Tag Archives: criatividade

Muitos pais buscam atividades extracurriculares como formas de complementar o ensino de seus filhos, dentre elas uma das mais procuradas é o teatro.

Entenda como o teatro vai melhorar o desempenho escolar do seu filho

A educação das crianças é um assunto que interessa a todos: afinal, os pequenos são o futuro da nossa sociedade. Por isso, o desempenho escolar infantil é motivo de cuidado para todos os pais e adultos.

Devido a isso, muitos pais buscam diversas atividades extracurriculares como formas de complementar o ensino de seus filhos, para que eles possam desenvolver suas habilidades da melhor maneira possível. Entre elas, uma das mais procuradas é o teatro.

Pensando nisso, elaboramos este post. Nele, mostraremos como as aulas de teatro ajudam no desempenho escolar dos pequenos. Confira!

Auxilia no desenvolvimento do foco

Tanto no teatro quanto na escola, a capacidade de manter o foco é fundamental para se obter um bom desempenho. No teatro, essa habilidade é indispensável durante as apresentações, quando o ator precisa se abstrair do mundo externo e focar na representação do seu personagem. Por isso, essa habilidade é sempre trabalhada pelos atores por meio de exercícios de concentração.

De forma semelhante, na escola a criança precisa estar atenta às explicações dos professores sem se deixar levar por outras distrações, como conversas entre colegas. Nos dias de prova, a capacidade de manter o foco também é essencial para que a criança fique tranquila e consiga fazer o exame de forma satisfatória.

Deixa a criança mais desinibida

Nas aulas de teatro, as crianças são convidadas a participar de diversas atividades diferentes, sendo sempre estimuladas a interagir com os demais colegas. Além disso, existem também os exercícios lúdicos, jogos e brincadeiras, práticas com a voz e entonação e os direcionados para a expressão corporal.

Todas essas atividades contribuem para que a criança se torne mais desinibida e possa se expressar melhor. Assim, ela ficará mais à vontade para fazer questionamentos quando as dúvidas surgirem e ainda conseguirá apresentar trabalhos com mais naturalidade.

Facilita as atividades em grupo

Na sala de aula, o desempenho escolar de um aluno pode ser muito afetado se ele não for capaz de trabalhar bem em grupo. Afinal, essa é uma habilidade essencial para a vida, tanto na esfera pessoal quanto na profissional, e os professores sempre cobrarão isso de seus alunos.

No teatro, os pequenos aprendem a lidar com pessoas diferentes, a trabalhar para o bem comum e a cumprir com suas responsabilidades. Além disso, ao representar um personagem com uma história e bagagem diferentes daquelas que ela própria carrega, a criança desenvolve sentimentos como compreensão, tolerância e empatia — algo fundamental para um bom trabalho em equipe.

Estimula a criatividade e a o senso crítico

A criatividade e o senso crítico são muito importantes para a criança no ambiente escolar. Estes dois aspectos estão presentes no dia a dia das crianças muito mais do que imaginamos.

Quando a criança entra em contato com o teatro, ela trabalha ambas as habilidades. Isso porque, para participar de uma produção teatral, ela terá que entender sobre o que se trata a história de seus personagens além de suas características mais importantes. A narrativa também será útil para estimular a criatividade da criança, que ainda poderá aumentar seu interesse pela leitura.

Como você pôde perceber, o teatro é capaz de auxiliar o desempenho escolar da criança de diferentes formas. Contudo, para que isso realmente aconteça, é imprescindível optar por uma escola de teatro de referência no mercado e que preze pelo desenvolvimento das crianças tanto no ambiente pessoal quanto no ambiente escolar.

Gostou do conteúdo e quer encontrar um boa escola de teatro? Veja aqui. Será um prazer ajudar!

Vamos abordar algumas das principais habilidades exigidas pelo mercado de trabalho e comentar sobre 8 técnicas de teatro que podem contribuir.

8 técnicas de teatro que vão te impulsionar no trabalho

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e exige habilidades pessoais diferenciadas que normalmente não são obtidas na formação acadêmica. O que poucas pessoas sabem, no entanto, é que as técnicas de teatro podem ajudar e muito nesse sentido.

Não, você não leu errado! As aulas de teatro extrapolam os limites da atuação em palco. As mesmas técnicas ensinadas aos aspirantes à arte cênica são altamente eficazes para o desenvolvimento das competências pessoais.

Neste artigo vamos abordar algumas das principais habilidades exigidas pelo mercado de trabalho e comentar sobre 8 técnicas de teatro que podem contribuir de forma eficaz para o desenvolvimento das capacidades essenciais.

Habilidades e competências exigidas

Há algum tempo, cursos e qualificações acadêmicas eram o principal diferencial para competir por vagas de trabalho e promoções. Dessa forma, os profissionais graduados e especializados em suas respectivas áreas conseguiam as melhores colocações, oportunidades e salários.

Embora o conhecimento técnico ainda seja imprescindível, cada vez mais os recrutadores buscam habilidades diferenciadas, que valorizam o profissional e os ajudam a lidar melhor com a clientela e o público-alvo das empresas.

Além dos conhecimentos específicos exigidos na área de atuação, o profissional também precisa ter uma série de outras competências para se diferenciar ainda mais no competitivo mundo corporativo. Veja a seguir, algumas das principais habilidades valorizadas:

  • empatia;
  • comunicação;
  • argumentação;
  • proatividade;
  • trabalho em equipe;
  • criatividade;
  • senso crítico;
  • liderança.

As empresas consideram que os profissionais que dominam tais habilidades são mais produtivos e fáceis de lidar, contribuindo para um ambiente de trabalho harmonioso.

Como é possível observar, as habilidades requeridas estão diretamente ligadas aos aspectos pessoais e emocionais — são traços de personalidade e competências que dependem em sua maioria, das vivências individuais e educação que são obtidas no âmbito familiar.

As técnicas de teatro trabalham todos esses aspectos, sendo possível desenvolvê-los e incorporá-los na atuação profissional.

Técnicas de teatro para o desenvolvimento pessoal

O teatro é uma das artes que mais desenvolve as capacidades humanas. Logo, é um dos melhores ambiente para desenvolver a si próprio.

Veja a seguir as principais técnicas de teatro que podem ajudar nos relacionamentos interpessoais e proporcionar um diferencial para os profissionais.

1. Empatia

A empatia é uma das competências sociais mais valorizadas pelo mercado de trabalho. É a capacidade que um indivíduo tem de se colocar no lugar do outro, ouvindo-o com interesse verdadeiro e compreendendo as suas necessidades.

É por meio dessa habilidade que os profissionais conseguem absorver a cultura da empresa e adequar-se aos valores estabelecidos, mantendo boas relações interpessoais. Por esse motivo, é uma das qualidades que mais atrai e retém talentos.

O profissional que apresenta essa habilidade consegue desempenhar atividades essenciais que agregam valor à empresa. Por meio do autoconhecimento e controle emocional é possível:

  • compreender as dificuldades dos colegas de trabalho;
  • valorizar a diversidade;
  • ser flexível;
  • identificar os pontos fracos e reforçar as aptidões dos subordinados;
  • perceber e atender as necessidades dos clientes.

As aulas de teatro desenvolvem a empatia de maneira muito interessante. Pois para interpretar um personagem é necessário conseguir entender o outro, saber se colocar no lugar do outro, compreender e respeitar a diversidade.

