Para mostrar as diferenças entre os tipos de peças teatrais preparamos um texto com as vertentes mais comuns e suas principais características

Tipos de peças teatrais

Quando o público compra o ingresso para assistir a uma peça de teatro, está em busca apenas de diversão ou de certo alívio para as tensões do dia a dia. Mas para os atores e profissionais que estão atuando dentro e fora do palco, nenhuma peça é igual a outra, ao contrário. Existem várias vertentes do teatro, cada uma com suas peculiaridades. Para mostrar as diferenças entre os tipos de peças teatrais preparamos um texto com as vertentes mais comuns e suas principais características.

Auto

Criado na Espanha da Idade Média, o Auto é um subgênero da literatura dramática, e tem como objetivo principal a sátira, principalmente de autoridades e expoentes da sociedade da época, e também dar lições de moral, como no clássico “auto da barca do inferno”, de Gil Vicente.

Comédia

Nesse tipo de teatro o humor é o combustível. Em geral, as peças de teatro do tipo comédia são criadas para fazer rir, aliviando as tensões do dia a dia. Porém, o que aos poucos vem sendo percebido pelo público que acompanha esse tipo de teatro, é a mensagem que passa ao espectador.

Diversas vezes, as comédias escondem profundas críticas políticas, econômicas e sociais, levando o público à reflexão sem que seja feita uma crítica direta.

Drama

No drama, o sofrimento da vida cotidiana, seja dos personagens centrais ou de outros integrantes do elenco, é explorada. O drama conta também histórias de vida, que podem esconder lições ao decorrer da peça.

Farsa

Assim como na comédia, a sátira é um elemento muito presente nas peças teatrais produzida sobre esse estilo. Porém, aqui, não há preocupação com a verossimilhança. Ou seja,nada precisa fazer sentido, assim como  o não questionamento de valores. A moral aqui não encontra lugar.  

Melodrama

Neste tipo de teatro, o drama é acentuado, carregando nuances mais intensas de sofrimento. Alguns aspectos da vida dos personagens são trabalhados mais intensamente, para dar mais dramaticidade ao texto.

Ópera

Na ópera, são combinadas falas e música, aumentando ainda mais a carga dramática da peça, mesmo que não se trate de um drama.

Monólogo

No monólogo, toda a peça é conduzida por um único ator. Ele interage com o público e também consigo mesmo, conversando como se estivesse dialogando com outra pessoa. Neste tipo de peça, o ator discute cenas do cotidiano, tenta resolver problemas, apresenta situações vivenciadas ou, ainda, pode fazer uma reflexão sobre parte da sua vida.

Revista

No teatro de revista, as peças tem um caráter mais popular, de entretenimento, e é marcado por muitas apresentações de musicais, apelo à sensualidade e à comédia, ocultando fortes críticas políticas e sociais.

Stand-up comedy

Em moda nos últimos anos, o stand-up comedy é uma peça de teatro com pitadas de humor e apresentada por um comediante. Durante a encenação, o comediante interage com o público, dosando as histórias contadas com experiências e interações de quem está assistindo a episódios de sua própria vida.

Musical

Aqui, o espectador confere uma peça que une música, canções, danças e diálogos que, ao contrário da ópera, são falados e não cantados.

    Quer aprender a se comunicar melhor? Receba nossas dicas:

    Sem comentários

    Cancelar