Tag Archives: confiança

As aulas de teatro são, além de muito divertidas e dinâmicas, repletas de outras vantagens para aqueles que as praticam.

Será que chegou a hora de fazer teatro? 8 pistas para saber se sim ou se não…

Muitos de nós, quando pequenos, sonhamos em nos tornar grandes atores ou atrizes na vida adulta. Afinal, a profissão é comumente associada a um certo glamour que costuma nos encantar.

Felizmente, as aulas podem ser frequentadas por qualquer pessoa, independentemente de sua área de atuação ou de suas expectativas. Isso porque a atividade é comprovadamente eficaz para o desenvolvimento de diversas áreas de nossas vidas e melhora os desempenhos profissional e social dos indivíduos.

As aulas de teatro são, além de muito divertidas e dinâmicas, repletas de outras vantagens para aqueles que as praticam. Além disso, não são, exclusivas para quem busca uma carreira no ramo.

Então, vamos lá descobrir se chegou a sua hora?

1. Evolução Pessoal

Uma escola de teatro tem muito a ensinar para quem deseja potencializar sua evolução pessoal. As aulas são elaborado para trazer novas visões de mundo o que transcende o teatro, sai dos palcos e vai para a vida. Consciência na linguagem verbal e não verbal, expansão do conhecimento e amadurecimento, tanto pessoal, como profissional, são conquistas muito citadas por alunos te teatro. Mas, o que eles, definitivamente, elegeram como o maior benefício do curso, é que tudo isso acontece em um ambiente descontraído, com pessoas maravilhosas, profissionais com excelência e muita, mas muita diversão mesmo!

Continue a leitura e descubra vários outros benefícios trazidos pela prática das aulas de teatro e conheça os motivos para começá-las o quanto antes! Venha com a gente!

2. Lidar melhor com a timidez para falar em público

Embora muitas pessoas tratem a timidez como um problema a ser resolvido, essa característica não passa de um traço de personalidade. Tais traços fazem parte de quem somos e nos tornam seres únicos. E é essencial que essa individualidade seja sempre respeitada.

Por outro lado, a timidez excessiva pode, sim, ser um problema para as relações sociais, além de causar danos nos âmbitos acadêmico e profissional. Saber dosar essa peculiaridade é o melhor caminho para encontrar um equilíbrio entre personalidade e melhores oportunidades dentro da sociedade.

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que, na verdade, muitos atores são extremamente tímidos e introspectivos. Isso não os impede, no entanto, de brilhar nos palcos várias vezes por semana. As aulas de teatro são capazes de melhorar a desenvoltura, equilibrar a timidez e ainda assim ensinar o aluno a respeitar sua própria individualidade, melhorando a confiança e a autoestima.

3. Favorece a concentração

As capacidades cognitivas, que englobam fatores como foco, atenção, concentração, memorização, dicção e percepção, são algumas das áreas mais beneficiadas pela prática de aulas de teatro e outras artes, como a dança e a música.

As aulas de teatro envolvem muito mais do que simplesmente atuar. Elas são um constante exercício de leitura, compreensão de textos e intensa atividade intelectual. Isso desenvolve diretamente diversas áreas do cérebro que podem melhorar — e muito! — o desempenho acadêmico e profissional dos alunos.

4. Desenvolve a capacidade de comunicação

Falar em público pode ser assustador para muitas pessoas. Na realidade, esse medo tem até um nome: é conhecido como glossofobia, que tem origem no grego e significa medo da língua, em tradução livre.

O teatro é famoso por desenvolver a capacidade de oratória, além de melhorar outros aspectos como a linguagem corporal, a dicção e a entonação vocal. Progressos na fala em público podem fazer toda a diferença em sua profissão ou vida acadêmica, já que melhoram a capacidade de apresentar projetos e, com o tempo, permitem até que mais clientes sejam conquistados.

Outro benefício desse aprendizado é a melhoria no âmbito pessoal. Afinal, relacionamentos são alimentados pelo diálogo e pela comunicação, certo? Por isso, saber falar e se expressar de forma correta pode fazer maravilhas nesse sentido.

