Tag Archives: expressão

A comunicação oral é a pedra angular do desenvolvimento da civilização humana. Para entender melhor os benefícios que o teatro pode trazer para você!

Comunicação oral: entenda a importância e saiba como desenvolvê-la com o teatro

A comunicação oral é a pedra angular do desenvolvimento da civilização humana. Ainda que a linguagem não verbal tenha sido um ponto de guinada extremamente importante no desenvolvimento, foi a partir da língua falada e da expressão que se começou a construir as relações e o aprendizado.

Por isso, saber se expressar oralmente é muito importante para qualquer pessoa. E a capacidade de se comunicar não tem correlação direta com ser introspectivo ou extrovertido, mas sim com a habilidade de transmitir a informação da melhor maneira possível, entre aquilo que se pensa e sente.

Afinal, há pessoas que falam muito, mas se comunicam mal. E há aqueles que falam pouco, mas são excelentes comunicadores. O importante é que a mensagem saia do emissor para o receptor com o mínimo de ruído possível em estado fluido. Em outras palavras, seja o mais compreensível e interessante possível.

A timidez e a dificuldade em expressar pensamentos, sentimentos e conhecimento podem atrapalhar muito de quem precisa falar em público. Mas existem diversas formas de lidar com esse problema, sendo uma das mais completas a atividade teatral.

Para entender melhor a importância de se comunicar bem e os benefícios que o teatro pode trazer para você, continue acompanhando nosso artigo!

Por que se comunicar bem?

Muitas pessoas acreditam que comunicar-se bem é um talento natural que abre muitas oportunidades na vida pessoal e profissional. Embora a segunda parte seja verdadeira, a comunicação é, como toda habilidade, possível de ser aprendida e aprimorada. São diversos os motivos para investir no desenvolvimento dessa habilidade. Veja!

Melhoria das relações interpessoais

Faz parte da sabedoria popular, além de ser conselho de todo e qualquer especialista em terapia e psicologia, que a base de qualquer relacionamento interpessoal bem-sucedido é a comunicação. Logo, aprender a expressar-se devidamente garante uma melhor chance de relacionar-se com sucesso, quer seja no campo afetivo, que seja no campo profissional.

A falta de comunicação, ou comunicação deficiente, é a maior causa de problemas nas relações interpessoais. Desenvolver essa habilidade para saber, inclusive, o momento de ouvir, a hora de falar e como se expressar pode ser o grande diferencial que fará os relacionamentos progredirem.

Progressão na carreira

Existe uma diferenciação importante entre os caçadores de talentos e os gestores de recursos humanos entre as hard-skills e as soft-skills. As hard-skills são o núcleo duro das habilidades requeridas para uma determinada vaga, como ter conhecimento em direito, saber fazer análise estatística etc. Já as soft-skills são habilidades comuns, valorizadas em qualquer vaga, como organização e comunicação.

Portanto, independentemente da carreira escolhida, a comunicação é um valor agregado que interessa a qualquer empresa ou instituição, quer seja em relação aos empregados que estão no mesmo nível hierárquico quer seja em relação aos superiores ou subordinados.

Aumento da autoestima

A boa comunicação oral ajuda a elevar a autoestima. Isso porque a pessoa aprende a lidar melhor com o outro e consigo mesma, ao saber transparecer suas emoções. Como a comunicação é uma via de mão dupla, fica mais fácil compreender a outra pessoa, colocar a vida em perspectiva e ser mais empático.

Facilidade em conquistar objetivos

Quem sabe o que quer e dizer isso de forma clara tem um caminho mais fácil na conquista de seus objetivos profissionais e pessoais. Fica mais fácil explicar o que se deseja e formular esse anseio, o que dá uma visão mais completa e prática. Além disso, a boa comunicação é a chave para uma melhor convivência em todos os aspectos da vida — o que também ajuda no crescimento pessoal e profissional.

Como o teatro pode ajudar?

Dentre as atividades possíveis para melhorar a comunicação, o teatro é a que trabalha mais áreas de maneira profunda e duradoura. Isso porque, nele, a comunicação se dá em todos os âmbitos possíveis: verbal, não verbal e corporal. Ao ensaiar e encenar uma personagem, o ator ou atriz adquire um profundo desenvolvimento pessoal que vão ajudá-los a melhorar a comunicação oral.

Melhora a dicção

Dentro da parte de oratória, o teatro ajuda a melhorar a dicção com exercícios e acompanhamento de atores profissionais nos cursos ministrados. Afinal, a dicção na atividade teatral é extremamente importante e deve ser precisa. Dizer as palavras com clareza é uma importante parte da comunicação oral.

Ensina a projeção da voz

Quando em uma peça, a pessoa que encena precisa ser ouvida em todo o auditório, sem, no entanto, gritar. Isso se chama projeção de voz e exige treino e conhecimento. A projeção de voz tem aplicabilidades diversas, em palestras, carreiras jurídicas, reuniões, atendimento e outras várias profissões.

Desenvolve a capacidade argumentativa

O teatro desenvolve a concentração, a imaginação e o improviso. Afinal, ler, entender, decorar e lidar com um roteiro em cena exige todas essas habilidades. Essas são as mesmas habilidades exigidas quando se fala em capacidade argumentativa. Assim sendo, a atividade teatral ajuda na argumentação, que, por sua vez, é uma das aplicações diretas da boa comunicação oral.

Amplia o vocabulário

Ao ter contato com os mais diversos temas, por meio dos roteiros e das peças, desenvolve-se igualmente o vocabulário. Interpretar profissões diferentes, pessoas de outros países, outras idades e épocas acaba trazendo para o ator esse conhecimento agregado.

O domínio da língua dá maior segurança na hora da comunicação, o que aumenta essa habilidade. Também desenvolve áreas importantes da mente e o pensamento rápido. Ou seja, o aumento do vocabulário auxilia, inclusive, na própria argumentação.

