira, responsável pela iluminação da parede logo à frente deles e pela única ideia que eles possuem do mundo lá fora: a projeção de imagens e sombras refletidas por estátuas que representam formas humanas.

A grande sacada de Platão é a hipótese do que aconteceria caso um dos homens pudesse sair da caverna e ver o mundo exterior. Ele ficaria estupefato a princípio, mas aos poucos absorveria as informações e aprenderia com elas. Em seguida, ao voltar, o prisioneiro seria ridicularizado por seus companheiros ao narrar tudo o que vira em sua aventura.

Moral da história? Nós só acreditamos naquilo que podemos ver e sentir, ou seja, em nossas próprias experiências, que moldam o modo como vemos o mundo. Por isso, o autoconhecimento é fundamental para que possamos viver em sociedade, interpretando melhor as vivências e aplicando-as em nosso dia a dia.

Qual é a sua importância?

Como podemos perceber com a história contada acima, as experiências são essenciais para que nós possamos nos conectar com o mundo exterior, interior e, consequentemente, conhecer melhor a nós mesmos. O questionamento traz conhecimento e sem o autoconhecimento é impossível evoluir.

A raiz do autoconhecimento é a compreensão de nossas necessidades, desejos, falhas e sonhos, sendo um caminho chave para a busca da plenitude. Afinal, como nos adaptar às mudanças e buscar algo para nós quando sequer sabemos o que este algo é?

Com o aprimoramento pessoal, desenvolvemos e exercitamos também a nossa inteligência emocional, nome dado à capacidade de monitorar e controlar as emoções com racionalidade e sabedoria. Desta forma, passamos a lidar ainda melhor com a sociedade e o mundo que nos rodeia, pontos extremamente importantes para qualquer pessoa, e que podem ser um diferencial em ambientes profissionais e pessoais.

O autoconhecimento nos permite refletir sobre diversas questões imprescindíveis para melhorar o nosso relacionamento com familiares, amigos e colegas de trabalho, como:

  • quais são os meus pontos fortes?;
  • quais são as minhas fraquezas?;
  • o que me deixa ansioso?;
  • o que me deixa relaxado?;
  • quais são os meus gatilhos emocionais?;
  • o que me deixa inspirado?;
  • o que me deixa menos produtivo?;
  • como eu lido com conflitos e figuras de autoridade?;
  • as pessoas compreendem o que eu quero dizer?;
  • como posso me comunicar de forma mais efetiva?;
  • como lido com críticas e como posso melhorar?

Respondendo essas e outras questões, aprendemos a lidar melhor com situações do cotidiano e reagir com mais sabedoria às mudanças as quais estamos constantemente expostos todos os dias. A sabedoria emocional, sem dúvidas, facilita as relações humanas em todos os aspectos.

Quais são os benefícios do teatro para o seu desenvolvimento?

Agora que sabemos o que é o autoconhecimento e a sua importância para o desenvolvimento de nossa inteligência emocional e para o fortalecimento dos laços que criamos com outros indivíduos, falaremos um pouco sobre o papel do teatro nesse processo. Vamos lá?

Ajuda a identificar novas habilidades

As aulas de teatro nos colocam, mesmo que por meio da encenação e leitura, em contato com diversas situações inusitadas e que estão completamente fora de nossa realidade.

Com isso, pouco a pouco descobrimos novas habilidades e particularidades até então desconhecidas por nós mesmos. Bacana, não é mesmo?

Aumenta a autoestima e a segurança

As artes cênicas são famosas pelo seu imenso trabalho no desenvolvimento e aprimoramento pessoal. O que inevitavelmente leva a maior  auto aceitação e  autoestima daqueles que a praticam. Ainda falando sobre as situações diferentes que são vivenciadas durante as cenas, podemos adicionar que elas também nos ensinam a lidar melhor com os obstáculos de forma mais criativa.

Além disso, as aulas trabalham pontos como postura, entonação vocal e consciência corporal, nos permitindo conhecer melhor nosso próprio corpo e nos deixando ainda mais seguros de nossas escolhas.

Favorece o desenvolvimento da autodisciplina

Embora super divertidas e relaxantes, as aulas teatrais exigem de seus estudantes. Para ser bem-sucedido na área, queira você se tornar ator ou não, é necessário desenvolver disciplina.

Por isso, aprendemos a não deixar a procrastinação se aproximar do nosso dia a dia e a controlar melhor nosso tempo e tarefas. Isso permite que possamos dedicar mais tempo a nós mesmos, nos conhecendo ainda melhor.

Possibilita a vivência de novas experiências

Entrar em contato com novas histórias, situações e ambientes é um ótimo exercício de empatia e autoconhecimento. Toda essa gama de diversidade é um prato cheio para que possamos vivenciar, de certa forma, experiências completamente únicas e que nunca poderíamos vivenciar em nosso dia a dia comum.

Outro ponto bastante interessante é a possibilidade de fazer novas amizades com pessoas que também não teríamos a oportunidade de conhecer fora do âmbito teatral. Os amigos também são cruciais na jornada em busca do autoconhecimento!

Auxilia no descobrimento de novos gostos e interesses

Por fim, retomaremos o tópico das novas habilidades introduzindo uma nova perspectiva: a descoberta de novos gostos e interesses. Afinal de contas, todos precisamos nos divertir um pouco, certo?

