Tag Archives: desenvolvimento

Teatro em sp

Como se tornar ator: veja o que é preciso para seguir carreira e quais os primeiros passos

Atuar talvez seja uma das profissões mais magníficas! Dar vida e voz a um personagem vai além da caracterização e de decorar as falas. A atuação tem a ver com entrega, dedicação e muita técnica. Então, esteja certo de que apesar de todo glamour e encanto, o ofício é árduo e o caminho de como se tornar ator é longo, mas com certeza, gratificante.

Uma dúvida muito comum antes de começar é: o que é preciso para ser ator? Bom, ser apaixonado pela profissão já é um bom passo, mas é preciso bem mais que isso. A carreira exige bastante estudo, conhecimento de diferentes áreas artísticas e aperfeiçoamento das técnicas.

É muito comum pensarmos em grandes estrelas Hollywoodianas ou em figuras das grandes emissoras de TV. E é essa glamourização que desperta muito o interesse na profissão. Entretanto, atuar é muito mais que nas telas do horário nobre! Existem grandes profissionais fora das telinhas e das telonas, com carreira de sucesso e muito reconhecimento.

Para ajudar você que sonha em seguir carreira artística, separamos alguns pontos importantes que vão ajudar nessa caminhada de como ser ator ou atriz. Acompanhe!

  

O que é preciso para ser ator?

Ser ator ainda sofre bastante preconceito e algumas pessoas encaram a busca pela oportunidade de atuar como passa tempo. Entretanto, ser ator é como qualquer outra profissão e o desafio exige muita dedicação e estudo.

Ser apaixonado pela carreira artística é um bom começo, mas atores e atrizes profissionais precisam estudar bastante, seja no início, para aprender as técnicas de apresentação, interpretação e vocal, ou no decorrer da carreira para dar vida ao personagem da forma mais natural possível.

A arte de atuar exige muita paixão. E esse sentimento à dedicação e ao foco é a combinação perfeita para tornar-se um artista completo.

Para se profissionalizar, existem cursos técnicos, curso superior em universidades e escolas profissionalizantes de teatro.


Quais cursos profissionalizantes para ator?

Além dos cursos técnicos e das ofertas de graduação, ainda existem as escolas  profissionalizantes de teatro e TV. Assim como os anteriores, eles abordam matérias teóricas e práticas, de acordo com a modalidade de curso escolhida. 

A grande vantagem dessas escolas é que muitos deles foram fundados por artistas renomados ou contam com atores, atrizes e produtores famosos e consagrados que dão aulas, compartilhando suas experiências. 

Outra diferenciação é que existem ofertas de curso para criança e adolescente, que podem começar desde cedo a trilhar sua carreira artística.

Os principais cursos de teatro e TV são:

 

Quais cursos superiores para ser ator profissional?

Universidades privadas e públicas no Brasil oferecem cursos de Artes Cênicas e Teatro, para graduação na área artística.

A duração média é de quatro anos, com currículo variado, mesclando aulas teóricas, como antropologia e história do teatro, e práticas, como canto, interpretação e respiração.

Alguns dão mais enfoque para disciplinas de interpretação, outros focam mais na direção e produção de espetáculos e peças.

Veja onde se graduar:

 

Você sonha em seguir a carreira de atriz e ator? Veja aqui como se tornar ator e trilhar uma carreira de sucesso 

Para ser ator precisa de documentação?

Outra dúvida sobre como ser ator é em relação à documentação profissional. Desde 1978 a profissão é regulamentada e para ter o reconhecimento é necessário ter um registro na Delegacia Regional do Trabalho (DRT).

Assim como os médicos precisam de registro do CRM, os engenheiros do CREA e os advogados da OAB, para atuarem profissionalmente, atores e atrizes precisam do registro DRT.

Esse é o documento que atesta a capacitação profissional, emitido pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões (SATED), órgão que regulamenta as atividades cênicas no Brasil. 

Com ele é possível trabalhar profissionalmente, de forma remunerada, atuando no teatro, cinema, TV, cinema, streaming ou comerciais.

 

Como conseguir o DRT?

Existem duas maneiras de ter o registro profissional de ator:

  • Apresentando o diploma de conclusão de um curso técnico ou superior
  • ou comprovando a experiência profissional remunerada, fazer um teste extremamente difícil e pagar uma taxa.

Em ambos os casos, para dar entrada no registro é necessário ter, no mínimo, 16 anos completos.

 

Qual a vantagem de ter o DRT?

Por lei, somente quem tem registro profissional pode exercer atuar em programas na TV, peças de teatro, filmes e séries ou comerciais. Amadores sem registro só podem trabalhar como figurante ou personagem sem fala.

Existem pessoas que tentam começar a carreira artística de maneira amadora, apostando apenas na experiência e no talento para conquistar grandes oportunidades.

Entretanto, a competitividade neste mercado é alta e o DRT acaba sendo um diferencial importante que oferece mais credibilidade e ajuda a ter mais acesso a oportunidades.

Afinal, o registro atesta oficialmente que o profissional é habilitado para exercer a profissão, tendo cumprido os requisitos e a carga horária de aprendizado mínimos necessários.  Então, quem está buscando ganhar mais espaço e destaque na carreira artística deve considerar fazer um curso que viabilize obter o DRT.

 

O que vem depois da profissionalização?

Depois de finalizar a formação e obter o registro profissional, o momento é focar nos testes e audições para ser aprovado para um papel. Por isso, é fundamental escolher um curso renomado, que ofereça a viabilidade do registro DRT e ter um bom relacionamento durante a formação.

Conseguimos tirar suas dúvidas de como ser ator? Então, se você tem vontade de investir na carreira e acha que tem talento para isso, busque o seu sonho. 

O profissional com DRT tem um mercado extenso de atuação: televisão, cinema, teatro, rádio, streamings, séries, peças publicitárias, propagandas, parque de diversão, eventos e outros entretenimentos. 

Com talento, dedicação e estudo, é só correr atrás para alcançar muito sucesso na carreira!

Gostou do nosso conteúdo e está empolgado para trilhar sua jornada? Então veja aqui como funciona o curso iniciante de teatro.

A concentração na infância é uma das mais importantes capacidades individuais que deve ser incentivada nessa primeira etapa da vida.

Veja como o teatro ajuda a desenvolver concentração na infância

A concentração na infância é uma das mais importantes capacidades individuais que deve ser incentivada nessa primeira etapa da vida. O mundo moderno exige cada vez mais das pessoas. Ter uma base sólida ainda quando criança é essencial para que ela cresça capaz de ter foco, estudar, realizar suas tarefas e, no futuro, ser um excelente profissional.

Por isso, vale a pena ajudar os pequenos a desenvolver essa habilidade, incentivando algumas atividades que podem contribuir para esse fim. Dentre elas, uma excelente forma é por meio de aulas de teatro.

Além de contribuir para a capacidade de concentração, o teatro permite que a criança desenvolva habilidades importantes para sua vida, como a consciência corporal, a absorção do aprendizado e o autocontrole.