Controla a timidez

Outra vantagem do teatro é que ele lida diretamente com o público. Assim, é possível romper a barreira da timidez, da vergonha e conseguir se colocar diante de uma plateia para representar um papel. Isso pode ser aplicado nos círculos sociais, no trabalho, em conferências e toda sorte de situações em que se tenha que lidar com audiência.

Em suma, para pessoas cuja comunicação oral está atrapalhando o desenvolvimento pleno de suas vidas, seja nas relações pessoais seja no emprego, procurar por um curso de teatro pode ser exatamente o que está faltando.

Não perca mais tempo. Descubra essas e outras possibilidades que a atividade teatral tem para você. Bem vindo a bordo! Fale conosco agora mesmo!

Mas afinal, o que é essa tal comunicação não verbal e qual o papel do teatro para o seu desenvolvimento? Descubra neste post!

O que é a comunicação não verbal? O que tem a ver com a timidez? Descubra!

Não é raro encontrarmos pessoas falando que o teatro auxilia na superação da timidez. Mas, além disso, você sabe como o teatro ajuda na comunicação não verbal? E o que significa isto?

Esse é um dos benefícios mais interessantes do teatro. Afinal, boa parte de nossa comunicação acontece sem percebermos, ou seja, por meio de gestos, reações e expressões silenciosas, mas que comunicam muito! Não se engane, grande parte da sua personalidade é revelada pela sua expressão não verbal.

Mas afinal, o que é essa tal comunicação não verbal e qual o papel do teatro para o seu desenvolvimento? Descubra neste post!

O que é comunicação não verbal e qual a sua importância?

De forma simples, podemos definir a comunicação não verbal como a capacidade de se comunicar por meio de gestos, sinais, expressões corporais ou faciais e reações do corpo aos diversos estímulos do ambiente e das pessoas que nos cercam.

A importância da comunicação não verbal se revela em várias situações da nossa vida, visto que ela tem mais força que a verbal. Por exemplo: em uma entrevista de emprego quer mostrar tranquilidade, mas não consegue parar de mexer seus pés ou mãos e desvia seu olhar do entrevistador repetidamente, sua linguagem corporal claramente está contradizendo a sua fala.

Um ator, por outro lado, normalmente consegue se sair extremamente bem em entrevistas. ou diante do público  Isso porque seu repertório de comunicação não verbal é muito amplo e permite que ele não caia na monotonia. Assim, em uma conversa, seu sorriso, seu olhar e até o silêncio de suas pausas  — que é, na verdade, um item importantíssimo da comunicação não verbal — fazem toda a diferença.

Como o teatro ajuda na comunicação não verbal?

Agora que você já sabe o que é comunicação não verbal e conhece a sua importância, deve estar se perguntando se o teatro ajuda a desenvolvê-la, certo? A resposta é: sim — e você vai descobrir como isso acontece logo abaixo!

Desperta a consciência corporal

No teatro, a comunicação não verbal é muito utilizada e, para isso, é necessário um longo trabalho de consciência corporal. Por meio desse trabalho, o teatro “destrava” os mais tímidos para que eles possam ampliar seu repertório de comunicação.

A consciência corporal é uma habilidade que explora as possibilidades de movimento, da ação física, consequentemente da expressividade do corpo. Por meio dela, é possível exercitar seus limites expressivos, suas dificuldades, suas possibilidades e suas potencias até então desconhecidas. A consciência corporal também mostra como as conseguimos interferir nas nossas emoções e como é possível direcioná-las em cena.

Desenvolve repertório expressivo

O aprimoramento com objetivo é a vivencia de exercícios da sua consciência corporal irão dar vida a um grande repertório expressivo para sua comunicação não verbal. Isso porque, ao experimentar um conhecimento mais profundo sobre nosso próprio corpo, a consciência corporal também traz à tona a nossa força expressiva, inclusive para quem sofre de timidez! Dão resultados incríveis!

Assim, se antes a comunicação estava restringida principalmente à voz, por meio de um trabalho contínuo, outras formas de interação ganham força. Seja um sorriso, um olhar mais profundo ou um simples levantar de sobrancelha. São detalhes inconscientes capazes de gerar uma comunicação mágica e muito mais interessante!

Supere sua Timidez

Em nosso dia a dia, grande parte da nossa comunicação é transmitida pelas nossas expressões faciais. Entretanto, esse processo nem sempre acontece da melhor forma. Isso é perfeitamente natural, pois são atos que acontecem de forma inconsciente. Não existe um roteiro, instruções ou regras para a comunicação não verbal, pois cada indivíduo tem suas próprias características.

Contudo, ao possibilitar o “destravamento” do indivíduo, o teatro permite que as expressões faciais sejam exploradas de forma mais potente para que a magia da comunicação não verbal floresça cada vez mais assertivamente.

Por fim, algo interessante a ser ressaltado é que, além de saber como o teatro ajuda na comunicação não verbal, você precisa entender que ele também auxilia a entender as expressões corporais das outras pessoas. Assim, é possível perceber não só a si mesmo, mas também o feedback que elas dão às suas reações.

E aí, gostou do assunto do post? Esperamos que sim!
Você sabe como influenciar pessoas é importante? Quer saber mais sobre a persuasão e os impactos positivos na vida daqueles que a possuem?

Descubra como influenciar pessoas para gerar oportunidades

Você sabe como influenciar pessoas é importante? Ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, a arte de persuadir nada tem a ver com a manipulação alheia. Esse conceito está, na realidade, muito mais ligado a capacidades importantíssimas para todos os âmbitos da vida, como os campos pessoal e profissional.