 

5. Possibilita o surgimento de novas amizades super interessantes

Embora pareça ser simples para algumas pessoas, nem sempre é fácil fazer novos amigos. Conhecer gente nova e, mais importante, desenvolver uma conexão com tais indivíduos, pode ser um desafio para a maioria dos mortais. Nas aulas de teatro, novas amizades são estimuladas e mais facilmente criadas. Laços se formam com mais fluidez, graças aos interesses em comum que são partilhados pelos alunos.

Além disso, as artes cênicas são inclusivas, democráticas e incentivam o respeito às diferenças. Com isso, você poderá conhecer pessoas de diversas raças, gêneros e esferas sociais, trocar informações e aprender muitos conceitos de empatia.

6. Desenvolve o trabalho em equipe

Saber trabalhar em equipe e lidar com pessoas de personalidades completamente diferentes é um diferencial imenso, que faz toda a diferença em ambientes de trabalho ou de estudo. Afinal de contas, quem nunca se estressou um pouco demais durante um trabalho em grupo?

O teatro incentiva dinâmicas e atividades em grupo em todas as suas aulas. Com isso, ensina os estudantes a ouvirem o que os outros têm a dizer, bem como a expor suas opiniões de forma que elas possam ser ouvidas também. Assim, todos aprendem a lidar com as diferenças com maturidade e resolver todos os problemas com eficiência.

7. Fortalece a confiança

Se a insegurança é um problema presente em seu dia a dia, fazer teatro pode ser uma boa opção para combater essa dificuldade. Nas aulas, os alunos são incentivados todos os dias a desenvolverem a autoconfiança para que se tornem cada vez mais seguros de si. Isso é um grande benefício para a autoestima.

O desenvolvimento da autoconfiança ocorre gradualmente, por meio da exposição a situações um tanto inusitadas no palco. Você ficará surpreso com o quão mais fácil será lidar com pessoas e trabalhar criativamente no cotidiano após as vivências teatrais.

8. E o mais legal de tudo! Pode trazer uma nova profissão

Por mais que você já esteja encaminhado em alguma área, fazer teatro pode, sem dúvida, desenvolver em você uma grande paixão pelas artes cênicas e levá-lo a uma nova profissão. Aprender um novo ofício é sempre enriquecedor, além de manter vivo o sonho de muitas pessoas à se tornar realidade.

Fazer teatro é uma atividade que engrandece por inteiro. Além de poder se tornar uma profissão, essa linda arte é capaz de desenvolver inúmeras habilidades extremamente enriquecedoras para quem à pratica. Esses ensinamentos podem ser levados para a vida toda com enormes benefícios e quando colocados em prática traz novos horizontes e possibilidades em inúmeras áreas.

Então o que achou? Será que chegou a sua hora?

Aprenda mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal.

Veja como a expressão corporal é desenvolvida a partir de práticas teatrais

Já pensou em como as pessoas veem você? Será que tudo o que você comunica é entendido da maneira como gostaria? Claro que não dá para agradar todo mundo, mas, em algumas ocasiões, é muito importante passar a imagem de quem é você realmente. Para que isso aconteça, a sua expressão corporal precisa transmitir o que você está sentindo.

Às vezes, os gestos ou a postura errada podem passar a impressão de que você sente o oposto do que está tentando demonstrar. Isso pode acontecer em uma entrevista de emprego, durante uma conversa importante com alguém que ama ou quando estiver simplesmente cumprimentando as pessoas.

A comunicação é feita tanto por meio das palavras quanto da linguagem corporal. Então, é essencial que você saiba se expressar também com o seu corpo, para que a mensagem que queira passar seja enviada completamente.

Falando assim, pode até parecer fácil, mas muitas pessoas sentem dificuldade em se expressar por timidez, falta de confiança, desconforto no ambiente ou por outras várias razões.

É por isso que é necessário aprender mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal. Aulas de teatro são a melhor opção, já que essa arte trabalha com isso há séculos! Veja como essa atividade pode influenciar a linguagem do corpo:

Treinando a expressão facial

Todo mundo que já viu uma peça teatral sabe que os atores precisam demonstrar o que estão sentindo nos próprios rostos. Já imaginou ter tanto controle sobre o que a sua expressão facial vai transmitir?

Claro que não é preciso agir como se estivesse em uma peça de teatro o tempo todo, mas deixar que as suas feições também comuniquem é uma grande vantagem para interagir com as pessoas.