Curioso para saber como o teatro pode ajudar na concentração dos pequenos? A seguir, destacamos algumas atividades que são excelentes exemplos de que como a prática teatral pode contribuir. Acompanhe e boa leitura!

Promovendo e incentivando a leitura

Promover e incentivar a leitura são uma das práticas mais corriqueiras envolvendo as atividades teatrais. Interpretar um papel, um personagem ou uma cena exige que a criança se dedique a conhecer um novo mundo por meio da leitura.

Um exemplo prático de como a concentração na infância é estimulada por meio da leitura, é quando ela precisa estudar sua personagem — ler a respeito dele principalmente — para desempenhar da melhor forma possível seu papel.

É algo simples, mas, com o tempo, a criança desenvolve uma capacidade cada vez maior de reter informações.

Promovendo o reconhecimento grupal, individual e espacial

O teatro oferece às crianças a possibilidade de ampliar o nível pessoal de reconhecimento grupal, espacial e individual. Para compreender como o espaço deve ser aproveitado para a realização de uma cena e, até mesmo, estudar os movimentos do corpo — seu e dos outros — para melhorar as expressões de um personagem, é preciso ter atenção.

Ao participar de qualquer peça ou apresentação, a concentração na infância é desenvolvida de forma natural e quase que imperceptível para a criança. É um processo muito eficiente, pois ela nem percebe que suas capacidades de concentração estão sendo trabalhadas e não se sente desgastada por algum tipo de obrigação nesse sentido.

Desenvolvendo a memória

O desenvolvimento da concentração na infância é algo intimamente relacionado com a memória. E que lugar melhor para trabalhar esse aspecto que o teatro? Por mais simples que seja uma atividade teatral — teste para um papel, ensaios, apresentação — ela trabalhará a memória e a concentração.

A própria criança desenvolve a compreensão de que terá que memorizar falas, textos, comportamentos, lugares, objetos e, por si mesma, se dispõe a ter uma atenção a mais para esses aspectos. Quanto mais atenção e dedicação, mais o cérebro dos pequenos será condicionado a ter uma habilidade mais ampla para a retenção de informações.

Trabalhando a formação de cenas

Por meio da formação de cenas a criança tem uma excelente ferramenta para trabalhar a sua concentração. O mais interessante sobre esse processo é que ele a acompanha em todas as etapas de sua atividade.

No momento em que ela começa a estudar e conhecer um personagem, ela dá início a criação de uma imagem mental de como seria a realização prática daquela cena, como ocorreria determinado evento ou como o personagem se comportaria.

Além disso, a concentração é estimulada em um nível mais amplo, uma vez que ela terá que se voltar, em um momento ou outro, para a construção de histórias. Outro fator positivo sobre esse processo é que a criança entende desde cedo a importância de se colocar no lugar do outro e assimilar suas emoções e sentimentos. Os benefícios para as relações sociais são incalculáveis!

Trabalhando em grupo

A maior parte das atividades desenvolvidas dentro do teatro depende de um trabalho em grupo. Mas como isso pode ajudar na concentração na infância? É muito simples: a criança precisará estar atenta ao outro, nos seus movimentos, falas e comportamentos. Isso provoca nela, mesmo que inconsciente, a necessidade de observar o entorno.

Com isso, em pouco tempo ela estará cada vez mais condicionada a não apenas prestar atenção ao que importa, mas também a reter uma quantidade maior de informações. Transportando esse fator para outros âmbitos da vida, ela pode, inclusive, aumentar seu rendimento escolar!

Trabalhando o poder de observação

Um papel, uma cena, um personagem, uma história. Quase que tudo o que diz respeito ao teatro está relacionado à capacidade de observação. Desde o primeiro momento, a concentração na infância é estimulada de forma subjetiva e sensível na criança.

Isso quer dizer que, ao trabalhar o próprio poder de observação, os pequenos se atentam para coisas e particularidades que até então não seriam analisadas por eles e, em alguns casos, poderiam passar despercebidas. Devemos considerar que essa é uma habilidade que acompanhará a criança por toda sua vida.

Claro que as atividades relacionadas ao teatro e que contribuem positivamente sobre o tema tratado não se restringem apenas aos tópicos abordados acima. Elas vão muito além, podendo, inclusive, serem trabalhadas de forma individual, tendo em vista a necessidade ou característica especial da criança.

No mais, é fundamental que os pais acompanhem de perto o desenvolvimento da concentração na infância. Somente assim, eles poderão identificar quais são as habilidades que podem ser usadas para ajudá-los a se desenvolver ou ainda, quais são os aspectos que precisam ser trabalhados de forma mais intensa para que não venham a ser prejudicados no futuro.

Por fim, é importante lembrar que o mundo hoje oferece uma infinidade de distrações que podem comprometer o desenvolvimento da criança. Começar esse trabalho envolvendo a  concentração na infância é fundamental para que, desde cedo, a criança desenvolva essa percepção e tenha mais aptidão para se condicionar, entender e interagir com o mundo que a cerca.

Então, gostou de saber como o teatro para crianças pode ajudar na concentração na infância? Aproveite e se inscreva em nossa newsletter e confira todas as novidades em primeira mão!

você quer saber como o teatro pode ajudar no desenvolvimento do seu filho, confira as dicas que reunimos neste post!

Educação e teatro: sucesso na infância

Educação e teatro são conceitos que se complementam. Afinal, práticas lúdicas e cênicas desenvolvidas a partir do teatro são importantes ferramentas para o desenvolvimento cognitivo das crianças. Atividades realizadas para além da escola são capazes de despertar novas habilidades, estimular a criatividade e melhorar a autoconfiança e as relações interpessoais.

Se você quer saber como o teatro pode ajudar no desenvolvimento do seu filho, confira as dicas que reunimos neste post! Preparado para redescobrir um novo mundo de possibilidades? Então, vamos lá!

Descubra os benefícios de aprender coisas novas na infância

Segundo estudos realizados pelo Instituto Nacional de Saúde Mental nos Estados Unidos e pelo Wellcome Trust, da Grã-Bretanha, as crianças possuem maior facilidade de assimilar novos conhecimentos.

As pesquisas mostraram que o cérebro delas possui maior plasticidade devido a grande distribuição das células que envolvem os neurônios, também conhecidas como mielinas. Por causa desse fator, muitas crianças e adolescentes são incentivados a aprender novos idiomas, por exemplo.

De acordo com os pesquisadores, é na infância que o ser humano está mais propenso a absorver as informações e estímulos externos. Dessa forma, consegue desenvolver as habilidades cognitivas naturalmente.

Saiba por que o teatro é a atividade ideal para seu filho

É importante não fazer escolhas aleatórias em relação a atividade pretendida. Conhecer a criança e compreender a personalidade, interesses e habilidades individuais é essencial para garantir a melhor escolha. Além disso, você precisa conhecer quais são os benefícios e especificidades que cada escolha é capaz de proporcionar.

O teatro, por exemplo, é uma das alternativas mais completas quando o assunto é desenvolvimento infantil. No universo cênico é possível aprimorar a oratória, dicção, postura, sociabilidade, desenvoltura, criatividade além de trabalhar a timidez.

