Tag Archives: infantil

Mas, afinal, quais são as habilidades ensinadas no teatro que auxiliam, desde cedo, no futuro sucesso profissional de crianças e adolescentes?

Descubra 9 habilidades desenvolvidas pelo seu filho no teatro

Além de benéficas para indivíduos de todas as faixas etárias, desenvolvendo características essenciais para as relações pessoais, as aulas de teatro são também indicadas para quem quer ser bom profissional. Isso inclui, obviamente, as crianças, que têm seu desenvolvimento potencializado de maneira positiva com a atividade.

As artes cênicas mexem diretamente com as emoções daqueles que a estudam, ensinando o praticante a lidar de forma mais inteligente com as próprias emoções e abordando os preceitos da empatia, por exemplo. Por isso, as aulas de teatro são indicadas até mesmo para quem não aspira uma carreira na área.

Mas, afinal, quais são as habilidades ensinadas no teatro que auxiliam, desde cedo, no futuro sucesso profissional de crianças e adolescentes? Como a educação lúdica pode contribuir para esse fim? Continue a leitura e descubra por que essas aulas podem mudar a vida de seu filho para a melhor!

1. Estímulo da inteligência

Em primeiro lugar, falaremos sobre o papel do teatro no estímulo da inteligência. Não é incomum encontrar pessoas que acreditam que as aulas dessa arte envolvam apenas fantasias e o mundo de faz-de-contas.

Embora a imaginação e a criatividade sejam fortemente incentivadas durante as aulas, outras capacidades cognitivas (como a memorização, o raciocínio lógico e a resolução de problemas) também são trabalhadas por meio da leitura, interpretação e debates sobre as obras estudadas.

2. Desenvolvimento da autoestima

Quando falamos na palavra autoestima, é muito comum que o nosso primeiro pensamento seja mais voltado para o senso estético. No entanto, estar em dia com essa característica vai muito além de se sentir bem com a sua imagem no espelho (ainda que isso conte bastante).

De forma resumida, a autoestima pode ser definida como o carinho por si mesmo. Em um ambiente profissional, essa é uma característica fundamental, já que o trabalhador precisa ter confiança em seu valor para conquistar oportunidades cada vez melhores no emprego.

3. Promoção do autoconhecimento

Outra habilidade muito ligada à inteligência emocional é a que chamamos de autoconhecimento. Como o próprio nome já indica, essa capacidade diz respeito ao conhecimento que temos de nós mesmos.

Por mais que isso pareça simples, nem todas as pessoas sabem muito bem quem são ou o que desejam fazer de suas vidas. O teatro trabalha isso diariamente durante as aulas, ajudando o aluno a fazer escolhas mais sensatas e a saber exatamente quais são os seus pontos fortes e fracos.

4. Melhora das habilidades sociais

Em nosso dia a dia profissional, precisamos lidar com pessoas de diferentes culturas, criações, personalidades e características. Por isso, é fundamental dominar as habilidades sociais e ter jogo de cintura para evitar conflitos, inimizades e discussões desnecessárias no ambiente de trabalho.

Felizmente, as aulas de teatro auxiliam o aluno a lidar melhor com suas próprias emoções e a se socializar melhor com outros indivíduos, facilitando as relações pessoais nos mais variados ambientes.

5. Aprendizado do trabalho em equipe

Ainda falando sobre as habilidades sociais, podemos citar outra competência importante aprendida nas aulas de teatro que auxilia as crianças a se tornarem bons profissionais no futuro: o trabalho em equipe.

Como sabemos, nenhum homem é uma ilha — e precisamos nos relacionar com colegas e figuras de autoridade em nosso dia a dia. Por isso, trabalhar em equipe sem dificuldades e conseguir produzir com qualidade em grupos é essencial para qualquer funcionário de sucesso.

6. Redução da timidez

Antes de mais nada, é importante ressaltar que a timidez não é uma característica negativa e que precisa ser eliminada, mas um traço de personalidade como qualquer outro. No entanto, ser excessivamente tímido pode ser muito prejudicial em situações sociais ou no ambiente profissional.

Por conta disso, é importante aprender a controlá-la e mantê-la em um nível saudável, de modo em que ser tímido não traga prejuízos no desempenho do trabalho ou faça com que a voz do indivíduo não seja ouvida.

No teatro, a timidez é muito trabalhada e os alunos aprendem a lidar com essa característica, se tornando mais abertos e sociáveis.