O teatro também impulsiona o indivíduo perceber a si e o outro, como agentes de mudanças sociais.

2. Comunicação

O domínio da comunicação é de fundamental importância, tanto para lidar com clientes quanto com os superiores e colegas de trabalho. Essa habilidade também é exigida para proferir palestras e apresentar produtos ou serviços.

Dessa forma, um profissional de sucesso necessita se expressar de forma clara, com um tom de voz adequado, ter um bom vocabulário e saber ouvir com interesse.

Nas aulas de teatro, esses aspectos são desenvolvidos o tempo todo! De maneira lúdica e divertida. Exercícios de voz, expressão corporal, leitura de textos e interação com os demais alunos na representação de personagens. Veja seguir os principais aspectos desenvolvidos:

  • melhora da autoestima — conscientização corporal;
  • dicção — permite que a fala seja transmitida ao público com mais clareza;
  • criatividade — por meio da linguagem cênica ensina a ultrapassar situações desafiadoras;
  • comunicação não verbal — trabalha a postura correta (o corpo fala) e o olhar assertivo, objetivando convencer os ouvintes;
  • projeção da voz — ensina como projetar sem comprometer a saúde vocal;
  • redução da timidez e medo de falar em público — exercita a expressão e a improvisação;
  • respiração — estratégias para manter o fôlego e melhorar o condicionamento físico e a articulação da fala.

3. Argumentação

A argumentação é uma habilidade fundamental não só para líderes como para qualquer profissional em situações que exigem um posicionamento forte para indicar a melhor forma de realizar um trabalho e obter bons resultados.

Em reuniões, é comum ocorrer colocações de ideias diferentes. Saber argumentar defendendo um ponto de vista é um diferencial que imprime competência profissional. As empresas valorizam funcionários que defendem o que acreditam de maneira sensata e racional, sabendo ouvir e se colocando no momento apropriado.

A importância das aulas de teatro para o desenvolvimento da argumentação já é reconhecida na área jurídica, tendo em vista que o ganho de uma causa depende intrinsecamente da arte de argumentar.

Utilizando exercícios teatrais você irá desenvolver enormemente seu poder de argumentação e pensamento analítico. Entender as questões de um ponto de vista critico construtivo. Para os mais tímidos estes são excelentes exercícios.

4. Proatividade

As empresas valorizam profissionais com iniciativa, que se adiantam em realizar trabalhos além dos exigidos. A proatividade é uma habilidade que está ligada diretamente à personalidade.

O indivíduo proativo desenvolve o trabalho que lhe cabe com uma visão geral, ou seja, tudo o que pode impactar para um melhor resultado da equipe. Ele analisa e interfere indicando correções de possíveis falhas no processo.

Pessoas tímidas e inseguras, mesmo tendo essa competência, apresentam dificuldades em expressá-la. Ficam com receio de serem mal interpretadas e terem suas opiniões refutadas.

As técnicas teatrais contribuem para o desenvolvimento dessa habilidade, com diversos exercícios.

Dessa forma, o teatro pode ajudar um profissional a ser proativo, confiante e assertivo conseguindo expressar as ideias de acordo com o perfil do ouvinte e ainda, compreender as formas de expressão do outro.

5. Trabalho em equipe

O trabalho em equipe é uma das principais características necessárias para as novas demandas corporativas. Mesmo que uma função seja extremamente individualizada, sempre é parte integrante de uma equipe.

Dessa forma, é importante interagir com os colegas de trabalho, oferecendo ajuda no que for necessário e solicitando auxílio quando houver alguma dificuldade.

Nas aulas de teatro, os jogos e as atividades são uma ponte para as relações interpessoais. A interação entre personagens de um texto, os momentos de vivencias lúdicas e a criação em conjunto estimulam esse aspecto.

Todas as atividades teatrais aprimoram as relações sociais, a partir do conhecimento de si e do outro. A atuação também auxilia a praticar o trabalho em equipe, com motivação e compromisso, já que esse é um aspecto de suma importância para um ator.

O trabalho em equipe pode ainda ser observado no empenho e envolvimento dos atores de uma peça teatral, como resultado de um esforço conjunto que requer muita determinação, disciplina e atividades direcionadas ao alcance de uma mesma meta.

6. Criatividade

O mundo tecnológico reduz cada vez mais as vagas de trabalho e é possível que dentro de alguns anos, muitas profissões sejam substituídas por máquinas. A criatividade é uma das mais importantes competências e com extremo valor para as empresas.

Os robôs não possuem ideias inovadoras. Portanto, um profissional criativo terá mais oportunidades no mercado de trabalho. A capacidade para encontrar soluções rápidas e originais, contribuindo para a elaboração de produtos e serviços diferenciados, agrega um grande valor às habilidades profissionais.

A autonomia para elaboração de uma peça teatral e a busca soluções criativas tiram o aluno dos pensamentos comuns e o transportam para soluções de problemas diferentes do cotidiano. Dessa forma, a criatividade é estimulada por novas vivências e necessidade de improvisações que exigem rapidez de raciocínio.

7. Pensamento crítico

Profissionais com senso crítico sempre se destacam no mercado de trabalho e a tendência é que essa competência seja cada vez mais exigida. Saber analisar situações e tomar decisões é um importante traço de liderança muito requisitado pelas empresas.

O curso de teatro desenvolve o senso crítico ao extremo! O contato com a diversidade cultural das peças teatrais permite novas conexões cerebrais e exercitam o pensamento analítico.

8. Liderança

A liderança deixou de ser uma denominação para identificar pessoas que mandavam em outras e passou a ser entendida como uma capacidade de trabalho em equipe. A nova visão é caracterizada pelo trabalho colaborativo para atingir um objetivo comum em atendimento às necessidades da empresa. Para tanto, é necessário envolver e motivar as pessoas com carisma e saber priorizar tarefas, com claras definições de expectativas quanto aos resultados.

No ambiente de teatro são trabalhadas importantes habilidades e competências requeridas pela liderança. As atividades envolvidas nos processos das aulas de teatro possibilitam exercitar os seguintes aspectos:

  • disposição para assumir riscos;
  • liberdade de expressão — desenvolvimento de talentos diversificados;
  • orçamento e cronograma — exercita o trabalho com limites;
  • unidade organizacional — coesão do elenco para atingir uma mesma meta.

Como pudemos observar, são muitas as habilidades e competências requeridas pelo mercado de trabalho. O preparo para atendimento às exigências vai muito além da formação acadêmica. As técnicas de teatro se apresentam como uma forma eficaz e prazerosa para o desenvolvimento das múltiplas inteligências e potencialidades do ser humano. O que possibilita o aprimoramento do indivíduo para ser um profissional crítico, sensível, flexível, confiante e com capacidade de se expressar corretamente.

Gostou de saber sobre as principais técnicas de teatro que podem auxiliar no desenvolvimento das competências e habilidades profissionais? Para saber mais sobre os benefícios das aulas veja aqui.

Só o que poucas pessoas sabem é que uma das suas grandes aliadas para sair de qualquer tipo de problema é a sua criatividade.

Melhorar a criatividade te ajudará a encarar problemas de forma diferenciada!

É inegável que qualquer pessoa no mundo, pelo menos uma vez na vida, irá passar por algum tipo de problema. Seja ele físico, financeiro, emocional, uma vez você terá que encará-lo de frente e procurar a melhor solução para ele.