Durante as aulas, os alunos são incentivados a conhecer e trabalhar com outras crianças, aprimorar a prática de atividades em equipe e a reconhecer a importância da coletividade.

Além disso, o teatro auxilia  para que meninos e meninas cresçam confiantes e aprendam a valorizar o corpo como um todo – saúde física, mental e emocional. Afinal,  corpo humano é uma máquina capaz de realizar feitos incríveis e, por conta disso, deve ser desenvolvido e cuidado.

Vale dizer que o teatro também auxilia na melhora da consciência corporal, aprimora a elasticidade do corpo e contribui para uma postura mais saudável.

O teatro também é uma das melhores maneiras de despertar a curiosidade e desenvolver a coordenação, e comunicação de uma criança. As atividades desenvolvidas nas aulas despertam a sensibilidade auditiva e auxilia no desenvolvimento do olhar poético e lírico sobre a vida. Afinal, o teatro é uma maneira de expressar sentimentos e a si mesmo..

Pra finalizar, é importante pontuar que atividades em excesso podem prejudicar a criança e, por isso, é muito importante que os pais sempre estejam acompanhando essas atividades extracurriculares. Acrescentar outros afazeres deve ser, apenas, com o intuito de beneficiar e aprimorar o crescimento intelectual, físico e mental dos filhos.

Se você gostou do nosso conteúdo sobre atividades extracurriculares, educação e um curso de teatro infantil, continue em nosso site descubra como o teatro pode ajudar a desenvolver a autonomia na infância.

Promover e criar meios que incentivem a criança a melhorar sua desenvoltura é uma ótima alternativa. Entenda neste artigo o porque.

Entenda como o teatro ajuda na desenvoltura do seu filho

desenvolvimento da criança tem como pontos fundamentais a socialização, a interação, a superação de obstáculos e o autonomia. Porém, todo esse processo de crescimento pode ser prejudicado quando ela enfrenta dificuldades de se adaptar e se relacionar com outras crianças e/ou com o meio que se encontra.

Nesse sentido, promover e criar meios que incentivem a criança a melhorar sua comunicação, expressão e consequentemente sua desenvoltura é uma ótima alternativa para tornar esse processo de integração e adaptação mais sólido e eficiente.

É exatamente aqui que podemos começar a entender como o teatro ajuda na desenvoltura da criança no presente e no futuro. É importante ressaltar, logo de início, que o teatro pode ser entendido como uma ferramenta que ajudará a criança a ter mais facilidade para se integrar, a trabalhar sua comunicação e expressão ampliando seu campo de experiências sociais.

Quer saber como o teatro pode ajudar nesse tema sensacional? Confira os próximos parágrafos. Boa leitura!

Comunicação e expressão

Pais e profissionais de educação, não raro, precisam lidar com crianças que precisam de uma ajuda adicional para se comunicar e se expressar melhor.

O grande desafio é encontrar um ponto de equilíbrio para trabalhar o aspecto comunicativo e é aqui que um curso de teatro pode ajudar.

Ao participar de um projeto teatral a criança terá que lidar em vários aspectos, com outras crianças e adultos, necessários ao progresso desta proposta. Essa interação permitirá que ela trabalhe e tenha um melhor desenvolvimento sobre os aspectos sociais, emocionais, de personalidade e físicos dela própria em relação aos outras crianças e consigo mesma.

Com isso, elas aprendem a explorar mais as sensações, a ouvir uma as outras e claro, a se comunicarem melhor fazendo-se entender. Por meio de atividades lúdicas teatrais elas aprenderão até mesmo a ter uma melhor percepção sobre valores morais e éticos.

Podemos resumir essa bagagem e estrutura em alguns pontos que serão úteis para a desenvoltura da vida da criança. Confira:

  • desenvolvimento da capacidade de observação e atenção;
  • compreensão das propriedades da comunicação e da expressão;
  • desenvolvimento da capacidade de organizar ideias para defende-las perante a um grupo.

Teatro, expressividade e desenvoltura

O teatro tem uma relação direta com o desenvolvimento da expressividade bem como de outras habilidades tanto cognitivas quanto sócio-adaptativas. Crianças um pouco mais tímidas ou com questões a serem trabalhadas na desenvoltura apresentarão maiores chances de ter problemas de aprendizagem e relacionamento, especialmente, devido a sua linguagem de comunicação (corporal ou oral) de alguma forma estar prejudicada.

Quando falamos sobre como o teatro pode ajudar na desenvoltura não estamos nos referindo a qualquer recurso, mas ao melhor dentre eles. A criança traz consigo um potencial enorme e natural para o seu pleno desenvolvimento. O teatro “traz à tona” todas as suas possibilidades de forma lúdica e criativa.

Com o passar do tempo essas crianças terão mais aptidão para dominarem toda a sua articulação, desenvoltura e assim, torná-los mais expressivos da mesma maneira que fizeram com suas habilidades orais.

Esses benefícios também poderão ser percebidos no plano coletivo quando a criança desenvolve a ideia de respeito mútuo, diálogo, fortalecimento das relações de cooperação, aquisição de autonomia e na flexibilidade que ela terá para aceitar, respeitar as diferenças ao mesmo tempo que precisará colocar seus quereres também!

Se depois de tudo isso você ainda tiver dúvidas, considere as palavras de Procópio Ferreira (1898 – 1979), ator e dramaturgo brasileiro:

“A vida é a miniatura do teatro. Ele a aumenta, a embeleza, a sublima. A vida cria o conflito: o teatro o resolve; e, nessa solução, a vida tem aumentado seu patrimônio moral. A vida está cheia de Cyranos, Hamlets e Otelos, mas só depois de a arte os haver mostrado é que o mundo começou a reparar neles”.

Gostou de saber como o teatro ajuda na desenvoltura e quer aprender mais? Então, confira nosso artigo especial sobre como estimular a criatividade de seu filho!

As aulas de teatro são, além de muito divertidas e dinâmicas, repletas de outras vantagens para aqueles que as praticam.

Será que chegou a hora de fazer teatro? 8 pistas para saber se sim ou se não…

Muitos de nós, quando pequenos, sonhamos em nos tornar grandes atores ou atrizes na vida adulta. Afinal, a profissão é comumente associada a um certo glamour que costuma nos encantar.

Felizmente, as aulas podem ser frequentadas por qualquer pessoa, independentemente de sua área de atuação ou de suas expectativas. Isso porque a atividade é comprovadamente eficaz para o desenvolvimento de diversas áreas de nossas vidas e melhora os desempenhos profissional e social dos indivíduos.

As aulas de teatro são, além de muito divertidas e dinâmicas, repletas de outras vantagens para aqueles que as praticam. Além disso, não são, exclusivas para quem busca uma carreira no ramo.

Então, vamos lá descobrir se chegou a sua hora?

1. Evolução Pessoal

Uma escola de teatro tem muito a ensinar para quem deseja potencializar sua evolução pessoal. As aulas são elaborado para trazer novas visões de mundo o que transcende o teatro, sai dos palcos e vai para a vida. Consciência na linguagem verbal e não verbal, expansão do conhecimento e amadurecimento, tanto pessoal, como profissional, são conquistas muito citadas por alunos te teatro. Mas, o que eles, definitivamente, elegeram como o maior benefício do curso, é que tudo isso acontece em um ambiente descontraído, com pessoas maravilhosas, profissionais com excelência e muita, mas muita diversão mesmo!