7. Desenvolvimento da empatia

Em poucas palavras, a empatia pode ser definida como a habilidade de se colocar no lugar do próximo, pensando como ele e simpatizando com suas dores e alegrias. No dia a dia de um ator ou aluno de artes cênicas, essa capacidade é constantemente trabalhada por meio da interpretação e do contato com pessoas diferentes.

Para ser um bom profissional, é necessário ser empático com as necessidades de seu público, de seus clientes, de seus colegas e de seus superiores. Essa capacidade é ainda mais importante para pessoas que trabalham em posições de poder e que precisam liderar.

8. Aumento da capacidade de liderança

Complementando o tópico anterior, podemos mencionar o desenvolvimento da liderança. Até o presente momento, é muito provável que você já tenha compreendido como o teatro ajuda no fortalecimento dessa importante característica para o ambiente profissional.

Alunos que fazem teatro aprendem a trabalhar em equipe, desenvolvem sua autoestima e se tornam mais empáticos. Eles são, portanto, líderes bastante controlados e justos, que conseguem construir um ambiente de trabalho muito mais harmônico e produtivo.

9. Incentivo da criatividade

Por fim, falaremos sobre uma característica fundamental para qualquer emprego: a criatividade. Hoje em dia, muito se fala sobre a importância da inovação. No entanto, esse conceito não é nada novo, já que apenas chegamos onde estamos atualmente em nossa sociedade graças aos gênios criativos.

Embora crianças sejam naturalmente criativas, é indispensável que essa habilidade seja constantemente estimulada. As aulas de teatro, então, contam com o ambiente perfeito para dar asas à imaginação, e os alunos são encorajados a deixar aflorar o que há de mais criativo dentro deles.

Agora que você já sabe como o teatro pode ajudar no desenvolvimento do seu filho, não perca tempo e procure uma escola de teatro para iniciar os estudos das artes cênicas. Aqui vai a dica de uma excelente escola! Até a próxima!

A expressão corporal é um grande aliado de todos nós, desde a mais tenra idade. Permite que uma pessoa demonstre seu real estado de espírito.

Expressão corporal pode ser trabalhado desde a educação infantil?

A expressão corporal é um grande aliado de todos nós, desde a mais tenra idade. Permite que uma pessoa demonstre seu real estado de espírito. Mas, além de nos ensinar como demonstrar o que estamos sentindo, a expressão corporal tem um forte papel no aprendizado.

Por isso, uma dúvida comum que afeta os educadores, sobretudo aqueles que tem contato diário com crianças pequenas é se a expressão corporal pode ser trabalhada com os menores e como fazer isso.

Para analisar esse tema mais adequadamente, elaboramos um texto abordando não apenas se a expressão corporal pode ser trabalhada com crianças e quais as melhores formas de aplicá-la no ambiente educacional.

Porque a expressão corporal deve fazer parte da educação infantil?

A infância é um período de intenso aprendizado. Durante uma brincadeira, ao caminhar com os pais pelo parque ou praça, ou até mesmo observando as pessoas passando na rua, todas essas atividades simples são fonte de aprendizado para uma criança.

Mas, além do mundo ao seu redor, a criança aprende usando seu corpo. Dar os primeiros passos, tocar objetos, sentir a textura do pelo dos animais, de uma fruta, a temperatura da água e da comida, tudo isso é feito com a ajuda de seu corpo.

E, quando aprende a se movimentar sozinha, o corpo ganha ainda mais importância, já que cada movimento ajuda a transmitir um sentimento e para que ela tome contato com o outro, com a realidade ao seu redor.

Por isso a expressão corporal é tão importante, principalmente na educação infantil. Antes mesmo da fala ou da escrita, já usamos nosso corpo para comunicar nossos desejos. Para uma criança, o corpo é uma fonte importante de conteúdo, é onde ele é produzido.

Além disso, ao utilizar a expressão corporal em conjunto com outras habilidades que são trabalhadas na escola, como a pintura ou a introdução às letras, a criança exercita todo o seu potencial, aumentando sua inteligência e melhorando seu desenvolvimento.

Como a expressão corporal pode ser trabalhada no ensino infantil?

Os profissionais que atuam com educação infantil podem encontrar no ato de brincar um grande aliado para o trabalho da expressão corporal. Durante as brincadeiras, as crianças não apenas aprendem as regras do jogo, como também aprendem mais sobre si mesmas e sobre o mundo a seu redor.

Além disso, algumas brincadeiras podem não só estimulá-las a aprender mais sobre seus próprios corpos, conhecendo novos movimentos e aprendendo as funcionalidades de cada órgão, como também aprendem regras importantes para que vivam em sociedade adequadamente.