Muitas pessoas se deixam levar pelos seus problemas, não conseguem superá-los e, com isso, acabam mergulhando num abismo, que resulta em mais problemas, com uma intensidade maior, ficando cada vez mais difícil de sair.

Só o que poucas pessoas sabem é que uma das suas grandes aliadas para sair de qualquer tipo de problema é a sua criatividade. Sim, a própria criatividade pode te ajudar a sair de qualquer problema, podendo ser até mesmo a solução para isso.

Este texto está sendo desenvolvido para te ajudar a entender melhor esse processo. Com ele, você entenderá do que se trata utilizar a criatividade para apoio contra os problemas.

Como a criatividade ajudará a solucionar os problemas?

Você já parou para pensar que, para solucionar os problemas, surgirão diversos processos e metodologias? E todos esses processos são baseados numa única ferramenta: a criatividade? Pois então, foi justamente para isso que ela foi criada, para te ajudar a encontrar a solução para qualquer problema, encontrando a melhor solução para ele.

O mais legal da criatividade é que ele não se restringe a ninguém. Ela está acessível a todos. Claro que alguns fazem mais uso dela do que outros, mas todos podem se imaginar solucionando problemas de forma diferenciada. Basta colocar a criatividade em ação.

Quando você estiver de frente com um problema, você não pode ter medo de usar a sua criatividade, afinal de contas, é através dela que você conseguirá encontrar as soluções para passar por cima do problema.

O grande problema é que as pessoas não querem gastar tempo, utilizando a sua criatividade, colocando-a em prática para encontrar soluções. Elas se contentam com soluções práticas, mais óbvias, pois acham mais conveniente utilizar a lógica, fazendo uso da solução que já deu certo uma vez.

O problema é que nem sempre essa saída é a melhor escolha. Hoje vivemos num mundo em que a velocidade das coisas é muito rápida, e antigas soluções, que antes funcionavam, hoje já não surtem o mesmo efeito. Isso porque, assim como o mundo evolui, os problemas também irão acompanhá-lo e, com isso, a solução para superá-lo também terá que ser diferente.

Quando você utiliza a sua criatividade para solucionar os problemas, você passa a fazer parte de um seleto grupo que faz uso de suas habilidades especiais para pôr em prática a sua criatividade.

Com isso, o primeiro passo para você resolver o seu problema é conseguir identificá-lo. Fazendo isso, metade dele estará resolvido. Essa é a melhor maneira de evitar novas dores de cabeça, quando você testa diversas coisas que só resolver alguns obstáculos, não o problema por inteiro.

Você precisa de duas coisas para solucionar os problemas que surgirem: conhecimento e criatividade. O primeiro você precisa se esforçar um pouco mais para ter. O segundo, é um dom que muitos deixam de utilizar. Não seja um desses.

Sabia que melhorar a criatividade te ajudará a encarar problemas de forma diferenciada! Venha que vamos explicar maiores detalhes!

Melhorar a criatividade te ajudará a encarar problemas de forma diferenciada!

Uma coisa que é inevitável na vida é a ocorrência de problemas. Você pode tentar escapar de diversas situações adversas, mas pelo menos uma vez, você terá que bater de frente com um problema.

E não há nada de errado nisso. Tudo vai depender da forma como você visualiza o que está acontecendo. É aquela velha história: como você verá o copo: meio cheio ou meio vazio? Pessoas que enxergam o copo meio vazio têm a tendência a sofrerem mais quando os problemas surgem.

Já as outras, que têm o hábito de enxergar sempre de forma positiva, possuem uma forma diferente em lidar com momentos contrários à normalidade. E é exatamente sobre isso que este texto quer falar. Sobre como você deve encarar os problemas.

Fique por aqui e veja uma forma melhor para lidar com os problemas.

Como encarar os problemas?

Os problemas são acontecimentos que ninguém, independente de classe social ou financeira, estará livre. Todos estão sujeitos e, uma vez ou outra, se encontram de frente com eles. E nessas horas o pensamento que vem é: o que farei para lidar com eles?

Nessas horas, o melhor é parar tudo o que está fazendo, respirar fundo e começar a colocar a ordem na casa. Uma saída que está sendo considerada como uma das melhores é abusar da criatividade para encarar os problemas. Exatamente, a criatividade te ajudará a superar os problemas de forma melhor, mais leve e menos prejudicial.

As pessoas que não utilizam a sua mente para saírem de determinadas situações estão sujeitas a sofrerem mais do que o necessário para solucionar os problemas. Com isso, acabam se entregando a determinados acontecimento que, analisados por outra forma, poderiam ser resolvidos de forma mais fácil, sem sofrimento.

Com isso, estimular a criatividade para, primeiro, conhecer o problema e, depois, partir para a sua solução é a melhor forma de lidar com ele. Ao imaginar variadas soluções para o problema, você conseguirá ter a resposta de forma mais fácil, o que fará, automaticamente, que você consiga resolvê-lo, sem precisar sofrer para isso.

Quantas vezes você já viu ou ouviu dizer que uma pessoa passou por uma situação extremamente complicada, sem perder a pose e você, se vendo passar por ela, não teria a mesma atitude? Pois então, são nessas horas que devemos olhar para o lado, perceber que o problema que nos assombra pode ser encerrado sem deixar resquício e, melhor, sem causar dor.

A sua criatividade é capaz de te surpreender. Mas para isso, é preciso que você a deixe fazer isso. Portanto, a libere, deixe que ela siga a sua vontade e traga a solução para os seus problemas.

Ao não se permitir impactar pelos seus problemas, de modo que fique estático, sem ação, você terá uma boa vantagem quanto à solução dos seus problemas e, dessa forma, será uma pessoa extremamente diferente, com um pensamento voltado para solucionar os problemas de forma diferente, única, mas ainda assim, eficaz.

Pensando no valor de ensinar arte dramática para as criancas enquanto atravessam a experiência da educação infantil!

Teatro junto com a educação infantil: entenda a importância para seu filho

Trabalhar o teatro em conjunto com a educação infantil é uma prática extremamente benéfica para as crianças. Suas propostas são um terreno de experimentação para eles, tornando-os indivíduos mais preparadas para lidar com a sociedade e seus dilemas.

As primeiras fases da vida são muito propícias para o contato com essa arte. São épocas que demandam um trabalho direto com a criatividade, no sentido de experimentar diferentes contextos e papéis e preparar-se para os desafios inesperados. Além disso, o movimento e a expressão corporal — outros aspectos cruciais dessa época vida —, são diretamente tratados nesses contextos.

Existem características de diferentes áreas que podem ser trabalhadas em aulas de atuação. As vantagens de frequentar aulas assim podem ser sentidas pelo resto da vida de seu filho, tornando-o muito mais preparado para exercer a profissão que escolher e também para lidar melhor com suas questões pessoais.

Pensando no valor de ensinar arte dramática para esses indivíduos enquanto atravessam a experiência da educação infantil, vamos descrever em detalhes alguns dos benefícios trazidos por ela! Vamos lá?

Promove o aumento da criatividade

Desnecessário dizer que a criatividade é um dos aspectos principais no trabalho com a arte dramática. Já é do senso comum que as pessoas que trabalham com esse campo tendem a ser mais criativas e comunicativas.