Continue a leitura e descubra vários outros benefícios trazidos pela prática das aulas de teatro e conheça os motivos para começá-las o quanto antes! Venha com a gente!

2. Lidar melhor com a timidez para falar em público

Embora muitas pessoas tratem a timidez como um problema a ser resolvido, essa característica não passa de um traço de personalidade. Tais traços fazem parte de quem somos e nos tornam seres únicos. E é essencial que essa individualidade seja sempre respeitada.

Por outro lado, a timidez excessiva pode, sim, ser um problema para as relações sociais, além de causar danos nos âmbitos acadêmico e profissional. Saber dosar essa peculiaridade é o melhor caminho para encontrar um equilíbrio entre personalidade e melhores oportunidades dentro da sociedade.

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que, na verdade, muitos atores são extremamente tímidos e introspectivos. Isso não os impede, no entanto, de brilhar nos palcos várias vezes por semana. As aulas de teatro são capazes de melhorar a desenvoltura, equilibrar a timidez e ainda assim ensinar o aluno a respeitar sua própria individualidade, melhorando a confiança e a autoestima.

3. Favorece a concentração

As capacidades cognitivas, que englobam fatores como foco, atenção, concentração, memorização, dicção e percepção, são algumas das áreas mais beneficiadas pela prática de aulas de teatro e outras artes, como a dança e a música.

As aulas de teatro envolvem muito mais do que simplesmente atuar. Elas são um constante exercício de leitura, compreensão de textos e intensa atividade intelectual. Isso desenvolve diretamente diversas áreas do cérebro que podem melhorar — e muito! — o desempenho acadêmico e profissional dos alunos.

4. Desenvolve a capacidade de comunicação

Falar em público pode ser assustador para muitas pessoas. Na realidade, esse medo tem até um nome: é conhecido como glossofobia, que tem origem no grego e significa medo da língua, em tradução livre.

O teatro é famoso por desenvolver a capacidade de oratória, além de melhorar outros aspectos como a linguagem corporal, a dicção e a entonação vocal. Progressos na fala em público podem fazer toda a diferença em sua profissão ou vida acadêmica, já que melhoram a capacidade de apresentar projetos e, com o tempo, permitem até que mais clientes sejam conquistados.

Outro benefício desse aprendizado é a melhoria no âmbito pessoal. Afinal, relacionamentos são alimentados pelo diálogo e pela comunicação, certo? Por isso, saber falar e se expressar de forma correta pode fazer maravilhas nesse sentido.

 

5. Possibilita o surgimento de novas amizades super interessantes

Embora pareça ser simples para algumas pessoas, nem sempre é fácil fazer novos amigos. Conhecer gente nova e, mais importante, desenvolver uma conexão com tais indivíduos, pode ser um desafio para a maioria dos mortais. Nas aulas de teatro, novas amizades são estimuladas e mais facilmente criadas. Laços se formam com mais fluidez, graças aos interesses em comum que são partilhados pelos alunos.

Além disso, as artes cênicas são inclusivas, democráticas e incentivam o respeito às diferenças. Com isso, você poderá conhecer pessoas de diversas raças, gêneros e esferas sociais, trocar informações e aprender muitos conceitos de empatia.

6. Desenvolve o trabalho em equipe

Saber trabalhar em equipe e lidar com pessoas de personalidades completamente diferentes é um diferencial imenso, que faz toda a diferença em ambientes de trabalho ou de estudo. Afinal de contas, quem nunca se estressou um pouco demais durante um trabalho em grupo?

O teatro incentiva dinâmicas e atividades em grupo em todas as suas aulas. Com isso, ensina os estudantes a ouvirem o que os outros têm a dizer, bem como a expor suas opiniões de forma que elas possam ser ouvidas também. Assim, todos aprendem a lidar com as diferenças com maturidade e resolver todos os problemas com eficiência.

7. Fortalece a confiança

Se a insegurança é um problema presente em seu dia a dia, fazer teatro pode ser uma boa opção para combater essa dificuldade. Nas aulas, os alunos são incentivados todos os dias a desenvolverem a autoconfiança para que se tornem cada vez mais seguros de si. Isso é um grande benefício para a autoestima.

O desenvolvimento da autoconfiança ocorre gradualmente, por meio da exposição a situações um tanto inusitadas no palco. Você ficará surpreso com o quão mais fácil será lidar com pessoas e trabalhar criativamente no cotidiano após as vivências teatrais.

8. E o mais legal de tudo! Pode trazer uma nova profissão

Por mais que você já esteja encaminhado em alguma área, fazer teatro pode, sem dúvida, desenvolver em você uma grande paixão pelas artes cênicas e levá-lo a uma nova profissão. Aprender um novo ofício é sempre enriquecedor, além de manter vivo o sonho de muitas pessoas à se tornar realidade.

Fazer teatro é uma atividade que engrandece por inteiro. Além de poder se tornar uma profissão, essa linda arte é capaz de desenvolver inúmeras habilidades extremamente enriquecedoras para quem à pratica. Esses ensinamentos podem ser levados para a vida toda com enormes benefícios e quando colocados em prática traz novos horizontes e possibilidades em inúmeras áreas.

Então o que achou? Será que chegou a sua hora?

Veja a série de benefícios que o teatro pode oferecer para as crianças, auxiliando em seus desenvolvimentos pessoais.

Confira agora 5 importantes habilidades que o teatro desenvolve nas crianças

As diversas atividades culturais e esportivas desempenham um importante papel no desenvolvimento integral do ser humano. Quando praticadas ainda na infância, contribuem para o progresso da inteligência inter e intrapessoal, o fortalecimento da coordenação motora, a formação da inteligência emocional, a percepção das regras, o respeito à diversidade e, talvez a mais marcante, a inserção da criança em um ambiente propício à autoexpressão.

Apesar de as aulas teatrais serem uma boa opção para qualquer faixa etária, é comum que muitos pais, desejosos de proporcionarem aos seus filhos as condições necessárias para um mais potente desenvolvimento social, optem pela série de benefícios do teatro ainda quando crianças. Veja a seguir as principais vantagens da prática.

1. Ensina a perceber e lidar melhor com as emoções

Durante o aprendizado teatral a criança desenvolve, à medida que evolui, a capacidade de perceber e lidar melhor com às emoções e acessar, também, caminhos para expressá-las. Não se pode manifestar ou trazer à consciência um sentimento que não se consegue nomear. Dessa maneira, são notórios os benefícios que as aulas de teatro proporcionam ao fator emocional.