Durante essas brincadeiras, os professores podem trazer novos elementos, como nomes de animais, ensinar novas letras, novas regras de convivência e, até mesmo, trabalhar deficiências, sejam cognitivas ou motoras.

A expressão corporal é uma excelente ferramenta para que a criança se desenvolva em sua totalidade, aprendendo a lidar com seus sentimentos e os do outro, e também a descobrir seu papel no mundo.

As experiências do brincar, aliadas ao trabalho de consciência corporal, tornam o desenvolvimento infantil muito mais completo.

Falamos sobre os principais pontos da abordagem educacional, dos principais benefícios e do papel do teatro na construção do ensino para crianças.

Educação lúdica: como desenvolver novas ações no pré-escolar?

Qual é o primeiro pensamento que vem à sua mente quando se menciona a palavra “aula”? Temos um palpite: provavelmente, a imagem envolve uma sala de aula com carteiras, lousas e estudantes sentados e atentos (ou não). Chegamos perto? Então está na hora de esquecer tudo o que você acha que sabe sobre o assunto e conhecer a educação lúdica.

A idade pré-escolar, conhecida como primeira infância, compreende a faixa etária de 0 a 5 anos e é uma das épocas mais importantes para o desenvolvimento infantil. Nessa etapa, o potencial de aprendizado dos pequenos está a todo vapor e a personalidade já começa a ser formada.

Neste post, falamos sobre os principais pontos desse tipo de abordagem educacional, dos seus principais benefícios e do papel do teatro na construção do ensino para crianças dessa faixa etária. Vamos lá? Boa leitura!

O que é a educação lúdica?

Para iniciar a compreensão desse conceito tão amplo, é preciso primeiramente entender o significado da palavra lúdico. O vocábulo é originário do termo ludus, do latim, que é difícil de ser traduzido ao pé da letra. Entre seus significados estão as opções jogo, imitação e divertido.

Em razão da complexidade do termo, algumas interpretações diferentes podem ser direcionadas ao conceito de ludicidade. Para abordá-lo da forma correta, são levados em consideração diversos aspectos, que vão do estudo sociológico ao pedagógico, que é o adotado nas escolas.

De forma simples e prática, a educação lúdica pode ser resumida como um método inclusivo e interativo, que permite que as crianças aprendam entrando em contato com os objetos de ensino. Para isso, podem ser utilizados jogos, brincadeiras e outras atividades que incentivem a participação dos estudantes.

Qual é o impacto da educação lúdica para educadores e alunos?

De acordo com a teoria das inteligências múltiplas, proposta pelo psicólogo Howard Gardner, existem sete tipos de inteligência. As características de cada grupo permitem perceber a maneira como pessoas diferentes absorvem o conhecimento: pela leitura, pela música ou pela visão.

Alternar entre as metodologias é o melhor modo de atingir todos os alunos de forma igualitária, já que permite que cada um deles explore o aprendizado da melhor forma possível. A seguir, nos aprofundamos na importância da ludicidade para o ensino.

Importância do ludismo na educação

Agora que você já conhece o significado etimológico da palavra lúdico, fica um questionamento: o que é, afinal de contas, brincar? E como aprendemos a fazer isso?

De certo modo, as brincadeiras são a porta de entrada da criança para o mundo real. É a partir de jogos e diversão que os pequenos entram em contato com a realidade, amadurecem os sentidos e a inteligência, e aprendem a conviver em sociedade, lidar com as emoções e controlar as capacidades cognitivas.

Por incrível que pareça, ninguém nasce sabendo como brincar. O meio em que cada indivíduo está inserido é  determinante para o desenvolvimento das brincadeiras que marcam sua infância. Por isso, o professor tem um papel fundamental na criação das atividades lúdicas na educação.

Ele é, afinal, o responsável por guiar tais brincadeiras, determinar as regras (essenciais para que os jogos ocorram como devem) e, ao mesmo tempo, dosar a liberdade para permitir que a criatividade seja estimulada e a imaginação da criançada corra solta. Dessa forma, ele também aprende com os alunos.

Uma boa opção é incluir a prática teatral, que ajuda a melhorar o ambiente escolar ao familiarizar as crianças com a existência de regras e facilitar o trabalho do professor em sala de aula. A arte ainda fortalece os laços entre discentes e docentes ao criar uma relação de amizade e respeito entre eles.