Demonstrar empolgação com o trabalho para os empregadores ou expressar mágoa para que outra pessoa possa entendê-lo são habilidades extremamente úteis para qualquer ser humano.

Nas aulas de teatro, você vai aprender a representar todas as emoções, praticar essas reações e ter um feedback do que o seu rosto está passando, o que nem sempre é possível no dia a dia.

Melhorando a postura

No cansaço do cotidiano, às vezes, nem notamos a nossa própria postura, não é? Até vermos um espelho por acaso ou alguém nos dizer, essa é uma forma de comunicação que passa despercebida na maior parte do tempo.

É aí que a imagem errada pode ser passada. Com os ombros caídos e a postura torta, a impressão que se transmite não é de confiança, mas de fragilidade. Ao praticar para que isso não aconteça, o reflexo não é somente na sua expressão corporal, mas na própria autoconfiança e até na saúde.

Quando se fala em postura, é preciso entender que ela diz respeito à gravidade do nosso corpo. A região pélvica é o centro, as pernas são a estrutura de suporte e os pés são a base.

Os exercícios vão fazer com que a gravidade possa fluir adequadamente, melhorando, também, o seu equilíbrio. No teatro, a postura é uma das formas pela qual o ator trabalha a sua expressão, já que ela demonstra perfeitamente o estado de espírito.

Descobrindo a confiança no próprio corpo

As práticas teatrais vão ensinar o aluno a sentir o movimento de cada parte do seu corpo e a se concentrar neles, adquirindo uma percepção que não tinha antes. A consciência  proporciona maior autoconfiança, o que permite mais liberdade na expressão corporal.

Quando se tem o domínio dos movimentos que se quer fazer, na intensidade exata que deseja aplicá-los, é muito mais fácil estar confortável dentro da própria pele. É assim que se percebe a quantidade de significados em gestos que parecem comuns no dia a dia.

Um simples torcer de mãos pode indicar nervosismo na hora de uma negociação e até mesmo a forma de sentar mostra desconforto com uma situação. Sem a autoconfiança que o conhecimento dos próprios movimentos proporciona, a tarefa de passar uma imagem agradável se torna muito mais difícil.

Controlando a respiração e a voz

Já teve a sensação de ficar sem fôlego enquanto falava em público devido ao nervosismo? Às vezes, esse tipo de situação acontece até mesmo em um diálogo com uma só pessoa, dependendo do grau de importância que ela tem. Trabalhar a respiração é essencial para que a sua fala possa soar de forma mais natural e expressiva.

E quanto à voz? A tonalidade torna a comunicação muito mais agradável e sem obstruções no entendimento. A ideia que você quer passar de si mesmo é transmitida com mais consistência pela voz. Falar claramente, sem tropeços e pronunciando corretamente todas as palavras faz toda a diferença.

As aulas de teatro compreendem a importância da respiração e da voz para a expressão corporal, então realizam práticas constantes de exercícios de cada modalidade separada para conseguir um bom desempenho nos palcos.

Não é preciso nascer como a pessoa mais expressiva do mundo para conseguir os seus objetivos. Quando você percebe que existe uma dificuldade para passar a imagem que gostaria, é só procurar desenvolver as habilidades que vão ajudá-lo com isso.

O teatro é um trabalho constante com o corpo e com o que se deseja expressar. As narrativas não podem ser contadas sem a linguagem corporal para cativar a plateia, assim como as suas formas de comunicação se tornam falhas quando você não expressa o que está dizendo.

Muita gente pensa que já é preciso ser extrovertido para fazer teatro. Nada disso! As práticas teatrais mergulham fundo na essência do que é ser humano e exprimem essa experiência justamente pelos gestos, expressões e vozes. Todos podem participar e não é preciso querer ser um ator profissional para fazer as aulas.

Praticar a expressão corporal vai muito além de querer passar uma boa imagem. É um dos benefícios? Sem dúvida. Mas, será um efeito causado pela mudança dentro de você. Conhecer o próprio corpo e seus movimentos proporciona uma autoconfiança que vai ser refletida na sua vida. Só por esse motivo já vale a pena alcançar esse objetivo.

Gostou do nosso conteúdo? Curta então a nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as nossas novidades!