Ser influente e saber como conquistar uma plateia pode ser extremamente benéfico para profissionais das mais diversas áreas e funcionar como um excelente diferencial em qualquer currículo, trazendo oportunidades únicas para as carreiras dos que têm essas qualidades.

E aí, quer saber mais sobre a persuasão e seus impactos positivos na vida daqueles que a possuem? Continue a leitura!

O que é persuasão?

Famosa mundialmente por ser o título de uma das obras literárias mais populares de todos os tempos (Persuasão, livro escrito por Jane Austen em 1817), a palavra persuasão tem origem do latim e está relacionada ao ato de fazer alguém acreditar, com convicção, em algo que está sendo dito.

Isso é feito por meio de argumentos sólidos e utilizando a arte da retórica, um dos principais pontos para uma oratória eloquente e atraente. Por isso, saber persuadir e influenciar é importante para aqueles que buscam dominar a fala em público e cativar o público com eficácia.

Ainda falando sobre o significado do termo, é importante salientar que persuadir e convencer não são sinônimos perfeitos. Ainda que pareçam iguais à primeira vista, o primeiro está ligado a transmitir a convicção de algo a um indivíduo e o último está relacionado a derrota em um argumento, ainda que o derrotado mantenha suas crenças originais.

Os principais princípios dessa capacidade, ou seja, os pontos cruciais para ser um bom influenciador são:

  • ser agradável;
  • passar credibilidade;
  • ser comunicativo;
  • apresentar pontos racionais;
  • mostrar empatia;
  • investir na reciprocidade;
  • ser um bom ouvinte;
  • transmitir autoridade (sem arrogância, mas com confiança).

Como influenciar pessoas?

Para persuadir alguém e consequentemente aplicar a nossa influência sobre esse indivíduo, é necessário apresentar bons argumentos sobre o assunto que está sendo tratado. Para isso, devemos mostrar todas as explicações lógicas para um fato e listar os principais benefícios oferecidos pela crença em determinado tópico.

A maior prova do poder da influência é que os maiores líderes de todo o planeta são excelentes persuasores. Ser capaz de abrir a mente das pessoas para aquilo que você está tentando dizer é essencial em quaisquer campos de nossas vidas, já que a persuasão facilita as relações pessoas, familiares e profissionais.

Com ela, você pode fazer com que seus filhos sejam mais eficientes na escola e cumpram seus horários de forma correta, pode melhorar suas relações românticas e ainda fazer acordos mais justos com seu chefe, mostrando o seu lado de forma educada e fazendo com que ele compreenda a sua visão.

Para se tornar uma pessoa influente, é importante trabalhar diversos aspectos. Os principais são:

Como o teatro e as artes podem ajudar nesse objetivo?

O teatro é uma arte que trabalha diversas habilidades e seus benefícios vão muito além do aprendizado de um novo ofício: ele permite o amadurecimento emocional de todos os seus praticantes.

Em síntese, as artes cênicas têm a capacidade de nos colocar frente a frente com situações completamente inusitadas, trabalhando diariamente a criatividade, autoconfiança, autoestima e o autoconhecimento. Com o fortalecimento dessas características e de várias outras (como a melhora da fala em público e da capacidade de nos relacionar com pessoas diferentes), fica muito mais fácil alçar voos e se tornar um persuasor.

Agora que você já sabe como influenciar pessoas pode melhorar a sua vida em diversos aspectos e áreas diferentes, que tal se aventurar em uma atividade que desenvolva essa capacidade dentro de você? Desse modo, suas relações pessoais e profissionais só têm a ganhar e novas oportunidades incríveis aparecerão em seu caminho!

E aí, você se considera uma pessoa influente ou conhece alguém que é um mestre na arte da persuasão? Compartilhe sua história com a gente abaixo, no campo de comentários!

Antes de tudo, é importante entender que essa expressão é fundamental em uma sociedade democrática e justa. Leia mais no artigo.

A voz da arte: qual a importância da liberdade de expressão?

Prevista na Constituição Brasileira e na Declaração Universal dos Direitos Humanos, a liberdade de expressão é uma das condições mínimas para uma sociedade civilizada. Mas, afinal, o que está por trás dessas três palavrinhas tão comentadas ultimamente? Quando você pensa em liberdade de expressão, o que lhe vem à cabeça?

Antes de tudo, é importante entender que essa expressão é fundamental em uma sociedade democrática e justa. Além disso, a liberdade de expressão também é necessária para o pleno desenvolvimento artístico e cultural de um país. Arte e cultura, como você sabe, são os pilares de qualquer sociedade. Quer entender melhor o assunto? Então, leia com atenção!

A importância da liberdade de expressão

Em primeiro lugar, trata-se de um direito humano. Todos têm a prerrogativa de externar suas ideias, debater sobre temas públicos e questionar as autoridades, com respeito e mediante argumentos, de forma clara e sem anonimato. Caso contrário, teríamos uma sociedade muda, indiferente às mudanças com o avanço dos tempos e incapaz de expressar seus desejos e necessidades, tanto para as autoridades quanto para o mundo.

É um direito que vem sendo muito debatido no país recentemente. Após a pressão e as contestações de grupos que protestaram contra exposições artísticas em diferentes cidades brasileiras, uma pergunta emergiu: afinal, até que ponto vai a liberdade de expressão?

A verdade é que não há resposta pronta para esse tipo de questionamento. A liberdade de expressão abrange, inclusive, o direito de questionar juridicamente alguma mensagem que possa ser considerada ofensiva.

O que é importante esclarecer é que, pela Lei, não há previsão de censura oficial no país e todos são livres para se manifestar da forma que bem entenderem. É fundamental sair do senso comum e começar a agir com senso crítico, buscando um olhar mais complexo das coisas ao nosso redor.

No entanto, é preciso ter consciência dos seus atos. Temos visto recentemente muitos casos de fake news (as chamadas notícias falsas) sendo divulgadas.

