Tag Archives: Expressão corporal

Como apresentar seu trabalho

Como apresentar seu trabalho?

A carreira em artes cênicas é muito dinâmica e requer muita criatividade, não apenas para a composição de personagens, mas também para a apresentação de trabalhos. Com a enorme competitividade, é preciso desenvolver técnicas que o diferencie dos demais e aumente a chance de pegar bons papéis.

Uma delas envolve montar um bom currículo. Ali é preciso informar todos os seus trabalhos já desenvolvidos, com links e outras referências para participação em peças e montagens anteriores.

Mas, para conseguir se destacar e ter sucesso em processos seletivos é preciso muito mais do que ser um bom ator ou ter um currículo incrível. É preciso saber se vender. Você sabe como fazer isso?

Como apresentar seu trabalho

Se a resposta for não, esse texto é para você. Aqui, reunimos tudo o que você precisa saber para ter sucesso nas apresentações e conseguir os melhores papéis.

Monte uma apresentação rápida

Os processos seletivos para peças e filmes costumam ser muito disputados, algumas vezes com milhares de candidatos, dependendo da magnitude do projeto. Por isso, para se destacar dos demais e conseguir deixar nos selecionadores uma boa impressão, é importante caprichar na hora da apresentação.

Monte uma apresentação rápida, onde você possa destacar os pontos positivos de sua carreira. Entregue aos selecionadores uma amostra de seu trabalho, com as experiências mais construtivas em destaque e deixe também um contato, para que possam avisá-lo, caso seja selecionado.

Pesquise tudo sobre o novo trabalho

Na hora de participar de uma seletiva para uma peça, um filme ou uma novela, por exemplo, estude muito bem o personagem.

Embora você não conheça exatamente do que se trata a história, procure ler atentamente o papel que interpretará e utilize todas as técnicas que aprendeu para deixar uma boa impressão em que está montando o elenco.

Use e abuse da expressão corporal

Nas artes cênicas, a expressão corporal é muito importante. Ela é fundamental para que um ator seja capaz de construir o personagem, mostrar suas técnicas de interpretação, se entregar de corpo e alma e passar a emoção que o público gostaria de sentir.

Por isso, na hora da seleção, mostre seus talentos para expressão corporal. Mas a use com sabedoria. Procure esconder a ansiedade excessiva e a insegurança. Mostre a quem estiver avaliando seu trabalho que você domina a técnica necessária para compor o personagem.

Saiba usar a expressão corporal a seu favor, não apenas para mostrar que você domina as técnicas de interpretação, mas também para conquistar o selecionador. Como ator, você sabe exatamente o quanto isso pode ser importante e útil.

Vista-se de forma leve e confiante

As artes cênicas costumam ter um código de vestuário muito mais flexível do que o aplicado para uma vaga em uma grande empresa, por exemplo, mas isso não significa que você não deva tomar certos cuidados na hora da seleção.

Escolha uma roupa que lhe deixe confortável, mas passe também confiança. Não precisa se vestir de acordo com o personagem que irá interpretar, mas escolha um figurino que lhe permita se mover com facilidade.

Com esses cuidados, você conseguirá se destacar na hora da seletiva.

Pratique em frente ao espelho, com amigos. Pratique sempre. Assim suas técnicas de expressão corporal irão evoluir muito.

Técnicas de expressão corporal para alavancar sua carreira no teatro

Para um ator, a expressão corporal vai muito além de mostrar às pessoas ao seu redor que a pessoa está feliz, triste ou preocupada com alguma coisa. É sua ferramenta de trabalho.

A expressão corporal é como ele consegue não só transmitir suas emoções, como também entrar na pele do personagem, como mostrar a seu público que quem está ali é o personagem da história que está se desenrolando à sua frente.

Mesmo com tanta importância, alguns atores ainda tem grande dificuldade em utilizar todo o potencial  e empregá-la em seu proveito. Se você está nesta situação, e deseja evoluir na profissão, reunimos técnicas de expressão corporal que o ajudarão a alavancar sua carreira no teatro.