Para além do estereótipo, há um certo sentido nessa noção. O teatro traz pontos de vista novos sobre o mundo e sobre si mesmo, aumentando em muito o potencial criativo. Além da distribuição de papéis e ensaio para peças, ali serão feitos inúmeros exercícios que têm em comum a prática da criatividade.

Nesse sentido, entenda que tudo aquilo que é trabalhado nas aulas não fica restrito àquele espaço. O mercado de trabalho busca cada vez mais pessoas que consigam dar soluções criativas para os problemas e demandas cada vez mais complicadas.

O conhecimento técnico não deixa de ser necessário. Mas ele resolve apenas parte da questão: é fundamental também saber aplicá-lo de acordo com cada contingência. Mesmo porque as formações tradicionais fornecem um conhecimento que pode ser alcançado igualmente por todos, mas a força verdadeiramente criativa é algo mais difícil de ser encontrado. Por isso tão valorizada!

Ainda assim, vale lembrar que ser criativo não é um dom ou talento inato. Trata-se uma habilidade que pode ser aperfeiçoada e lapidada com a prática constante. Infelizmente, muitos pais não enxergam todo o potencial de trabalhar com seu filho esse aspecto vital na socialização e no meio profissional.

Melhora a interpretação de texto

Os ganhos no campo da interpretação de texto são expressivos. No teatro, entra-se em contato com textos de diferentes origens, que poderão ser interpretados pela criança à sua própria maneira imaginativa. Essa atitude, sempre estimulada pelos professores, traz a importância de fazer valer o seu ponto de vista para agir no mundo.

A interpretação de texto é uma habilidade que transcende a compreensão de palavras. Ela nos ensina a observar o significado do nosso entorno de uma maneira mais apurada e compreender os fenômenos sociais com maior crítica.

Muitas vezes, somos ensinados desde crianças a compreender o mundo de forma unívoca e absoluta. O teatro e a consequente experiência com a interpretação de texto teatral nos leva além, e faz perceber que existem sempre várias leituras possíveis sobre a mesma situação.

Fortalece a autonomia e a autoria

Vale ressaltar também o estímulo trazido pelo teatro na educação infantil para o pensamento autônomo e independência crítica. A sociedade tem normas e regras massificadas, que sufocam a experiência do sujeito e muitas vezes causam um engessamento.

Na vida social, bem como na escola e vida adulta, interpretamos vários papéis impostos. Diversas vezes nos ajudam na sobrevivência e conduta do dia a dia. Porem, podem nos machucar tão profundamente que só quando formos adultos seremos capazes de perceber e identificar suas terríveis consequências, já que muitas vezes renunciamos a nossa autenticidade.

O teatro ensina que outras vias são possíveis, na medida em que ele nos autoriza a ter autonomia para ter autoria sobre nossos projetos o que consequentemente nos leva a saber gerenciar melhor nossas responsabilidades. Além é claro, de nos ensinar a buscar por nossas próprias respostas. A questão da autenticidade é um exemplo interessante sobre esse processo. Por meio do teatro desenvolvemos a autonomia com maior criatividade e autoria pessoal para assim definir maior autenticidade nas nossas ações. Isto transcende a atuação e influencia a maneira como nos expressamos em qualquer contexto social e profissional de maneira autentica e em acordo com o contexto social.

Fornece um espaço para expressão corporal

O corpo é uma estrutura que pode ser compreendida em diversos níveis. Na educação formal e no cotidiano, não costumamos prestar atenção a certas nuances que podem ser tratadas e desenvolvidas em aulas de atuação.

Existe uma potência no corpo para além de suas funções básicas de movimentação, nutrição, saúde etc. Esse é um espaço também de conhecimento e de expressão subjetiva. Ter um conhecimento sobre a forma como nos posicionamos, no sentido mais estrito do termo, nos faz transitar pelo mundo de maneira mais tranquila.

Outras aulas mais “convencionais” podem ser pouco estimulantes para o aprendizado. No contexto das aulas de teatro, tudo será elaborado pensando também no prazer e divertimento dos que compõem tais classes. Portanto, é uma chance também de trazer entretenimento lúdico para seu filho enquanto aprende.

Desenvolve as habilidades de comunicação do seu filho

Comunicar-se é uma habilidade essencial em nossa cultura. É cada vez mais necessário que saibamos nos expressar e ser bem entendidos. Da mesma forma, aqueles que têm mais desenvoltura nessa área conseguem ter posições mais vantajosas em sua experiência de vida e carreira profissional.

Quem atua sabe dizer bem como essa atividade traz segurança para falar e se expressar. Ou seja, o aprendizado que acontece nesses cursos tem impacto direto sobre a vivência externa de atores e atrizes.

Lembre-se que matricular seu filho em um curso assim não significa que ele deve almejar uma carreira artística. Na verdade, trata-se de vivenciar um momento de trocas e de deslocamentos, extremamente benéfico para o resto da sua vida.

Muitas crianças têm dificuldade de comunicar o que pensam e de se socializar, por inúmeras razões. O teatro tem o potencial de ajudar a tratar — ou mesmo resolver —, muitos problemas nesse sentido. Ali será um espaço seguro e confortável, onde ela terá a chance de treinar sua expressão e trabalhar suas dificuldades sem julgamentos.

Como você pôde perceber, praticar o teatro no contexto da educação infantil traz impactos valiosos na formação de seu filho. Mais do que um espaço lúdico, nele é possível obter enormes ganhos que efetivamente o farão crescer enquanto pessoa. Muitos dos que têm tal experiência na infância carregam-na com carinho e grande virtude em sua vida adulta, e isso não é por acaso.

Você sabia que a atuação poderia ser tão importante? Assine nossa newsletter e entre em contato com outros conteúdos de qualidade sobre essa arte!

Pois então, o que as pessoas não sabem é que, para ter uma boa preparação, para poder se tornar um Youtuber de sucesso, um grande aliado pode ser o teatro.

Quer ser Youtuber? O teatro vai te ajudar!

Hoje em dia, principalmente as crianças e os adolescentes, querem ser Youtuber quando crescer. Para quem não sabe, Youtuber é uma pessoa que possui um canal no site Youtube e fica responsável pelos vídeos que lá são inseridos, geralmente no seu próprio canal.

É uma espécie de apresentador, mas sem convidados e falando apenas para uma câmera. Ao finalizar o assunto, ele faz a edição, quando faz, e publica o vídeo no seu canal.

Existem diversos youtubers espalhados pelo Brasil e pelo mundo, alguns consagrados, outros iniciando, mas sempre presentes. Provavelmente você conheça um.

Pois então, o que as pessoas não sabem é que, para ter uma boa preparação, para poder se tornar um Youtuber de sucesso, um grande aliado pode ser o teatro. As aulas e as técnicas apresentadas no teatro podem fazer com que a pessoa desenvolva habilidades que são essenciais, principalmente para se portar diante da câmera. Quer saber mais sobre essa relação? Fique por aqui e leia este texto até o final.

Qual a relação pode se ter entre o teatro e o Youtube?

Um número considerado de pessoas utiliza o teatro não para ser ator, mas para diminuir ou melhorar a sua timidez, entender melhor o que sente, saber se portar e melhorar o seu comportamento num ambiente repleto de gente.