De acordo com Daniel Goleman, que desenvolveu um extenso trabalho sobre a inteligência emocional, tal condição se apoia primordialmente em 5 habilidades:

  • o autoconhecimento emocional, definido pela capacidade de reconhecimento das próprias emoções mediantes aos estímulos externos;
  • o autocontrole, que utiliza as informações recolhidas pela autopercepção para decidir como quer e deve reagir em cada situação, ponderando a mensagem que se deseja transmitir e a que é esperada socialmente;
  • a automotivação, que coloca as emoções a serviço de objetivos específicos, sem permitir que as limitações impeçam o avanço dos intentos definidos;
  • a capacidade de ler as emoções de outros indivíduos, que cresce à medida que se trabalha o conhecimento sobre as próprias emoções, por isso, o desconhecimento do seu papel e influência social implica, também, em uma capacidade precária de leitura dos outros;
  • e a interação social, que se manifesta por um comportamento seguro em interagir com outras pessoas a partir da leitura da sua linguagem corporal e, consequentemente, do fornecimento de respostas adequadas.

Nota-se, então, que a inserção no processo teatral e o desenvolvimento da capacidade de atuar da criança atinge diretamente os fatores listados acima. Para alguém tímido, em um primeiro momento, a tarefa é vivenciar o teatro, simultaneamente, enquanto sujeito atuante e observador do seu próprio processo emocional interno, conforme se expõe ao aprendizado dessa arte.

2. Estimula a criatividade

Graças aos inúmeros adereços que compõem a atividade teatral, performances como essas estimulam a criatividade de diversas maneiras. Por exemplo, o desenvolvimento da autonomia para elaboração do texto da peça, busca por figurinos adequados, imersão histórica, trilha e efeitos sonoros ou linguagem corporal, que se busca desenvolver de acordo com o contexto ou a sondagem das diversas emoções que são vivenciadas pelos personagens.

A combinação de todos esses elementos cria um ambiente rico e propício ao desenvolvimento simultâneo de diversas habilidades, bem como estimula o pensamento criativo de maneira autônoma. Outro fator notável é a ampliação do repertório cultural, uma vez que o indivíduo é apresentado a um universo literário e artístico abundante.

3. Combate a timidez

Um dos grandes benefícios do teatro é a possibilidade de corrigir problemas de interação social e timidez. Devido à exposição gradual e controlada às atividades iniciais de consciência corporal, ocorre um silencioso, mas perceptível, processo individual em que a criança se descobre como um sujeito atuante e tem a oportunidade de explorar a sua influência no ambiente que ocupa por meio de diversas linguagens.

A ampliação da consciência corporal e emocional traz maior segurança para com a própria imagem, o que se evidencia na melhoria da interação social e na capacidade de improvisar criativamente no palco e na vida. Apesar de ser um processo natural, há que se considerar a natureza individual desse trabalho de autoconsciência e que cada criança apresentará o seu ritmo de evolução.

4. Contribui para a formação do caráter

Outro benefício do teatro é que o contato com essa arte também contribui para a consolidação de valores como o respeito à diversidade, ao espaço e os sentimentos do outro e a compreensão da subjetividade que é inerente às emoções humanas.

Dessa maneira, não se pode deixar de citar o benefício do entendimento e o respeito às regras definidas e aos outros participantes, aprendizado absorvível tanto por meio de atividades culturais quanto por meio de atividades esportivas.

Comportamentos infantis nocivos ao bem-estar geral, como a falta de disciplina e a agressividade, também podem ser atenuados com a prática teatral, uma vez que esta assuma o seu papel de ferramenta pedagógica e consolide a transmissão de valores essenciais para uma convivência comunitária harmoniosa.

5. Aumenta o traquejo social

A capacidade de improvisar em diversas situações também é um dos benefícios do teatro, já que depende da utilização de recursos já consolidados e vivenciados pelo indivíduo. Isso significa que quanto maior for a exposição às situações teatrais em que haja a liberdade de improvisação, maior é, também, o traquejo social.

Devido à relação estabelecida entre a exposição que ocorre no meio teatral e a facilidade de lidar com situações inesperadas do dia a dia, pode-se compreender a dificuldade de pessoas tímidas em enfrentar ocasiões sociais corriqueiras como, por exemplo, estabelecer um diálogo com um desconhecido ou interagir com os colegas de estudos e trabalho.

Isso ocorre devido aos aparatos de sobrevivência social construídos pela timidez, que buscam restringir o máximo possível as situações em que há desconforto ou a vivência de cenários emocionalmente incômodos.

A dificuldade em se sentir seguro na própria pele, transmitir mensagens e reagir adequadamente diante de outras pessoas pode ser trabalhada no teatro, já que ali o propósito de todos é o mesmo e, do ponto de vista da pessoa tímida, é um ambiente mais flexível e libertador

Para finalizar a reflexão sobre os benefícios do teatro durante a infância, destacamos a definição da pedagoga Neirimar Cerqueira: “As atividades de expressão libertam a personalidade pela espontaneidade e formam-na pela cultura. As atividades artísticas permitem que a criança se expresse ficando claros seus sentimentos, as suas frustrações e ansiedades, mantendo um clima geral de liberdade e respeito.”

Agora que você já sabe os importantes benefícios do teatro para as crianças, entre em contato conosco e tire todas as dúvidas sobre as aulas de teatro!

Discutiremos os principais aspectos da timidez infantil e mostraremos como ela pode ser trabalhada com a criançada.

Timidez Infantil: Entenda Como o Teatro Pode Ajudar

Quando falamos sobre timidez infantil, é comum pensarmos nessa característica como um defeito. Para muitos, ser tímido representa uma desvantagem em relação aos outros, especialmente na infância, e pode fazer com que as crianças se desenvolvam “inadequadamente”.

No entanto, todos temos personalidades e características diversas, que nos tornam pessoas completamente únicas. Elas podem incluir traços como a alegria, criatividade, a honestidade, a bravura e, claro, a timidez. Essas particularidades podem ser negativas ou positivas, dependendo do contexto e do ponto de vista.

Pensando nisso, criamos um artigo especial para debater as particularidades da timidez infantil. Ao longo de nossa conversa, discutiremos os principais aspectos dessa característica e mostraremos como ela pode ser trabalhada com a criançada. Além disso, falaremos sobre como trabalhá-la da forma correta, para que não traga prejuízos para o desenvolvimento. Boa leitura!

O que é a timidez?

A timidez é um traço de personalidade caracterizado pelo acanhamento, especialmente em público. Por isso, os tímidos têm mais dificuldade de realizar tarefas que envolvam trazer o foco para si e evitam situações em que estão no centro das atenções.

A palavra vem do latim e significa ‘ter medo’. Por isso, temer momentos mais sociais é comum para os tímidos, além do receio de ouvir opiniões negativas ou até mesmo a dificuldade em ouvir a palavra ‘não’.

Como a timidez infantil pode ser benéfica?

Vista por muitos como um grande defeito, a timidez pode ser uma das características de personalidade mais benéficas.

Na grande maioria das vezes, os tímidos são mestres na arte da observação e participam das situações de modo mais intimista, as vivenciando a partir de outra perspectiva. Por isso, não é incomum que eles notem coisas que outros deixaram passar. Além disso, boa parte das pessoas tímidas é extremamente prestativa e empática, se colocando muito mais no lugar de outras pessoas.