Direcione sua cabeça ao público

O rosto, elemento fundamental para que um ator transmita as emoções do personagem ao público, faz parte das técnicas de expressão corporal que não devem ficar de fora das interpretações de todo o ator de teatro.

Aqui é importante que o ator, ao entrar em cena, direcione sempre sua cabeça para o público, garantindo que cada parte dele expresse as emoções do personagem. Sorria, chore, sofra, franza as sobrancelhas, pisque, mas sempre deixando seu rosto à mostra. É através dele que o público se identificará e entrará na história, assim como você.

Para conseguir todas as expressões faciais que precisa e, assim, conseguir colocar em prática essas técnicas, uma boa dica é treinar em frente ao espelho. Pegue um texto e repita-o, sempre expressando as emoções que a obra pede.

Posição corporal

Outra técnica de expressão corporal muito importante para um ator de teatro engloba a posição corporal. Se a cena pedir tristeza, mantenha sempre a cabeça um pouco mais baixa. Agora, se o momento é de alegria, levante-a, sorria. Garanta que a posição de sua cabeça transmita a mensagem correta.

Rosto

Se elevar ou abaixa a cabeça são técnicas de expressão corporal importantes para que o público se identifique, a expressão facial é outro elemento crucial das técnicas de expressão corporal.

Um bom exercício para garantir que seu rosto será capaz de transmitir o que está escrito em um papel é repetir aquilo em frente a um espelho. Finja estar triste, feliz, com raiva, com ciúmes e por aí vai.

Tronco

A expressão corporal, como sabemos, envolve todo o corpo. Por isso, o tronco é fundamental para que o ator seja capaz de entrar dentro do personagem e passar ao público aquilo que deseja transmitir.

Por isso, uma boa técnica de expressão corporal envolve relaxar e deixar seu corpo o mais leve possível, agindo com naturalidade. Caminhe sempre em posição ereta, e não adote posições exageradas na hora de atuar.

Outra boa técnica de expressão corporal envolve saber como ocupar os espaços. Treine cada movimento, sabendo responder às mudanças que o personagem obriga. Faça movimentos leves caso o tipo representado seja mais tímido, ou aja expansivamente se a ocasião assim o obrigar.

O treino é o grande amigo dos atores. Pratique, e pratique muito. Em frente ao espelho, com amigos. Pratique sempre. Assim suas técnicas de expressão corporal irão evoluir muito.

 

A expressão corporal é um grande aliado de todos nós, desde a mais tenra idade. Permite que uma pessoa demonstre seu real estado de espírito.

Expressão corporal pode ser trabalhado desde a educação infantil?

A expressão corporal é um grande aliado de todos nós, desde a mais tenra idade. Permite que uma pessoa demonstre seu real estado de espírito. Mas, além de nos ensinar como demonstrar o que estamos sentindo, a expressão corporal tem um forte papel no aprendizado.

Por isso, uma dúvida comum que afeta os educadores, sobretudo aqueles que tem contato diário com crianças pequenas é se a expressão corporal pode ser trabalhada com os menores e como fazer isso.

Para analisar esse tema mais adequadamente, elaboramos um texto abordando não apenas se a expressão corporal pode ser trabalhada com crianças e quais as melhores formas de aplicá-la no ambiente educacional.

Porque a expressão corporal deve fazer parte da educação infantil?

A infância é um período de intenso aprendizado. Durante uma brincadeira, ao caminhar com os pais pelo parque ou praça, ou até mesmo observando as pessoas passando na rua, todas essas atividades simples são fonte de aprendizado para uma criança.

Mas, além do mundo ao seu redor, a criança aprende usando seu corpo. Dar os primeiros passos, tocar objetos, sentir a textura do pelo dos animais, de uma fruta, a temperatura da água e da comida, tudo isso é feito com a ajuda de seu corpo.