O teatro consegue ajudar as pessoas que têm dificuldades para falar em público, ele tem o poder de ajudar na sua timidez, a estimulando a mostrar atitudes até então desconhecidas, até mesmo para a própria pessoa.

Mas em que o teatro pode ajudar o Youtuber?

O teatro pode ajudar a pessoa que quer ser um Youtuber ao fornecer a ela o material para que possa desenvolver diversas técnicas, como a oratória, a perda do medo de falar em público, a capacidade de driblar uma situação desconfortável, entre outras ações.

Com isso, o teatro ajuda o Youtuber quando ele tem dificuldades de se expressar. Isso pode acontecer, e é mais normal do que se imagina. Pense numa pessoa que fala uma coisa, mas o seu corpo diz outra, exatamente o contrário. Ela não terá credibilidade, não é mesmo? Pois então, o teatro irá ajudá-la a saber se portar quando estiver falando, manter a postura correta para que a mensagem possa ser dada de forma clara e perfeita, em todos os sentido.

Outra ação desenvolvida pelo teatro é saber falar em público. Por mais que o Youtuber só ficará de frente para uma câmera, é importante que ele saiba falar em público. Isso o fará entender melhor as pessoas que o assiste, o ensinará a dizer diretamente para quem o assiste.

Mais uma ajuda proporcionada para o Youtuber que o teatro pode oferecer é aumentar a sua capacidade de criar. Como o teatro estimula a capacidade de criação da pessoa, esse resultando, transferido para a tela do computador, se mostrará um tiro certeiro, principalmente nas horas em que o assunto estiver para acabar e ainda assim falte conteúdo.

Mas afinal, quais são as vantagens que a criatividade traz para as crianças? O estímulo dessa habilidade pode auxiliar na vida adulta dos pequenos?

Como estimular a criatividade do seu filho? Veja estas 4 dicas!

Para você, seu filho pode ser considerado criativo? Muitos pais não sabem como estimular a criatividade infantil, adequadamente, ou não conhecem a importância do incentivo dessa característica, acreditando que as crianças são criativas por natureza.

Embora isso seja parcialmente verdadeiro, é inegável que a criatividade, assim como outras habilidades, deve ser incentivada para que ocorra um desenvolvimento completo e o domínio dela. Uma criança que vive sem estímulos tende a perder, pouco a pouco, a sua capacidade imaginativa.

Mas afinal, quais são as vantagens que a criatividade traz para as crianças? O estímulo dessa habilidade pode auxiliar na vida adulta dos pequenos? E, mais importante, como podemos incentivar o desenvolvimento criativo de nossos filhos? Confira a resposta para essas perguntas a seguir!

O que é a criatividade?

Não existe uma definição exata para o que é a criatividade. Essa habilidade pode ter definições diversas, que dependerão muito do ponto de vista e das experiências daquele que a explica.

No entanto, de modo resumido, é possível dizer que ela é uma habilidade que caracteriza pessoas que buscam ideias para a criação de novas coisas. Ela está intimamente ligada à percepção, à observação e até mesmo à autoestima das pessoas.

Embora seja desenvolvida naturalmente durante a infância, a criatividade precisa ser estimulada por meio de elogios, de atividades e do ambiente em que a criança está inserida. Dessa forma, o potencial criativo é ativado e levado para toda a vida.

Quais são os benefícios trazidos por essa habilidade?

Para os mais céticos e práticos, a criatividade pode ser vista como perda de tempo. Por muito tempo, os “sonhadores” foram vistos como pessoas que não estavam à altura de grandes nomes das ciências exatas. O que poucos sabem, no entanto, é que muitos gênios foram extremamente criativos e apaixonados pelas artes.

A criatividade auxilia no desenvolvimento psicológico e emocional, em vários graus diferentes. Crianças criativas são mais maduras emocionalmente, mais independentes e descobrem o mundo a partir de óticas completamente diversas. Confira algumas das vantagens trazidas pelo estímulo dessa característica:

  • facilidade na comunicação;
  • independência;
  • coragem;
  • ambição;
  • menores níveis de estresse;
  • facilidade em resolver problemas;
  • empatia;
  • autoconhecimento;
  • inteligência emocional;
  • raciocínio lógico;
  • inovação;
  • concentração;
  • memorização.

Como podemos ver, ser uma pessoa criativa auxilia em diversas áreas de nossas vidas. Por isso, incentivar a criatividade nas crianças as torna muito mais capazes para enfrentar o mundo, além de colocá-las em vantagem no mercado de trabalho, já que essa característica é hoje vista como um grande diferencial para os colaborados e lideres em geral.

Como estimular a criatividade das crianças?

Felizmente, o estímulo da criatividade em crianças não é nenhum bicho de sete cabeças.  Os pequenos são naturalmente imaginativos e só precisam de um pequeno empurrão de seus pais e familiares para desenvolver essa habilidade de forma saudável e completa. Confira algumas dicas para facilitar essa tarefa.

1. Elogie a criança

A construção da autoestima é fundamental para que crianças continuem exercitando sua criatividade. Por isso, sempre ofereça elogios para suas criações e mostre que elas são capazes.

2. Forneça o ambiente adequado

Florescer a criatividade em um ambiente ‘’pobre’’ é bastante complicado. Felizmente, é fácil fazer o enriquecimento ambiental para que os pequenos possam criar. Deixe materiais, como papéis e lápis de cor sempre à mão, além de fornecer brinquedos como blocos de montar. Não é necessário gastar muito para isso!

3. Participe e incentive

As crianças veem nos adultos o espelho daquilo que precisam ser. Por isso, seja participativo e mostre interesse. Faça sessões de teatro de fantoches, leia para seu filho e escreva histórias com ele. É uma ótima oportunidade de criar momentos em família!

4. Procure atividades enriquecedoras

Por fim, matricular a criança em atividades que estimulam a criatividade é uma ótima maneira de auxiliar nesse processo. Práticas como a dança ou teatro infantil são excelentes alternativas!

Gostou de saber como estimular a criatividade de seu filho? Agora que você já conhece todos os benefícios trazidos por essa habilidade e sabe como incentivá-la, não perca tempo e comece desde já a trabalhar essa característica!

Conhece alguém que também tem filhos pequenos? Então, que tal compartilhar este artigo em suas redes sociais para que outras famílias conheçam os benefícios da criatividade e saibam como estimulá-la entre as crianças.

 

Neste post, entenda porque incentivar a imaginação e a criatividade dos filhos é fundamental para qualquer atividade de criação em todos os campos da vida.

Como orientar a imaginação e criatividade na infância ao sucesso?

O desenvolvimento do mundo infantil se dá por meio de pensamentos abstratos que, com o passar do tempo, se definem melhor e influenciam na formação de uma identidade dentro da sociedade. Esse é um dos principais motivos que apontam para a importância do estímulo da imaginação e criatividade na infância.

Ambas precisam ser trabalhadas nas crianças, para que juntas possam contribuir para o desenvolvimento artístico, técnico e científico no futuro dos pequeninos.

Neste post, entenda porque incentivar a imaginação e a criatividade dos filhos é fundamental para qualquer atividade de criação em todos os campos da vida.

Imaginação e criatividade no desenvolvimento da personalidade

É por meio da imaginação que as crianças, por exemplo, criam seus amigos imaginários, personagens fantasiosos com os quais conversam, brigam e brincam. Aliás, isso é completamente normal e faz parte do processo de desenvolvimento infantil.