Benefícios para o desenvolvimento da criança

Embora sejam divertidas, as brincadeiras são muito mais do que meras formas de entretenimento infantil. Na realidade, elas têm grande caráter associativo e são responsáveis indiretas pela formação do caráter e das preferências dos seres humanos.

Um exemplo disso é o condicionamento natural em relação aos gêneros de certas atividades. Enquanto os meninos são estimulados a participar de jogos que envolvem aventuras e desafios, as meninas são normalmente direcionadas a brincadeiras que desenvolvem o instinto materno e o cuidado com os outros.

A longo prazo, esse comportamento cria padrões e pode ser decisivo para o modo como essas crianças observam o mundo. Por isso, é essencial estimular que meninos e meninas participem de diferentes jogos e atividades, experimentem diversas visões do mundo e possam escolher os caminhos que querem tomar no futuro.

A educação lúdica é, portanto, uma arma poderosa para o desenvolvimento infantil, tanto nos pontos de vista escolares, como em sua personalidade. Entre seus principais benefícios estão:

  • melhora do condicionamento físico;
  • estímulo da criatividade;
  • desenvolvimento da memória;
  • melhora nas capacidades cognitivas;
  • estímulo da expressão social;
  • melhora da autoestima e da autoconfiança;
  • contato com o autoconhecimento;
  • experimentação com novas emoções;
  • desenvolvimento da capacidade de trabalhar em equipe.

O que é o teatro educativo?

A maioria das pessoas associa o teatro apenas a espetáculos teatrais e esquece — ou desconhece — seus inúmeros benefícios e as várias habilidades que são desenvolvidas em suas aulas.

Os conceitos do teatro educativo, também chamado de teatro pedagógico, são bastante utilizados para tornar as aulas mais lúdicas e interessantes para os alunos, por exemplo. Para crianças em idade pré-escolar, essa abordagem é ainda mais relevante para potencializar a assimilação.

Quais são os principais objetivos do teatro pedagógico?

O principal objetivo do teatro educativo é servir como base educacional para crianças que estão na fase da pré-escola. Por meio de aulas teatrais, é possível introduzi-las a diversos temas, com a utilização de uma linguagem universal entendida por todos: a arte.

No entanto, esse tipo de ensino trata de várias outras finalidades. Veja algumas delas a seguir:

  • desenvolvimento completo do estudante;
  • autoconhecimento;
  • autoestima;
  • integração com o meio em que está inserido (escola, ambiente familiar e o mundo como um todo);
  • florescimento adequado das capacidades sociais;
  • desenvolvimento da empatia e da cooperação;
  • criação de senso de responsabilidade e autodisciplina;
  • auxílio da compreensão de regras e normas;
  • perda da vergonha excessiva e incentivo à desinibição e à desenvoltura;
  • desenvolvimento das habilidades físicas e mentais;
  • fortalecimento das capacidades de comunicação e expressão corporal e verbal;
  • florescimento da capacidade de liderança e da resolução rápida de problemas;
  • surgimento da consciência crítica e das opiniões próprias sobre vários assuntos;
  • potencialização da capacidade criativa, de raciocínio e de observação;
  • melhora de todas as capacidades cognitivas, como a fala, a memorização e a coordenação motora;
  • ajuda na postura física e na impostação corporal e vocal;
  • desenvolvimento da oratória e do vocabulário;
  • redução do estresse e da ansiedade, com consequente melhora das saúdes mental e psíquica.

Assim, o teatro educativo atua nas capacidades da criança em sala de aula de forma a prepará-la para um promissor futuro acadêmico. Além disso, a longo prazo, ele cria alicerces emocionais e auxilia na promoção do “eu” para que o aluno encontre seu lugar no mundo e descubra mais sobre si mesmo.

Quais são as formas de trabalhar a educação com teatro?

As aulas de teatro educativo abordam diversos pontos da educação artística. Alguns deles são:

  • uso de imagens (para o desenvolvimento de símbolos mentais e a exploração dos sentimentos por meio da visão);
  • uso da imitação (para fortalecimento da empatia e construção de consciências sociais e físicas);
  • exercícios de concentração, comunicação, expressão corporal, linguagem, fala, respiração, relaxamento, leitura, música e outros.

Essa vasta gama de abordagens permite que as crianças entrem em contato íntimo com todos os sentidos e vivenciem o mundo de diversas formas. Com isso, vão conhecer situações até então nunca vistas de forma segura e saudável, em um ambiente confortável e convidativo.

Existem várias formas de elaborar os exercícios e as atividades desse tipo de metodologia no ensino. Confira os principais deles a seguir.