Esse ato não se enquadra na liberdade de expressão e o autor pode ser punido. Se manisfestar de forma anônima, nesses e em outros casos, é vedado pela Constituição Brasileira — e compartilhar notícias falsas contribui para tal disseminação.

Liberdade, expressão e a democracia

Por estes e outros motivos apresentados até aqui, a liberdade de expressão anda, lado a lado, com a democracia. Sem a participação plena de todos os setores da sociedade, não pode existir um regime democrático. E a participação de todos pressupõe que o direito à expressão e à manifestação seja igualitário, não é mesmo?

A discussão pública, livre de censura e na qual todos possam externar aquilo que desejam para a comunidade, é a única forma de se chegar ao consenso, de tomar decisões e de iniciar mudanças que são necessárias para a sociedade. Pois, se nem todos são capazes de se expressar, como conhecer seus anseios e vontades para o futuro?

Outro ponto a ser considerado no debate sobre a liberdade de expressão é o acesso livre e pleno à informação. Esta é uma questão muito importante, principalmente na era da internet. Importante ressaltar, contudo, que a Constituição veda o anonimato. Ou seja, é preciso ter responsabilidade ao disseminar informações e opiniões, para não incorrer em erros ou injustiças.

Um cidadão só pode tomar consciência e se expressar em sua sociedade, se ele tem a capacidade de compreender o que se passa ao seu redor. Portanto, é preciso entender como funcionam as estruturas de poder de onde vive. E não só isso. Você também precisa ter acesso ao conhecimento e à cultura, para que consiga formar opinião, e por consequência, debatê-la livremente.

A expressão precisa ser livre em casa, no trabalho, na escola, nas ruas. Uma sociedade reprimida é uma sociedade atrasada, incapaz de arbitrar sobre os próprios rumos e de compreender o que a cerca.

Importantíssima também é a liberdade de expressão na arte. Como expressão máxima de uma cultura e de uma época histórica, as produções de cinema, teatro, música, literatura, fotografia, artes plásticas, entre os outros tantos tipos de arte, reproduzem o modo de vida de um povo. São um legado para o futuro além de, é claro, serem fontes de entretenimento.

A liberdade de expressão na arte

Toda obra artística reflete a visão de mundo do seu criador. Por isso, a arte serve como uma espécie de testemunho de seu tempo, na medida em que demonstra um ponto de vista da sociedade.

O impacto, sua longevidade e referência na história que uma obra de arte terá, depende desses fatores. Um exemplo é o quadro Guernica, do pintor espanhol Pablo Picasso. Com imagens fortes, ele retratou cenas de violência em referência à Guerra Civil Espanhola.

Até hoje, é um dos símbolos desse período histórico, fundamental para contar tal capítulo da história da Espanha, além de uma obra considerada genial, pois expressa uma verdade e um posicionamento próprios do autor. Nada disso teria acontecido se Pablo Picasso não gozasse de plena liberdade para criar sua arte.

Portanto, a liberdade de expressão é um dos fundamentos da arte de qualidade, aquela que é duradoura, que mexe com a vida das pessoas, que reflete a sociedade e que faz alguma diferença.

Uma obra de arte não precisa ser politizada, abertamente discursiva ou denunciando algum problema social para ser eterna e memorável. Basta que dê vazão à liberdade de expressão de seu autor, para registrar o seu momento histórico e conquistar as pessoas por meio da empatia.

Mas é inegável que a arte e a política andam juntas, e que a primeira é um caminho para o melhor entendimento da segunda. Todos os grandes acontecimentos políticos, tanto do passado quanto do presente, foram discutidos e refletidos em criações espalhadas pelo Brasil.

E nesse sentido, se envolver em algum tipo de criação artística escoa aos anseios políticos e inquietações sobre a sociedade. Para aqueles que querem exercer seu direito à liberdade de expressão, procurar uma arte para exercitar sua expressão é fundamental.

O teatro é uma das opções. Por meio da encenação de peças, o artista consegue dar vida aos personagens e situações, dessa forma provocar questionamentos. Trata-se de uma arte muito revolucionária e importante em muitos momentos decisivos da história do país.

Se você procura exercer sua liberdade de expressão de forma plena por meio da arte, e com isso contribuir para uma sociedade mais rica e diversa, busque a forma de arte que tiver mais a ver com você.

O Teatro Macunaíma, por exemplo, oferece opções de cursos de teatro, com muita qualidade e uma grande experiência em ensinar essa arte tão nobre! É uma boa ideia, não acha?

Aprenda mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal.

Veja como a expressão corporal é desenvolvida a partir de práticas teatrais

Já pensou em como as pessoas veem você? Será que tudo o que você comunica é entendido da maneira como gostaria? Claro que não dá para agradar todo mundo, mas, em algumas ocasiões, é muito importante passar a imagem de quem é você realmente. Para que isso aconteça, a sua expressão corporal precisa transmitir o que você está sentindo.

Às vezes, os gestos ou a postura errada podem passar a impressão de que você sente o oposto do que está tentando demonstrar. Isso pode acontecer em uma entrevista de emprego, durante uma conversa importante com alguém que ama ou quando estiver simplesmente cumprimentando as pessoas.

A comunicação é feita tanto por meio das palavras quanto da linguagem corporal. Então, é essencial que você saiba se expressar também com o seu corpo, para que a mensagem que queira passar seja enviada completamente.

Falando assim, pode até parecer fácil, mas muitas pessoas sentem dificuldade em se expressar por timidez, falta de confiança, desconforto no ambiente ou por outras várias razões.