Isso faz com que a timidez seja uma vantagem em muitos ambientes, como o acadêmico e o profissional, desde que bem trabalhada. Muitos recrutadores buscam justamente as características que os tímidos possuem.

Quando devo me preocupar com a timidez infantil?

Infelizmente, nem tudo são flores. Assim como qualquer outra característica, a timidez pode ser bastante prejudicial em alguns casos e contextos. Um dos maiores exemplos de efeitos negativos causados por esse traço é o isolamento social.

Por medo de julgamentos, também é muito comum que crianças tímidas desenvolvam problemas na autoestima e se tornem inseguras, guardando suas opiniões para si e deixando de se expressar da maneira desejada.

Por isso, ao notar problemas no relacionamento de seu filho com os amiguinhos, insegurança excessiva, isolamento ou até mesmo perceber sentimentos de autodepreciação (bastante caracterizado por frases como ‘eu não consigo’), é hora de procurar auxílio e estimular a criança para evitar problemas.

Quais são os melhores métodos para trabalhar a timidez?

Para garantir o desenvolvimento adequado das crianças e evitar problemas no futuro, é necessário realizar estímulos positivos para trabalhar essa característica da melhor forma, respeitando as particularidades, o tempo e o limite de cada criança. Para tal, investir em educação artística pode ser uma boa alternativa.

Aulas de música, dança ou teatro são ótimas opções para garantir que a expressão e a criatividade das crianças sejam sempre estimuladas. Além disso, as aulas teatrais são conhecidas por trabalhar diversas habilidades essenciais para os ajudar os mais tímidos, como:

  • Expressividade;
  • autoconfiança;
  • autoestima;
  • autoconhecimento;
  • oratória;
  • expressão corporal;
  • trabalho em equipe.

Com isso, as crianças tímidas aprendem a conviver melhor com essa característica e conseguem se inserir no contexto social, participando de atividades de modo natural, se divertindo e fazendo novos amigos.

A longo prazo, isso é extremamente benéfico, pois ajuda no desenvolvimento sem prejuízos e possibilita a criação de um adulto mais forte, confiante e sociável, independentemente de ser ou não tímido ao atingir a idade adulta.

Como podemos perceber, a timidez infantil pode ser um traço de personalidade bastante vantajoso para o desenvolvimento das crianças, desde que ela seja trabalhada da maneira correta. Por isso, não se preocupe e estimule a individualidade de seu filho, sempre respeitando seus limites!

Gostou deste artigo? Então, fica aqui a dica de uma escola de teatro para quem quer ajudar o desenvolvimento dos pequeninos. Assine nossa newsletter! Para acessá-la, basta acessar a página inicial e, assim, você receberá todos nossos conteúdos diretamente em seu e-mail!

Mas, afinal, quais são as habilidades ensinadas no teatro que auxiliam, desde cedo, no futuro sucesso profissional de crianças e adolescentes?

Descubra 9 habilidades desenvolvidas pelo seu filho no teatro

Além de benéficas para indivíduos de todas as faixas etárias, desenvolvendo características essenciais para as relações pessoais, as aulas de teatro são também indicadas para quem quer ser bom profissional. Isso inclui, obviamente, as crianças, que têm seu desenvolvimento potencializado de maneira positiva com a atividade.

As artes cênicas mexem diretamente com as emoções daqueles que a estudam, ensinando o praticante a lidar de forma mais inteligente com as próprias emoções e abordando os preceitos da empatia, por exemplo. Por isso, as aulas de teatro são indicadas até mesmo para quem não aspira uma carreira na área.

Mas, afinal, quais são as habilidades ensinadas no teatro que auxiliam, desde cedo, no futuro sucesso profissional de crianças e adolescentes? Como a educação lúdica pode contribuir para esse fim? Continue a leitura e descubra por que essas aulas podem mudar a vida de seu filho para a melhor!

1. Estímulo da inteligência

Em primeiro lugar, falaremos sobre o papel do teatro no estímulo da inteligência. Não é incomum encontrar pessoas que acreditam que as aulas dessa arte envolvam apenas fantasias e o mundo de faz-de-contas.

Embora a imaginação e a criatividade sejam fortemente incentivadas durante as aulas, outras capacidades cognitivas (como a memorização, o raciocínio lógico e a resolução de problemas) também são trabalhadas por meio da leitura, interpretação e debates sobre as obras estudadas.

2. Desenvolvimento da autoestima

Quando falamos na palavra autoestima, é muito comum que o nosso primeiro pensamento seja mais voltado para o senso estético. No entanto, estar em dia com essa característica vai muito além de se sentir bem com a sua imagem no espelho (ainda que isso conte bastante).

De forma resumida, a autoestima pode ser definida como o carinho por si mesmo. Em um ambiente profissional, essa é uma característica fundamental, já que o trabalhador precisa ter confiança em seu valor para conquistar oportunidades cada vez melhores no emprego.

3. Promoção do autoconhecimento

Outra habilidade muito ligada à inteligência emocional é a que chamamos de autoconhecimento. Como o próprio nome já indica, essa capacidade diz respeito ao conhecimento que temos de nós mesmos.

Por mais que isso pareça simples, nem todas as pessoas sabem muito bem quem são ou o que desejam fazer de suas vidas. O teatro trabalha isso diariamente durante as aulas, ajudando o aluno a fazer escolhas mais sensatas e a saber exatamente quais são os seus pontos fortes e fracos.

4. Melhora das habilidades sociais

Em nosso dia a dia profissional, precisamos lidar com pessoas de diferentes culturas, criações, personalidades e características. Por isso, é fundamental dominar as habilidades sociais e ter jogo de cintura para evitar conflitos, inimizades e discussões desnecessárias no ambiente de trabalho.

Felizmente, as aulas de teatro auxiliam o aluno a lidar melhor com suas próprias emoções e a se socializar melhor com outros indivíduos, facilitando as relações pessoais nos mais variados ambientes.

5. Aprendizado do trabalho em equipe

Ainda falando sobre as habilidades sociais, podemos citar outra competência importante aprendida nas aulas de teatro que auxilia as crianças a se tornarem bons profissionais no futuro: o trabalho em equipe.

Como sabemos, nenhum homem é uma ilha — e precisamos nos relacionar com colegas e figuras de autoridade em nosso dia a dia. Por isso, trabalhar em equipe sem dificuldades e conseguir produzir com qualidade em grupos é essencial para qualquer funcionário de sucesso.

6. Redução da timidez

Antes de mais nada, é importante ressaltar que a timidez não é uma característica negativa e que precisa ser eliminada, mas um traço de personalidade como qualquer outro. No entanto, ser excessivamente tímido pode ser muito prejudicial em situações sociais ou no ambiente profissional.

Por conta disso, é importante aprender a controlá-la e mantê-la em um nível saudável, de modo em que ser tímido não traga prejuízos no desempenho do trabalho ou faça com que a voz do indivíduo não seja ouvida.

No teatro, a timidez é muito trabalhada e os alunos aprendem a lidar com essa característica, se tornando mais abertos e sociáveis.