E, quando aprende a se movimentar sozinha, o corpo ganha ainda mais importância, já que cada movimento ajuda a transmitir um sentimento e para que ela tome contato com o outro, com a realidade ao seu redor.

Por isso a expressão corporal é tão importante, principalmente na educação infantil. Antes mesmo da fala ou da escrita, já usamos nosso corpo para comunicar nossos desejos. Para uma criança, o corpo é uma fonte importante de conteúdo, é onde ele é produzido.

Além disso, ao utilizar a expressão corporal em conjunto com outras habilidades que são trabalhadas na escola, como a pintura ou a introdução às letras, a criança exercita todo o seu potencial, aumentando sua inteligência e melhorando seu desenvolvimento.

Como a expressão corporal pode ser trabalhada no ensino infantil?

Os profissionais que atuam com educação infantil podem encontrar no ato de brincar um grande aliado para o trabalho da expressão corporal. Durante as brincadeiras, as crianças não apenas aprendem as regras do jogo, como também aprendem mais sobre si mesmas e sobre o mundo a seu redor.

Além disso, algumas brincadeiras podem não só estimulá-las a aprender mais sobre seus próprios corpos, conhecendo novos movimentos e aprendendo as funcionalidades de cada órgão, como também aprendem regras importantes para que vivam em sociedade adequadamente.

Durante essas brincadeiras, os professores podem trazer novos elementos, como nomes de animais, ensinar novas letras, novas regras de convivência e, até mesmo, trabalhar deficiências, sejam cognitivas ou motoras.

A expressão corporal é uma excelente ferramenta para que a criança se desenvolva em sua totalidade, aprendendo a lidar com seus sentimentos e os do outro, e também a descobrir seu papel no mundo.

As experiências do brincar, aliadas ao trabalho de consciência corporal, tornam o desenvolvimento infantil muito mais completo.

Aprenda mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal.

Veja como a expressão corporal é desenvolvida a partir de práticas teatrais

Já pensou em como as pessoas veem você? Será que tudo o que você comunica é entendido da maneira como gostaria? Claro que não dá para agradar todo mundo, mas, em algumas ocasiões, é muito importante passar a imagem de quem é você realmente. Para que isso aconteça, a sua expressão corporal precisa transmitir o que você está sentindo.

Às vezes, os gestos ou a postura errada podem passar a impressão de que você sente o oposto do que está tentando demonstrar. Isso pode acontecer em uma entrevista de emprego, durante uma conversa importante com alguém que ama ou quando estiver simplesmente cumprimentando as pessoas.

A comunicação é feita tanto por meio das palavras quanto da linguagem corporal. Então, é essencial que você saiba se expressar também com o seu corpo, para que a mensagem que queira passar seja enviada completamente.

Falando assim, pode até parecer fácil, mas muitas pessoas sentem dificuldade em se expressar por timidez, falta de confiança, desconforto no ambiente ou por outras várias razões.

É por isso que é necessário aprender mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal. Aulas de teatro são a melhor opção, já que essa arte trabalha com isso há séculos! Veja como essa atividade pode influenciar a linguagem do corpo:

Treinando a expressão facial

Todo mundo que já viu uma peça teatral sabe que os atores precisam demonstrar o que estão sentindo nos próprios rostos. Já imaginou ter tanto controle sobre o que a sua expressão facial vai transmitir?

Claro que não é preciso agir como se estivesse em uma peça de teatro o tempo todo, mas deixar que as suas feições também comuniquem é uma grande vantagem para interagir com as pessoas.

Demonstrar empolgação com o trabalho para os empregadores ou expressar mágoa para que outra pessoa possa entendê-lo são habilidades extremamente úteis para qualquer ser humano.

Nas aulas de teatro, você vai aprender a representar todas as emoções, praticar essas reações e ter um feedback do que o seu rosto está passando, o que nem sempre é possível no dia a dia.