É por isso que é necessário aprender mecanismos que ajudem a desenvolver a expressão corporal. Aulas de teatro são a melhor opção, já que essa arte trabalha com isso há séculos! Veja como essa atividade pode influenciar a linguagem do corpo:

Treinando a expressão facial

Todo mundo que já viu uma peça teatral sabe que os atores precisam demonstrar o que estão sentindo nos próprios rostos. Já imaginou ter tanto controle sobre o que a sua expressão facial vai transmitir?

Claro que não é preciso agir como se estivesse em uma peça de teatro o tempo todo, mas deixar que as suas feições também comuniquem é uma grande vantagem para interagir com as pessoas.

Demonstrar empolgação com o trabalho para os empregadores ou expressar mágoa para que outra pessoa possa entendê-lo são habilidades extremamente úteis para qualquer ser humano.

Nas aulas de teatro, você vai aprender a representar todas as emoções, praticar essas reações e ter um feedback do que o seu rosto está passando, o que nem sempre é possível no dia a dia.

Melhorando a postura

No cansaço do cotidiano, às vezes, nem notamos a nossa própria postura, não é? Até vermos um espelho por acaso ou alguém nos dizer, essa é uma forma de comunicação que passa despercebida na maior parte do tempo.

É aí que a imagem errada pode ser passada. Com os ombros caídos e a postura torta, a impressão que se transmite não é de confiança, mas de fragilidade. Ao praticar para que isso não aconteça, o reflexo não é somente na sua expressão corporal, mas na própria autoconfiança e até na saúde.

Quando se fala em postura, é preciso entender que ela diz respeito à gravidade do nosso corpo. A região pélvica é o centro, as pernas são a estrutura de suporte e os pés são a base.

Os exercícios vão fazer com que a gravidade possa fluir adequadamente, melhorando, também, o seu equilíbrio. No teatro, a postura é uma das formas pela qual o ator trabalha a sua expressão, já que ela demonstra perfeitamente o estado de espírito.

Descobrindo a confiança no próprio corpo

As práticas teatrais vão ensinar o aluno a sentir o movimento de cada parte do seu corpo e a se concentrar neles, adquirindo uma percepção que não tinha antes. A consciência  proporciona maior autoconfiança, o que permite mais liberdade na expressão corporal.

Quando se tem o domínio dos movimentos que se quer fazer, na intensidade exata que deseja aplicá-los, é muito mais fácil estar confortável dentro da própria pele. É assim que se percebe a quantidade de significados em gestos que parecem comuns no dia a dia.

Um simples torcer de mãos pode indicar nervosismo na hora de uma negociação e até mesmo a forma de sentar mostra desconforto com uma situação. Sem a autoconfiança que o conhecimento dos próprios movimentos proporciona, a tarefa de passar uma imagem agradável se torna muito mais difícil.

Controlando a respiração e a voz

Já teve a sensação de ficar sem fôlego enquanto falava em público devido ao nervosismo? Às vezes, esse tipo de situação acontece até mesmo em um diálogo com uma só pessoa, dependendo do grau de importância que ela tem. Trabalhar a respiração é essencial para que a sua fala possa soar de forma mais natural e expressiva.

E quanto à voz? A tonalidade torna a comunicação muito mais agradável e sem obstruções no entendimento. A ideia que você quer passar de si mesmo é transmitida com mais consistência pela voz. Falar claramente, sem tropeços e pronunciando corretamente todas as palavras faz toda a diferença.

As aulas de teatro compreendem a importância da respiração e da voz para a expressão corporal, então realizam práticas constantes de exercícios de cada modalidade separada para conseguir um bom desempenho nos palcos.

Não é preciso nascer como a pessoa mais expressiva do mundo para conseguir os seus objetivos. Quando você percebe que existe uma dificuldade para passar a imagem que gostaria, é só procurar desenvolver as habilidades que vão ajudá-lo com isso.

O teatro é um trabalho constante com o corpo e com o que se deseja expressar. As narrativas não podem ser contadas sem a linguagem corporal para cativar a plateia, assim como as suas formas de comunicação se tornam falhas quando você não expressa o que está dizendo.

Muita gente pensa que já é preciso ser extrovertido para fazer teatro. Nada disso! As práticas teatrais mergulham fundo na essência do que é ser humano e exprimem essa experiência justamente pelos gestos, expressões e vozes. Todos podem participar e não é preciso querer ser um ator profissional para fazer as aulas.

Praticar a expressão corporal vai muito além de querer passar uma boa imagem. É um dos benefícios? Sem dúvida. Mas, será um efeito causado pela mudança dentro de você. Conhecer o próprio corpo e seus movimentos proporciona uma autoconfiança que vai ser refletida na sua vida. Só por esse motivo já vale a pena alcançar esse objetivo.

Gostou do nosso conteúdo? Curta então a nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as nossas novidades!

'O corpo fala', saiba mais sobre linguagem corporal.

O corpo fala: saiba mais sobre a linguagem corporal

A comunicação é a base de qualquer relacionamento entre os seres humanos, sendo a expressão corporal a forma mais antiga dela — e também a mais importante. O corpo fala e, muitas vezes, tendemos a ignorar a impressão que passamos para os outros.

Já percebeu como uma pessoa pode lhe deixar desconfortável apenas com um olhar? Pois então, a linguagem corporal é cheia de detalhes e deixa pistas importantes sobre o comportamento humano. Portanto, se usada de maneira correta, é uma excelente ferramenta para mudar sua vida e o mundo a seu redor.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para você entender o que seu corpo diz, como desenvolver sua linguagem corporal e aprimorar suas habilidades sociais. É só continuar a leitura deste artigo!

O que é a linguagem corporal?

Esse tipo de linguagem data de milhões de anos — Charles Darwin foi responsável por seus primeiros estudos científicos. Darwin nos mostrou que emoções são universais, pois podemos reconhecer uma expressão triste em uma pessoa em qualquer lugar do mundo.