O teatro — não só as aulas, mas o ambiente e as pessoas nele inseridas — abre portas para um mundo de possibilidades e descobertas, despertando a paixão por diversos temas com os quais dificilmente teríamos contato fora dos palcos.

Vale a pena lembrar que o autoconhecimento é um trabalho contínuo, já que estamos constantemente em evolução. Por isso, é importante estar sempre aberto a novos aprendizados, para facilitar ainda mais o processo iniciado com as aulas de teatro!

Já deu para notar o quão potente o teatro é para o autoconhecimento, não é mesmo? Que tal dar uma chance para essa arte e fazer algumas aulas? As vantagens vão muito além do aprendizado de um novo ofício: são ensinamentos para toda a vida!

Para ficar por dentro de todas as nossas novidades, curta a nossa página no Facebook e receba todas as notícias diretamente na sua timeline!

Maneiras de melhorar sua autoestima e ser mais feliz

Conheça maneiras de melhorar a autoestima e ser mais feliz

Ser feliz e ter qualidade de vida é uma condição primordial para a nossa existência. Um dos fatores mais importantes para conquistarmos estes estados de plenitude é cultivar a nossa autoestima. Mas você saber o que este termo significa?

Autoestima é a capacidade de se perceber, de olhar para si e identificar as suas qualidades, o seu valor, os seus atributos morais e éticos. Assim, é possível desenvolver um sentimento de amor próprio e fazer de tudo para manter esse estado de espírito, pois ele traz um bem-estar psíquico que reflete em todos os aspectos da vida da pessoa.

Porém, algumas pessoas têm certa dificuldade em ter autoestima por diversos motivos que, muitas vezes, fogem de seu controle. Entre esses motivos podemos citar a culpa, a rejeição, a carência, o sentimento de inferioridade, a frustração, a timidez, a insegurança, os traumas de infância, entre outros sentimentos.

Se você quer saber como melhorar a autoestima, acompanhe as nossas dicas e comece a praticar a partir de agora. Vamos lá?

Desenvolva a autoconfiança

Ter confiança em si é uma atitude que deve fazer parte da rotina de quem precisa melhorar a autoestima. Partindo do pressuposto de que somos todos falhos pelo fato de sermos humanos, estamos juntos no mesmo barco aprendendo como nos tornar pessoas melhores.

Com base nesse preceito, você pode, em tudo que faz, sempre, investir com o seu melhor. Com caráter, ética e disciplina é possível ter estrutura emocional para seguir adiante em qualquer tarefa. Portanto, confiar em si mesmo é uma pratica á ser exercitada para que os seus efeitos estejam cada vez mais perto do ideal.

Cuide de si e de suas emoções

Curar as feridas que ficam insistindo em dar sinal de vida é primordial para reforçar a confiança e o amor em nós mesmos. Seja o que for que tenha acontecido, saiba que você fez o melhor que podia ser feito na época. Olhe para a situação, respire, por pior que seja, sempre temos a oportunidade de aprender com cada situação da vida. Quais são os aprendizados que a vida me trouxe? O que eu preciso me transformar? Procure cultivar os estímulos que potencializam a sua transformação, ao invés de culpabilizar os outros. Isto irá ajudar a fortalecer seu estado emocional.

Fazer terapia, conversar com um amigo querido, escolher com cuidado os alimentos, passar mais tempo com os familiares, ler um bom livro, ir ao cinema, praticar atividades físicas — de preferência ao ar livre — são formas de cuidar da sua saúde física e emocional para ficar bem consigo e ter estrutura para lidar com sentimentos ruins.

Tenha metas a serem cumpridas

Exercite escrever em um papel metas claras de curto, médio e longo prazo. Em uma pesquisa da Universidade de Harvard que durou 10 anos, verificou-se que apenas 3% das pessoas escrevem metas claras em um papel. E depois destes 10 anos, este grupo de 3%, tinha realizado 10 vezes mais do que os outros 97%. Portanto, é um hábito importante e  acessível a todos. Escreva e deixe em um local visível para você. Isto potencializa sua execução. Quando cumprir cada etapa, comemore! Isto é muito importante para fortalecer a autoestima!  E já passe para o próximo passo para continuar no foco.

Cada etapa conquistada tem sabor de vitória, e quanto mais visualizamos nosso avanço, mais autoconfiantes e disciplinados ficamos, e, consequentemente, mais elevamos a autoestima.

Invista no autoconhecimento

De nada adianta ter metas, cuidar de si e ser autoconfiante sem antes ter autoconhecimento. E não é tarefa fácil olhar para si, justamente pelo motivo de estarmos sempre acostumados a olhar para o outro.

Se concentrar em descobrir os seus gostos e anseios, os aspectos mais íntimos de sua personalidade, o modo de ser, agir e pensar, é um exercício que deve ser feito diariamente.

Encontrar atividades que desenvolvam o autoconhecimento também é um aspecto importante. Aulas de teatro, por exemplo, são uma boa opção, pois quem faz teatro aumenta a sua percepção de mundo, além de conquistar amigos com o mesmo interesse.

O divertimento e o lúdico trabalhado no teatro causa uma sensação de bem-estar, principalmente por promover o sentimento da auto aceitação. Dessa forma, que tal entrar para um curso de teatro?

Agora que você ampliou os seus saberes de como melhorar a autoestima, compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais!