Tag Archives: meditação

Quer saber como praticar a meditação? Então, continue a leitura deste artigo e conheça cinco técnicas básicas para você experimentar!

Conheça 5 exercícios de meditação para cuidar da mente

Quando você está muito estressado e procura por maneiras de relaxar, a meditação pode servir como uma grande aliada. Acredite, cuidar da sua mente é tão importante quanto cuidar de seu corpo.

Dentre os benefícios dessa prática, podemos destacar a diminuição do estresse, da ansiedade e de sentimentos de solidão e medo — o que traz também um maior bem-estar físico, uma vez que você conseguirá relaxar mais. Além disso, melhora sua capacidade de observação, sua concentração e seu foco.

Quer saber como praticar a meditação? Então, continue a leitura deste artigo e conheça cinco técnicas básicas para você experimentar!

1. Igualdade de respiração

É um método rápido e que ajuda a equilibrar a respiração e seu corpo como um todo. Por isso, é uma ótima opção para iniciar o processo de meditação, já que o ajuda a se concentrar.

Para começar, feche os olhos e inspire: 1, 2, 3, 4; então, expire: 1, 2, 3, 4; continue até se sentir confortável com esse ritmo. Pronto, simples assim.

2. Escaneamento corporal

Esse é um dos principais exercícios na prática de meditação e tem como objetivo a percepção de cada parte de seu corpo — e como tudo está interligado. Há também a observação das sensações físicas, como a sua pele, apenas percebendo como elas agem em você.

Para fazê-lo, busque uma posição confortável (a melhor é sentar-se com a coluna ereta e com as pernas cruzadas) em um ambiente tranquilo. Em seguida, feche os olhos, respire fundo e comece a “viajar” por seu corpo: observe como sua cabeça está ligada ao pescoço, o pescoço, aos ombros, os braços, ao tronco, e assim por diante. Faça isso até chegar aos pés e depois faça o caminho inverso.

3. Relaxamento dos músculos

Essa técnica faz com que você perceba pontos de tensão em seus músculos. Partindo disso, vejamos um exemplo prático: se seu ombro está doendo, tensione-o, contando até 5, e depois solte-o. Repita o processo 3 vezes, sempre mantendo a respiração calma. Tudo isso pode ser aplicado em cada parte tensa de seu corpo.

4. Técnica do jardim

É um exercício de visualização mental, que ajuda bastante na percepção. De olhos fechados e em uma posição confortável, mantenha a respiração sob controle e imagine um jardim só seu. Não faça julgamentos, apenas observe o que surge.

Se o seu jardim estiver descuidado, o que é bastante comum, é sinal de que você precisa dar mais atenção a certas áreas de sua vida — como conhecer melhor suas próprias emoções.

5. Mindfulness

Se você já procurou algo sobre a arte de meditar, já se deparou com esse conceito, não é mesmo? Isso porque ele vem do princípio básico da meditação: estar presente e consciente de si e de suas ações.

O termo em inglês se refere ao ato de estar atento ao que está sendo feito. Portanto, esse sistema tem foco em não viver sua rotina no modo automático. Por exemplo, se estiver almoçando, preste atenção à textura e ao cheiro dos alimentos e realmente aprecie a comida.

Vale ressaltar que meditar não significa não pensar em nada — até porque, vamos combinar, isso não existe. O segredo está em observar suas sensações e emoções sem julgá-las, o que lhe ajuda a deixar sua mente em um estado mais relaxado.

Lembre-se de que é uma prática que demanda esforço e dedicação, e que cada pessoa tem seu próprio ritmo de evolução. Se você puder aliá-las a aulas de teatro, será uma ferramenta ainda mais poderosa de crescimento pessoal.

E então, curtiu saber mais sobre as técnicas de meditação? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber mais conteúdos de qualidade como este diretamente em seu e-mail!

Como equilibrar seu corpo e alma.

Corpo e alma: como conectá-los para alcançar o equilíbrio?

Com a correria do dia a dia, parece cada vez mais difícil conseguir manter um equilíbrio entre corpo e alma, não é mesmo? No entanto, manter nossos aspectos físico e mental conectados é a chave para levar uma vida mais leve e saudável.

Sabemos que essa não é uma tarefa fácil e, por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar você a deixar corpo e alma em harmonia. Para descobri-las, basta continuar a leitura deste artigo!

Entenda a importância da conexão entre corpo e alma

Durante muitos anos, a ciência acreditava que a mente e o corpo funcionavam de maneiras separadas. Porém, com os avanços na medicina, percebeu-se a influência que sensações, pensamentos e atitudes exercem sobre a forma como nosso organismo opera.

Quando você exercita apenas sua cabeça e esquece do resto, por exemplo, sabemos que, com o tempo, você passará a sentir dores físicas pela falta de movimento. E o mesmo vale para seu corpo: de nada adianta viver malhando se você continua estressado e irritado no dia a dia.

Encontrar um equilíbrio é importante para que tudo corra bem, seja na vida pessoal, seja no campo profissional. Para tanto, é preciso haver uma mudança de hábitos e combater comportamentos que sejam nocivos à sua saúde.

Pratique atividades físicas

Essa é a recomendação básica para uma vida mais saudável e sempre vem de todos os lados. Isso porque, enquanto você movimenta seu corpo, seu cérebro também é estimulado — consequentemente você tem mais energia e foco para enfrentar os desafios da sua rotina.

Uma caminhada de 30 minutos, de três a quatro vezes por semana, já faz bastante diferença e é ótima para limpar um pouco a mente de suas atribulações. Outra atividade bastante completa é a prática teatral, pois você trabalha mente e corpo sempre respeitando seus limites. O ideal é buscar por algo que atenda às suas necessidades e seja adequado ao seu ritmo.

Tenha uma alimentação saudável

Acredite, comer bem é algo bastante mais simples do que se pensa — e não precisa ser caro. O ato de cozinhar e comer algo feito em casa tem um impacto positivo considerável na sua alimentação, principalmente porque é mais fácil evitar produtos industrializados e que fazem muito mal.

Tudo o que você come influencia diretamente o funcionamento do seu organismo, portanto, inclua bastante frutas e vegetais em seu cardápio e dê preferência a pratos nutritivos e coloridos.

Aprenda a meditar

A prática milenar da meditação não é específica de uma religião e envolve execuções relativamente simples de respiração, conhecidas como pranayamas. Tudo se baseia em técnicas que visam conhecer a maneira como você respira e, nesse processo, aprender a observar seus pensamentos sem julgá-los.

O conceito de esvaziar a mente não significa pensar em nada — até porque isso é praticamente impossível. É apenas estar atento ao seu corpo e aos sinais que ele dá, sem ficar remoendo sentimentos.

Além disso, a meditação também o ajuda a ficar mais ligado às suas emoções e a ter mais consciência delas, o que é uma parte muito importante do autoconhecimento e da maturidade emocional. Isso lhe dá mais controle sobre suas ações, tornando suas relações mais ricas e satisfatórias.

Como se pode perceber, a conexão entre corpo e alma, embora exija um certo comprometimento e uma parcela de coragem da sua parte, pode acontecer por meio de gestos simples. Lembre-se de sempre ser paciente consigo, pois cada pessoa tem um ritmo de desenvolvimento: basta trabalhar para alcançar seus objetivos e viver todo seu potencial.

Então, curtiu este artigo? Aproveite que está por aqui, assine a nossa newsletter e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

Como se desligar um pouco do estresse e levar a vida de forma mais leve e saudávell.

Como aliviar o estresse? 4 dicas para viver mais tranquilo

Batimentos cardíacos acelerados, insônia e uma ligeira sensação de mal-estar são sintomas que estão diretamente ligados à sobrecarga de tarefas e ao esgotamento emocional. Na correria do dia a dia, nem sempre é fácil saber como aliviar o estresse.