A cientista social Amy Cuddy, em uma palestra no TED, demonstra que pesquisadores descobriram que a linguagem corporal vai além da representação daquilo que queremos dizer.

Quando reagimos psicologicamente a uma situação, nosso corpo produz reações que culminam em gestos, muitas vezes, involuntários. Saber como usar seus gestos e expressões faciais para se comunicar é tão importante quanto dominar a linguagem verbal.

Isso significa que uma simples mudança em sua postura, por exemplo, pode fazer com que você se sinta mais confiante e seguro de suas ações. Consequentemente, as pessoas passarão a enxergar de outra maneira.

Como interpretar o que o corpo fala?

Uma parte importante de qualquer desenvolvimento pessoal é o autoconhecimento. Entender suas emoções e saber administrá-las ajuda, e muito, a melhorar o funcionamento de seu organismo como um todo e a encontrar um equilíbrio.

Com isso em mente, veja, a seguir, o significado de algumas expressões não verbais para que você possa entendê-las melhor — tanto em si quanto em seu interlocutor.

Postura

Esse é um dos pontos principais da comunicação corporal, uma vez que é possível passar uma imagem tanto de segurança e receptividade como de falta de interesse e até agressividade. Acompanhe a interpretação de alguns gestos:

  • braços ou pernas cruzadas: indica desconforto e fechamento à interação e influência sociais;
  • ombros contraídos: insegurança e tensão, além de ser bastante perceptível pelos outros;
  • mãos nos quadris: cansaço ou impaciência;
  • mãos fechadas ou cerradas: irritação e nervosismo;
  • repousar os braços atrás do pescoço ou na cabeça: descontração e interesse, quando se está aberto ao que o outro diz;
  • sentar-se de qualquer jeito: falta de respeito à autoridade;
  • passar a mão no cabelo repetidamente: carência ou vaidade;
  • espelhar os gestos do outro: fluidez na conversa e concordância com o que está sendo dito.

Posição da cabeça

  • inclinada: afinidade. Se for acompanhada de um sorriso, pode até ser um sinal de flerte;
  • baixa: vontade de esconder algo e dificuldade em aceitar elogios ou críticas. Também pode ser timidez;
  • empinada: confusão ou desafio, a não ser que o gesto seja acompanhado de um sorriso.

Olhar

A maneira com que olhamos para outra pessoa também é um ponto chave da linguagem corporal. Listamos as principais características que podem ser observadas:

  • contato visual constante: confiança, segurança e total interesse pelo assunto;
  • evitar o contato visual: dissimulação, falta de interesse ou insegurança. A pessoa também pode estar escondendo uma emoção;
  • olhar distante: a pessoa está refletindo sobre outro assunto e não está lhe ouvindo;
  • esfregar os olhos: cansaço, tédio e/ou dúvida;
  • olhar muito ao redor: ansiedade, distração, desinteresse, desconforto e até submissão.

Mas afinal, como melhorar a linguagem corporal?

Como se pode perceber, a comunicação não verbal está nos mínimos detalhes, daí a importância de se conhecer bem e estar atento às impressões que você deixa nas pessoas. O lado bom é que estamos em constante evolução e nossas habilidades podem sempre ser melhoradas.

Agora que você já sabe como identificar os sinais que o corpo dá em uma interação, acompanhe nossas dicas básicas para aprimorar sua linguagem corporal, bem como as suas habilidades sociais.

Preste 100% de atenção no outro

Ao conhecer uma pessoa nova, dê total atenção a ela — isso passa uma sensação de segurança, fazendo com que se sinta especial e mais à vontade em sua presença. Quando for se apresentar, vire seu corpo e fique frente a frente com ela. Você pode estender sua mão ou abraçá-la dependendo da abertura que tiver.

Espere um pouco para sorrir

Primeiramente, olhe para o outro nos olhos e, poucos segundos depois, sorria. Um sorriso imediato pode parecer forçado e passar uma impressão de antipatia, enquanto sorrir logo após o contato visual é mais sincero e personalizado.

Mantenha o contato visual

Ainda que a pessoa não esteja falando, olhar para ela ocasionalmente demonstra interesse: seja ele profissional, pessoal ou romântico. Essa é uma excelente maneira de mostrar que ela lhe chamou a atenção.

Porém, tenha cuidado para não encarar demais e gerar mal estar. Quando estiver em grupo, procure observar as reações da pessoa em relação a um comentário que foi feito, por exemplo.

Evite se mexer muito

Quando você balança os pés ou mexe muito os braços pode passar a impressão de ansiedade, podendo causar desconforto naqueles que o cercam. Caso se sinta muito agitado, procure respirar fundo e relaxar.

Imagine que todos são seus amigos

Essa é uma excelente estratégia, principalmente se for mais tímido. É comum se sentir desconfortável ao conhecer novas pessoas, afinal, você está se aventurando por um território desconhecido. Ao se imaginar no meio de amigos, é mais fácil se soltar e se movimentar pelo grupo com mais naturalidade: lembre-se de que forçar simpatia nunca dá certo.

Faça teatro

A prática teatral trabalha não somente com suas habilidades sociais (principalmente pelo trabalho desenvolvido em grupo), mas também com sua expressão corporal. Por meio dos exercícios praticados nas aulas, você aprenderá a utilizar todo o potencial de seu corpo para se comunicar de maneira mais clara e sem exageros.

Vale ressaltar que ter uma boa expressão e desenvoltura oral é essencial para seu processo de comunicação. Afinal, não adianta saber como se comportar em uma reunião e ter uma boa postura se não souber qual é o tom de voz mais adequado para a ocasião. Falar alto demais causa tanto estranhamento quanto falar muito baixo — é necessário encontrar um equilíbrio.