7. Desenvolvimento da empatia

Em poucas palavras, a empatia pode ser definida como a habilidade de se colocar no lugar do próximo, pensando como ele e simpatizando com suas dores e alegrias. No dia a dia de um ator ou aluno de artes cênicas, essa capacidade é constantemente trabalhada por meio da interpretação e do contato com pessoas diferentes.

Para ser um bom profissional, é necessário ser empático com as necessidades de seu público, de seus clientes, de seus colegas e de seus superiores. Essa capacidade é ainda mais importante para pessoas que trabalham em posições de poder e que precisam liderar.

8. Aumento da capacidade de liderança

Complementando o tópico anterior, podemos mencionar o desenvolvimento da liderança. Até o presente momento, é muito provável que você já tenha compreendido como o teatro ajuda no fortalecimento dessa importante característica para o ambiente profissional.

Alunos que fazem teatro aprendem a trabalhar em equipe, desenvolvem sua autoestima e se tornam mais empáticos. Eles são, portanto, líderes bastante controlados e justos, que conseguem construir um ambiente de trabalho muito mais harmônico e produtivo.

9. Incentivo da criatividade

Por fim, falaremos sobre uma característica fundamental para qualquer emprego: a criatividade. Hoje em dia, muito se fala sobre a importância da inovação. No entanto, esse conceito não é nada novo, já que apenas chegamos onde estamos atualmente em nossa sociedade graças aos gênios criativos.

Embora crianças sejam naturalmente criativas, é indispensável que essa habilidade seja constantemente estimulada. As aulas de teatro, então, contam com o ambiente perfeito para dar asas à imaginação, e os alunos são encorajados a deixar aflorar o que há de mais criativo dentro deles.

Agora que você já sabe como o teatro pode ajudar no desenvolvimento do seu filho, não perca tempo e procure uma escola de teatro para iniciar os estudos das artes cênicas. Aqui vai a dica de uma excelente escola! Até a próxima!

Descubra exatamente como as aulas de teatro infantil podem fazer com que seu filho seja uma pessoa muito mais preparada para encarar o mundo que o espera!

Devo colocar meu filho no teatro infantil? Descubra aqui!

Por muito tempo, as aulas de artes cênicas foram vistas como uma ferramenta voltada exclusivamente para a formação de atores, atrizes ou outros profissionais da área teatral. No entanto, nos últimos anos o teatro infantil foi ganhando força e essa arte passou a ser vista como uma ótima atividade para o desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Além da ação profissionalizante, as aulas de teatro aplicadas na infância e adolescência são uma excelente maneira de incentivar o desenvolvimento de diversas habilidades fundamentais para a vida dos indivíduos. Por meio delas, o aluno passa a se conectar melhor com o mundo e até mesmo ter mais sucesso profissional no futuro.

Não está convencido? Continue a leitura e descubra exatamente como as aulas de teatro podem fazer com que seu filho seja uma pessoa bem-sucedida e muito mais preparada para encarar o mundo que o espera!

Como funciona o teatro infantil?

As aulas de teatro infantil fazem parte do que é conhecido como educação lúdica. Esse tipo de ensino é focado no aprendizado e conta com o auxílio de diferentes estímulos, como as artes cênicas, a música e o desenho. Assim, a criança consegue desenvolver diversas características e habilidades de modo diversificado e divertido.

Esse tipo de educação vem ganhando muito espaço ultimamente e tem se mostrado bastante eficaz. De fato, as habilidades desenvolvidas nas aulas de teatro são procuradas por diversos empregadores e fazem a diferença no dia a dia de quem as aprende, especialmente durante a infância.

As aulas seguem mais ou menos o mesmo ritmo do teatro para adultos, respeitando, obviamente, as limitações e particularidades dos alunos. Os temas tratados são condizentes com a faixa etária, assim como as atividades propostas.

Quais as principais vantagens das aulas de teatro infantil?

Agora que você já conhece um pouco sobre o funcionamento das aulas de teatro infantil, que tal saber quais são as principais vantagens trazidas por essa arte para o desenvolvimento dos pequenos?

Favorece a interação entre os alunos

Ainda que os laços de amizade criados na primeira infância não sejam, na maioria das vezes, para sempre, a interação entre os alunos é essencial. Durante a adolescência, então, essas relações se tornam ainda mais relevantes para a formação psicológica e para o desenvolvimento da autoestima dos estudantes.

No teatro, aprende-se diariamente a lidar cada vez melhor com todos os aspectos dos relacionamentos humanos, seja por meio do estudo de textos que nos conectam com as emoções, pelo desenvolvimento da empatia ou simplesmente por conta do incentivo da criação de amizades entre os participantes.

Trabalha e exercita a comunicação

Ainda falando sobre o papel do teatro no desenvolvimento da comunicação, é importante mencionar quais são exatamente os aspectos trabalhados durante as aulas. Um dos principais é a expressão corporal, que é largamente estimulada e tem grande importância no modo como nos comunicamos.

Além disso, podemos citar a redução da timidez excessiva, o aprendizado da arte da oratória (a capacidade de falar bem em público), a melhora da dicção e da colocação vocal e, até mesmo, a facilidade em lidar com as palavras. Essas características são fundamentais para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis e para o futuro profissional.

Estimula o amadurecimento emocional

O autoconhecimento é peça-chave para garantir o amadurecimento pessoal e o fortalecimento da inteligência emocional. Todas essas características estão interligadas e garantem muito mais estabilidade e segurança nas ações de quem as dominam.

No teatro, o aluno passa a conhecer a si mesmo por meio da leitura de textos e do desenvolvimento da empatia, além dos exercícios propostos durante as aulas e dos debates levantados. Assim, fica muito mais fácil conhecer seus pontos fortes e fracos e saber como enfrentar as mais diversas situações, sem jamais perder o jogo de cintura.

Aumenta a autoestima de crianças e adolescentes

Também conhecida como amor próprio, a autoestima é uma característica muito importante, especialmente nos dias de hoje. Com a supervalorização dos padrões de beleza impostos pela sociedade e a constante pressão, é muito comum observarmos crianças e adolescentes desconfortáveis e extremamente inseguros.

No dia a dia do teatro, os alunos aprendem a se respeitar e a valorizar seus pontos positivos. Ao gostarem de si mesmos, passam a ser mais seguros e menos tímidos, conquistando melhores oportunidades e explorando todo o potencial que possuem.

Melhora o desempenho acadêmico

Já deu para notar que todos esses pontos acabam sendo muito positivos para o desempenho na escola, não é mesmo? O desenvolvimento da responsabilidade, da autoestima, do autoconhecimento e da comunicação é crucial para que as crianças se deem bem no âmbito acadêmico e, futuramente, arrasem em suas profissões.

Além disso, o teatro trabalha as habilidades cognitivas, como memorização, concentração e coordenação motora. A criatividade e a imaginação também são largamente exploradas nas aulas e favorecem a rotina escolar das crianças.

Ensina um ofício desde cedo

Por fim, podemos citar o benefício de aprender um ofício antes do tempo considerado regular. Muitos atores, tanto nacionais quanto internacionais, iniciaram a carreira nos palcos ainda crianças e desenvolveram, desde então, um verdadeiro amor pelas artes cênicas.