Muitos pais se preocupam com o fato de o filho ter esses amigos imaginários, mas a realidade é que deveriam se preocupar e prestar atenção se a criança não tem amigos reais. Nesse caso, há um problema de relacionamento interpessoal, que poderá prejudicar a infância e o futuro da criança.

O fato é que tudo aquilo que ela conseguir assimilar poderá ser usado para orientar sua imaginação e criatividade rumo ao sucesso. Por exemplo, os contos de fadas contribuem não apenas para o aperfeiçoamento desses aspectos, como também para que a criança aprenda a se socializar e a ter uma percepção de mundo mais ampla.

É claro que isso também ajuda na formação de identidade e independência da criança. Com o objetivo de aproveitar a imaginação em termos de orientação, podemos criar uma série de ações envolvendo brincadeiras que identifiquem áreas e profissões ou o desenvolvimento de talentos e aptidões, como o lado teatral. É por isso que uma escola de teatro é uma poderosa ferramenta para o desenvolvimento criativo das crianças.

Conforme apontamos, tudo pode ser aproveitado. Ao fantasiar que é um arqueólogo, por exemplo, a criança poderá dizer que quer se tornar um. Esse é o momento para que elas sejam introduzidas de maneira sensível na necessidade dos estudos.

Com isso, os pais ou responsáveis estarão contribuindo para uma percepção melhor, do ponto de vista da criança, em relação ao mundo real.

É importante considerar que uma coisa depende da outra. Crianças que tem pouca imaginação também são pouco criativas. No momento de agir podemos nos perguntar se a criança está na idade correta. Aqui, voltamos ao início do artigo: se ela consegue assimilar algo, use isso!

Jogos, vídeos, desenhos animados, histórias criadas com ajuda da criança e até aquela caixa de papelão que ela adora brincar, tudo isso e muito mais são ferramentas para o desenvolvimento da criatividade e da imaginação.

Imaginação e criatividade na infância x reprodução dos modelos

Chegamos a um ponto muito sensível. É comum que haja a preocupação e a necessidade de orientar a imaginação da criança para que ela seja usada em seu desenvolvimento. Entretanto, algo que muitas vezes é deixado de lado é o fato que, justamente devido à capacidade imaginativa, a criança reproduz ou cria modelos.

O que isso quer dizer? Simples, se os pais brigam muito, nada mais natural do que a criança reproduzir essas atitudes em suas fantasias. Quando isso acontece não é tão difícil que esse modelo negativo e agressivo também seja aplicado em brincadeiras com outras crianças.

Por outro lado, não podemos nos esquecer de que o faz de conta sadio não apenas contribui para a sua formação intelectual, como também é uma grande fonte de prazer para a criança.

O importante mesmo é participar ativamente desse processo na infância, seja na ida para a escola, os minutos dentro do carro ou na hora do banho. Cada momento pode ser aproveitado para o desenvolvimento e para o estreitamento dos laços afetivos.

A imaginação e criatividade na infância nunca devem ser desprezadas, afinal, o futuro das nossas crianças depende delas. Gostou deste post? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais e veja o que eles pensam sobre tudo isso!

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano.

Criatividade: seu valor no mercado de trabalho e como desenvolvê-la

Já parou para pensar que, à medida que vamos crescendo, praticamos menos a nossa criatividade? Na pré-escola, somos incentivados a desenhar, pintar e fazer trabalhos manuais. Quando avançamos em nosso currículo escolar, os únicos momentos criativos acontecem somente na disciplina de Artes. E no resto do tempo?

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano. Quando entramos no mercado do trabalho, sentimos a pressão para adaptar os recursos da empresa para resultados melhores e solucionar problemas que surgem de repente.

Muitos profissionais sentem um bloqueio na hora de pensar diferente, acreditando que criatividade é somente para desenvolver trabalhos artísticos. Na verdade, trata-se de ter soluções criativas e saber improvisar para lidar com situações desafiadoras. É aí que percebemos o quanto precisamos desse mecanismo, mas não sabemos como conseguir.

Como, então, exercitar a criatividade? Temos algumas dicas para você. Confira!

Estimule a sua mente

Para começar, leia. Não somente os livros ou revistas que você seja acostumado, mas experimente leituras desafiantes, com pontos de vista e histórias novas para a sua realidade. Podem ser livros relacionados à sua profissão, mas também obras que sejam de outra área de conhecimento.

A música também é uma grande aliada para desenvolver a criatividade. Reúna as canções que mais gosta e descubra novos ritmos. Você pode até montar uma playlist na hora de explorar novas ideias. Realize, também, trabalhos manuais como artesanato, pintura ou bordado. A sua mente fica mais relaxada e propensa a fazer conexões atrás de novas ideias.

Assistir filmes e séries não pode ficar de fora. Há quem pense que tirar um momento para assistir um episódio de seriado é perda de tempo. Não seja assim. Depois de um dia de muito trabalho, o cérebro precisa descansar. É justamente nessa hora de relaxamento que ele vai conhecer novas referências. Procure, também, variar os gêneros do que você assiste.

Expresse os seus sentimentos

Nunca pensou que essa poderia ser uma maneira de exercitar a criatividade? Vamos explicar. Para expressar o que sente, é preciso entrar em contato com as suas emoções e entender o que se passa dentro de si. Para isso, as aulas de teatro são imprescindíveis.

Ao expor o que sente, por meio de gestos, expressões e linguagens, você vai começar a criar. Além disso, o teatro também trabalha a improvisação, que é uma ferramenta maravilhosa para encontrar soluções em situações inesperadas. Um cliente tem uma reclamação e ninguém sabe como resolver? Você estará mais apto para pensar em algo depressa.

Essa experiência também trabalha a desinibição. Aprender a se soltar vai deixar você mais relaxado em momentos decisivos, o que pode facilitar a sua capacidade de apresentar ideias inovadoras.

Saia da sua zona de conforto

A essa altura, já deve ter percebido que as atividades mencionadas acima sempre pedem situações novas, não é? Isso porque é fundamental sair da sua zona de conforto para ter novas ideias. Normalmente, a criatividade não é uma inspiração que cai dos céus sem o menor esforço.

É preciso que a sua mente trabalhe, adquira novas referências e pense de uma forma diferente. Se você precisa encontrar uma maneira nova de resolver um problema, é preciso começar a ver as coisas por um novo ângulo. Para isso, saia da rotina! Escolha algo diferente para almoçar, faça um passeio em um lugar que nunca tenha ido ou procure uma combinação diferente de roupas.

E você pode ir mais além. Se puder, viaje! Faça roteiros inesperados, teste novos idiomas e descubra novas culturas. Será enriquecedor e proporcionará ideias mais originais. Claro que não é preciso vivenciar novas experiências a todo momento, caso contrário, o seu cérebro poderá ficar sobrecarregado com tantos estímulos.

Conheça novas pessoas

Vamos continuar a expandir nossos horizontes? Que tal conhecer novas pessoas? Pode soar estranho a princípio, mas uma conversa pode gerar reflexões que nunca pensamos antes. Fazer amizades com pessoas diferentes, mas com muito conteúdo, vai fazer você pensar além do óbvio.

Afinal, é ótimo ter amigos que concordem com nossos pontos de vista, mas imagine como será construtivo conhecer novas visões de mundo! Claro que não é preciso forçar amizade com gente que brigaria com você, mas abrir a mente para ouvir a história de outro ser humano pode fazer maravilhas para a criatividade.