Nossa vida é uma relação constante de interdependência: assim como as pessoas precisam de nossa ajuda, nós também precisamos delas para nos apoiar e nos desenvolvermos tanto pessoal quanto profissionalmente. Ao entender o que o corpo fala, sua expressão oral se desenvolve de maneira mais fluida e você se torna uma pessoa mais desenvolta e cativante.

E então, conhece mais alguma forma de linguagem corporal? Tem uma sugestão ou dúvida? Conte para a gente nos comentários!

Saber se comunicar através da linguagem corporal é importante para qualquer área profissional e situações do cotidiano, o nosso corpo fala.

Por que a linguagem corporal é tão importante no teatro?

Entenda porque esta forma de comunicação se faz essencial no teatro e na vida.

A linguagem corporal nada mais é do que uma forma de comunicação não verbal, anterior ao próprio nascimento da palavra. Entre o ser vivo, determinadas atitudes e expressões representam claramente o seu sentimento (como o ânimo ou desânimo, por exemplo), bem como a expressividade do olhar.

 Ao longo da vida, nós aprendemos a identificar e interpretar cada uma destas expressões. Mas, além dos gestos e representações dos sentimentos, a linguagem corporal também está ligada ao nosso modo de caminhar, de se sentar e em nosso modo de gesticular. E onde o teatro entra nessa história e por que a expressão corporal se faz tão importante nesta forma de arte?

A resposta é tão simples quanto você imagina. Saber se expressar por meio da linguagem corporal no teatro se faz importante para que o ator em cena não aparente ser um robô. Mas isso não é válido apenas para aqueles que sonham em seguir a carreira cênica.

Saber se comunicar através da linguagem corporal é importante para qualquer área profissional e situações do cotidiano, afinal, o nosso corpo fala muito mais do que nossas próprias palavras.

É altamente comum pessoas que têm dificuldade para se expressar com o corpo, principalmente jovens e adolescentes. Esta dificuldade, por sua vez, pode acabar comprometendo a sua vida, especialmente em seu ambiente de trabalho. E é aqui que o teatro entra uma solução para este problema.

Trabalhando a linguagem corporal com o teatro

Nas aulas de teatro os alunos aprendem que por meio das aulas de linguagem corporal, é possível dizer tudo somente com os movimentos do corpo.

No que diz respeito à linguagem corporal no teatro, a sua finalidade é fundamental e enriquecedora. E mesmo precedendo à própria palavra, a expressão do corpo sempre se fez presente na atuação dos atores.

O principal benefício em dominar a linguagem corporal está na coerência com a comunicação verbal, alinhando aquilo que é dito com a sua postura.

As aulas teatrais sobre linguagem corporal trazem diversos ensinamentos que serão levados para toda vida.

E, uma forma de tornar o aprendizado mais simples, é adotando algumas pequenas medidas, que irão aprimorar as suas habilidades de comunicação-verbal, como por exemplo, a flexibilidade, coordenação e resistência; aperfeiçoando a propriocepção, de modo que o indivíduo passe a ter a consciência permanente de seus gestos e ações.

No entanto, a prática destes exercícios não deve ser vista como uma simples tarefa, e sim como um desafio estimulante.

Dialogando com o próprio corpo através da linguagem corporal

Se descuidar da linguagem corporal é um erro que compromete não só as suas relações interpessoais como também pode vir a arruinar de forma significa o seu sucesso em situações voltadas à vida profissional, uma vez que embora não percebamos, nós transmitimos muito mais aquilo que sentimos através da nossa linguagem corporal.

Investir em aulas de teatro para aprimorar esta forma de comunicação proporcionará significativas mudanças positivas em sua vida.  

 

Arte e vida, quando combinadas, podem nos tornar mais criativos, um recurso que é indispensável para se desenvolver tanto pessoal quanto profissionalmente.

Arte e vida: 6 lições de arte para o dia a dia

Arte e vida, quando combinadas, podem nos tornar mais criativos, um recurso que é indispensável para se desenvolver tanto pessoal quanto profissionalmente. Você já parou para pensar nos ensinamentos que as artes trazem para seu dia a dia?

Os benefícios são inumeráveis e, por isso, separamos as seis maiores lições que podem ser aprendidas da arte, além de explicar como tirar melhor proveito delas. Continue a leitura e confira!

1. Não julgue

Uma das características mais fascinantes da arte é que não existe certo ou errado, mas sim perspectivas diferentes. Pense, por exemplo, em uma exposição de pinturas e os diferentes significados que um mesmo quadro pode possuir. Portanto, não julgue caso você encontre uma pessoa que pense diferente de você.

Sabemos como pode ser difícil manter a serenidade em um ambiente hostil, mas é exatamente nessas horas que é preciso trabalhar a empatia. Atividades artísticas — como o teatro — são uma ótima ferramenta para trabalhar a tolerância e o respeito em relação aos sentimentos das pessoas.

2. Pesquise, estude e se desenvolva

Para que qualquer projeto dê certo, é necessário realizar uma pesquisa para organizar melhor suas ideias e descobrir como colocá-las em prática. Nas artes, isso não é diferente. Um artista plástico, por exemplo, busca referências para desenvolver suas esculturas e, então, aprimorar suas técnicas.

Portanto, anote suas ideias em uma planilha, em um caderno ou em um quadro (como preferir) e utilize as informações adquiridas para se inspirar e buscar saídas para a alcançar seus objetivos.

3. Aprenda com as suas experiências

Uma das maiores lições que a arte e a vida nos ensinam, é que a prática e um contínuo aprendizado, levam à perfeição. Se você pensa que todos os pintores e atores famosos começaram fazendo sucesso, não se engane! Aprimorar a técnica é essencial para qualquer artista ou profissional.

Portanto, se você possui alguma dificuldade como falar em público e se expressar, tomar decisões com segurança ou de se socializar, continue sempre tentando e aprenda com suas experiências!