Dinâmicas

Também conhecidas como atividades em grupo, as dinâmicas são parte fundamental dos exercícios teatrais para todas as faixas etárias. Elas desenvolvem diversas habilidades, como a capacidade de conviver em grupo, a liderança e a desinibição das crianças.

Entre as mais populares, estão os jogos de “gato e rato” (como o famoso polícia e ladrão), o mestre mandou, mímicas, shows de mágica e outros.

Peças infantis

Toda produção teatral carrega consigo um significado, que pode ser diferente para cada espectador com base em suas experiências e vivências pessoais. Por isso, a interpretação de cada história é única mesmo que a mensagem pareça bastante óbvia.

Com as peças infantis, isso não é diferente. A maioria da dramaturgia destinada ao público pré-escolar traz consigo ensinamentos e “morais da história”, como acontece com as fábulas. Por isso, a participação nesse tipo de peça permite o contato dos pequenos com os aspectos físicos e emocionais da arte.

Jogos criativos

Algumas brincadeiras podem ser associadas ao teatro para desenvolver a criatividade das crianças. Um bom exemplo são os jogos do tipo role playing game (RPG) — que são dinâmicas de faz de conta extremamente focadas em improvisação.

A partir de uma situação inicial, os alunos podem criar o desfecho da história utilizando apenas os elementos permitidos no exercício e a própria imaginação. Isso desenvolve a capacidade de resolução de problemas e ensina os pequenos a lidarem, com desenvoltura, com os obstáculos vividos no dia a dia.

Quais são as oportunidades apresentadas pela educação lúdica?

E, afinal, o que esperar de crianças que cultivam, desde cedo, a paixão pelo teatro? Como as artes cênicas podem modificar a vida delas ao serem incluídas em seu dia a dia? Confira algumas das principais vantagens a seguir.

Melhora a convivência dos estudantes na sociedade

O teatro ajuda a melhorar a convivência dos alunos em sociedade, pois os prepara desde o início para diversas situações cotidianas. Além disso, por se tratar de uma atividade em grupo, para participar dela é necessário respeitar regras e diferentes pontos de vista, além de dividir e delegar tarefas frequentemente.

Por isso, crianças que participam de atividades teatrais aprendem a debater suas ideias de forma consciente e são capazes de mostrar seus pontos de vista e respeitar as diferentes opiniões dos colegas.

Auxilia no fortalecimento emocional

Esses exercícios ajudam a criar adultos mais empáticos. Quando aprendem a respeitar a opinião alheia, as crianças também passam a se colocar no lugar do próximo e tentar ver as coisas pelo ponto de vista do colega.

Além disso, o ato de representar papéis também desenvolve essa característica, já que o estudante precisa literalmente se colocar como outra pessoa e excluir-se, mesmo que temporariamente, da narrativa. Isso favorece o respeito à diversidade e a outras culturas.

Permite o desenvolvimento das capacidades físicas

Crianças adoram brincadeiras e são repletas de energia. Por disso, é comum ouvir dizer que elas estão constantemente ligadas nos 220V. Com o teatro, toda essa energia será canalizada de forma adequada.

Os exercícios, embora não possam ser comparados a uma maratona, exigem muito dos pequenos organismos da criançada. Além de toda a movimentação, há atividades mais específicas, como os alongamentos e os exercícios respiratórios, que são excelentes para a postura e o fortalecimento muscular.

Melhora o rendimento escolar

Uma das mais importantes consequências das artes cênicas na vida das crianças é a melhora considerável nos estudos. Por atuar constantemente nos aspectos cognitivos dos alunos, o teatro auxilia — e muito — no rendimento escolar.

As aulas desenvolvem pontos como a percepção, a memorização, a interpretação de texto, a leitura, a atenção e assim por diante. Todos esses aspectos são considerados fundamentais para a escola, já que ajudam o pequeno estudante em todas as matérias e competências da grade curricular.

Em resumo, a prática do teatro e de outras atividades estimulantes é um dos pilares do aprendizado das crianças. Afinal, ela traz oportunidades muito melhores na vida adulta e facilita a vida escolar como um todo.

E aí, gostou de saber mais sobre a educação lúdica e de conhecer sua importância no contexto da aprendizagem infantil? Para ficar sempre por dentro das nossas novidades e não perder nossos conteúdos, assine a nossa newsletter! Assim, você recebe todos os post diretamente no seu e-mail e fica sempre antenado com o mundo do teatro. Até a próxima!