Confira 4 dicas de como trabalhar sua confiança

Confira 4 dicas de como trabalhar sua confiança

Saber como fortalecer sua confiança é essencial para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Uma pessoa autoconfiante avança a passos mais largos, pois é decidida e sabe como se posicionar e expressar suas opiniões perante outras pessoas sem ser agressiva ou petulante.

Acreditar em si e em suas habilidades é um reflexo de sua autoestima e tem impacto direto em suas pequenas e grandes ações no dia a dia.

Trouxemos, neste artigo, 4 dicas básicas para que você possa desenvolver sua fé naquilo que faz para conseguir alcançar grande êxito em todos os aspectos da sua vida. Continue a leitura para descobrir como fazer isso!

1. Tenha organização pessoal

Sabemos o quanto ser organizado faz toda a diferença em nossa rotina, não é mesmo? Ao planejar seu dia e se manter organizado, será possível lidar melhor com suas tarefas e evitar se estressar com prazos apertados ou a sobrecarga de trabalho — o que acaba minando a confiança em seu potencial e, muitas vezes, atrapalha o resultado final.

Portanto, mantenha uma agenda organizada, tanto para seus compromissos pessoais quanto para os profissionais, e faça anotações das suas tarefas diárias — vários aplicativos de celular podem lhe ajudar. Isso é essencial para que sua rotina seja mais fluida e produtiva.

Ao ter o mapa de todos os seus afazeres em mãos, você organizará melhor sua vida. Assim, ficará mais fácil definir as prioridades e quais ações demandarão mais tempo para serem realizadas. Lembre-se que otimizar seu tempo é a melhor saída para lidar com a ansiedade e conseguir ser mais eficaz.

Vale ressaltar um detalhe muito importante: comece sua jornada pelas tarefas mais complicadas e que demandam mais poder de decisão. Ao priorizar suas obrigações, será possível trabalhar com mais inteligência e criatividade.

2. Avalie seus pontos fracos para fortificá-los

Saber reconhecer suas fraquezas é uma atitude muito importante para potencializar sua confiança! Mesmo que, de início, seja doloroso enfrentar seus pontos fracos, pouco a pouco você melhora — o que resulta numa nova dinâmica de suas habilidades.

O que antes era uma “âncora”, que literalmente precisava ser arrastada pelos seus pontos fortes, passa a ser algo leve e natural e que não demanda tanto esforço. Uma nova ordem será estabelecida e sua autoconfiança ganhará força — basta estar disposto a tentar e a sair de sua zona de conforto.

Procure pensar nas coisas que realmente fazem diferença em sua vida e defina suas prioridades. Essa atitude pode até parecer banal, mas acredite, não é.

3. Pratique atividades que lhe dão prazer

Para ser produtivo e dar o melhor de si é preciso estar se sentindo bem consigo. Por isso, busque se cercar de pessoas positivas e que torcem pelo seu sucesso. Além disso, saia para um happy hour, faça viagens com amigos ou alguém que seja importante para você.

Hobbies são atividades essenciais para uma vida mais leve e prazerosa, pois aliviam a mente e alegram o espírito. Procure separar um tempo para ler, fazer aulas de dança e outras práticas que trabalhem seu corpo e proporcionem a interação com pessoas diferentes.

4. Faça aulas de teatro

A grande vantagem do teatro é o fato de ser uma atividade que vai trabalhar vários aspectos da sua vida. Ao estudar a personagem que será interpretada, por exemplo, você adicionará mais vida à sua própria vida.

Certa vez, perguntaram para Fernanda Montenegro como ela tinha tanta força de realização — a atriz respondeu: “sou um pouco de cada personagem que já interpretei em minha vida”.

Dessa maneira, um curso de teatro se apresenta como uma experiência muito rica, tanto para seu desenvolvimento pessoal quanto para o profissional. Veja, a seguir, outras habilidades desenvolvidas com as aulas:

  • trabalho com a timidez;
  • expressão e consciência corporal e vocal;
  • criatividade;
  • senso crítico;
  • flexibilidade;;
  • pró-atividade;
  • controle emocional.

A prática teatral é uma ótima ferramenta na construção de uma boa autoestima, pois você se torna uma pessoa mais consciente do ambiente e das pessoas que o cercam — além de se tornar mais confiante em suas próprias decisões.

E então, curtiu nossas dicas? Tem alguma dúvida ou outras sugestões de como trabalhar sua confiança? Deixe seu comentário abaixo!