Além de praticar a empatia, você passa a enxergar o mundo sob outros olhares, o que pode ser essencial para desenvolver ideias para novos produtos ou propor serviços inovadores para clientes.

Cuide mais do seu corpo

Não esperava por essa? Não é só a mente que precisa de exercício. O corpo necessita desempenhar atividades físicas para liberar endorfina, o hormônio que propicia a sensação de felicidade. Assim, você fica mais relaxado para pensar em novos desafios. Comece uma academia ou faça caminhadas ao ar livre.

Para que o seu organismo entre em equilíbrio, também vai precisar de uma nutrição adequada. Não adianta fazer exercícios e se entupir de alimentos prejudiciais que deixam a sua digestão lenta e o corpo mais preguiçoso. Siga um cardápio que atenda às suas necessidades nutricionais, além de comer alimentos com vitamina C e antioxidantes, para o melhor funcionamento dos neurônios.

Quando começar a ter ideias mais originais, anote tudo e faça mapas mentais para organizar os pensamentos. Pensar de uma nova maneira é uma ferramenta extremamente útil no ambiente de trabalho. Na hora de resolver problemas, não apenas o conhecimento acumulado será necessário, mas também a capacidade de encontrar soluções de forma inovadora.

Essa habilidade é muito valorizada nos profissionais atualmente e pode ser a saída para se manter bem em tempos de crise. Mas se uma ideia não deu certo, nada de desanimar! É preciso praticar a criatividade, tentar várias vezes, misturar imaginação com realismo, até funcionar. Várias grandes ideias precisaram de muitos rascunhos até decolarem de vez.

Desenvolver a criatividade também será essencial para trabalhar a própria mente. O seu cotidiano poderá ficar muito mais interessante! Quer ver mais conteúdos como esse em suas redes sociais? Curta a nossa página no Facebook!

Falamos sobre os principais pontos da abordagem educacional, dos principais benefícios e do papel do teatro na construção do ensino para crianças.

Educação lúdica: como desenvolver novas ações no pré-escolar?

Qual é o primeiro pensamento que vem à sua mente quando se menciona a palavra “aula”? Temos um palpite: provavelmente, a imagem envolve uma sala de aula com carteiras, lousas e estudantes sentados e atentos (ou não). Chegamos perto? Então está na hora de esquecer tudo o que você acha que sabe sobre o assunto e conhecer a educação lúdica.

A idade pré-escolar, conhecida como primeira infância, compreende a faixa etária de 0 a 5 anos e é uma das épocas mais importantes para o desenvolvimento infantil. Nessa etapa, o potencial de aprendizado dos pequenos está a todo vapor e a personalidade já começa a ser formada.

Neste post, falamos sobre os principais pontos desse tipo de abordagem educacional, dos seus principais benefícios e do papel do teatro na construção do ensino para crianças dessa faixa etária. Vamos lá? Boa leitura!

O que é a educação lúdica?

Para iniciar a compreensão desse conceito tão amplo, é preciso primeiramente entender o significado da palavra lúdico. O vocábulo é originário do termo ludus, do latim, que é difícil de ser traduzido ao pé da letra. Entre seus significados estão as opções jogo, imitação e divertido.

Em razão da complexidade do termo, algumas interpretações diferentes podem ser direcionadas ao conceito de ludicidade. Para abordá-lo da forma correta, são levados em consideração diversos aspectos, que vão do estudo sociológico ao pedagógico, que é o adotado nas escolas.

De forma simples e prática, a educação lúdica pode ser resumida como um método inclusivo e interativo, que permite que as crianças aprendam entrando em contato com os objetos de ensino. Para isso, podem ser utilizados jogos, brincadeiras e outras atividades que incentivem a participação dos estudantes.

Qual é o impacto da educação lúdica para educadores e alunos?

De acordo com a teoria das inteligências múltiplas, proposta pelo psicólogo Howard Gardner, existem sete tipos de inteligência. As características de cada grupo permitem perceber a maneira como pessoas diferentes absorvem o conhecimento: pela leitura, pela música ou pela visão.

Alternar entre as metodologias é o melhor modo de atingir todos os alunos de forma igualitária, já que permite que cada um deles explore o aprendizado da melhor forma possível. A seguir, nos aprofundamos na importância da ludicidade para o ensino.

Importância do ludismo na educação

Agora que você já conhece o significado etimológico da palavra lúdico, fica um questionamento: o que é, afinal de contas, brincar? E como aprendemos a fazer isso?

De certo modo, as brincadeiras são a porta de entrada da criança para o mundo real. É a partir de jogos e diversão que os pequenos entram em contato com a realidade, amadurecem os sentidos e a inteligência, e aprendem a conviver em sociedade, lidar com as emoções e controlar as capacidades cognitivas.

Por incrível que pareça, ninguém nasce sabendo como brincar. O meio em que cada indivíduo está inserido é  determinante para o desenvolvimento das brincadeiras que marcam sua infância. Por isso, o professor tem um papel fundamental na criação das atividades lúdicas na educação.

Ele é, afinal, o responsável por guiar tais brincadeiras, determinar as regras (essenciais para que os jogos ocorram como devem) e, ao mesmo tempo, dosar a liberdade para permitir que a criatividade seja estimulada e a imaginação da criançada corra solta. Dessa forma, ele também aprende com os alunos.

Uma boa opção é incluir a prática teatral, que ajuda a melhorar o ambiente escolar ao familiarizar as crianças com a existência de regras e facilitar o trabalho do professor em sala de aula. A arte ainda fortalece os laços entre discentes e docentes ao criar uma relação de amizade e respeito entre eles.

Benefícios para o desenvolvimento da criança

Embora sejam divertidas, as brincadeiras são muito mais do que meras formas de entretenimento infantil. Na realidade, elas têm grande caráter associativo e são responsáveis indiretas pela formação do caráter e das preferências dos seres humanos.

Um exemplo disso é o condicionamento natural em relação aos gêneros de certas atividades. Enquanto os meninos são estimulados a participar de jogos que envolvem aventuras e desafios, as meninas são normalmente direcionadas a brincadeiras que desenvolvem o instinto materno e o cuidado com os outros.

A longo prazo, esse comportamento cria padrões e pode ser decisivo para o modo como essas crianças observam o mundo. Por isso, é essencial estimular que meninos e meninas participem de diferentes jogos e atividades, experimentem diversas visões do mundo e possam escolher os caminhos que querem tomar no futuro.

A educação lúdica é, portanto, uma arma poderosa para o desenvolvimento infantil, tanto nos pontos de vista escolares, como em sua personalidade. Entre seus principais benefícios estão:

  • melhora do condicionamento físico;
  • estímulo da criatividade;
  • desenvolvimento da memória;
  • melhora nas capacidades cognitivas;
  • estímulo da expressão social;
  • melhora da autoestima e da autoconfiança;
  • contato com o autoconhecimento;
  • experimentação com novas emoções;
  • desenvolvimento da capacidade de trabalhar em equipe.

O que é o teatro educativo?

A maioria das pessoas associa o teatro apenas a espetáculos teatrais e esquece — ou desconhece — seus inúmeros benefícios e as várias habilidades que são desenvolvidas em suas aulas.