Melhorando a postura

No cansaço do cotidiano, às vezes, nem notamos a nossa própria postura, não é? Até vermos um espelho por acaso ou alguém nos dizer, essa é uma forma de comunicação que passa despercebida na maior parte do tempo.

É aí que a imagem errada pode ser passada. Com os ombros caídos e a postura torta, a impressão que se transmite não é de confiança, mas de fragilidade. Ao praticar para que isso não aconteça, o reflexo não é somente na sua expressão corporal, mas na própria autoconfiança e até na saúde.

Quando se fala em postura, é preciso entender que ela diz respeito à gravidade do nosso corpo. A região pélvica é o centro, as pernas são a estrutura de suporte e os pés são a base.

Os exercícios vão fazer com que a gravidade possa fluir adequadamente, melhorando, também, o seu equilíbrio. No teatro, a postura é uma das formas pela qual o ator trabalha a sua expressão, já que ela demonstra perfeitamente o estado de espírito.

Descobrindo a confiança no próprio corpo

As práticas teatrais vão ensinar o aluno a sentir o movimento de cada parte do seu corpo e a se concentrar neles, adquirindo uma percepção que não tinha antes. A consciência  proporciona maior autoconfiança, o que permite mais liberdade na expressão corporal.

Quando se tem o domínio dos movimentos que se quer fazer, na intensidade exata que deseja aplicá-los, é muito mais fácil estar confortável dentro da própria pele. É assim que se percebe a quantidade de significados em gestos que parecem comuns no dia a dia.

Um simples torcer de mãos pode indicar nervosismo na hora de uma negociação e até mesmo a forma de sentar mostra desconforto com uma situação. Sem a autoconfiança que o conhecimento dos próprios movimentos proporciona, a tarefa de passar uma imagem agradável se torna muito mais difícil.

Controlando a respiração e a voz

Já teve a sensação de ficar sem fôlego enquanto falava em público devido ao nervosismo? Às vezes, esse tipo de situação acontece até mesmo em um diálogo com uma só pessoa, dependendo do grau de importância que ela tem. Trabalhar a respiração é essencial para que a sua fala possa soar de forma mais natural e expressiva.

E quanto à voz? A tonalidade torna a comunicação muito mais agradável e sem obstruções no entendimento. A ideia que você quer passar de si mesmo é transmitida com mais consistência pela voz. Falar claramente, sem tropeços e pronunciando corretamente todas as palavras faz toda a diferença.

As aulas de teatro compreendem a importância da respiração e da voz para a expressão corporal, então realizam práticas constantes de exercícios de cada modalidade separada para conseguir um bom desempenho nos palcos.

Não é preciso nascer como a pessoa mais expressiva do mundo para conseguir os seus objetivos. Quando você percebe que existe uma dificuldade para passar a imagem que gostaria, é só procurar desenvolver as habilidades que vão ajudá-lo com isso.

O teatro é um trabalho constante com o corpo e com o que se deseja expressar. As narrativas não podem ser contadas sem a linguagem corporal para cativar a plateia, assim como as suas formas de comunicação se tornam falhas quando você não expressa o que está dizendo.

Muita gente pensa que já é preciso ser extrovertido para fazer teatro. Nada disso! As práticas teatrais mergulham fundo na essência do que é ser humano e exprimem essa experiência justamente pelos gestos, expressões e vozes. Todos podem participar e não é preciso querer ser um ator profissional para fazer as aulas.

Praticar a expressão corporal vai muito além de querer passar uma boa imagem. É um dos benefícios? Sem dúvida. Mas, será um efeito causado pela mudança dentro de você. Conhecer o próprio corpo e seus movimentos proporciona uma autoconfiança que vai ser refletida na sua vida. Só por esse motivo já vale a pena alcançar esse objetivo.

Gostou do nosso conteúdo? Curta então a nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as nossas novidades!