Quando sofremos com esse esgotamento, nosso corpo libera mais cortisol, o que inibe a produção de serotonina — hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

Neste artigo, separamos 4 dicas básicas que podem ajudar você a se desligar um pouco das pressões diárias e a levar a vida de forma mais leve e saudável. Vamos lá?

1. Faça exercícios físicos

Essa é a recomendação mais ouvida, não é mesmo? A razão para isso está relacionada ao fato de que quando você sobrecarrega o seu corpo e os seus músculos, o estresse mental é aliviado.

Nesse momento, as endorfinas — substâncias que agem como analgésicos naturais e ajudam a melhorar o humor — também são liberadas.

Ao incluir uma atividade física em sua rotina, todos os benefícios serão rapidamente sentidos, inclusive a melhora considerável na qualidade do seu sono. Dessa maneira, você passará a dormir bem melhor e terá mais disposição para cumprir tarefas tanto em casa quanto no trabalho.

2. Pratique meditação

Acredite, meditar não é uma tarefa tão difícil quanto dizem ser — e, muito menos, significa não pensar em nada, até porque isso é para quem já pratica estágios bem avançados. O prática da meditação consiste em você sentar por alguns minutos por dia e apenas observar os seus pensamentos, sem fazer julgamentos ou analisá-los.

Um grande diferencial dessa prática é que ela não só libera o estresse acumulado, mas também previne o estresse futuro. Meditar lhe ajuda a lidar melhor com as suas emoções, bem como a controlá-las, ou seja, ganha-se mais estabilidade e maturidade emocional.

Somado a isso, você exercita a expansão da sua consciência. Uma sincronização maior entre os seus pensamentos e acontecimentos do cotidiano – as chamadas “coincidências” passam a acontecer com mais frequência. Assim, será mais fácil encontrar soluções para os seus problemas e agir com mais criatividade em sua rotina.

3. Ouça músicas que lhe fazem bem

Apesar de ser uma dica óbvia, a música é algo que vai muito além do entretenimento por si só. Esse hobby auxilia no relaxamento — o que facilita a diminuição de dores pelo corpo causadas pela tensão — e estimula a memória, trazendo benefícios tanto para sua saúde física quanto mental.

A música também pode auxiliar na concentração e é uma ótima maneira de embalar os exercícios físicos, tornando-os mais fáceis e prazerosos, já que desviará sua atenção da dor, da fadiga e do cansaço.

Quando estiver mais irritado, procure ouvir canções mais calmas, como as instrumentais, para evitar que fique ainda mais agitado.

4. Desconecte-se

Esse é um ponto essencial entre todas as recomendações sobre como aliviar o estresse. Com o avanço da tecnologia, muitas vezes fica difícil colocar o celular de lado, não responder e-mails, além da tentação de estar disponível a qualquer momento ser ainda maior.

O ideal é utilizar a internet somente para o que for necessário, já que a longa exposição ao excesso de informações e a sobrecarga de trabalho estão diretamente ligadas ao estresse. Por isso, desligue os dispositivos eletrônicos, pelo menos, uma hora antes de se deitar e tenha um sono tranquilo.

Um grande benefício de se desconectar um pouco mais é poder aproveitar melhor o seu dia e as pessoas de seu convívio. O contato pessoal também é um fator que alivia bastante as pressões cotidianas, além de ser muito importante para a sua evolução, já que aprendemos, o tempo todo, com o próximo. Você também pode pensar em alternativas, como o teatro, que lhe proporcionem prazer e estimulem a sua criatividade.

E então, curtiu as dicas de como aliviar o estresse? Aproveite para acompanhar o nosso conteúdo também no Facebook!

Cinco dicas importantes para melhorar a concentração.