Fazer aulas de dança e de teatro pode ser uma ótima maneira de perder a timidez e fazer amizades.

4. Cause grandes efeitos com pequenas mudanças

As práticas artísticas, principalmente o teatro, trabalham com o desenvolvimento de diversas habilidades. Com o tempo, as mudanças em seu comportamento aparecerão de maneira tão natural que as pessoas perceberão antes mesmo que você se dê conta.

Vejamos a um exemplo simples: ao se tornar uma pessoa mais empática, reconhecer e respeitar os sentimentos daqueles que o cercam, fica mais fácil resolver conflitos e até evitá-los. Muitos desentendimentos poderão ser resolvidos por meio de uma conversa simples.

Dessa maneira, suas relações interpessoais ganharão mais valor e as pessoas passarão a lhe enxergar com maior respeito e confiança, o que é essencial para crescer profissionalmente e ter uma carreira mais sólida.

5. Saiba expressar o que não pode ser dito

O teatro desenvolve não somente sua expressão oral, como também a corporal. Sua postura diz muito sobre quem você é e, ao interpretar um personagem no palco, você poderá transmitir emoções por meio de seus gestos e expressões faciais.

Além disso, como há um contato maior com seus sentimentos, será mais fácil encontrar palavras para explicar algo que, antes, parecia inexplicável. Com as atividades artísticas, você pode aprender novos vocabulários e formas de ver a vida, o que lhe ajudará a desenvolver seu potencial cognitivo e criativo.

6. Sinta-se no controle

Na medida em que for desenvolvendo suas potencialidades você perceberá várias vantagens. Se conhecer melhor, ter mais segurança na tomada de decisões, desenvolver sua confiança pessoal, são alguns exemplos de como a arte pode te ajudar a se sentir no controle. Conhecer a si, é um processo essencial para seu desenvolvimento como pessoa, em todas as áreas de sua vida.

Gostou do nosso post? Você já passou por alguma experiência marcante com uma atividade artística ou tem mais dúvidas sobre as lições de arte e vida? Conte para a gente nos comentários!

Saiba como melhorar a comunicacao e entenda sua importancia.

Saiba como melhorar a comunicação e entenda sua importância

Saber se comunicar é essencial em qualquer cenário, pois assim, você poderá melhorar sua vida pessoal e seus relacionamentos, além de obter sucesso profissional. Porém, nem sempre uma pessoa sabe como melhorar a comunicação.

Se expressar de maneira clara e objetiva facilita a vida. Ajuda a economizar tempo, dinheiro, disposição dos nossos ouvintes, além de inúmeros outros importantes benefícios. Principalmente, porque conseguimos solucionar mais conflitos por meio do diálogo — podendo até evitá-los.

Neste post, daremos algumas dicas para que você possa aprimorar suas habilidades de comunicação em todos os aspectos. Continue lendo para conferi-las!

Preste atenção na linguagem não verbal

Tenha em mente que sua postura pode tanto atrair, quanto afastar pessoas. O corpo fala! Braços cruzados, por exemplo, podem passar uma impressão de desinteresse e até agressividade, enquanto que gesticular muito costuma ser algo relacionado à ansiedade ou falta de paciência.

Por isso, esteja sempre atento aos detalhes e procure manter o contato visual enquanto se expressa. A linguagem não verbal é algo muito sutil, mas que transmite detalhes essenciais durante o processo de comunicação.

Converse com diversos tipos de pessoas

A troca de experiências e opiniões com pessoas que pensam de maneira diferente de você é algo muito enriquecedor. Ter a mente aberta para o novo ajuda a trabalhar a empatia e a valorizar o que o outro tem a dizer.

Quando você  adicionar o conhecimento dos outros ao seu, em vez de apenas dispensá-los por ser algo com que não esteja acostumado,  você ampliar as possibilidades, e consequentemente, se comunica de maneira mais empática e humana. Os grandes líderes são ótimos ouvintes.

Saber se comunicar com cada tipo de público da maneira mais adequada é fundamental. Uma conversa com seus familiares, amigos e conhecidos deve ter um  tom bem diferente de uma reunião de trabalho, por exemplo.

Mais uma vez, o ambiente de um curso de teatro pode lhe proporcionar esse tipo de contato mais diverso e ajudar no desenvolvimento das habilidades necessárias para se adaptar aos mais variados lugares e melhorar a comunicação.

Pratique atividades que trabalhem a timidez

Pessoas tímidas costumam ser as que mais apresentam dificuldades ao se expressar, pois tendem a ser mais inseguras para comunicar suas ideias e não sabem muito bem como usar sua fala de maneira adequada.

Portanto, fazer aulas de teatro pode ser uma ótima opção para que você possa ser uma pessoa mais desinibida e aprenda a se expressar melhor. Você irá aprender a  trabalhar sua expressão vocal, a entonação adequada para diversas situações e muitos outros importantes aspectos da comunicação. Além disso, por meio do contato com outras pessoas, trabalhará também a comunicação interpessoal.

Seja prático e vá direto ao ponto

Você provavelmente já se pegou entediado, ou até irritado com uma pessoa que fala demais e acaba não explicando bem o que queria, não é mesmo? Por isso, é importante ser conciso, objetivo e ter foco no que deseja.

Para ter uma boa comunicação, a veracidade é uma regra básica. O primeiro passo é ter seu objetivo claro em mente e, então, elaborar suas ideias de maneira  a ser claro, cortês e coerente com os seus ideais.

Todos estes aspectos são trabalhados nas aulas de teatro. E você não precisa saber nada sobre teatro para começar! A sua presença é o começo da sua mudança definitiva.

Percebeu como melhorar a comunicação pode ser uma tarefa mais fácil do parece? Tem mais alguma sugestão de algo que você já tentou ou dúvidas relacionadas ao assunto? Deixe seu comentário abaixo!