Os conceitos do teatro educativo, também chamado de teatro pedagógico, são bastante utilizados para tornar as aulas mais lúdicas e interessantes para os alunos, por exemplo. Para crianças em idade pré-escolar, essa abordagem é ainda mais relevante para potencializar a assimilação.

Quais são os principais objetivos do teatro pedagógico?

O principal objetivo do teatro educativo é servir como base educacional para crianças que estão na fase da pré-escola. Por meio de aulas teatrais, é possível introduzi-las a diversos temas, com a utilização de uma linguagem universal entendida por todos: a arte.

No entanto, esse tipo de ensino trata de várias outras finalidades. Veja algumas delas a seguir:

  • desenvolvimento completo do estudante;
  • autoconhecimento;
  • autoestima;
  • integração com o meio em que está inserido (escola, ambiente familiar e o mundo como um todo);
  • florescimento adequado das capacidades sociais;
  • desenvolvimento da empatia e da cooperação;
  • criação de senso de responsabilidade e autodisciplina;
  • auxílio da compreensão de regras e normas;
  • perda da vergonha excessiva e incentivo à desinibição e à desenvoltura;
  • desenvolvimento das habilidades físicas e mentais;
  • fortalecimento das capacidades de comunicação e expressão corporal e verbal;
  • florescimento da capacidade de liderança e da resolução rápida de problemas;
  • surgimento da consciência crítica e das opiniões próprias sobre vários assuntos;
  • potencialização da capacidade criativa, de raciocínio e de observação;
  • melhora de todas as capacidades cognitivas, como a fala, a memorização e a coordenação motora;
  • ajuda na postura física e na impostação corporal e vocal;
  • desenvolvimento da oratória e do vocabulário;
  • redução do estresse e da ansiedade, com consequente melhora das saúdes mental e psíquica.

Assim, o teatro educativo atua nas capacidades da criança em sala de aula de forma a prepará-la para um promissor futuro acadêmico. Além disso, a longo prazo, ele cria alicerces emocionais e auxilia na promoção do “eu” para que o aluno encontre seu lugar no mundo e descubra mais sobre si mesmo.

Quais são as formas de trabalhar a educação com teatro?

As aulas de teatro educativo abordam diversos pontos da educação artística. Alguns deles são:

  • uso de imagens (para o desenvolvimento de símbolos mentais e a exploração dos sentimentos por meio da visão);
  • uso da imitação (para fortalecimento da empatia e construção de consciências sociais e físicas);
  • exercícios de concentração, comunicação, expressão corporal, linguagem, fala, respiração, relaxamento, leitura, música e outros.

Essa vasta gama de abordagens permite que as crianças entrem em contato íntimo com todos os sentidos e vivenciem o mundo de diversas formas. Com isso, vão conhecer situações até então nunca vistas de forma segura e saudável, em um ambiente confortável e convidativo.

Existem várias formas de elaborar os exercícios e as atividades desse tipo de metodologia no ensino. Confira os principais deles a seguir.

Dinâmicas

Também conhecidas como atividades em grupo, as dinâmicas são parte fundamental dos exercícios teatrais para todas as faixas etárias. Elas desenvolvem diversas habilidades, como a capacidade de conviver em grupo, a liderança e a desinibição das crianças.

Entre as mais populares, estão os jogos de “gato e rato” (como o famoso polícia e ladrão), o mestre mandou, mímicas, shows de mágica e outros.

Peças infantis

Toda produção teatral carrega consigo um significado, que pode ser diferente para cada espectador com base em suas experiências e vivências pessoais. Por isso, a interpretação de cada história é única mesmo que a mensagem pareça bastante óbvia.

Com as peças infantis, isso não é diferente. A maioria da dramaturgia destinada ao público pré-escolar traz consigo ensinamentos e “morais da história”, como acontece com as fábulas. Por isso, a participação nesse tipo de peça permite o contato dos pequenos com os aspectos físicos e emocionais da arte.

Jogos criativos

Algumas brincadeiras podem ser associadas ao teatro para desenvolver a criatividade das crianças. Um bom exemplo são os jogos do tipo role playing game (RPG) — que são dinâmicas de faz de conta extremamente focadas em improvisação.

A partir de uma situação inicial, os alunos podem criar o desfecho da história utilizando apenas os elementos permitidos no exercício e a própria imaginação. Isso desenvolve a capacidade de resolução de problemas e ensina os pequenos a lidarem, com desenvoltura, com os obstáculos vividos no dia a dia.

Quais são as oportunidades apresentadas pela educação lúdica?

E, afinal, o que esperar de crianças que cultivam, desde cedo, a paixão pelo teatro? Como as artes cênicas podem modificar a vida delas ao serem incluídas em seu dia a dia? Confira algumas das principais vantagens a seguir.

Melhora a convivência dos estudantes na sociedade

O teatro ajuda a melhorar a convivência dos alunos em sociedade, pois os prepara desde o início para diversas situações cotidianas. Além disso, por se tratar de uma atividade em grupo, para participar dela é necessário respeitar regras e diferentes pontos de vista, além de dividir e delegar tarefas frequentemente.

Por isso, crianças que participam de atividades teatrais aprendem a debater suas ideias de forma consciente e são capazes de mostrar seus pontos de vista e respeitar as diferentes opiniões dos colegas.

Auxilia no fortalecimento emocional

Esses exercícios ajudam a criar adultos mais empáticos. Quando aprendem a respeitar a opinião alheia, as crianças também passam a se colocar no lugar do próximo e tentar ver as coisas pelo ponto de vista do colega.

Além disso, o ato de representar papéis também desenvolve essa característica, já que o estudante precisa literalmente se colocar como outra pessoa e excluir-se, mesmo que temporariamente, da narrativa. Isso favorece o respeito à diversidade e a outras culturas.

Permite o desenvolvimento das capacidades físicas

Crianças adoram brincadeiras e são repletas de energia. Por disso, é comum ouvir dizer que elas estão constantemente ligadas nos 220V. Com o teatro, toda essa energia será canalizada de forma adequada.

Os exercícios, embora não possam ser comparados a uma maratona, exigem muito dos pequenos organismos da criançada. Além de toda a movimentação, há atividades mais específicas, como os alongamentos e os exercícios respiratórios, que são excelentes para a postura e o fortalecimento muscular.

Melhora o rendimento escolar

Uma das mais importantes consequências das artes cênicas na vida das crianças é a melhora considerável nos estudos. Por atuar constantemente nos aspectos cognitivos dos alunos, o teatro auxilia — e muito — no rendimento escolar.

As aulas desenvolvem pontos como a percepção, a memorização, a interpretação de texto, a leitura, a atenção e assim por diante. Todos esses aspectos são considerados fundamentais para a escola, já que ajudam o pequeno estudante em todas as matérias e competências da grade curricular.

Em resumo, a prática do teatro e de outras atividades estimulantes é um dos pilares do aprendizado das crianças. Afinal, ela traz oportunidades muito melhores na vida adulta e facilita a vida escolar como um todo.

E aí, gostou de saber mais sobre a educação lúdica e de conhecer sua importância no contexto da aprendizagem infantil? Para ficar sempre por dentro das nossas novidades e não perder nossos conteúdos, assine a nossa newsletter! Assim, você recebe todos os post diretamente no seu e-mail e fica sempre antenado com o mundo do teatro. Até a próxima!