5 dicas importantes para melhorar a concentração

Como anda a sua concentração? De modo geral, você acredita que consegue realmente se focar em suas atividades, ou acha que perde muito tempo divagando? Esses são problemas relativamente comuns. Melhorar a concentração é extremamente necessário para que possamos render mais em nosso dia a dia.

Com a presença cada vez mais dominante da tecnologia em nossas vidas, somos constantemente estimulados a perder o foco com muita facilidade. Vários campos, como os estudos, o trabalho e até mesmo os relacionamentos pessoais, são prejudicados por esse problema.

Então, fique atento! A partir de agora citaremos ótimas dicas para melhorar a sua concentração de uma vez por todas. Boa leitura!

1. Pratique a meditação

Embora a meditação cause estranheza em muitas pessoas, a prática é extremamente eficiente na melhoria da concentração. Ela é utilizada por diversas filosofias e pode beneficiar pessoas que buscam autoconhecimento e foco.

Ela trabalha estimulando a região cerebral responsável pelo aprendizado e concentração, ajudando na focalização da expansão da consciência, deixando-a mais apta ao aprendizado e em sincronicidade.

Além de melhorar o foco, a meditação é comprovadamente eficaz contra problemas como o estresse e a insônia. Vale a pena tentar!

2. Afaste-se de distrações

Como mencionamos no início do texto, somos constantemente bombardeados por informações que vêm de diversas fontes. Nossos smartphones jamais deixam de vibrar e a televisão pode ser bastante tentadora nos momentos em que mais precisamos de atenção.

Por isso, um ótimo modo de render mais nos estudos e no trabalho é afastar-se de todas as distrações possíveis. Desligar o televisor e se manter longe do celular são sinais de um bom início.

Outra maneira de se concentrar é utilizar músicas instrumentais ou os chamados ruídos brancos, sinais que contam com várias frequências de uma mesma potência e auxiliam na manutenção do foco.

3. Organize o ambiente

Algumas pessoas alegam conseguir se concentrar em meio ao caos. No entanto, elas são a minoria, certo?

Ambientes extremamente bagunçados colaboram muito para a dispersão do foco. Além disso, eles dificultam a fluidez das atividades, já que é muito mais fácil não encontrar aquilo que você necessita no meio da bagunça. Assim, a vida tende a ficar mais travada.

Antes de iniciar uma atividade, organize o ambiente, deixando-o limpo e silencioso. Priorize a localização dos objetos que você utilizará, deixando tudo o que será necessário à mão.

4. Cuide da saúde

O descuido com o estado de nosso corpo é um dos principais vilões da boa concentração. Lembre-se do ditado: “mente são, corpo são!”.

Devemos pensar em nosso organismo como uma máquina, que necessita de certos cuidados para funcionar adequadamente. A manutenção é feita diariamente com hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada, hidratação e quantidade suficiente de sono.

É importante ficarmos muito atentos aos sinais dados pelo nosso corpo. Quando estamos extremamente cansados, o funcionamento correto do cérebro torna-se inviável. A procrastinação é, inclusive, um mecanismo de defesa cerebral contra a estafa.

5. Invista em atividades estimulantes

Algumas atividades, especialmente aquelas ligadas às artes, são capazes de auxiliar na melhora da concentração e do foco. Aulas de música, escrita, desenho ou artes cênicas podem, comprovadamente, ser benéficas para as pessoas mais dispersas.

O teatro é uma das melhores opções, sendo responsável pelo desenvolvimento de diversas habilidades. Além da concentração, essa arte milenar ajuda no fortalecimento da memória e melhora a organização pessoal.

Não é tão difícil melhorar a concentração, certo? Seguindo as dicas dadas no texto, investindo em uma atividade que estimule o cérebro e mudando alguns hábitos, o aperfeiçoamento do foco é garantido!

Conhece alguém que sofre com a procrastinação e dispersão da atenção? Compartilhe este artigo nas redes sociais para que mais pessoas leiam as nossas dicas!