Mesmo que esse não seja o principal objetivo, é possível que seu filho pegue gosto pela arte teatral e resolva seguir carreira nesse ramo. De qualquer modo, é interessante ter uma profissionalização para eventuais necessidades, ainda mais uma que desenvolve tantas características e abre tantas portas como o teatro.

Gostou de conhecer as principais habilidades desenvolvidas com as aulas de teatro infantil e os seus benefícios? Como vimos, essa prática é excelente até mesmo para as crianças e jovens que não querem seguir uma carreira na área.

Tenha em mente que o desenvolvimento emocional, psicológico e cognitivo é extremamente valorizado e prepara o aluno para a vida!

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto? Nossa equipe está sempre à disposição para bater um papo com você e nosso principal objetivo é responder todos os seus questionamentos. Entre em contato com a gente e vamos conversar!

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano.

Criatividade: seu valor no mercado de trabalho e como desenvolvê-la

Já parou para pensar que, à medida que vamos crescendo, praticamos menos a nossa criatividade? Na pré-escola, somos incentivados a desenhar, pintar e fazer trabalhos manuais. Quando avançamos em nosso currículo escolar, os únicos momentos criativos acontecem somente na disciplina de Artes. E no resto do tempo?

Adquirimos conhecimentos importantes para a nossa vida adulta, mas não aprendemos a usar a criatividade em soluções para o nosso cotidiano. Quando entramos no mercado do trabalho, sentimos a pressão para adaptar os recursos da empresa para resultados melhores e solucionar problemas que surgem de repente.

Muitos profissionais sentem um bloqueio na hora de pensar diferente, acreditando que criatividade é somente para desenvolver trabalhos artísticos. Na verdade, trata-se de ter soluções criativas e saber improvisar para lidar com situações desafiadoras. É aí que percebemos o quanto precisamos desse mecanismo, mas não sabemos como conseguir.

Como, então, exercitar a criatividade? Temos algumas dicas para você. Confira!

Estimule a sua mente

Para começar, leia. Não somente os livros ou revistas que você seja acostumado, mas experimente leituras desafiantes, com pontos de vista e histórias novas para a sua realidade. Podem ser livros relacionados à sua profissão, mas também obras que sejam de outra área de conhecimento.

A música também é uma grande aliada para desenvolver a criatividade. Reúna as canções que mais gosta e descubra novos ritmos. Você pode até montar uma playlist na hora de explorar novas ideias. Realize, também, trabalhos manuais como artesanato, pintura ou bordado. A sua mente fica mais relaxada e propensa a fazer conexões atrás de novas ideias.

Assistir filmes e séries não pode ficar de fora. Há quem pense que tirar um momento para assistir um episódio de seriado é perda de tempo. Não seja assim. Depois de um dia de muito trabalho, o cérebro precisa descansar. É justamente nessa hora de relaxamento que ele vai conhecer novas referências. Procure, também, variar os gêneros do que você assiste.

Expresse os seus sentimentos

Nunca pensou que essa poderia ser uma maneira de exercitar a criatividade? Vamos explicar. Para expressar o que sente, é preciso entrar em contato com as suas emoções e entender o que se passa dentro de si. Para isso, as aulas de teatro são imprescindíveis.

Ao expor o que sente, por meio de gestos, expressões e linguagens, você vai começar a criar. Além disso, o teatro também trabalha a improvisação, que é uma ferramenta maravilhosa para encontrar soluções em situações inesperadas. Um cliente tem uma reclamação e ninguém sabe como resolver? Você estará mais apto para pensar em algo depressa.

Essa experiência também trabalha a desinibição. Aprender a se soltar vai deixar você mais relaxado em momentos decisivos, o que pode facilitar a sua capacidade de apresentar ideias inovadoras.

Saia da sua zona de conforto

A essa altura, já deve ter percebido que as atividades mencionadas acima sempre pedem situações novas, não é? Isso porque é fundamental sair da sua zona de conforto para ter novas ideias. Normalmente, a criatividade não é uma inspiração que cai dos céus sem o menor esforço.

É preciso que a sua mente trabalhe, adquira novas referências e pense de uma forma diferente. Se você precisa encontrar uma maneira nova de resolver um problema, é preciso começar a ver as coisas por um novo ângulo. Para isso, saia da rotina! Escolha algo diferente para almoçar, faça um passeio em um lugar que nunca tenha ido ou procure uma combinação diferente de roupas.

E você pode ir mais além. Se puder, viaje! Faça roteiros inesperados, teste novos idiomas e descubra novas culturas. Será enriquecedor e proporcionará ideias mais originais. Claro que não é preciso vivenciar novas experiências a todo momento, caso contrário, o seu cérebro poderá ficar sobrecarregado com tantos estímulos.

Conheça novas pessoas

Vamos continuar a expandir nossos horizontes? Que tal conhecer novas pessoas? Pode soar estranho a princípio, mas uma conversa pode gerar reflexões que nunca pensamos antes. Fazer amizades com pessoas diferentes, mas com muito conteúdo, vai fazer você pensar além do óbvio.

Afinal, é ótimo ter amigos que concordem com nossos pontos de vista, mas imagine como será construtivo conhecer novas visões de mundo! Claro que não é preciso forçar amizade com gente que brigaria com você, mas abrir a mente para ouvir a história de outro ser humano pode fazer maravilhas para a criatividade.

Além de praticar a empatia, você passa a enxergar o mundo sob outros olhares, o que pode ser essencial para desenvolver ideias para novos produtos ou propor serviços inovadores para clientes.

Cuide mais do seu corpo

Não esperava por essa? Não é só a mente que precisa de exercício. O corpo necessita desempenhar atividades físicas para liberar endorfina, o hormônio que propicia a sensação de felicidade. Assim, você fica mais relaxado para pensar em novos desafios. Comece uma academia ou faça caminhadas ao ar livre.

Para que o seu organismo entre em equilíbrio, também vai precisar de uma nutrição adequada. Não adianta fazer exercícios e se entupir de alimentos prejudiciais que deixam a sua digestão lenta e o corpo mais preguiçoso. Siga um cardápio que atenda às suas necessidades nutricionais, além de comer alimentos com vitamina C e antioxidantes, para o melhor funcionamento dos neurônios.

Quando começar a ter ideias mais originais, anote tudo e faça mapas mentais para organizar os pensamentos. Pensar de uma nova maneira é uma ferramenta extremamente útil no ambiente de trabalho. Na hora de resolver problemas, não apenas o conhecimento acumulado será necessário, mas também a capacidade de encontrar soluções de forma inovadora.

Essa habilidade é muito valorizada nos profissionais atualmente e pode ser a saída para se manter bem em tempos de crise. Mas se uma ideia não deu certo, nada de desanimar! É preciso praticar a criatividade, tentar várias vezes, misturar imaginação com realismo, até funcionar. Várias grandes ideias precisaram de muitos rascunhos até decolarem de vez.

Desenvolver a criatividade também será essencial para trabalhar a própria mente. O seu cotidiano poderá ficar muito mais interessante! Quer ver mais conteúdos como esse em suas redes sociais? Curta a nossa página no Facebook!